Carregando...
JusBrasil
03 de março de 2015

Página 1 de 425.284 137 45 296.000 128.558 555 3 resultados para "JUROS DE MORA EM 1% APÓS A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL" em Notícias em Artigos em Jurisprudência em Diários em Legislação em Modelos e peças

TJ-SP - Agravo de Instrumento AI 990100214659 SP (TJ-SP)

Data de publicação: 06/08/2010

Ementa: HONORÁRIOS PERICIAIS - PARTE BENEFICIÁRIA DA GRATUIDADE PROCESSUAL - EMBARGOS DA FAZENDA DO ESTADO JULGADOS IMPROCEDENTES -JUROS DE MORA DE 1%, APÓS A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL - NECESSIDADE - HIPÓTESE EM QUE A DEMANDA FOI AJUIZADA ANTES DA ENTRADA EM VIGOR DO ART. 1º-F DA LEI Nº 9.494 /97,ACRESCENTADO PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 2.180 -35, DE 24.08.2001 - INCLUSÃO DOS HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS SUCUMBENCIAIS NA EXPEDIÇÃO DE OFÍCIO REQUISITÓRIO DE PEQUENO VALOR -POSSIBILIDADE - INVIABILIDADE DE CITAÇÃO DA FAZENDA PÚBLICA EM SE TRATANDO DE HONORÁRIOS FIXADOS EM DECISÃO TRANSITADA EM JULGADO, INSTAURANDO-SE DESNECESSÁRIO PROCEDIMENTO QUE PODERIA IMPLICAR EM MAIS ONERAÇÃO DO ERÁRIO - DECISÃO MANTIDA. Agravo de instrumento improvido.

TJ-SP - Agravo de Instrumento AG 990100214659 SP (TJ-SP)

Data de publicação: 06/08/2010

Ementa: HONORÁRIOS PERICIAIS - PARTE BENEFICIÁRIA DA GRATUIDADE PROCESSUAL - EMBARGOS DA FAZENDA DO ESTADO JULGADOS IMPROCEDENTES -JUROS DE MORA DE 1%, APÓS A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL - NECESSIDADE - HIPÓTESE EM QUE A DEMANDA FOI AJUIZADA ANTES DA ENTRADA EM VIGOR DO ART. 1º-F DA LEI Nº 9.494 /97,ACRESCENTADO PELA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 2.180 -35, DE 24.08.2001 - INCLUSÃO DOS HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS SUCUMBENCIAIS NA EXPEDIÇÃO DE OFÍCIO REQUISITÓRIO DE PEQUENO VALOR -POSSIBILIDADE - INVIABILIDADE DE CITAÇÃO DA FAZENDA PÚBLICA EM SE TRATANDO DE HONORÁRIOS FIXADOS EM DECISÃO TRANSITADA EM JULGADO, INSTAURANDO-SE DESNECESSÁRIO PROCEDIMENTO QUE PODERIA IMPLICAR EM MAIS ONERAÇÃO DO ERÁRIO - DECISÃO MANTIDA. Agravo de instrumento improvido.

TRF-1 - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO AGA 42524 DF 2007.01.00.042524-0 (TRF-1)

Data de publicação: 21/02/2008

Ementa: AGRAVO REGIMENTAL. FGTS. EXECUÇÃO. RECOMPOSIÇÃO DE CONTAS FUNDIÁRIAS. VALORES APURADOS. INCORPORAÇÃO AO SALDO TOTAL DA CONTA FUNDIÁRIA. JUROS DE MORA EM 1% APÓS A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL . 1. Havendo determinação judicial para que os saldos sejam corrigidos, mediante a aplicação de expurgos inflacionários, conclui-se que os valores relativos à correção deverão incorporar o saldo total da conta fundiária e não serem depositados em base distinta. 2. Com relação aos juros de mora, o entendimento majoritário deste Tribunal e do colendo STJ, é no sentido de que os mesmos são devidos no percentual de 0,5% ao mês até a data da entrada em vigor do Código Civil de 2002 e, a partir de então, de 1% ao mês, em conformidade com o disposto no artigo 406 da Lei nº 10.406 /2002 c/c artigo 161 , § 1º , do Código Tributário Nacional . 3. Agravo regimental dos agravantes provido.

Encontrado em: : 010406 ANO:2002 ART : 00406 CÓDIGO CIVIL AC 2001.38.00.002713-0/MG,TRF1. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO...A Turma, por unanimidade, deu provimento ao agravo regimental. QUINTA TURMA 21/02/2008 e-DJF1 p.320... : 00161 PAR: 00001 CÓDIGO TRIBUTÁRIO NACIONAL LEG:FED LCP :000110 ANO:2001 ART :00010 CC-02 LEG:FED LEI...

TJ-SP - Apelação APL 239542120008260602 SP 0023954-21.2000.8.26.0602 (TJ-SP)

Data de publicação: 16/12/2011

Ementa: ACIDENTE DO TRABALHO - EMBARGOS À EXECUÇÃO - CONTA DE LIQUIDAÇÃO - CÔMPUTO DOS JUROS DE MORA NA BASE DE 0,5% ATÉ A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL E APÓS 1% AO MÊS - OFENSA À COISA JULGADA - INOCORRÊNCIA - SENTENÇA MANTIDA. Recurso desprovido.

