Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
28 de fevereiro de 2015

Página 1 de 192.897 resultados

TRT-1 - Recurso Ordinário RO 01474005020075010024 RJ (TRT-1)

Data de publicação: 16/07/2014

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. A prova nos autos é inequívoca quanto à inexistência de labor em condições insalubres. Recurso ao qual se nega provimento.

TRT-5 - Recurso Ordinário RecOrd 00003497720125050661 BA 0000349-77.2012.5.05.0661 (TRT-5)

Data de publicação: 30/01/2015

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. Havendo prova nos autos de que o reclamante exercia suas atividades com exposição a agentes insalubres, defere-se o adicional correspondente.

TRT-4 - Recurso Ordinário RO 00007825820115040010 RS 0000782-58.2011.5.04.0010 (TRT-4)

Data de publicação: 06/06/2013

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. MOTORISTA. Prova dos autos demonstrando que o reclamante, como motorista, não mantinha contato habitual com os motores e as suas peças impregnadas de óleo e graxa de modo a caracterizar insalubridade. Recurso ordinário do reclamante não provido. 

TRT-4 - Recurso Ordinário RO 00005277720115040341 RS 0000527-77.2011.5.04.0341 (TRT-4)

Data de publicação: 25/10/2012

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. Ausente prova nos autos da efetiva utilização de solvente (Thinner) na limpeza da máquina utilizada em trabalho, não há como se classificar as funções da autora como insalubres.

TRT-4 - Recurso Ordinário RO 8869720105040232 RS 0000886-97.2010.5.04.0232 (TRT-4)

Data de publicação: 17/11/2011

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. Havendo prova nos autos do contato habitual do autor com agentes nocivos, faz ele jus ao pagamento do adicional de insalubridade. HORAS EXTRAS. Hipótese em que a prova dos autos não demonstra a prestação habitual de horas extras pelo reclamante, consoante o informado na inicial. (...)

TRT-5 - RECURSO ORDINARIO RECORD 911004520075050028 BA 0091100-45.2007.5.05.0028 (TRT-5)

Data de publicação: 15/09/2009

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. Havendo prova nos autos de que o reclamante exercia suas atividades com exposição a agentes insalubres, defere-se o adicional respectivo.

TRT-5 - RECURSO ORDINARIO RO 1258006020055050014 BA 0125800-60.2005.5.05.0014 (TRT-5)

Data de publicação: 03/06/2009

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. Inexistindo prova nos autos de que a reclamante exercia as suas atividades com exposição a agentes insalubres, indefere-se o adicional respectivo.

TRT-5 - RECURSO ORDINARIO RECORD 1578008520075050033 BA 0157800-85.2007.5.05.0033 (TRT-5)

Data de publicação: 18/06/2009

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. Havendo prova nos autos de que a reclamante exercia as suas atividades sem exposição a agentes insalubres, indefere-se o adicional respectivo.

TRT-5 - RECURSO ORDINARIO RECORD 1130004020075050463 BA 0113000-40.2007.5.05.0463 (TRT-5)

Data de publicação: 01/07/2009

Ementa: ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. Havendo prova nos autos de que o reclamante exercia suas atividades com exposição a agentes insalubres, defere-se o adicional respectivo.

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 391002220085150039 (TST)

Data de publicação: 21/11/2014

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. DEMISSÃO DE SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL NÃO ESTÁVEL. INOBSERVÂNCIA DOS PRINCÍPIOS DO CONTRADITÓRIO E DA AMPLA DEFESA. MOTIVO DO ATO ADMINISTRATIVO QUE SE REVELOU INVERÍDICO. Há muito o excelso STF consolidou nas Súmulas 20 e 21 que o servidor público em estágio probatório possui garantias contra eventual abuso de poder da Administração Pública, orientação essa que se estende a servidor público celetista conforme precedente daquela Corte. Esse também o entendimento desta c. Corte. No caso, o Trabalhador admitido por concurso público para o cargo de servente, não recebia do Município EPIs adequados para a execução de atividades insalubres motivo pelo qual se recusou a executá-las. O Município aplicou-lhe sucessivas punições disciplinares que não foram precedidas de apuração, ainda que sumárias, tampouco observado o princípio da ampla defesa. Em seguida, instaurou-se procedimento de avaliação de desempenho em que também não restaram assegurados o contraditório e a ampla defesa. Não bastasse esse fundamento para invalidação do ato administrativo de demissão, a prova pericial certificou que o Trabalhador exercia atividades insalubres sem proteção adequada razão pela qual o motivo apresentado pelo Município para a demissão, insubordinação, revelou-se inverídico. Incólumes os artigos 37 e 41 da Constituição Federal . ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. A prova dos autos certificou que o Trabalhador não recebia os EPIs adequados para as funções exercidas na usina de asfalto, onde o ruído era acima dos limites de tolerância, na varrição de ruas em que não foram entregues luvas e botas com solado de borracha e na aplicação de herbicidas sem luvas e máscaras protetoras. Nesse contexto, não prosperam as alegações do Município de que não restou comprovado o exercício de atividades insalubres. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. CONDIÇÕES DE DEFERIMENTO NA JUSTIÇA DO TRABALHO. Declarada pelo Trabalhador a sua hipossuficiência econômica, bem como apresentada a credencial sindical são devidos os honorários advocatícios nos termos das Súmulas 219 e 329 do TST. Agravo de instrumento conhecido e desprovido....

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi, está procurando um advogado ou correspondente jurídico? Podemos te conectar com Advogados em qualquer cidade do Brasil.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca