Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
01 de abril de 2015

Página 1 de 20.559 resultados

Legislação direta

Artigo 205 da Constituição Federal de 1988
Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.
Artigo 214 da Constituição Federal de 1988
Art. 214. A lei estabelecerá o plano nacional de educação, de duração plurianual, visando à articulação e ao desenvolvimento do ensino em seus diversos níveis e à integração das ações do Poder Público que conduzam à:
Art. 214. A lei estabelecerá o plano nacional de educação, de duração decenal, com o objetivo de articular o sistema nacional de educação em regime de colaboração e definir diretrizes, objetivos, metas e estratégias de implementação para assegurar a manutenção e desenvolvimento do ensino em seus diversos níveis, etapas e modalidades por meio de ações integradas dos poderes públicos das diferentes esferas federativas que conduzam a: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 59, de 2009)
I - erradicação do analfabetismo;
II - universalização do atendimento escolar;
III - melhoria da qualidade do ensino;
IV - formação para o trabalho;
V - promoção humanística, científica e tecnológica do País.
VI - estabelecimento de meta de aplicação de recursos públicos em educação como proporção do produto interno bruto. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 59, de 2009)

TRF-2 - APELAÇÃO EM MANDADO DE SEGURANÇA AMS 41713 2001.02.01.046323-9 (TRF-2)

Data de publicação: 25/10/2004

Ementa: CONSTITUCIONAL. DIREITO À EDUCAÇÃO. ARTIGOS 205 AO 214 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL . PRINCÍPIO DA IGUALDADE DE CONDIÇÕES PARA O ACESSO À ESCOLA. REQUISITO EDITALÍCIO DESARRAZOADO. CONCESSÃO DA ORDEM. MANUTENÇÃO DA SENTENÇA. - O direito subjetivo público à Educação tem guarida na Constituição Federal – artigos 205 ao 214 – devendo ser ministrado segundo diversos princípios expressos, dentre os quais, a igualdade de condições para o acesso à escola. - Ao exercerem a autonomia didática e administrativa, assegurada pela Carta Magna , as instituições públicas de ensino devem elaborar os respectivos editais para ingresso nos cursos de nível fundamental, médio e superior, fincados no princípio da isonomia e da razoabilidade. - A exigência de que o candidato tenha completado 6 anos de idade até o dia 28 de fevereiro de 2001, (seis) a fim de que possa concorrer ao sorteio público de vagas nas Classes de Alfabetização- CA , do Colégio de Aplicação da UFRJ, para o ano letivo de 2001, não se mostra razoável, notadamente se o mesmo alcançaria tal idade no decorrer deste ano. - Remessa e recurso improvidos.

Encontrado em: Decide a Quarta Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, por unanimidade, negar provimento.../10/2004 - Página::156 - 25/10/2004 CF-88 LEG-F CFD-000000 ANO-1988 CONSTITUIǦO FEDERAL APELAÇÃO... EM MANDADO DE SEGURANÇA AMS 41713 2001.02.01.046323-9 (TRF-2) Desembargador Federal BENEDITO GONCALVES...

TJ-MG - 100240573211920011 MG 1.0024.05.732119-2/001(1) (TJ-MG)

