Carregando...
JusBrasil
03 de setembro de 2015

Página 1 de 1.538.511 181 29 24.599 1.513.277 433 2 resultados para "Despacho Nomeando Perito" em Notícias em Artigos em Jurisprudência em Diários em Legislação em Modelos e peças

TJ-MG - 102310101109150011 MG 1.0231.01.011091-5/001(1) (TJ-MG)

Data de publicação: 27/01/2006

Ementa: AÇÃO CIVIL PÚBLICA - PROVA PERICIAL CONTÁBIL - DESPACHO NOMEANDO PERITO - APRESENTAÇÃO DE QUESITOS - JULGAMENTO ANTECIPADO DA LIDE - IMPOSSIBILIDADE - CERCEAMENTO DE DEFESA. Em sede de ação civil pública, tendo o juiz expedido despacho nomeando perito para realização de prova pericial contábil, tendo as partes apresentado seus quesitos, não pode o magistrado julgar antecipadamente a lide sem que a prova seja realizada, sob pena de cerceamento de defesa.

TJ-MG - 200000035398130001 MG 2.0000.00.353981-3/000(1) (TJ-MG)

Data de publicação: 16/03/2002

Ementa: INDENIZAÇÃO - DESPACHO NOMEANDO PERITO - CANCELAMENTO DE AUDIÊNCIA JÁ DESIGNADA - INEXISTÊNCIA DE PREJUÍZO PARA A PARTE. Não há falar em prejuízo para a parte na prolação de despacho que cancela a realização de audiência de instrução e julgamento já designada e nomeia perito, para elaboração de prova técnica requerida pela parte oposta, uma vez que ao Juiz presidente do processo é facultado empreender todos os meios permitidos para a busca da verdade real, não havendo qualquer limitação às provas requeridas pelo autor, que poderá produzi-las enquanto perdurar a fase dilatória do processo.

DJGO 15/07/2014 - Pág. 346 - Seção III - Diário de Justiça do Estado de Goiás

. COMPULSANDO DETIDAMENTE OS AUTOS, VER IFICO QUE, àS FLS. 448, FOI PROFERIDO DESPACHO NOMEANDO PERITO JU..., NãO CONSTA NO REFERIDO DESP ACHO O NOME DO PERITO NOMEADO. DIANTE DISSO, NOMEIO FREDERIGO GON... DE ...

Diário • Diário de Justiça do Estado de Goiás

DJGO 08/02/2013 - Pág. 338 - Seção III - Diário de Justiça do Estado de Goiás

NOMEANDO PERITO, DR. ANDRE VELO SO. OS HONORARIOS PERICIAIS NO VALOR DE R$250,00 , SERAO PAGOS PELA...29856 GO - JULIETA CAROLINE ALMEIDA GONTIJO ADV REQDO : 31501 GO - ARISTELA SILVA CARDOSO DESPACHO... AUGUSTO FENELON 15167 GO - ...

Diário • Diário de Justiça do Estado de Goiás

DJGO 05/03/2010 - Pág. 699 - Seção III - Diário de Justiça do Estado de Goiás

DESPACHO : ... NOMEANDO PERITO PARA REALIZA-LA O DR. ESRON MARQUES DE BRITO, QUE DEVERA SER COMPROMISSADO E APRESENTAR PROPOSTA DE HONORARIOS ... ASSISTENTES TECNICOS E QUESITOS NO PRAZO E FORMA LEGAIS. NR. PROTOCOLO : 200904413106 ...

Diário • Diário de Justiça do Estado de Goiás

TJ-MG - Agravo AGV 10024011167301006 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 13/06/2014

Ementa: AGRAVO INTERNO - DECISÃO QUE NEGA SEGUIMENTO AO RECURSO - PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO OU SUSPENSÃO DE DECISÃO - DESPACHO QUE APENAS MANTEVE A DECISÃO ANTERIOR QUE NOMEOU PERITO - PRECLUSÃO - RECURSO NÃO PROVIDO. O pedido de reconsideração não tem o condão de interromper e nem suspender o prazo para a interposição do recurso cabível. Caracterizada a preclusão temporal, nos moldes do art. 473 do Código de Processo Civil , não cabe qualquer discussão ou apreciação de questão já decidida.

TJ-SP - Agravo de Instrumento AI 3003373320118260000 SP 0300337-33.2011.8.26.0000 (TJ-SP)

Data de publicação: 17/02/2012

Ementa: PROCESSO CIVIL. DESPACHO MERAMENTE ORDINATÓRIO. DETERMINAÇÃO DE PROSSEGUIMENTO DO FEITO COM O PERITONOMEADO.IRRECORRIBILIDADE. AGRAVO DE INSTRUMENTO.DESCABIMENTO. É irrecorrível o ato do juiz que mantêm a nomeação de perito efetuada em audiência, sem impugnação da parte.Pretensão de destituir o perito nomeado subvertendo de forma transversa decisão já tomada em sede de exceção. Recurso não conhecido.

