Carregando...
Jusbrasil - Jurisprudência
02 de julho de 2016

Página 1 de 3.227 resultados

TJ-SP - Apelação Sem Revisão SR 876762008 SP (TJ-SP)

Data de publicação: 08/09/2008

Ementa: COBRANÇA - LOCAÇÃO - FIADOR - ALEGAÇÃO DE FALSIDADE DE ASSINATURA COM FIRMA RECONHECIDA - CERCEAMENTO DO DIREITO DE PRODUZIR PROVA - CARACTERIZAÇÃO - PROVA PERICIAL INDISPENSÁVEL REQUERIDA POR BENEFICIÁRIO DA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA GRATUITA - REMUNERAÇÃO DO PERITO SUPORTADA PELO ESTADO POR MEIO DE FUNDO MANTIDO PELA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO - SENTENÇA ANULADA - RECURSO PROVIDO. .

TJ-DF - Apelação Cí­vel APL 828563720098070001 DF 0082856-37.2009.807.0001 (TJ-DF)

Data de publicação: 24/02/2012

Ementa: EMBARGOS À EXECUÇÃO COM INCIDENTE DE FALSIDADE. CONTRATO DE FINANCIAMENTO. DESNECESSIDADE DE EXAME GRAFOTÉCNICO QUANDO O TABELIÃO, A QUEM FORAM RECONHECIDAS AS ASSINATURAS, DECLARA A AUSÊNCIA DE FIRMAS. DEMAIS PROVAS ATESTAM A VERACIDADE DAS ALEGAÇÕES. FALSIDADE DE ASSINATURA RECONHECIDA. NULIDADE PARCIAL DO TÍTULO EXECUTIVO. 1. EXISTINDO PROVA SEGURA ACERCA DA FALSIDADE DE ASSINATURA DOS GARANTES DO TÍTULO, DECLARA-SE A NULIDADE PARCIAL DO ATO, APENAS PARA EXCLUSÃO DA RESPONSABILIDADE DOS EMBARGANTES. 2. RECURSO DESPROVIDO. UNÂNIME.

TJ-SC - Apelação Cível AC 667646 SC 2011.066764-6 (TJ-SC)

Data de publicação: 21/11/2011

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE DESPEJO. CERCEAMENTO DE DEFESA ANTE O FATO DE NÃO TER SIDO OPORTUNIZADA A COMPROVAÇÃO DE QUE O FIADOR VIVIA EM UNIÃO ESTÁVEL À ÉPOCA DA FIRMA DO PACTO, QUE HAVERIA OCORRIDO SEM OUTORGA UXÓRIA. MATÉRIA NÃO LANÇADA EM MOMENTO OPORTUNO EM PRIMEIRO GRAU. INOVAÇÃO RECURSAL RECONHECIDA. INSURGÊNCIA NÃO CONHECIDA. INCIDENTE DE FALSIDADE. ALEGAÇÃO DE QUE ASSINATURA NÃO ERA SUA. DESISTÊNCIA DE PERÍCIA EM PRIMEIRO GRAU. VERACIDADE RECONHECIDA. PEDIDO DO FIADOR DE EXONERAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES POSTERIORES À PRORROGAÇÃO DA LOCAÇÃO POR AUSÊNCIA DE ANUÊNCIA EXPRESSA. PREVISÃO CONTRATUAL DE OBRIGAÇÃO ACESSÓRIA ATÉ ENTREGA DAS CHAVES. LIMITAÇÃO AFASTADA. RECURSO PARCIALMENTE CONHECIDO E IMPROVIDO. Havendo previsão contratual de responsabilização do fiador até a efetiva entrega das chaves e prorrogando-se o contrato por prazo indeterminado, deve o fiador ser responsabilizado pelo pagamento dos encargos locatícios referentes ao período em que o locatário permaneceu no imóvel.

TJ-SP - Apelação APL 00009654020128260007 SP 0000965-40.2012.8.26.0007 (TJ-SP)

Data de publicação: 04/04/2014

Ementa: PROCESSUAL CIVIL APELAÇÃO CONTRA SENTENÇA HOMOLOGATÓRIA DE ACORDO Alegação de falsidade de assinatura Inexistência de interposição de incidente de falsidade Firma, ademais, reconhecida Sentença mantida Apelo desprovido.

TJ-SP - Apelação APL 00070428220128260066 SP 0007042-82.2012.8.26.0066 (TJ-SP)

Data de publicação: 12/01/2016

Ementa: EMBARGOS À EXECUÇÃO. CHEQUE. CERCEAMENTO DE DEFESA. INOCORRÊNCIA. ALEGAÇÃO DE FALSIDADE DE ASSINATURA LANÇADA NO VERSO DA CÁRTULA. REALIZAÇÃO DE PROVA PERICIAL GRAFOTÉCNICA. AUTENTICIDADE DA FIRMA RECONHECIDA. LAUDO TÉCNICO BEM CONFORMADO E CORRETAMENTE ACOLHIDOS EM PRIMEIRO GRAU. AUSENTE PROVA ALGUMA A INFIRMÁ-LO. RECURSO NÃO PROVIDO.

