Carregando...
JusBrasil
22 de julho de 2014

Página 1 de 8.664 1 6.220 2.443 resultados para "Confirmação da sentença guerreada" em Notícias em Jurisprudência em Diários

TJ-PE - Apelação APL 27730719998170001 PE 0002773-07.1999.8.17.0001 (TJ-PE)

Data de publicação: 14/07/2011

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONFIRMAÇÃO DA SENTENÇA GUERREADA. APELO IMPROVIDO. RESPONSABILIDADE CIVIL. FALTA NO SERVIÇO. COMPESA. CAIXA DE INSPEÇÃO COM VENTOSA INTERNA. AUSÊNCIA DE TAMPA. ISOLAMENTO INEFICAZ. FALECIMENTO DE CRIANÇA. AFOGAMENTO. CONDENAÇÃO EM INDENIZAÇÃO EM PRIMEIRO GRAU. PENSÃO DEVIDA. 1. Apelação Cível. Não provimento. 2. Sentença confirmada. 3. Falta no serviço. Compesa. Caixa de inspeção aberta, sem tampa e com isolamento ineficaz 4. Falecimento de criança afogada na caixa inundada.5. Condenação em indenização e em pagamento de pensão confirmada.6. Sentença mantida.7. À unanimidade de votos, negou-se provimento, na conformidade do voto do Relator.

TJ-RS - Apelação Cível AC 70058545450 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 04/06/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, o requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. APELO INTERPOSTO PELO AUTOR DESPROVIDO. UNÂNIME. (Apelação Cível Nº 70058545450, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 27/05/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70058217787 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 04/06/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXIGIBILIDADE DE DÍVIDA C/C. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, o requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. APELAÇÃO INTERPOSTA PELO AUTOR DESPROVIDA. UNÂNIME. (Apelação Cível Nº 70058217787, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 27/05/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70059972679 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 03/07/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. NEGÓCIOS JURÍDICOS BANCÁRIOS. AÇÃO DE CANCELAMENTO DE DÉBITO C/C. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, a requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. APELAÇÃO INTERPOSTA PELA AUTORA DESPROVIDA. UNÂNIME. (Apelação Cível Nº 70059972679, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 24/06/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70058140120 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 05/06/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXIGIBILIDADE DE DÍVIDA C/C. REPETIÇÃO DE INDÉBITO E INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, o requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. APELAÇÃO INTERPOSTA PELO AUTOR DESPROVIDA. UNÂNIME. (Apelação Cível Nº 70058140120, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 27/05/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70059646133 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 04/06/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXIGIBILIDADE DE DÉBITO C/C. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, a requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. APELAÇÃO INTERPOSTA PELA AUTORA DESPROVIDA. UNÂNIME. (Apelação Cível Nº 70059646133, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 27/05/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70058686080 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 04/06/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE DÍVIDA C/C. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL E REPETIÇÃO DE INDÉBITO. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, o requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. APELAÇÃO INTERPOSTA PELO AUTOR DESPROVIDA. UNÃNIME. (Apelação Cível Nº 70058686080, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 27/05/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70057428955 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 05/06/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, a requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. NEGARAM PROVIMENTO AO APELO INTERPOSTO PELA AUTORA. UNÃNIME. (Apelação Cível Nº 70057428955, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 27/05/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70056177264 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 04/06/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO DE DECLARAÇÃO DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO C/C. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, a requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. APELO DO AUTOR DESPROVIDO. UNÂNIME. (Apelação Cível Nº 70056177264, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 27/05/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70057189730 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 05/06/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. CONTRATOS DE CARTÃO DE CRÉDITO. AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXIGIBILIDADE DE DÍVIDA, C/C. REPETIÇÃO DE INDÉBITO E DANO MORAL. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. A inversão do ônus da prova nas relações de consumo não afasta o dever da parte autora de provar o fato constitutivo sobre o qual fundamenta seu direito (artigo 333 , inciso I , do CPC ). No caso em tela, o requerente não se desincumbiu de tal encargo, pois suas alegações não vieram amparadas em subsídios probatórios aptos ao acolhimento de seus desideratos, situação que impõe a confirmação da sentença guerreada. APELO DO AUTOR DESPROVIDO. UNÂNIME. (Apelação Cível Nº 70057189730, Vigésima Terceira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Clademir José Ceolin Missaggia, Julgado em 27/05/2014)

1 2 3 4 5 866 867 Próxima

ou

×
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/busca