Carregando...
JusBrasil
26 de novembro de 2014

Página 1 de 1.818.981 1.138 219 274.140 1.542.968 549 30 resultados para "PRAZO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS PELO RÉU" em Notícias em Artigos em Jurisprudência em Diários em Legislação em Modelos e peças

TJ-MG - 100240318436260021 MG 1.0024.03.184362-6/002(1) (TJ-MG)

Data de publicação: 10/12/2009

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS. PRELIMINAR DE FALTA DE INTERESSE DE AGIR. PRELIMINAR DE INÉPCIA DA INICIAL. PREJUDICIAIS DE PRESCRIÇÃO E DECADÊNCIA. OBRIGAÇÃO DE PRESTAR CONTAS. PRAZO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS PELO RÉU. ART. 915 , § 2º DO CPC . HONORÁRIOS. Não se há falar em inépcia da inicial quando a exordial preenche os requisitos do art. 282 do CPC e não se enquadra em nenhuma das hipóteses elencadas no art. 295 do CPC . Em face da existência de dúvida acerca dos encargos debitados em conta pelo banco que a administra, mostra-se inequívoca a presença do interesse de agir do correntista ao postular pela prestação de contas. É adequado o procedimento de prestação de contas quando o autor pretende esclarecer a evolução de sua conta corrente com os respectivos encargos incidentes. A parte autora não está obrigada a esgotar a via administrativa antes de ajuizar a ação de prestação de contas De acordo com o Código Civil de 1916 , aplica-se a prescrição vintenária em casos nos quais se pleiteia prestação de contas, tendo em vista tratar-se de direito pessoal (art. 177 , CC/1916 ) e inexistir previsão expressa acerca desta pretensão no art. 178 do CC/1916 . O prazo prescricional previsto no Código Civil de 1916 é aplicável desde que, na data da entrada em vigor do novo Código Civil , tenha transcorrido mais da metade do prazo prescricional previsto no diploma legal anterior, nos termos do disposto no art. 2028 do CC/02 . No caso em que se pleiteia a prestação de contas do período de movimentação financeira mantida pelo correntista junto ao banco réu, inexiste discussão pela parte autora acerca de vícios na prestação do serviço bancário, sendo incabível a aplicação do art. 26 , II do CDC . Deve o banco, gestor de créditos e débitos alheios, prestar contas ao correntista de forma mercantil, conforme preceitua o art. 917 do CPC , sendo inválida a mera apresentação de extratos/contratos. Quando o réu contesta a ação, mas deixa de prestar as contas, deve ser intima...

TJ-MG - Agravo de Instrumento Cv AI 10707110246378002 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 17/01/2014

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS - NECESSIDADE DE INTIMAÇÃO PESSOAL DO RÉU PARA O INÍCIO DO PRAZO PARA A PRESTAÇÃO DE CONTAS. - O art. 915 , § 2º , do CPC dispõe que se o réu não prestar as contas, em 48 horas, não lhe será lícito impugná-las. Todavia, para que seja cumprido o disposto no referido artigo, faz-se necessária a intimação pessoal do réu. - RECURSO NÃO PROVIDO.

TJ-RS - Agravo de Instrumento AI 70061358826 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 02/09/2014

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS. NA AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS, A CONTAGEM DO PRAZO DE QUARENTA E OITO HORAS PARA A APRESENTAÇÃO DAS CONTAS PELO RÉU CONTA-SE DA SUA INTIMAÇÃO PESSOAL E NÃO DA INTIMAÇÃO DO SEU ADVOGADO, UMA VEZ QUE SE ASSEMELHA À CITAÇÃO, CONSIDERADOS OS SEUS EFEITOS. INTELIGÊNCIA DO ART. 915, §2º, DO CPC. RECURSO PROVIDO. (Agravo de Instrumento Nº 70061358826, Sétima Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Liselena Schifino Robles Ribeiro, Julgado em 28/08/2014)

TRE-AL - PRESTACAO DE CONTAS PRESTC 227624 AL (TRE-AL)