TJ-PA - APELAÇÃO APL 201330092862 PA (TJ-PA)

Data de publicação: 14/03/2014

Ementa: Apelação Penal. Furto qualificado. Art. 155, §4º, I, do CPB. Apelo defensivo. Preliminares. Nulidade. Ausência de despacho acerca do requerimento de diligências. Cerceamento de defesa. Inviabilidade. Despacho constante dos autos às fls. 67. Preliminar rejeitada. Rompimento de obstáculo. Perícia realizada por peritos inaptos. Inocorrência. Constatação por laudo assinado por peritos nomeados. Perícia válida. Inteligência do art. 159, §1º, do CPP. O arrombamento do cadeado foi atestado mediante laudo, assinado por 02 (dois) policiais civis, peritos nomeados para tanto. Pedido de absolvição. Atipicidade da conduta. Princípio da insignificância. Não incidência. Ausência dos requisitos necessários. Recurso conhecido e improvido. Correção, de ofício, do cômputo final da pena imputada ao apelante para 04 (quatro) anos de reclusão e 45 (quarenta e cinco) dias-multa. Decisão unânime. 1. Não há que se falar em princípio da insignificância, considerando-se que sua não aplicação está baseada não só na lesão ao bem jurídico tutelado, mas também no comportamento do réu, não restando preenchidos, portanto, os pressupostos para o reconhecimento de tal princípio. Ademais, não se confunde bem de pequeno valor com bem de valor insignificante, e, no caso em tela, não se pode dizer que o valor dos objetos furtados é irrisório, principalmente ao se considerar a quantidade de coisas furtadas da obra, com expressivo valor no mercado das construções. 2. A pena definitiva imputada ao apelante deve ser corrigida, de oficio, em razão de equívoco cometido pelo Juízo monocrático, passando para 04 (quatro) anos de reclusão e 45 (quarenta e cinco) dias-multa.

TJ-PR - Agravo de Instrumento AI 12748684 PR 1274868-4 (Acórdão) (TJ-PR)

Data de publicação: 18/12/2014

Ementa: DECISÃO: ACORDAM os Senhores Desembargadores integrantes da Sexta Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em dar provimento ao Recurso, nos termos do voto do Relator. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO MONITÓRIA - NOVA PERÍCIA - DESPACHO ANTERIOR NOMEANDO NOVO PERITO E DETERMINANDO PAGAMENTO DOS HONORÁRIOS PERICIAIS PELA PARTE REQUERIDA - AUSÊNCIA DE RECURSO - PRECLUSÃO - ARTIGO 471 DO CPC - NULIDADE DO PRIMEIRO LAUDO E DEVOLUÇÃO DOS HONORÁRIOS - OMISSÃO DO JUÍZO DE ORIGEM - QUESTÕES A SEREM ANALISADAS EM PRIMEIRO GRAU, SOB PENA DE SUPRESSÃO DE INSTÂNCIA - - DECISÃO CASSADA - RECURSO PROVIDO. 1. A nulidade do primeiro laudo e a devolução dos honorários devem ser analisadas pelo Magistrado de primeiro grau, sob pena de supressão de instância. 2. Havendo prévia determinação para pagamento dos honorários periciais, não procede a insurgência do agravante, diante da preclusão operada. (TJPR - 6ª C.Cível - AI - 1274868-4 - Foro Regional de São José dos Pinhais da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba - Rel.: Prestes Mattar - Unânime - - J. 09.12.2014)

Encontrado em: - NOVA PERÍCIA ­ DESPACHO ANTERIOR NOMEANDO NOVO PERITO E DETERMINANDO PAGAMENTO DOS HONORÁRIOS PERICIAIS... analisado o pedido de nulidade da perícia, apenas determinado nova perícia e nomeado novo perito... perícia, bem como a nomeação de novo perito, vez que tais questões já foram objeto de anterior despacho...

TJ-RJ - AGRAVO DE INSTRUMENTO AG 11606 RJ 1999.002.11606 (TJ-RJ)

Data de publicação: 20/10/2000

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO CONTRA DESPACHO NOMEANDO PERITO - AÇÃO ACIDENTARIA - PERITO MEDICO-HOMEOPATA - CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO ART.

Encontrado em: CONTRA DESPACHO NOMEANDO PERITO AÇÃO ACIDENTARIA PERITO MEDICO-HOMEOPATA CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO ART. 145

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi, está procurando um advogado ou correspondente jurídico? Podemos te conectar com Advogados em qualquer cidade do Brasil.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/busca