Data de publicação: 08/03/2006

Ementa: DIREITO PROCESSUAL CIVIL - AÇÃO DE COBRANÇA - ATRASO NO PAGAMENTO DE MENSALIDADE ESCOLAR - COMPETÊNCIA - REJEIÇÃO DA PRELIMINAR DE INCOMPETÊNCIA DA JUSTIÇA ESTADUAL - PRECEDENTES DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA - PROCEDIMENTO SUMÁRIO - PETIÇÃO INICIAL INDEFERIDA - QUALIFICAÇÃO DA PARTE INCOMPLETA - EMENDA NÃO REALIZADA - INÉPCIA RECONHECIDA. Não é a Justiça Federal a competente para apreciar e julgar ação de cobrança de mensalidade escolar. É irrelevante que a Universidade seja autorizada pelo Governo Federal a funcionar, pois no caso não há interesse algum da União. Precedentes do Superior Tribunal de Justiça Deixando a parte de cumprir algum dos requisitos enumerados no artigo 282 do CPC , em se tratando de mera irregularidade suprível, deve o magistrado, antes de indeferir a inicial e extinguir o feito sem julgamento do mérito, oportunizar à parte autora emendar a inicial, nos termos do que disciplina o art. 284 do estatuto processual. Contudo, se apesar de oportunizada à parte a citada emenda, ela assim não o faz, impõe-se a extinção do feito sem julgamento do mérito. V.V. AÇÃO ORDINÁRIA - COBRANÇA DE MENSALIDADE - UNIVERSIDADE - ENTIDADE DE ENSINO SUPERIOR - ATUAÇÃO MEDIANTE AUTORIZAÇÃO E FISCALIZAÇÃO DO PODER PÚBLICO FEDERAL - INCOMPETÊNCIA DECLARADA. Nos termos dos artigos 205 a 214 , da Constituição Federal , é dever do Estado oferecer, promover e incentivar a educação, sendo certo que as universidades atuam mediante autorização e fiscalização do Poder Público, vinculadas, ainda, à legislação vigente, podendo este Poder nela interferir, caso não se atenda a finalidade básica de promover a Educação.

TJ-SP - Inteiro Teor. Reexame Necessário: REEX 19184020128260383 SP 0001918-40.2012.8.26.0383

Data de publicação: 26/03/2014

Decisão: 205 a 214 da Constituição Federal, ingressou em juízo com o presente writ, pleiteando um provimento... a esperar um ano para poder retomar seus estudos, o que não se coaduna com o disposto nos artigos... da Constituição Federal , direito este de eficácia plena que não comporta restrição ou limitação...

TJ-SP - Inteiro Teor. Agravo de Instrumento: AI 20871457520148260000 SP 2087145-75.2014.8.26.0000

Data de publicação: 07/07/2014

Decisão: efetivação desse direito. O município expediu o edital com fundamento nos artigos 205 a 214... a regra insculpida pelo artigo 37, inciso II da Constituição Federal em virtude da assinatura... do serviço público. A Constituição Federal estabelece ser, a Educação, direito de todos e dever do Estado...

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 466008420025030007 46600-84.2002.5.03.0007 (TST)

Data de publicação: 05/12/2003

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA - PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO - ESTÁGIO PROFISSIONALIZANTE - RECONHECIMENTO DA RELAÇÃO DE EMPREGO - VIOLAÇÃO DOS ARTIGOS 5º , II E XXXVI , 205 E 214 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL - VIOLAÇÃO DO ARTIGO 4º DA LEI Nº 6494 /77 - DIVERGÊNCIA JURISPRUDENCIAL. Nos termos do § 6º do art. 896 da CLT , nas causas sujeitas ao procedimento sumaríssimo o recurso de revista só será admitido por contrariedade a súmula de jurisprudência uniforme do Tribunal Superior do Trabalho ou por violação direta de norma constitucional. Inservíveis, portanto, os arestos trazidos a confronto e as alegações de afronta a normas infraconstitucionais. Por outro lado, as violações constitucionais apontadas não são diretas, mas reflexas, encerrando a necessidade da análise de normas hierarquicamente inferiores para a caracterização da afronta.As condições relativas à prestação de trabalho envolvem matéria de fato e de provas, estando o recurso de revista obstado nos termos do Enunciado nº 126 do TST.Agravo conhecido e não provido.

TJ-SP - Apelação : APL 1761645920108260100

Data de publicação: 06/06/2011

Decisão: a 214, da Constituição Federal, a saúde, a assistência e a previdência social nos artigos 194 a 204..., de 14 de fevereiro de 2000, acrescentou ao artigo 6 , da Constituição Federal novo direito social... dos direitos individuais. Veja-se que, no elenco dos direitos sociais, a educação é tratada nos artigos 205...

TRF-4 - Inteiro Teor. APELAÇÃO/REEXAME NECESSÁRIO: APELREEX 50678822820134047100 RS 5067882-28.2013.404.7100

Data de publicação: 07/08/2014

Decisão: guarida na Constituição Federal - artigos 205 ao 214 - devendo ser ministrado segundo diversos princípios... o entendimento da jurisprudência, verbis: CONSTITUCIONAL. DIREITO À EDUCAÇÃO. ARTIGOS 205 AO 214 DA CONSTITUIÇÃO... garantida às Universidades, previsto no art. 207 da Constituição Federal , todavia, as instituições...

