Carregando...
Jusbrasil - Jurisprudência
27 de agosto de 2016

Página 1 de 39.824 resultados

TJ-SP - Agravo de Instrumento AI 1322926620118260000 SP 0132292-66.2011.8.26.0000 (TJ-SP)

Data de publicação: 26/07/2011

Ementa: LOCAÇÃO DE IMÓVEIS DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO ACORDO ENTRE LOCADORA E LOCATÁRIA COM INTERVENÇÃO DOS FIADORES HOMOLOGAÇÃO COM EXTINÇÃO DO PROCESSO NÃO CUMPRIMENTO DO ACORDO EXECUÇÃO PRETENSÃO DE INCLUSÃO DOS FIADORES NO PÓLO PASSIVO IMPERTINÊNCIA RECURSO NÃO PROVIDO. Versando o pedido inicial somente sobre despejo por falta de pagamento, e não havendo notícia de alteração deste, é incabível a inclusão dos fiadores no pólo passivo desta ação, vez que inexiste título judicial a ser executado contra eles.

TJ-SP - Agravo de Instrumento AG 990100774204 SP (TJ-SP)

Data de publicação: 13/04/2010

Ementa: LOCAÇÃO - DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO - SENTENÇA QUE HOMOLOGOU ACORDO ENTRE LOCADORA E LOCATÁRIA - ART. 269 , III , DO CPC - AGRAVO DE INSTRUMENTO - RECURSO IN APROPRIADO - NÃO CONHECIMENTO. Da sentença caberá apelação e não agravo de instrumento (art. 513, do C. P. Civil).

TJ-SP - Agravo de Instrumento AG 990101510545 SP (TJ-SP)

Data de publicação: 30/06/2010

Ementa: LOCAÇÃO DE IMÓVEIS - DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO - ACORDO ENTRE LOCADORA E LOCATÁRIO - NÃO INTERVENÇÃO DOS FIADORES HOMOLOGAÇÃO COM EXTINÇÃO DO PROCESSO - NÃO CUMPRIMENTO DO ACORDO- EXECUÇÃO DO ACORDO - PRETENSÃO DE INCLUSÃO DOS FIADORES NO PÓLO PASSIVO -IMPERTINÊNCIA - RECURSO NÃO PROVIDO. Incabível a inclusão, no pólo passivo da execução de título judicial, de pessoa que não interveio no acordo judicialmente homologado. A homologação judicial transforma o acordo em título executivo em face daquele que ali se obrigou, não em face de terceiros,não intervenientes.

TJ-SP - Apelação APL 992080139409 SP (TJ-SP)

Data de publicação: 08/04/2010

Ementa: EXECUÇÃO. ALUGUÉIS E ENCARGOS. FIADOR.ALEGAÇÃO DE EXTINÇÃO DA RESPONSABILIDADE PELA OCORRÊNCIA DE ACORDO ENTRE LOCADOR E LOCATÁRIO, QUE IMPORTOU NOVAÇÃO. DESACOLHIMENTO.SIMPLES HIPÓTESE DE PARCELAMENTO.INEFICÁCIA EM RELAÇÃO AO GARANTIDOR.IMPOSSIBILIDADE, ADEMAIS, DE PLEITEAR COMPENSAÇÃO POR BENFEITORIAS.IMPROCEDÊNCIA RECONHECIDA. RECURSO PROVIDO. 1 Não constitui novação o acordo que demonstra concordância do credor em admitir o pagamento parcelado pelo devedor principal, cujo descumprimento importa apenas exigibilidade da dívida originária Por isso, não há como cogitar da pretendida extinção da fiança Tal acordo não é nulo, apenas ineficaz em relação ao fiador, que se encontra obrigado ao pagamento da divida em aberto 2 Não pode o fiador reclamar compensação fundado em crédito decorrente de benfeitorias, cuja titularidade cabe ao locatário,que sequer teve a iniciativa de pleitear o reconhecimento judicial

TJ-SP - Apelação Com Revisão CR 1071422005 SP (TJ-SP)

Data de publicação: 28/07/2008

Ementa: LOCAÇÃO DE IMÓVEIS - COBRANÇA - ACORDO ENTRE LOCADOR E LOCATÁRIO NÃO CUMPRIDO PELO AFIANÇADO - ALEGAÇÃO DE NOVAÇÃO - INOCORRÊNCIA - EXONERAÇÃO DO FIADOR - DESCABIMENTO. O parcelamento da dívida oriunda de contrato de locação de imóveis não importa concessão de moratória, nem novação do débito, eis que não efetivada nenhuma alteração na natureza da obrigação acordada. RECURSO PROVIDO.

