Carregando...
JusBrasil - Diários
21 de setembro de 2014
Pg. 19. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 18/10/1908

Pág. 19. Seção 1. Diário Oficial da União (DOU) de 18 de Outubro de 1908

Página 19 Seção 1 18/10/1908DOU

Publicado por Diário Oficial da União (extraído pelo JusBrasil) - 105 anos atrás

'Domingo 18

Com-e Camara Syndical dos

toros de Fundos Publicos da Capital Federal

CURSO OFFICIAL DE CA.MBIO E MOEDA

METALLICA

90 d/v A' visto

15 5/32 15 1/64

Sobre Londres

• Pariz $630

.`fi637

$777 . $784

» Hamburgo

Italia $1i38

.

$309

• Portugal

a Nova York 3$291

Libra esterlina em moeda ..... 16$0:so Ouro nacional, em vales, por 1$000. 1$793

CURSO OreICIAL DOS FUNDOS PUBLICOS

E PARTICULARES

Apol ices gemes de 5 %. miulas. 1:021$000 Ditas idem idem de 1:000s .

1:010s000

Ditas do emprestimo municipal

de 1903, port 176$000

Ditas de Minas Geraes. de 500$.

385$000

5 %, nom

Ditas do Estado do Rio de Janei-

ro, de 100$, 69M00

4 port

Ditas Camara Municipal de Ni-

theroy. port 152;500

Banco Inicia dor de Melhoramentos 1$000 Comp. Loterias •Nacionaes do

Brazil 11$750

Ditas da Comp. Tecidos Brazil

2owno Industrial .

Ditas Tecidos Carioca. 283$003

Debs. da Sociedade Jornal do

COMIC)*Ci0 193$000

De.bs. ria Comp. F. C. do Jardim

Botanico, I s serio 209$000

Debs. da Comp. Tecidos Manufa-

ctora Flaininense 189$5W

Vendas por aloarcl

2 apolices garaes, 5 0 /.. 1:O210oo 1, 10 17 ditas idem, I :000 s 1:010$000

Secretaria da Camara syrilicil do Rio do Janeiro, 17 de outubro de 1908.—losèC1audio da Silva,

syndico.

SOCIEDADES AN ONYMAS

•n••

Com panls ia lEs tra, d. a de F'erro

do Norte do Param'.,

Certifico que por despacho da Junta Commarcial, em snsão de 1 do corrente, archivaram-se nesta repartição sob n. 3.237 as actas das assembléas geraes extraordinarias da companhia Estrada do Fecro do Norte do Paraná, realizadas em 19 e 24 de agosto ultimo, que votaram a nomeaçã'o dos louvados para dar valor á concessão de sua probem como a approvação do parepriedade,

cer apresent ado pelos ditos loavados, avaliando em 354:000$ a referida concessão, bens e direitos, e a quitaç'oi do sello devido sobre 900.000 francos ou 573:20)$ para integração do seu capital, coaforaie voto aparovado na assembléa extraordinaria de 24 de agosto ultimo.

Rio de Janeiro, 5 de outubro do 1908.O secretario. Fabio Leal.

Estavam colladas e devidamente inutilizadas duas estampilhas federaes no valor de 5$500.

Em baixo existia um carimbo circular com os seguintes dizeres: Junta Conimercial da Capital Federal.

r Mias Granaries,

The Rio de Janeiro Ploq

communica que a directoria em Lon-;:imited

dres pagou aos seus accioaistas um dividendo

um shilling e tres pence por interino de

acção de I, cada unia, correspondente ao semestre findo em 31 de março do 1908.

Rio de Janeiro, 17 de outubro do 1903.—

Sheppard,

C. gerente.

3.

DIARIO

SOCIEDADES CIVIS

TJniiio dos Operarlos do G-az

Art. 1. 0 A União dos Operados do Ga,z, fundada em 13 de maio d 1908, na Capital da Republica dos Estados Unidos do Brazil. onde terá sua séde, comp0e-se de illimitado numero de socios de qualquer nacionalidade, creimd, e idade.

Art. 3.° São fins da sociedade:

a) defender os interesses e direitos dos associados, quer nas questões inter.ias COM emprazas industriaes, quer em questões crimes, quando accusados, não sendo antagonista outro associado

b) concorrer com uma quantia para o funeral do associado ;

C) manter aulas diurnas o nocturnas para a instrucção dos associados e Seus filhos, organizando tambem unia bibliothoca

organizar, quando houver' fundo social d)

sufficiente, uma cooperativa de Consumo para os associados e suas familia.s.

Art. 31. A sociedade será administrada por um conselho de 19 In !mbros, se.nlo 10 da directoria: presidente, vice-presidente,

o thesou-1°, 2°. 30 o 40 secretario:, 1 0 2°

0

e 3° procuradores, deliberando reiros o 1 0.2

em seu nome, sendo eleitos annualmoate pela ass"mbléa geral.

Ata 32. Compete ao conselho:

0

11,1oresentar a s iciedade em todos § 4.

os Nens actos e organizar um regjmeato interno.

Fundo social

Art. 49. O rendimento da caixa. da União destina-se tambem a manutçnção das aulas e propeandas e-dmptas, t construceão de um editieio para s de desta sociedade, uma cooperativa de consumo, quando houver fimn do: conveniento , , e soccorrer os associados coagidos ern situações criticas.

Art. 51. Os fundos sociaes serão constituidosem apolices do Governo da Republica.

Art. 6e. Os associa.dos não respondem subddiariamente pelas obriga0es que contrabirem Seus representantes em nome da União.

Iniciadores

Jos Rornão Alencar.

Guilherme G. Martins Ribeiro.

Henrique Fraity.

João Joaquim

MIchado.

August Cruz.

Direi t ria a•tuzl

Peesidenti, Ant mio Serdeira ; vise-presidente, Con-ta.ntaio Cietano Pires ; 1 0 se-

cretario, Joaquiin de soliza. Oti'marães ; 2° .

se3retari ), João Gonçalves Cartinhas ; 3° secretario, M ina Itodri eu ; 40 secretario, Mam.ail do Nas nmento : 1° thesoureiro, João

, t ,iesoureiro, Josa Luiz Antonio Anselmo; 2

Pereira ; 1° rira:atraio?, João Pacheca ; 2°

COBILD da Silva.

procaralo*, Mano 1

a. Igrijn. uva-sa-Associação (1

g-01 loa 13r:zzite ira

ACTA DA ASSENIBL<:A GER id. Da ASSOCIAÇXO DA

IGREJA EVANGELICA BRAZILEIRA, REALIDO CORRENTE, PARA PRESTAÇÃO ZADA EM 12

DE CONTAS. ELEIÇÃO DA NuVA DIRECTORA E REFORMA DE E.n TATUTOS

Aos 12 dias do mez de outubro do 1933, ás quatro horas da tarde. no predio á, rua Visconde de Itatina n. 127, séde actual da Associação das Senhoras da Igreja Evang.egelica, por se achar impe lido o salão -de cultos da Associação da Igreja Evangelica

Outubro fJL

1908 0001

i

.Brazileira,. á rua S.. Leopoldo n. 185, oc-! cupado como se acha pelos a-sociados di .-colos, que não permittem a entrada dos associados que acompanhara a rePresentação legitima da associação, como tudo consta de uma reclamação apresentada em juizo pslo vice-presidente em exercido da iregidencia, reuniu-se a assembléa geral des a associação, sob a prosidencia do Sr. Fraicisco \arelia dos Santos, vice-presidento ena exorcicio da presidencia.

Depois de ter sido invocada a benção de Deu' pelo evangelista e presbytero regente Viriato Stockler. a pedido do Se 'i vice-presidente da associação, foi por este aberta a assernbléa, pracedendo-se, em acto continuo, á chamada dos associados quites, pela relação extrahida do livro competen e de matricula dos associad is.

Feita a chamada verificou-se charem-se proso Aos 147 associados. por si e seus procuradores, constituindo a maiori a absoluta dos 1 77 associados quit2s constales do livro de matricula dos associados.

O Sr. vice-presidente conviden, em

seguida, a assembléia a e1eger oit acclaniar a mesa que devia presidir a assem Ida.

O Sr. Ovidio Watson propoz qtt , a assembléa, acclamasso presidente o Dr. Floriam) de Brito, e este escolhe sci dous ecretarios.

Foi appravada a proposta e acclarnado presidente o Dr. Floriano de Brit • que convidott para P e 2° socretarios os rs. Henrique Pereira Ribeiro e Ovidio Watson, sendo resolvido, então, pela assenVoléa que esta. mesma mesa dirigisse não só assembléa, geral ordinaria.como a extraordinaria.

Pelo 1 0 secretario foi lido o reloltorio e balancete do exercido fiado; posto em discussão foi pelo associado Claudio Francisco de Oliveira Campas pedido que olSr. vicepresidente da associação informasse em que foram applicadas as despezas feitas sob a rubrica g ínstrucção F,vantre1ica , ao que c Sr. vice-presidente da associação respondeu que, por essa verba, eram reitas s despeza.,, com a escola primaria mant:da asso-Ipela

ciação e com a manutenção d assoc.adr. Israel Vieira Ferreira nos Estajlos Unidos da America do Norte, e nu quem o pastor, Dr. Luiz Vieira Ferreiri, na qualidade de pastor da lereja e presidente da associação de seus membros, firmou uni cor!, promisso. Pelo mesmo associado foi solicit ido do Sr. viee-presidente da associaçã, ) para informar quaes eram as bases dew, compromisso. O Sr. vice-presidente da associação, satisfazendo o pedido do associado, passou a ler os termos do cornp..omisso que segue:

Ev tapiti°.

A Igreja Evaneelica Brazileira toma part. com este irmão o- compromiss i d , prover a todas as necessidades de dsaend o de sem estados ali até completar o respective curso, e o nosso irmão se compremette a envidar todos os seus esforços' para con• pletar os seus estudos nesse estab lectinento, procurando desenvolver a sua it telligencie sob o ponto de vista de sua applic ção futura no serviço do Evangelho. O ir ão Israel deve corresponder-se mensalmente com o Pastor da Igreja e no fim de cada termo (periodo escolar) mandar munbiosa, informação dos resultados alcançailes nos seus

.

.

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/diarios/1726108/pg-19-secao-1-diario-oficial-da-uniao-dou-de-18-10-1908