TRT-4 - Inteiro Teor. Recurso Ordinário: RO 4377920105040252 RS 0000437-79.2010.5.04.0252

Data de publicação: 22/11/2012

Decisão: em comento. A educação, prevista nos artigos 205 a 214 da Constituição Federal , é um serviço público... instituição, notadamente os repasses do Governo Federal, para a aquisição de materiais pedagógicos... da Receita Federal do Brasil (www.receita.fazenda.gov.br), observo que a primeira reclamada (CNPJ 90...

TST - RECURSO DE REVISTA RR 5838089019995035555 583808-90.1999.5.03.5555 (TST)

Data de publicação: 24/09/2004

Ementa: RECURSO DE REVISTA - EXECUÇÃO TRABALHISTA. VIOLAÇÃO À COISA JULGADA. Os estreitos limites de processamento do recurso de revista nesta fase estão ligados ao permissivo contido no § 2º do artigo 896 da CLT , isto é, somente por ofensa direta e literal de norma da Constituição da República é que se pode admitir o recurso, de natureza especial, no processo do trabalho. Assim, não constitui fundamento para interposição do recurso de revista nessa fase processual a contrariedade ao Enunciado nº 205, nem a divergência jurisprudencial suscitada com os arestos de fls. 412/138. Quanto à indicação de afronta aos arts. 5o , incisos II , XXII , XXXVI , LIV e LV , e 170 , inciso II , da Constituição Federal , seria impossível analisá-la sem o exame da legislação infraconstitucional que regula a matériasub examine (artigos 229 ,capute § 1º e 233,capute parágrafo único, da Lei nº 6.404 /76; 2º, § 2º, da CLT ; 896 do Código Civil ; 214 e 618 , inciso II , do CPC ). Haveria, no máximo, ofensa indireta ao Texto Constitucional , o que inviabiliza o recurso nesta fase de cognição. Neste sentido, a jurisprudência da Suprema Corte a respeito: "É firme o entendimento desta Corte no sentido de que não caber recurso extraordinário quando a alegada ofensa à Constituição é reflexa ou indireta, porquanto, a prevalecer o entendimento contrário, toda alegação de negativa de vigência de lei ou até de má-interpretação desta passa a ser ofensa a princípios constitucionais genéricos como o da reserva legal, o do devido processo legal ou o da ampla defesa, tornando-se, assim, o recurso extraordinário - ao contrário do que pretende a Constituição - meio de ataque à aplicação da legislação infraconstitucional" (STF, Ag - AI 146.611-2- RJ, Rel. Min. Moreira Alves - Ac. 1ª Turma). Os incisos citados pela recorrente, relativos ao art. 5º da Constituição Federal , cuidam de princípios, sobressaindo, portanto, a generalidade do seu comando, de caracterização programática, realizáveis apenas mediante o cumprimento de normas infraconstitucionais, o que afasta a possibilidade de maltrato direto e literal deles. Recurso não conhecido....

TRF-2 - AGRAVO DE INSTRUMENTO: AG 161480

Data de publicação: 02/12/2008

Decisão: . Tribunal, in verbis : a)"CONSTITUCIONAL. DIREITO À EDUCAÇÃO. ARTIGOS 205 AO 214 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL... na Constituição Federal - artigos 205 ao 214 - devendo ser ministrado segundo diversos princípios expressos..., da Constituição Federal, que reconhece o melhor interesse da criança como fundamental não apenas...

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi, está procurando um advogado ou correspondente jurídico? Podemos te conectar com Advogados em qualquer cidade do Brasil.

Escolha uma cidade da lista

Fale agora com um Advogado

Está procurando um advogado ou um correspondente jurídico?

Podemos te conectar com Advogados em qualquer cidade do Brasil

Tenho um Caso Jurídico

Preciso da orientação de um advogado

Enviar meu caso

Sou um advogado

Preciso contratar um correspondente

Solicitar diligência
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca