Carregando...
Jusbrasil
27 de setembro de 2016

Página 1 de 5.498 16 18 2.806 2.562 95 1 resultados para "Ação obrigação fazer outorga escritura definitiva rio de ..." em Notícias em Artigos em Jurisprudência em Diários em Legislação em Modelos e peças

TRF-2 - APELAÇÃO CIVEL AC 361397 RJ 2002.51.01.002854-2 (TRF-2)

Data de publicação: 19/09/2005

Ementa: ADMINISTRATIVO. RESPONSABILIDAE CIVIL. OBRIGAÇÃO DE FAZER. ESCRITURA DEFINITIVA DE IMÓVEL. DANOS MORAIS 1 – Cuida-se de ação ordinária, em que o autor objetiva a condenação do réu na obrigação de fazer, consistente na outorga da escritura do imóvel localizado na Av. Vicente de Carvalho, no. 1086, rua 06, bl.B, apto. 306, Vicente de Carvalho, Rio de Janeiro, bem como condenação da parte ré em danos morais no montante de 100 (cem) salários mínimos. 2 - O recurso divaga e se contradiz com a documentação posta nos autos, produzida pelo autor e cuja origem é o próprio INSS, que afirma, no documento de fls.11, a quitação do financiamento, em 8/4/91, nos termos da Lei no. 8004 /90. Essa assertiva se guarda renovada às fls.13 e 116. 3 - De outra banda, o que se anota é que a autarquia confirmou o pagamento do imóvel, exarou certidão a registrar o cumprimento das obrigações pelo autor, mas, decerto, em razão do descontrole da sua burocracia, não tem mais condições de aferir, anos depois, quais os valores foram pagos pelo autor para quitar o financiamento. Saí a sua insistência em dizer que não pretende prolongar o litígio (fls.34), mas exige previamente que o autor esclareça qual o valor das prestações que foram pagas em 1991. 4 - Ora, se os documentos, vários, do INSS, expedidos à época, afirmam a quitação, a liquidação do financiamento, a dúvida surgida anos depois deverá ser resolvida pelo próprio INSS, que não se pode negar à outorga da escritura, como se o autor fosse responsável pela desorganização dos papéis e registros da autarquia.5 - Remessa e recurso conhecidos, porém desprovidos

DJGO 08/01/2014 - Pág. 91 - Seção III - Diário de Justiça do Estado de Goiás

DA CAUSA. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER, AJUIZADA PELO PROMITENTE VENDEDOR, OBJETIV ANDO CONDENAÇÃO... A PRESENTE IMPUGNAçãO E MANTENHO O VALOR AT RIBUíDO à CAUSA NA AçãO DE OBRIGAçãO DE FAZER EM APENSO.... É O ...

Diário • Diário de Justiça do Estado de Goiás

DJGO 12/01/2015 - Pág. 4380 - Seção III - Diário de Justiça do Estado de Goiás

, QUE ANTES DA OUTORGA DE QUALQUER ESCRITURA DEFINITIVA DE VENDA DE LOTES E AUTORIZACAO... DO CODI GO PENAL BRASILEIRO. CONCEDO, TAMBEM, TUTELA ESPECIFICA CONSISTEN TE EM OBRIGACAO DE FAZER... SE RIOS E, QUICA, ...

Diário • Diário de Justiça do Estado de Goiás

DJGO 31/01/2012 - Pág. 886 - Seção III - Diário de Justiça do Estado de Goiás

A PRETENSãO DEDUZIDA, CONDENANDO OS RéUS NA OBRIGAçãO DE FAZER CONSISTENTE NA OUTORGA DA ESCRITURA... DE CARVALHO E MARNIA NATAL DA CRUZ. DADO QUE SE TRATA DE OBRIGAçãO DE FAZER, NA FORMA DO ARTIGO 466... ...

Diário • Diário de Justiça do Estado de Goiás

DJGO 10/01/2011 - Pág. 691 - Seção III - Diário de Justiça do Estado de Goiás

É O RELATóRIO. DECIDO. PRESENTES AS CONDIçõES DA AçãO E OS PRESSUPOSTOS DE CONSTITUIçã... QUE EM OBRIGAçõES DE FAZER O JUIZ CONCEDERá A TUTELA ESPECíFICA DA OBRIGAçãO OU DETERMINARá PROVIDê... DA ESCRITURA ...

Diário • Diário de Justiça do Estado de Goiás

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00330618720098190014 RIO DE JANEIRO CAMPOS DOS GOYTACAZES 3 VARA CIVEL (TJ-RJ)

Data de publicação: 18/07/2013

Ementa: APELAÇÃO. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER. PROMESSA DE COMPRA E VENDA. OUTORGA DE ESCRITURA DEFINITIVA. A condenação em verba honorária decorre da aplicação do princípio da causalidade, tendo em vista que ficou demonstrado que a presente demanda foi ajuizada em virtude da conduta da parte ré. O art. 20 do Código de Processo Civil determina que a sentença condenará o vencido a pagar ao vencedor as despesas que antecipou e os honorários advocatícios. Art. 557, caput, do CPC.

Encontrado em: e Incorporação Ltda. APELADO: Marlúcia Alves de Oliveira APELAÇÃO APL 00330618720098190014 RIO DE JANEIRO

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 01840047320118190038 RIO DE JANEIRO NOVA IGUACU 5 VARA CIVEL (TJ-RJ)

Data de publicação: 15/07/2015

Ementa: APELAÇÃO. PROCESSO CIVIL. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER COM OUTORGA DE ESCRITURA DEFINITIVA EM FACE DO ESPÓLIO DOS PROMITENTES VENDEDORES DO IMÓVEL. ALEGAÇÃO DE QUE O PREÇO FOI QUITADO E OS PROMITENTES VENDEDORES FALECERAM ANTES DE EFETIVADA A ESCRITURA DEFINITIVA. REQUEREM QUE OS RÉUS SEJAM CONDENADOS A OUTORGAR A ESCRITURA DEFINITIVA. SENTENÇA JULGANDO IMPROCEDENTE O PEDIDO. HERDEIROS QUE JÁ REALIZARAM ESCRITURA DE CESSÃO DE DIREITOS HEREDITÁRIOS. NÃO COMPROVAÇÃO DO TÉRMINO DO INVENTÁRIO. APELAÇÃO DOS AUTORES. NÃO PROVIMENTO DA APELAÇÃO. Ação de "Obrigação de Fazer Outorga de Escritura Definitiva" ajuizada pelos promitentes compradores de imóvel em face do espólio dos promitentes vendedores. Alegam que adquiriram o imóvel em 1976 e quitaram o preço em 18/10/1982, tendo os promitentes vendedores falecido sem assinar a escritura definitiva. Requerem a condenação dos demandados à outorga da escritura definitiva. Sentença julgando improcedente o pedido, considerando que os herdeiros dos réus já realizaram escritura de cessão de direitos hereditários e que a escritura definitiva somente poderá ser procedida após o término do inventário. Apelação dos autores. Reiteram o pedido exordial. Sentença que não merece reforma. Por força do princípio da saisine, a herança se transmite desde logo aos herdeiros, legítimos e testamentários do de cujus, não restando dúvidas de a herança ser suscetível de transferência, assim como qualquer direito patrimonial de conteúdo econômico. Inteligência dos art. 15 e 16 do Decreto Lei nº. 58 /1937, reproduzidos nos artigos 1.417 e 1.418 do Código Civil . A teor do artigo 1.791 do NCC, a herança é uma universalidade, e sobre ela os herdeiros têm partes ideais, e não individuais, sendo esta a razão de os bens do espólio serem considerados um todo indivisível até a partilha. Instrumento particular de promessa de compra e venda sem cláusula de arrependimento. Inexistência de resistência ou recusa injustificada da meeira e dos herdeiros...

Encontrado em: e outro. APELADO: ESPÓLIO DE NADYR DE MELLO COSTA e outro APELAÇÃO APL 01840047320118190038 RIO DE JANEIRO NOVA

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00124393320138190212 RIO DE JANEIRO OCEANICA REGIONAL NITEROI 1 VARA CIVEL (TJ-RJ)

Data de publicação: 07/08/2015

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER C/C INDENIZATÓRIA. PROMESSA DE COMPRA E VENDA. DEMORA NO CUMPRIMENTO DAS OBRIGAÇÕES FIRMADAS E NA OUTORGA DA ESCRITURA DEFINITIVA. DANO MORAL. LITIGANCIA DE MÁ-FÉ. 1. Ação de obrigação de fazer cumulada com indenizatória. Pretensão de condenação ao cumprimento das obrigações firmadas no contrato e ressarcimento de danos morais. Sentença de procedência. 2. Parcial provimento do recurso para integrar o dispositivo. Considerando a fixação da multa diária de R$ 500,00 (quinhentos reais) por descumprimento da decisão, a rejeição dos embargos declaratórios, e para que não pairem dúvidas acerca do conteúdo da sentença, é prudente a reforma parcial do julgado para que o dispositivo determine o cumprimento de todas as obrigações assumidas no contrato quando da lavratura definitiva do escritura. 3. Dano moral. Inexistência. ¿O simples descumprimento de dever legal ou contratual, por caracterizar mero aborrecimento, em princípio, não configura dano moral, salvo se da infração advém circunstância que atenta contra a dignidade da parte.¿ (Súmula 75 do TJRJ). Autora que, além de ter sido imitida na posse do imóvel quando da celebração da promessa de compra e venda, assumiu o risco da demora em obter a escritura definitiva quando comprou imóvel pendente de partilha entre ex-casal. 4. Inexistência de litigância de má-fé, que exige a intenção maliciosa e desleal da parte. PROVIMENTO PARCIAL DO RECURSO.

