Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
06 de fevereiro de 2016

Página 1 de 4.229 resultados

Legislação direta

Inciso XII do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
XII - e inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas hipóteses e na forma que a lei estabelecer para fins de investigação criminal ou instrução processual penal; (Vide Lei nº 9.296, de 1996)
Inciso LVI do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
LVI - são inadmissíveis, no processo, as provas obtidas por meios ilícitos;

STF - AG.REG.NO AGRAVO DE INSTRUMENTO AI 578858 RS (STF)

Data de publicação: 27/08/2009

Ementa: CONSTITUCIONAL. PROCESSO CIVIL AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. GRAVAÇÃO. CONVERSA TELEFÔNICA FEITA POR UM DOS INTERLOCUTORES, SEM CONHECIMENTO DO OUTRO. INEXISTÊNCIA DE CAUSA LEGAL DE SIGILO OU DE RESERVA DE CONVERSAÇÃO. LICITUDE DA PROVA. ART. 5º , XII e LVI , DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL . 1. A gravação de conversa telefônica feita por um dos interlocutores, sem conhecimento do outro, quando ausente causa legal de sigilo ou de reserva da conversação não é considerada prova ilícita. Precedentes. 2. Agravo regimental improvido.

TJ-RO - Apelação APL 00064899020128220601 RO 0006489-90.2012.822.0601 (TJ-RO)

Data de publicação: 29/05/2015

Ementa: Apelação criminal. Advocacia administrativa. Defesa dos interesses de pessoa jurídica perante administração pública. Preliminar de incompetência absoluta rejeitada. Ausência de interesse da União. Preliminar de prova ilícita. Interceptação telefônica judicialmente autorizada. Encontro fortuito de provas. Materialidade e autoria comprovada. Patrocínio de interesse ilegítimo. Crime qualificado. Prescrição trienal. Inocorrência. Não há que se falar em conexão ou continência a justificar a reunião de processos quando evidenciada a prática de dois ou mais delitos de forma autônoma, se a análise de um não exercerá qualquer influência sobre a do outro, mostrando-se irrelevante o fato de tais crimes terem sido levados ao conhecimento do órgão acusador por meio de um mesmo procedimento investigatório. É possível a prorrogação do prazo de autorização para a interceptação telefônica, mesmo que sucessivas, especialmente quando o fato é complexo, a exigir investigação diferenciada e contínua, devendo sempre serem observadas as formalidades exigidas na Lei nº 9.296/96. Na linha do entendimento firmado pelo STF, é compatível como art. 5º, XII e LVI, da Constituição Federal, o uso de prova obtida fortuitamente através de interceptação telefônica licitamente conduzida, ainda que o crime descoberto casualmente seja punido com mera detenção. O patrocínio dos interesses de pessoa jurídica de direito privado perante a administração pública, quando nitidamente ilegítimos, consistente na intervenção junto ao Secretário-adjunto de Estado para viabilizar o pagamento de serviços, contrariando expressa determinação do controle interno da própria pasta, valendo-se o agente da qualidade e status advindos do cargo político ocupado à época, evidencia a prática do crime de advocacia administrativa em sua forma qualificada. A teor do disposto no art. 109, V, do Código Penal, é trienal o prazo prescricional dos crimes cuja pena seja inferior a um ano, não havendo que se falar em extinção da punibilidade sob tal fundamento, quando não ocorrido o transcurso de tal prazo entre os marcos interruptivos da prescrição descritos no art. 117 do mesmo diploma legal....

Encontrado em: ARAÚJO. 2ª Câmara Especial Processo publicado no Diário Oficial em 29/05/2015. - 29/5/2015 Apelação

STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO RE 234070 SP (STF)

Data de publicação: 18/02/2010

Decisão: . LICITUDE DA PROVA. ART. 5º , XII e LVI , DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL . 1. A gravação de conversa telefônica... violação aos arts. 5º, X , XII e LVI , da Constituição .Para afastar as violações apontadas, o acórdão

TSE - AGRAVO DE INSTRUMENTO AG 8904 MG (TSE)

Data de publicação: 15/04/2010

Decisão: telefônica por terceiro. Inadmissibilidade. Inteligência do art. 5º , XII e LVI , da Constituição Federal . Precedentes do STF e do TSE. Agravo regimental a que se nega provimento. Deve ser indeferida a petição inicial de exceção de suspeição quando esta for instruída com prova manifestamente ilícita, oriunda de gravação telefônica não realizada por um dos interlocutores ou não autorizada judicialmente. É lícito ao relator julgar, monocraticamente, recursos que apresentam fundamentação contrária à jurisprudência dominante desta Corte, do STF ou de outro tribunal superior, conforme § 6º do art. 36 do RITSE." 2. O acórdão proferido nos embargos de declaração exibe a seguinte ementa (fls. 169): "ELEIÇÕES 2006. Embargos de declaração no agravo regimental em agravo de instrumento. Exceção de suspeição de perito instruída com prova ilícita. Gravação de conversa telefônica por terceiro, sem autorização judicial. Origem não identificada. Inicial indeferida de plano. Inexistência de cerceamento de defesa. Ausência de omissão no julgado embargado. Impossibilidade de rediscussão da causa. Precedentes. Embargos de declaração rejeitados." 3. Pois bem, no apelo extremo, sustenta o recorrente, em apertada síntese, que o acórdão desta nossa Corte Superior ofendeu os incisos LIV e LV do artigo 5º da Constituição Federal de 1988. 4. Bem vistas as coisas, tenho que o recurso não merece seguimento. É que o Tribunal Superior Eleitoral concluiu que ¿a gravação de comunicação telefônica é prova lícita apenas quando realizada por um dos interlocutores, e não por terceiros alheios ao diálogo"(fls. 131). Pelo que a decisão desta nossa Casa de Justiça está em harmonia com a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. Nesse sentido, confiram-se, entre outros, o AI-AgR/STF nº 578.858/RS, relatora Min. Ellen Gracie, e o AI-AgR nº 666.459/SP, rel. Min. Ricardo Lewandowski: " 1.(...) A gravação de conversa telefônica feita por um dos interlocutores, sem conhecimento do outro, quando ausente causa legal de sigilo ou de reserva da conversação, não é considerada prova ilícita." ." "EMENTA.(...) ELEITORAL. PROCESSO CIVIL. AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO DE INSTRUMENTO. COMPRA DE VOTOS. GRAVAÇÃO DE CONVERSA FEITA POR UM DOS INTERLOCUTORES: LICITUDE. SÚMULA 279 DO STF. A gravação de conversa entre dois interlocutores, feita por um deles, sem conhecimento do outro, com a finalidade de documentá-la, futuramente, em caso de negativa, nada tem de ilícita, principalmente quando constitui exercício de defesa. Precedentes ." 5.(...) Com estes fundamentos, nego seguimento ao recurso. Publique-se. Brasília, 6 de abril de 2010. Ministro AYRES BRITTO Presidente do TSE... negado monocraticamente. Possibilidade. Aplicação do art. 36, § 6º, do Regimento Interno. Exceção

STJ - RECURSO ESPECIAL REsp 1346329 SC 2012/0206462-9 (STJ)

Data de publicação: 23/03/2015

Decisão: de Processo Civil; e 5º, XII e LVI, da Constituição Federal, suscitando a nulidade absoluta..., desde logo, a possibilidade de se examinar a questão do ponto de vista de ofensa ao art. 5º, XII e LVI, da Constituição...º, 5º, 6º, 8º, PARÁGRAFO ÚNICO, E 9º DA LEI N. 9.296/1996; 383 DO CPC; E 5º, XII E LVI, DA CF...

STJ - Decisão Monocrática. RECURSO ESPECIAL: REsp 1346329 SC 2012/0206462-9

Data de publicação: 23/03/2015

Decisão: de se examinar a questão do ponto de vista de ofensa ao art. 5º, XII e LVI, da Constituição Federal... Civil; e 5º, XII e LVI, da Constituição Federal, suscitando a nulidade absoluta do processo...º, PARÁGRAFO ÚNICO, E 9º DA LEI N. 9.296⁄1996; 383 DO CPC; E 5º, XII E LVI, DA CF. INVIABILIDADE DE EXAMINAR...

TJ-MS - Inteiro Teor. Recurso Extraordinário: RE 8035919520128120101 MS 0803591-95.2012.8.12.0101

Data de publicação: 30/06/2014

Decisão: na fase instrutória. Alega-se violação ao art. 5º, XII e LVII, da Constituição Federal. O recorrido não... de inocência e do livre exercício do trabalho, ofício ou profissão (art. 5º, XIII e LVII, da CF.... 5º, da Constituição Federal, não guarda pertinência com o tema em debate. Não se cuida, na espécie...

STJ - Inteiro Teor. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL: AgRg no REsp 1431758 SC 2014/0016011-2

Data de publicação: 15/04/2014

Decisão: como a análise da legislação pertinente à espécie (Art. 8º, § 4º, e 44 da Lei nº 8.906⁄94; Art. 5º , XIII e LVII... a controvérsia com base na interpretação de normas constitucionais (arts. 5º, XIII e LVII, CF⁄88... em julgado, antes do quê ninguém será considerado culpado (CF⁄88, art. 5º, LVII). O que se colhe...

STJ - Relatório e Voto. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL: AgRg no REsp 1431758 SC 2014/0016011-2

Data de publicação: 15/04/2014

Decisão: .906⁄94; Art. 5º, XIII e LVII da Constituição Federal), já são suficientes para o prequestionamento...ª Região decidiu a controvérsia com base na interpretação de normas constitucionais (arts. 5º, XIII... e LVII,  CF⁄88) e infraconstitucionais (art. 8º,§ 4º,  44,  da Lei 8.906⁄94), concluindo que a ausência...

STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO RE 523721 MT (STF)

Data de publicação: 06/04/2010

Decisão: OU DE RESERVA DE CONVERSAÇÃO. LICITUDE DA PROVA. ART. 5º , XII e LVI , DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL . 1...Trata-se de recurso extraordinário (art. 102 , III , a , da Constituição Federal ) interposto de acórdão proferido pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso, cuja possui o seguinte teor (fls. 397):“APELAÇÃO CÍVEL – AÇÃO DE DESPEJO – GRAVAÇÃO TELEFÔNICA REALIZADA POR UM DOS INTERLOCUTORES – ADMISSIBILIDADE COMO MEIO DE PROVA – PRELIMINAR REJEITADA – MÉRITO – NATUREZA JURÍDICA DA RELAÇÃO CONTRATUAL – CONTRATO DE COMPRA E VENDA QUE NÃO CORROBORA A VERDADEIRA...’.”O recorrente alega violação do disposto nos arts. 5º , X , XII , LV e LVI , da Carta Magna . Sustenta...

1 2 3 4 5 422 423 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

×

Fale agora com um Advogado

Oi, está procurando um advogado ou correspondente jurídico? Podemos te conectar com Advogados em qualquer cidade do Brasil.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca

ou