Data de publicação: 18/01/2013

Ementa: ELEIÇÕES 2012. PRESTAÇÃO DE CONTAS. PDT. DIRETÓRIO ESTADUAL. OMISSÃO. NOTIFI CAÇÃO PARA PRESTAR CONTAS. ART. 38, § 4º, DA RES. -TSE Nº 23376/12. DECURSO DO PRAZO IN ALBIS. CONTAS JULGADAS NÃO PRESTADAS. SUSPENSÃO DE NOVAS COTAS DO FUNDO PARTIDÁRIO PELO PRAZO DE SEIS MESES. ART. 51, § 4º, DA RES. -TSE Nº 23376.1. De acordo com o art. 35, 999, da resolução tse nº 23376/12, que disciplina a prestação de contas das eleições de 2012. os partidos, em todas as suas esferas, deverão prestar contas à Justiça Eleitoral.2. Na hipótese de omissão no dever de prestar contas, o partido será instado a prestá-las, no prazo de 72h, após o que, permanecendo a omissão, serão imediatamente julgadas não prestadas as contas. inteligência do § 4º do art. 38 da Res. -TSE nº 23376.3. Nos termos do art. 53, II, da Res. -TSE nº 23376, a decisão que julgar as contas eleitorais como não prestadas acarretará do partido a perda do direito ao recebimento da quota do Fundo Partidário, que no caso em exame é fixada em seis meses.

Encontrado em: inc.: 2       art.: 51 par.: 1 par.: 3 AUSÊNCIA, APRESENTAÇÃO, PRESTAÇÃO DE CONTAS, DIRETÓRIO... REGIONAL, OMISSÃO, NOTIFICAÇÃO, PRESTAÇÃO DE CONTAS PRESTACAO DE CONTAS PRESTC 227624 AL (TRE-AL) ANTÔNIO JOSÉ BITTENCOURT ARAÚJO...ACORDAM, os Desembargadores do TRE/AL, por maioria de votos, em julgar não prestadas as contas...

TRE-AL - PRESTACAO DE CONTAS PRESTC 227539 AL (TRE-AL)

Data de publicação: 19/12/2012

Ementa: PRESTAÇÃO DE CONTAS. ELEIÇÕES 2012. PRP. DIRETÓRIO ESTADUAL. OMISSÃO. NOTIFICAÇÃO PARA PRESTAR CONTAS. ART. 38, § 4º, DA RES.-TSE Nº 23.376/12. DECURSO DO PRAZO IN ALBIS. CONTAS JULGADAS NÃO PRESTADAS. SUSPENSÃO DA QUOTA DO FUNDO PARTIDÁRIO PELO PRAZO DE SEIS MESES. ART. 51, § 4º, DA RES.-TSE Nº 23.376. DECISÃO UNÂNIME. 1. De acordo com o art. 35, III, da Resolução TSE nº 23.376/12, que disciplina a prestação de contas das eleições de 2012, os partidos políticos, em todas as suas esferas, deverão prestar contas à Justiça Eleitoral. 2. Na hipótese de omissão no dever de prestar contas, o partido será instado a prestá-las, no prazo de 72h, após o que, permanecendo a omissão, serão imediatamente julgadas não prestadas as contas. Inteligência do § 4º do art. 38 da Res.-TSE nº 23.376.3. Nos termos do art. 53, II, da Res.-TSE nº 23.376, a decisão que julgar as contas eleitorais como não prestadas acarretará ao partido a perda do direito ao recebimento da quota do Fundo Partidário, que no caso em exame é fixada em seis meses.

Encontrado em: ,JULGAMENTO,SUSPENSÃO,QUOTA,FUNDO PARTIDÁRIO,PRAZO. PRESTACAO DE CONTAS PRESTC 227539 AL (TRE-AL) JOSÉ CARLOS MALTA MARQUES... DE CONTAS,ELEIÇÕES 2012,DIRETORIA,OMISSÃO,NOTIFICAÇÃO,DECURSO DE PRAZO,CONTAS prestadas as contas de campanha do Diretório Estadual do PRP em Alagoas, atinentes às eleições...

TRE-AL - PRESTACAO DE CONTAS PRESTC 227454 AL (TRE-AL)

Data de publicação: 19/12/2012

Ementa: PRESTAÇÃO DE CONTAS. ELEIÇÕES 2012. PSDC. DIRETÓRIO ESTADUAL. OMISSÃO. NOTIFICAÇÃO PARA PRESTAR CONTAS. ART. 38, § 4º, DA RES.-TSE Nº 23.376/12. DECURSO DO PRAZO IN ALBIS. CONTAS JULGADAS NÃO PRESTADAS. SUSPENSÃO DA QUOTA DO FUNDO PARTIDÁRIO PELO PRAZO DE SEIS MESES. ART. 51, § 4º, DA RES.-TSE Nº 23.376. DECISÃO UNÂNIME. 1. De acordo com o art. 35, III, da Resolução TSE nº 23.376/12, que disciplina a prestação de contas das eleições de 2012, os partidos políticos, em todas as suas esferas, deverão prestar contas à Justiça Eleitoral. 2. Na hipótese de omissão no dever de prestar contas, o partido será instado a prestá-las, no prazo de 72h, após o que, permanecendo a omissão, serão imediatamente julgadas não prestadas as contas. Inteligência do § 4º do art. 38 da Res.-TSE nº 23.376.3. Nos termos do art. 53, II, da Res.-TSE nº 23.376, a decisão que julgar as contas eleitorais como não prestadas acarretará ao partido a perda do direito ao recebimento da quota do Fundo Partidário, que no caso em exame é fixada em seis meses.

Encontrado em: ,AUSÊNCIA,SUSPENSÃO,QUOTA,FUNDO PARTIDÁRIO,PRAZO. PRESTACAO DE CONTAS PRESTC 227454 AL (TRE-AL) JOSÉ CARLOS MALTA MARQUES... DE CONTAS,ELEIÇÕES 2012,DIRETÓRIO ESTADUAL,OMISSÃO,NOTIFICAÇÃO,DECURSO DE PRAZO,CONTAS..., em julgar não prestadas as contas de campanha do Diretório Estadual do PSDC em Alagoas, atinentes às...

TJ-DF - Apelacao Civel APC 20130310278559 DF 0027399-72.2013.8.07.0003 (TJ-DF)

Data de publicação: 31/07/2014

Ementa: PROCESSO CIVIL. APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS. RÉU REVEL. DEVOLUÇÃO DO PRAZO PARA CONTESTAR A AÇÃO. JUSTA CAUSA NÃO DEMONSTRADA. RECURSO NÃO PROVIDO. 1. NOS TERMOS DO ART. 183 , § 3º, DO CPC , CONSIDERA-SE JUSTA CAUSA PARA A DEVOLUÇÃO DO PRAZO O EVENTO IMPREVISTO, ALHEIO À VONTADE DA PARTE, E QUE A IMPEDIU DE PRATICAR O ATO POR SI OU PELO SEU PROCURADOR. 2. AMERA ALEGAÇÃO DE QUE CONFUNDIU O PRAZO PARA CONTESTAR PORQUE RECEBEU, NO MESMO DIA, DUAS CITAÇÕES DE AÇÕES DISTINTAS E COM PRAZOS DIVERSOS NÃO CONFIGURA FATO IMPREVISÍVEL OU ALHEIO À VONTADE DO RÉU QUE JUSTIFIQUE A DEVOLUÇÃO DO PRAZO PARA PRATICAR O ATO. 3. TAMBÉM NÃO CONSTITUI JUSTA CAUSA PARA DILATAR O PRAZO PARA CONTESTAR A AÇÃO A PROCURA TARDIA POR ADVOGADO PARA ATUAR NOS AUTOS. 4. RECURSO CONHECIDO, MAS NÃO PROVIDO. UNÂNIME.

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00796674720118190001 RJ 0079667-47.2011.8.19.0001 (TJ-RJ)