Encontrado em: . APELADO: ZULEICA DE MACEDO SOARES APELAÇÃO APL 00124393320138190212 RIO DE JANEIRO OCEANICA... REGIONAL NITEROI 1 VARA CIVEL (TJ-RJ) MONICA DE FARIA SARDAS

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00865813120058190004 RIO DE JANEIRO SAO GONCALO 1 VARA CIVEL (TJ-RJ)

Data de publicação: 12/07/2013

Ementa: AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER COM CONDENAÇÃO DA PARTE RÉ A EMITIR A DECLARAÇÃO DE VONTADE CONSISTENTE NA TRANSMISSÃO DE DOMÍNIO AO AUTOR, MEDIANTE OUTORGA DE ESCRITURA PÚBLICA DEFINITIVA DE COMPRA E VENDA. FALTA DE INTERESSE RECURSAL. Autor que interpôs recurso apenas com o intuito de que na sentença constasse que esta serviria como substituição da vontade da parte ré, pleiteando a expedição do competente mandado de registro em favor do autor. Apelante que não possui interesse recursal. Pedido julgado procedente. De acordo com o disposto no artigo 466-A do CPC, condenado o devedor a emitir declaração de vontade, a sentença, uma vez transitada em julgado, produzirá todos os efeitos da declaração não emitida. Não há que falar em ausência de efeito prático na condenação da parte ré a emitir a declaração de vontade consistente na transmissão de domínio ao autor, mediante outorga de escritura pública definitiva de compra e venda, carecendo o apelante de interesse no seguimento de seu recurso. Recurso que não se conhece.

Encontrado em: Maria da Silva Leite e outros APELAÇÃO APL 00865813120058190004 RIO DE JANEIRO SAO GONCALO 1 VARA CIVEL

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 02625242720128190001 RIO DE JANEIRO CAPITAL 13 VARA CIVEL (TJ-RJ)

Data de publicação: 12/09/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL . AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER CUMULADA COM INDENIZATÓRIO POR DANO MATERIAL E MORAL. OUTORGA DE ESCRITURA DEFINITIVA DIANTE DE RECUSA INJUSTIFICADA. SENTENÇA DE PROCEDÊNCIA DO PEDIDO OBRIGACIONAL E IMPROCEDÊNCIA DOS PEDIDOS REPARATÓRIOS. INTERPOSIÇÃO DE APELO POR AMBAS AS PARTES. 1 - Apelação interposta pelos Autores alegando preliminar de nulidade da sentença por ausência de motivação na decisão que, ao rejeitar os Embargos de Declaração por eles opostos, indeferiu o requerimento de antecipação de tutela. Ainda que se trate de decisão sucinta, ela não pode ser tida como ato de cognição incompleta. Igualmente não se acolhe a preliminar de nulidade da sentença em razão de inadequada valoração da prova. 2 - Pedido de condenação ao pagamento de indenização por dano material consistente no ressarcimento de despesas com regularização, expedição de certidões e pagamentos diversos de emolumentos, devolução de sinal e pagamento de corretagem, relativa à venda que seria feita pelos Autores em 2012 e se frustrou pela não outorga de escritura definitiva por parte dos Réus. Impossibilidade de serem repassadas tais despesas aos Réus porque assumidas pelos Autores antes de obter a escritura definitiva, bem assim porque não se provou tanto o alegado recebimento e devolução de sinal e princípio de pagamento, quanto o alegado pagamento de corretagem. Incabível, igualmente, a postulação de ressarcimento por lucros cessantes, porquanto o adiamento da outorga definitiva da escritura não geraria de qualquer maneira nenhum lucro esperável em favor dos Autores/promitentes vendedores. 3- Pedido de condenação ao pagamento de indenização por dano moral em decorrência da própria negativa dos Réus em outorgar a escritura definitiva e em razão de terem sustentado que os Autores não transferiram àqueles o valor da transação objeto da escritura de promessa de compra e venda entre eles celebrada, em 1987, mesmo nela constando a quitação do preço. Pactuação esta que envolveu...

Encontrado em: e outros. APELADO: OS MESMOS APELAÇÃO APL 02625242720128190001 RIO DE JANEIRO CAPITAL 13 VARA CIVEL

1 2 3 4 5 549 550 Próxima
Seja notificado de toda novidade sobre
Ação obrigação fazer outorga escritura definitiva rio de ... Monitorar

×