TJ-SC - Apelacao Civel AC 86170 SC 2006.008617-0 (TJ-SC)

Data de publicação: 11/05/2006

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE COBRANÇA DE ALUGUERES E ACESSÓRIOS DE LOCAÇÃO - CONTRATO DE LOCAÇÃO POR PRAZO DETERMINADO - RESPONSABILIDADE EXPRESSA DOS FIADORES ATÉ A ENTREGA EFETIVA DO IMÓVEL - ACORDO ENTRE LOCADORA E LOCATÁRIO SEM A CIÊNCIA DO FIADOR - FIXAÇÃO DO PRAZO PARA DESOCUPAÇÃO DO IMÓVEL - OBRIGAÇÕES ORIGINÁRIAS NÃO ADITADAS - INAPLICABILIDADE DA SÚMULA 214 DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA - LEGITIMIDADE PASSIVA DOS FIADORES - RECURSO DESPROVIDOIndependentemente de o contrato de locação ser firmado por prazo determinado, perdura a responsabilização do fiador pelos débitos até a desocupação efetiva do imóvel.Acordo firmado entre locadora e locatário, sem a anuência do fiador, com o intuito de fixar tão-somente novo prazo para a entrega do bem, não tem o condão de desobrigá-lo das obrigações oriundas da locação e nem sequer acarreta a novação.

TJ-RS - Apelação Cível AC 70054976758 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 20/08/2013

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. LOCAÇÃO. AÇÃO DE DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO C/C COBRANÇA AJUIZADA CONTRA LOCATÁRIO E FIADORES. ACORDO FIRMADO PELO LOCADOR E LOCATÁRIO SEM A ANUÊNCIA DOS FIADORES. EXONERAÇÃO DA FIANÇA APENSADA. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DEVIDOS AOS PROCURADORES DOS FIADORES A CARGO DO LOCADOR. Caso em que houve acordo entre locador e locatário, nos autos da ação de despejo por falta de pagamento c/c cobrança ajuizada contra o locatário e os fiadores, sem a participação e anuência dos devedores solidários, razão pela qual cabe ao locador o pagamento dos honorários advocatícios aos fiadores, vez que deu causa à extinção do feito. APELAÇÃO DESPROVIDA. (Apelação Cível Nº 70054976758, Décima Quinta Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Ana Beatriz Iser, Julgado em 14/08/2013)

STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL AgRg no AREsp 256194 SP 2012/0239520-0 (STJ)

Data de publicação: 26/03/2013

Ementa: AGRAVO REGIMENTAL. EMBARGOS À EXECUÇÃO. LOCAÇÃO. FIANÇA. ACORDO QUENÃO CONFIGUROU NOVAÇÃO. RECURSO ESPECIAL. INTERPRETAÇÃO DE CLÁUSULAE REEXAME DE PROVA. DESCABIMENTO. SÚMULAS STJ/5 E 7.1. - Tendo o Acórdão recorrido consignado que o acordo celebradoentre locador e locatário não configurou novação, apta a ensejar aliberação do fiador em relação ao pagamento dos aluguéis, não poderáa questão ser revista em âmbito de Recurso Especial, ante o óbicedas Súmulas 5 e 7 deste Tribunal.2. - Agravo Regimental improvido.

TJ-DF - Apelação Cível APC 20120111489909 (TJ-DF)

Data de publicação: 21/10/2015

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. COBRANÇA DE ALUGUÉIS. FATO MODIFICATIVO DO DIREITO DO AUTOR. MATÉRIA DE DEFESA. INOCORRÊNCIA DE VÍCIO EXTRA PETITA. ACORDO VERBAL. MODIFICAÇÃO DA FORMA DE PAGAMENTO. EXISTÊNCIA. PROVA TESTEMUNHAL. ASSUNÇÃO DE DESPESAS DO LOCADOR PELO LOCATÁRIO. ABATIMENTO DO VALOR DEVIDO. O fato modificativo do direito do autor (art. 333 , inc. II , do Código de Processo Civil )é matéria de defesa e deve ser apresentado na contestação. Desincumbindo-se o réu do ônus probatório a ele pertinente, pode o magistrado adotá-lo como premissa fática do julgamento para o fim de não acolher o pedido inicial em usa inteireza, ainda que inexista pedido contraposto ou reconvenção, sendo descabida a alegação de sentença extra petita. Demonstrada a existência de acordo entre locador e locatário pelo qual este assume o compromisso de quitar dívidas pessoais daquele, com previsão de posterior compensação no aluguel devido a cada mês, o abatimento dos valores comprovadamente despendidos pelo locatário em proveito do locador é medida que se impõe, sob pena de enriquecimento sem causa. Apelação desprovida.

STJ - 39790 RS 1993/0028985-3 (STJ)

Data de publicação: 17/04/1995

Ementa: LOCAÇÃO - ACORDO ENTRE AS PARTES - AÇÃO REVISIONAL - INTERRUPÇÃO DO PRAZO. - HAVENDO ACORDO ENTRE LOCADOR E LOCATARIO, REAJUSTANDO OU ATUALIZANDO O VALOR DO ALUGUEL, RECOMEÇA A PARTIR DAI, O PRAZO PARA A AÇÃO REVISIONAL. - PRECEDENTES DO STJ.

Encontrado em: /0032826-1 DECISÃO:22/04/1997 IMPOSSIBILIDADE, REVISÃO, ALUGUEL, PERIODO, QUINQUENIO, CONTAGEM, DATA, ACORDO

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

×