Data de publicação: 17/11/2014

Ementa: AGRAVO INTERNO NA APELAÇÃO. AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS. PRIMEIRA FASE. CONTRATO DE CONTA CORRENTE. SENTENÇA DE PROCEDÊNCIA PARA QUE O BANCO RÉU PRESTE AS CONTAS REQUERIDAS NA PETIÇÃO INICIAL, NO PRAZO DE 48 HORAS, SOB PENA DE NÃO LHE SER LÍCITO IMPUGNAR AS QUE O AUTOR APRESENTAR. Empresa autora afirma que manteve conta corrente junto ao banco réu, que não entregou a via do contrato, bem como, deixou de enviar os extratos regularmente, restando impossibilitada de aferir se as taxas, tarifas e encargos foram cobrados na forma contratada. Postula a prestação de contas desde a data da abertura da referidas contas correntes. Em resposta, preliminarmente, o banco réu afirma que o pedido da autora é genérico, motivo pelo qual deve o feito ser extinto por ausência de interesse processual. No mérito, pede a declaração de prescrição trienal da pretensão reparatória/ressarcitória, nos termos do art. 206, §3º, IV, V, do Código Civil. Contesta seu dever de prestar contas dos lançamentos ocorridos a mais de 03 (três) anos anteriores a propositura da ação, baseado na teoria da supressio. Procedência com base no art. 915, §2º, do Código de Processo Civil. Sentença que se confirma. Pelas disposições do art. 205 do Código Civil, a prescrição ocorre em dez anos, quando a lei não haja fixado prazo menor. Logo, não se aplica o prazo prescricional de três anos apontado pela apelante, porque a hipótese dos autos cuida de ação de prestação de contas, em relação à qual não há prazo específico previsto na lei. Instituição financeira ré que deve prestar contas à empresa consumidora na forma mercantil, em consonância com a regra expressa no artigo 914 e seguintes do CPC, contendo os esclarecimentos sobre todos os valores cobrados a título de juros, taxas e encargos bancários. Precedentes do STJ. AGRAVO INTERNO DESPROVIDO.

Encontrado em: LTDA. Autor: ITAU UNIBANCO S A. Reu: OS MESMOS APELAÇÃO APL 00796674720118190001 RJ 0079667-47.2011.8.19.0001 (TJ-RJ) DES. CLAUDIO LUIS BRAGA DELL ORTO

TRE-AL - PRESTACAO DE CONTAS PRESTC 227891 AL (TRE-AL)

Data de publicação: 15/01/2013

Ementa: PRESTAÇÃO DE CONTAS. ELEIÇÕES 2012. ELEIÇÕES 2012.PHS. DIRETÓRIO ESTADUAL. OMISSÃO. NOTIFICAÇÃO PARA PRESTAR CNTAS. ART. 38, § 4º, DA RES. -TSE Nº 23376/12. DECURSO DO PRAZO IN ALBIS. CONTS JULGADAS NÃO PRESTADAS. SUSPENSÃO DA QUOTA DO FUNDO PARTIDÁRIO PELO PRAZO DE SEIS MESES. ART. 51, § 4º, DA RES. -TSE Nº 23.376. DECISÃO UNÂNIME. 1. De acordo com o art. 35, III, da Resolução TSE nº 23.376/12, que disciplina a prestação de contas das eleições de 2012, que disciplina a prestação de contas das eleições de 2012, os partidos políticos, em todas as suas esferas, deverão prestar contas à Justiça Eleitoral. 2. Na hipótese de omissão no dever de prestar contas, o partido será instado a prestá-las, no prazo de 72h, após o que, permanecendo a omissão, serão imediatamente julgadas não pestadas as contas. inteligência do § 4º do art. 38 da Res. -TSE nº 23.376, a decisão que julgar as contas eleitorais como não prestadas acarretará ao partido a perda do direito ao recebimento de quotas do Fundo Partidário, que no caso em exame é fixada em seis meses.

Encontrado em: inc.: 2       art.: 51 par.: 1 par.: 3 AUSÊNCIA, APRESENTAÇÃO, PRESTAÇÃO DE CONTAS, DIRETÓRIO... REGIONAL, OMISSÃO, NOTIFICAÇÃO, PRESTAÇÃO DE CONTAS. PRESTACAO DE CONTAS PRESTC 227891 AL (TRE-AL) FREDERICO WILDSON DA SILVA DANTAS...Acorda o Plenário do TRE/AL, por decisão unânime, em julgar não prestadas as contas de campanha...

TJ-RS - Agravo de Instrumento AI 70049076946 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 29/08/2012

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS. DECISÃO QUE CONCEDEU À AUTORA PRAZO PARA ESCLARECIMENTOS QUANTO À CITAÇÃO DO RÉU. AUSÊNCIA DE CARÁTER DECISÓRIO. INADMISSIBILIDADE DO RECURSO. Não se admite recurso contra decisão de caráter meramente ordenatório. Na espécie, a decisão que concedeu prazo à autora para esclarecer quanto à citação do réu, uma vez que no instrumento de mandato trazido a pedido da recorrente, não continha poderes, expressos, para citação, sob pena de indeferimento da petição inicial, não possui conteúdo decisório, pois serve apenas para dar...

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/busca