TRF-3 - APELAÇÃO/REEXAME NECESSÁRIO APELREEX 2123 SP 0002123-33.2002.4.03.6126 (TRF-3)

Data de publicação: 16/07/2012

Ementa: DIREITO PREVIDENCIÁRIO. AGRAVOS (ART. 557 , § 1º , DO CPC ) DO AUTOR E DO INSS. APOSENTADORIA POR TEMPO DE SERVIÇO. RECONHECIMENTO DE TEMPO DE SERVIÇO RURAL. JUROS DE MORA APÓS A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL . ART. 406 , CC . ACOLHIMENTO PARCIAL. REDISCUSSÃO DA MATÉRIA JÁ DECIDIDA. IMPOSSIBILIDADE. DECISÃO AGRAVADA PARCIALMENTE MANTIDA. AUSÊNCIA DE ILEGALIDADE OU ABUSO DE PODER. 1. Os juros de mora devem incidir à taxa 0,5% (meio por cento), nos termos do art. 1052 do antigo Código Civil , até 10/01/2003, quando passam ao patamar de 1% (um por cento) ao mês, nos termos do art. 406 do novo Código Civil e do art. 161 , § 1º , do Código Tributário Nacional . Após a Lei 11.960 , de 29.06.2009, deve ser utilizada a taxa aplicada aos depósitos da caderneta de poupança, conforme seu art. 5º , que deu nova redação ao art. 1º-F da Lei 9.494 /97. Precedentes. 2. O agravo previsto no art. 557 , § 1º , do Código de Processo Civil tem o propósito de submeter ao órgão colegiado o controle da extensão dos poderes do relator, bem como a legalidade da decisão monocrática proferida, não se prestando à rediscussão de matéria já decidida. 3. Agravo do autor parcialmente provido. Agravo do INSS a que se nega provimento.

TJ-PR - Impugnação ao Cumprimento do Acórdão 126571614 PR 0126571-6/14 (TJ-PR)

Data de publicação: 09/06/2011

Ementa: IMPUGNAÇÃO AO CUMPRIMENTO DE ACÓRDÃO - AÇÃO RESCISÓRIA - ACÓRDÃO RESCINDENDO - NATUREZA JURÍDICA DA MULTA DO ARTIGO 488 DO CPC - INCIDÊNCIA DE JUROS MORATÓRIOS - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - OBSERVÂNCIA DO PERCENTUAL DOS ÍNDICES VIGENTES À ÉPOCA - JUROS MORATÓRIOS DE 0,5% A.M. ATÉ JANEIRO DE 2003 - APÓS, COM A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL , JUROS DE MORA DE 1% A.M. - APLICAÇÃO DO INPC E IGP-DI CONFORME TABELA JUDICIAL - EXCESSO DE EXECUÇÃO - IMPUGNAÇÃO PARCIALMENTE ACOLHIDA DETERMINANDO-SE NOVO CÁLCULO. 1. A imposição do depósito prévio na ação rescisória visa a resguardar a seriedade da ação, coibindo o abuso de direito e, por conseguinte, desestimulando o ajuizamento de demandas com fim puramente protelatório e de emulação. 2. Considerando que competia ao Autor da Rescisória o ônus da atribuição correta do valor da causa e por consecutivo do depósito prévio nos termos do artigo 488 , II , do CPC , incorreu o Autor em mora no cumprimento da obrigação 3. Caracterizado o excesso parcial de execução, determina-se novo cálculo, tendo em vista que os juros moratórios e os índices de atualização monetária não foram aplicados no percentual correto. IMPUGNAÇÃO AO CUMPRIMENTO DE ACÓRDÃO PARCIALMENTE ACOLHIDA.

STJ - PETICAO DE RECURSO ESPECIAL REsp 1144803 (STJ)

Data de publicação: 30/04/2010

Decisão: . INCORPORAÇÃO AO SALDO TOTAL DA CONTA FUNDIÁRIA. JUROS DE MORA EM 1% APÓS A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL... DE JUROS. NOVO CÓDIGO CIVIL . VIOLAÇÃO À COISA JULGADA. INEXISTÊNCIA. ART. 406 DO NOVO CÓDIGO CIVIL... . TAXA SELIC. 1. Não há violação à coisa julgada e à norma do art. 406 do novo Código Civil...

STJ 16/04/2012 - Pág. 1375 - Superior Tribunal de Justiça

DO ESTADO JULGADOS IMPROCEDENTES - JUROS DE MORA DE 1%, APÓS A VIGÊNCIA DO NOVO CÓDIGO CIVIL - NECESSIDADE - HIPÓTESE EM VIGOR DO... PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. SERVIDOR ...

Diário • Superior Tribunal de Justiça

DJPE 16/10/2013 - Pág. 902 - Diário de Justiça do Estado de Pernambuco

exercício recursal. Após o advento do Novo Código Civil , os juros moratórios foram fixados em 1... APURADOS. INCORPORAÇÃO AO SALDO TOTAL DA CONTA FUNDIÁRIA. JUROS DE MORA EM 1% APÓS A ...

Diário • Diário de Justiça do Estado de Pernambuco

TRF-2 08/08/2013 - Pág. 225 - Judicial - TRF - Tribunal Regional Federal da 2ª Região

os juros de mora de 1% após a vigência do Novo Código Civil . 2. O cômputo da atualização referente... de majorar a alíquota dos juros de mora para 1% (um por cento) ao mês. 8. ...

Diário • Tribunal Regional Federal da 2ª Região

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima

ou

Fale agora com um Advogado

Oi, está procurando um advogado ou correspondente jurídico? Podemos te conectar com Advogados em qualquer cidade do Brasil.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/busca