Carregando...
Jusbrasil - Jurisprudência
26 de agosto de 2016

Página 1 de 10.269 resultados

TJ-PE - Mandado de Segurança MS 3265474 PE (TJ-PE)

Data de publicação: 08/05/2014

Ementa: CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO. MANDADO DE SEGURANÇA. CONCURSO PÚBLICO. CANDIDATA HABILITADA E CLASSIFICADA NA 1ª ETAPA. CANDIDATA NÃO CONVOCADA. COLOCAÇÃO QUE PERMITE SUA PARTICIPAÇÃO NA 2ª ETAPA DO CERTAME. DESOBEDIÊNCIA AOS TERMOS DO EDITAL. LEI DO CONCURSO. CONCESSÃO PARCIAL DA SEGURANÇA POR UNANIMIDADE. NEGATIVA DE PROVIMENTO AO AGRAVO REGIMENTAL. Trata-se de ação mandamental em face de possível ato coator emanado pelos Secretários da Controladoria Geral do Estado de Pernambuco e de Administração do Estado de Pernambuco. A impetrante alega ter se inscrito para participar do Concurso Público para Provimento do Cargo de Analista de Controle Interno, na especialidade finanças públicas, cujo edital restou publicado no DOE de 15/10/2010, sendo habilitada e classificada na posição 149 da 1ª etapa. Relata que o ato coator atingiu seu direito líquido e certo, ante o fato de terem dado início à 2ª fase do certame, de caráter eliminatório, sem o preenchimento completo de todas as vagas previstas no edital. Inconformada, a autora impetrou o presente writ, com vistas a que o réu promovesse, de imediato, a sua matrícula no curso de formação que constituiu a 2ª etapa do concurso. O pedido de liminar foi deferido por esta Relatoria às fls. 275/275-v. A autoridade coatora prestou informações às fls. 286/297, pugnando pela denegação da segurança. Agravo regimental interposto pelo impetrado pendente de julgamento (fls. 303/308). O Ministério Público ofertou parecer às fls. 316/320, em cuja peça o Representante Ministerial opina pela concessão parcial da segurança, tão somente para que a impetrante seja matriculada no programa de formação referente à 2ª etapa do Certame, restando a sua nomeação adstrita à discricionariedade da Administração Pública. PASSO A DECIDIR. De proêmio, para o caso de eventual alegação de decadência por algum dos componentes deste Egrégio Grupo, impende destacar que, consoante se infere das alegações constantes da peça inaugural, a impetrante está...

Encontrado em: SUA PARTICIPAÇÃO NA 2ª ETAPA DO CERTAME. DESOBEDIÊNCIA AOS TERMOS DO EDITAL. LEI DO CONCURSO..., na especialidade finanças públicas, cujo edital restou publicado no DOE de 15/10/2010, sendo habilitada..., sem o preenchimento completo de todas as vagas previstas no edital. Inconformada, a autora impetrou o presente writ...

TJ-MS - Mandado de Seguranca MS 6665 MS 2001.006665-3 (TJ-MS)

Data de publicação: 21/12/2001

Ementa: MANDADO DE SEGURANÇA - CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS - ATESTADO DE DEFESA DE TESE DE MONOGRAFIA - CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - LATU SENSU - DESOBEDIÊNCIA AOS TERMOS DO EDITAL - SEGURANÇA DENEGADA.

TJ-DF - Apelação Cível APC 20140110149097 (TJ-DF)

Data de publicação: 15/04/2016

Ementa: ADMINISTRATIVO. LICITAