Carregando...
JusBrasil - Diários
26 de novembro de 2014
Pg. 88. Seção 1. Diário Oficial da União DOU de 09/11/1956

Pág. 88. Seção 1. Diário Oficial da União (DOU) de 09 de Novembro de 1956

Página 88 Seção 1 09/11/1956DOU

Publicado por Diário Oficial da União (extraído pelo JusBrasil) - 58 anos atrás

entregues, pessoalmente. Pediu, en- rente Ribeiro — Geraldo Martins Outão, a palavra, o acionista Senhor rivio — Henrique Christino Cordeiro

que leu a seguinte Caiena — José Manes Leitão — He-José Planes Le" —

proposta: "Proposta — Tendo em vis- leria ssá de Oliveira F-gueiredo -e ta que o ai — Irmãos Guimarães luaria .uticia lia de Castro Lyra —

proprietário de 935 (novecen- estar Fernando Formosinho de Sã — S. A. é

tas e trinta e cinco) cotas, do valor Pauline, Rocha de Moura — Crédito

etsmercial S. A. Arlinda Guimarães

nominal total de Cr$ 935.000,00 (noadees — Imobiliária S. Domingos Livecentos e trinta e cinco mil cruzei- .

ine,aela — P. p.. Paulo de Almeida

ros), do Banco do Rio, Limitada,

Magamães e Oswaldo Martins Guião vem de ser ultimarel ia incorpora e

de sua maraes. — Esta é cópia fiel, extraida quantum

da, propomos me: o

do Livro de Atas das Assembléia Gepação, no acervo liquilo da'sopartic i

mis do Banco Irmãos Guimarães Sociedade incorporada, proporcional ao ciedacie Anel:ema. — João Alves de valer das referides cotas, seja distrimoura, Diretor.

seus — Cr$ 816,00)

buída, como bonificação, entre ca (N.° 31.948 — G-11-55

próprios acionie t --, em /mies ordinárias, do valor nominal de Cr$ ...

1.000,Go (mil cruzeiros), cada unia.

• LOJAS MURRAY S. A.

s erão nominativs- ou ao

C (seres (ELETRICIDADE)

portador, à sua escolha, na proporção

Geral Extraordidas ações que já posuem, acertando. Ata da Assembléia.

entre si, os senhores acionistas, em para aumento do capita/ N,-nária

' dinheiro, as diferenças decorentes dos e consequente reforma dos Esc.ta

quebrados da divisão e ficando a Ditatutos.

retoria autorizada a tomar as provi-• -ecr entes da , aprovação des-

dências Aos quinze dias do mês de outubro

ta proposta" (as) José. Manes Leitão.

de ma novecentos e cinqüenta e seis, reuniram-se eia primeira convocação, Em discussão a proposta, nenhum

dez horas, na sede social à rua

acionista usou da palavra, tendo sido, ás

aprovada, por unanimidade. Rodrigo Silva ri.° 18-A, nesta cidade, a r.eguir,

O Senhor Presidente declarou, então, os acionistas de Lojas Murray S. A. efetivada a incorporação da sociedade (Eletriciaade), Une° assinados, re-Banco do Rio, Limitada, à sociedade presentando a totalidade do capital

social, conforme vernicação feita ue Banco Irmãos Guimarães S. A.. pelo

valor liquido de Cr$ 1.000.000,00 (um suas assinaturas no Livro de Premilhão de cruzeiros), e que, em con- sença. Aberta a sessão, foi eleito o