TJ-MG - Agravo de Instrumento Cv AI 10325120024220001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 07/04/2014

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO - TESTEMUNHA - INTIMAÇÃO - DOCUMENTO FIRMA RECONHECIDA - ALEGAÇÃO DE FALSIDADE - PROVA PERICIAL - NECESSIDADE - DESCUMPRIMENTO DO ART. 526 DO CPC - AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO. O descumprimento da determinação do art. 526 , do CPC , deve ser argüido e comprovado pela parte agravada. O art. 412 do Código de Processo Civil estabelece que as testemunhas serão intimadas por mandado, sendo que o comparecimento espontâneo previsto no § 1º do referido artigo trata-se de uma faculdade, devendo a parte anuir com tal responsabilidade. Tendo a parte argüido a nulidade do documento, mesmo havendo firma reconhecida em cartório, é de se deferir a produção de prova pericial, notadamente diante da controvérsia acerca da autenticidade da assinatura aposta. Recurso provido.

TJ-SP - Apelação Sem Revisão: SR 876762008

Data de publicação: 08/09/2008

Decisão: VILLELA DA SILVA VOTO N° 14.685 COBRANÇA - LOCAÇÃO - FIADOR - ALEGAÇÃO DE FALSIDADE DE ASSINATURA... COM FIRMA RECONHECIDA -CERCEAMENTO DO DIREITO DE PRODUZIR PROVA -CARACTERIZAÇÃO - PROVA PERICIAL... a respeito da alegada falsidade da assinatura do fiador aposta no contrato de locação e com firma...

TJ-SP - Apelação APL 9087439812009826 SP 9087439-81.2009.8.26.0000 (TJ-SP)

Data de publicação: 09/10/2012

Ementa: INCIDENTE DE FALSIDADE - Assinaturas firmadas em notas fiscais não reconhecidas - Produção de prova grafotécnica mediante análise das firmas dos representantes legais do condomínio, de seus funcionários e condôminos que assinaram listas de presença em assembléias - Ausência de identidade das grafias analisadas com as constantes nos documentos periciados - Alegação de que os canhotos poderiam ter sido assinados por qualquer pessoa, até mesmo por funcionários terceirizados - Falta de demonstração do quanto alegado - Procedência para declarar a falsidade dos documentos - Decisão mantida.

TJ-RS - Recurso Cível 71004658159 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 31/10/2014

Ementa: RECURSO INOMINADO. AÇÃO DE COBRANÇA. COMPRA E VENDA SEM PAGAMENTO TOTAL. ASSINATURA EM CONFISSÃO DE DÍVIDA. ALEGAÇÃO DE FALSIDADE E NECESSIDADE DE PERÍCIA. Apesar do réu negar a assinatura em declaração de dívida acostada aos autos, a mesma foi reconhecida em cartório por autenticidade, pelo que, incabível o acolhimento da preliminar de incompetência do JEC por necessidade de perícia grafoscópica. Embora não seja exigível que o réu realizasse prova negativa, o reconhecimento de firma por autenticidade somente pode ser afastado por alguma justificativa concreta que tornasse verossímil a alegação de falsificação. Mantida a condenação no valor do alegado pagamento faltante no valor de R$ 12.062,00 mais juros e correção monetária. SENTENÇA MANTIDA PELOS SEUS PRÓPRIOS FUNDAMENTOS. RECURSO IMPROVIDO. (Recurso Cível Nº 71004658159, Primeira Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Fabiana Zilles, Julgado em 28/10/2014).

TJ-DF - Apelação Cível APC 20130910024507 (TJ-DF)

Data de publicação: 11/11/2015

Ementa: CIVIL E PROCESSO CIVIL. AÇÃO DE COBRANÇA. VERBAS LOCATÍCIAS. ALEGAÇÃO DE FALSA ASSINATURA NO CONTRATO. AUSÊNCIA DE PROVA. ADEQUAÇÃO DA CONDENAÇÃO AO PEDIDO. PRINCÍPIOS DA CONGRUÊNCIA E DA ADSTRIÇÃO. LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ. NÃO OCORRÊNCIA. 1. Revela-se intacta a obrigação locatícia constante do instrumento contratual que instrui o feito se o réu não demonstra sua alegação de falsidade de assinatura, presumindo-se, pois, na ausência de prova em contrário, válida a firma reconhecida por tabelião oficial. 2. Mantém-se a sentença de improcedência se não comprovado o pagamento dos alugueis e acessórios no período aventado pelo autor. 3. Diante do princípio da adstrição do juiz aos pedidos das partes (arts. 128 e 460 do CPC ) a condenação imposta deverá se limitar ao valor pleiteado na inicial. 4. Para a condenação da parte às penalidades por litigância de má-fé, faz-se indispensável a comprovação da prática de alguma das condutas expressamente listadas no rol taxativo do art. 17 do CPC , o que, a toda evidência, não restou demonstrado na espécie. 5. Recurso parcialmente provido.

1 2 3 4 5 322 323 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

×