Sennor Alvaro Sá, para presidir os

seqüência, o capital desta, que era de

trabalhos, o cnial, a seguir, convidou

Cre. 80.000.C 7,00 (oitenta milhees de

acionista Ruy da Cunha Ribeiro cruzeiros) e fôra elevado para Cre

para servir de secreterio. Conferidas 85.000.000,00 (oitenta e cinco milhões

os assentamentos constantes do

de cruzeiros), com a incorporação do

• Lis Presença e do Livro de Re-Banco Hazan S. A., já ultimada, emgistro de Ações, o Senhor Presidenbora ainda dependente da aprovação

te declarou que em face da veriado Governo, passaria, uma vez obtida

a a provação, para a referida incorpocação procedida a Assembléia acharação e a do Banco do Rio, Limitada,

va-se instalada regularmente, com a presença de todos os seus acionistas, a ser

de Cr$ 86.000.000,00 (oitenta e

podendo deliberar saibre os assuntes seis milhões de cruzeiros), devendo

objeto cia convocaçao publicada no

ser distribuído, entre o seus acionis-Diário 0 /letal dos dias 26, 27 e 28

tas, na propotoção das ações que já

de setembro, e nos mesmos dias e

possuíam, como bonificação, repremês no (Diário de Noticias" do teor sentada poe novas àções ordinárias,

seguinte; ")ojas Murray b. A. (Eledo valor nominal de Cr$ 1.000,00 (mil

tnciciade) — Assembleia Geral Excruzeiros), sacie uma, nominativas ou

traordinária — Estão convidados os

ac portador, conforme desejassem, o

eivanturn de sua participação no Senhores acionistas a se reunirem em

Assembléia (acra' Extraordinária, a

acervo liquido da sociedade incorporada. Declarou, mais, o Sr. Presiden- se realizar no dia quinze de outubro te, que, em conseqüência, devia ser futuro, às dez horas, na sede social,

a rua Rodrigo Silva n.° 18-A, a fim

modificach o artigo quinto dos estatutos, cuja nova redação, uma de deliberarem sébre uma proposta

. vez

eprovada a incorporação pelo Gover- de aumento do capital social, nos

no, seria a seguinte: — Artigo Quin- termos da Lei na 2,862, de 4 de se-

A — tembro de 1956, e conseqüente alte-

O capital da sociedade, que se

soba integralmente realizado, é de raçã,o dos estatutos, e interesses ge-3.1*$ 30.000.000,00 (oitenta e seis mi- rais. Rio de Janeiro, 25 de seternuro

Isõee c'e cruzeiros) ditidido em 86.000 de 1956. — A Diretoria: Alvaro Sã. (oitenta e seis mil)

. ações comuns ou — Rui,' da Cunha Ribeiro. — Orlando srelinárias, nominativas ou ao porta- es Borttalo". —

Era seguida, foi ribeiro, mediante subscrição parti- ta e uns de dezembro de mil novecular dos senhores acionistas, com o centos e cinqüenta e cinco, somam

deposito de dez par cento. Certa de o valor total de três milhões( quatroque a proposta ora apresentada aten- centos e dezoito mil quinhentos e

pessenta e dois crupeiros e dez cencie aos intereeees sociais, a Diretotavos, doa quais poderão ser incorria a submete à deliberação da Asporados no aumento do capital social

sembléia, com a ~contenda pretrês milhões •e quatrocentos mil cruvia cio Conselho Fiscal. — Rio de

Janeiro, 17 de setembro de 1956. — zeiros, desde que os senhores acionistas Prefiram não receber os divi-Sá. — Ruy da

A Diretoria: Alvaro

Orlando Pires dendos já autorizados a distribuir.

Cunha Ribeiro. —

Em seguimenot, foi li- Disse inala, que o restante para com-~dolo". —

ao o parecei cio Conselles Fisco', pletar o, aumento do capital para

seis milhões de cruzeiros, ou seja,

nestes termos; "Parecer do Comea quantia de trezentos mil cruzeiros,

lho Fiscal — Os abaixo-assinados,

meiraisas do Conselho Fiscal de Lo- será &Adio ae subscrição particular

entre os lacionistas. Pedindo a palajati eiurray S. A. (Eletricidade), tovra o acionista Fernando Bordallo,

Mando conhecimento da exposição

esa. Deretona relativa ao aumento do disse que as razões expostas pela Dicapitai social de sete milhões de cru- reteria e endossadas, pelo Conselho

zeirc-s para treze milhões de cruzei- Fiscal, dispensavam quaisquer coros, após minucioso .exame nos livros, mentários sôbre o assunto. No ene/a eeciedade, verificaram ser acon-t tanto, queria salientar que da quan-.- 1 tia de três milhões quatrocentos mil

selleavel o referido aumento de ca

cruzeiros, constantes das reservas lipitai. For isso, devendo bens do

vres tributáveis. uma parte no vaativo a ser reaval.acies, assim como

lor de dois milhões cem mil crureservas livres tributevees que podem

ser incorporadas, noa termos da Lei , zen os havia _sido objeto de distrln." 2.862, de 4 de setembro déste ano, buição de dividendos aos acionistas,

a proposta da I conforme delibaraçáo da última Asseis de parecer que

sembleia Ordinária, Mas, como a

Diretoria esta de accrdo com os predistribuição de tais dividendos ainda

ceitos legais, recomendando, assim.

não tenha sido efetivada, e estando

sua aprovação. — Rio cie Janeiro,

presentes, nesta Assembléia todos os s_

21 de outubro de 19,56. — O Conseacionistas, propunha que fôsse

Costa 'Araujo.

lho Fiscal; Cauby da

nada serri efeito a referida clistribt

— Rubens Ferraz. — Aloysio Pires

ção de dividendos, a fim de que a

Bandeira de Mello. — Finda a leitualudida quantia de dois milhões e

ra cio parecer, o Senhor Presidente

cem mil ' cruzeiros pudesse ser levapô em discussão a proposta de auda em cienta e incorporada no aumento do capital, fazendo . detida

mento do capital eocial, ore em disapreciação sóine a mesma, e esclacussão. Submetida à votação, a prorecendo que a reavallação de parte

posta foi aprovada, por unanimidaelo ativo imobilizado, adquirido até

de. Prosseguindo-se, e coino mais

trinta e uns de dezembro de mil noninguém quisesse fazer uso da pavecentos e cinqüenta, importa em

lavra, o Senhor Presidente submedois mil/iões trezentos e dezesseis mil

teu à votação a proposta do auduzentos' e vate e quatro cruzeiros

mento do capital social, sendo, então,

e noventa centavos, dos quais serão

a mesma aprovada pela unanimidaaplicados no aumento do capital sode dos acionistas. Seguindo-se na

cial dois milhões e trez.antos mil

ordem dos trabalhos, disse

o Senhor

cruzeiros, Esclareceu, mais, que a

Presidente que achando-se presentes

reavaliação ouedeceu ao seguinte:

todos os acionistas, poderiam os mesative imobilizedo sob os tituleis "Insmos manifestar, desde logo, o direitalações, Móveis e Utensilios" e "Ofito de preferência

às ações corres- —

cina elecenica", adquirido no ano de

pondentes à parte do

mil novecentos e quarenta e sete, aumento do

capital em dinheiro, na forma dá

respectivamente pelos; valores de seislei, assniando, os que quisessem, o

centos e cinqüenta e nove mil cruzeiros, sessenta e oito mil cruzeiros boletins «e subscrição que se achava

!

e setenta e dois m sobre a mesa. Todos os acionistas,

il oitocentos e vin-1

sem exceção

disseram, cada um por

te cruzeiros, reavalizados sob o coe-'

sua vez, que renunciavam ao direito

ficiente três no total de dois milhões,

de prefetência às ações da parte do a trezentos e nuvents, e nove mil quas

aumento 'do dapital em dinheiro, defas" trocentos e seesenta cruzeiros; ativo

imibilizado soo os mesmos títulos edclarando o Senhor Presidente, entilke,)

quincio no ano de mil novecentos .e que sub.setevia, corno atils

,screveu,

quarenta e oito, respectivamente pe totalidade das referidas ações. Conlos vedores de cento e setenta e qua tinuando, pediu o Senhor Presidentro mil setecentos e onze cruzeiros

te que a Assembléia fôsse suspensa

e dez centavos, vinte e seis mil qua pelo tempo necessário a que spude.sse

trocentos e oitenta e quatro cruzei- o mesmo . depositar, em estabeleciros e dezessete mil seiscentos cru mento baneerio, dez por centi da

Senhores acionistas a se reunirem em Assembléia (acra' Extraordinária, a se realizar no dia quinze de outubro futuro, às dez horas, na sede social, a rua Rodrigo Silva n.° 18-A, a fim de deliberarem sébre uma proposta de aumento do capital social, nos termos da Lei na 2,862, de 4 de setembro de 1956, e conseqüente alteraçã,o dos estatutos, e interesses gerais. Rio de Janeiro, 25 de seternuro de 1956. — A Diretoria: Alvaro Sã. — Rui,' da Cunha Ribeiro. — Orlando

es Borttalo". —

Era seguida, foi

lida a exposição da Diretoria, que se segue:. -Senhores Acionistas. Considerando que a Lei n.° 2.862, de f de setembro deste ano, estabeleceu normas vantajosas para o aumento de capital das sociedades; e comederando o ta neficio que trará à sociedade uni novo aumento do seu capital, conforme

,a exposição já feita a todos verbalmente, a Diretoria houve por bem, após ouvir o Conselho Fiscal, sujeitar à apreciação e deliberação da Assembléia, a seguinte proposta: aumentar o capital social que é de sete milhões de cruzeiros, dividido em sete mil ações nominativas de mil cruzeiros, cada uma, já devidamente integralizadas, para treze milhões de cruzeiros, dividido em treze mil ações nominativas

de mil cruzeiros, cada uma, sendo em parte com a reavaliação do ativo imobilizado adquirido até trinta e um de dezembro de mil novecentos

e cinqüenta, em parte com a incorporação de reservas livres tributáveis constitudas até trinta e um de dezembro de mil novecentos e cinqüenta e cinco, e parte em dicentos e cinqüenta e nove mil cruzeiros, sessenta e oito mil cruzeiros boletins «e subscrição que se achava e setenta e dois m sobre a mesa. Todos os acionistas,

il oitocentos e vin-1

te cruzeiros, reavalizados sob o coeficiente três no total de dois milhões,

trezentos e nuvents, e nove mil quas

trocentos e seesenta cruzeiros; ativo

imibilizado soo os mesmos títulos edquincio no ano de mil novecentos .e

quarenta e oito, respectivamente pelos vedores de cento e setenta e quatro mil setecentos e onze cruzeiros

e dez centavos, vinte e seis mil quatrocentos e oitenta e quatro cruzeiros e dezessete mil seiscentos cruzei/ os,

• roa vo I iza cios eob • o coeficiente tire.s no total de seiscentos e eiaeltient a e sei; mil quinhentos e cinco

cruzeiros e trinta centavos; ativo

imobilizado sob os

mesmos títulos, adquirido no ano de mil novecentos e

quarenta e nove. respectivamente pelos valores de cento e quarenta e

nove mil oitocentos e oitenta e quatro cruzeiros e setenta centavos, sete mil setecentos e noventa e sei:

cruzeiros e cento e um mil seiscentos e sessenta e quatro cruzeiros

reavaliados sob o coeficiente dois as

total de quinhentos e .dezoito n

seiscentos e oitenta e nove cruzeiro,

e quarenta centavos; finalmente,

ativo imobilizado sob os mesmos títulos adquirido no ano de mil nove-'

centos e cinqüenta, respectivamente

pelos valores de três mil cento .e setenta cruzeiros, seis mil quatrocentos cruzeiros e dez mil cruzeiros,

reavaliados sob o coeficiente dois no

total de trinta e nove mil cento e

quarenta cruzeiros.. Continuando nos

seus esclarecimentos, o Senhor Prereservas 11-sidente salientou que, as '

,Vres tributáveis constituídas até trin

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/diarios/2996868/pg-88-secao-1-diario-oficial-da-uniao-dou-de-09-11-1956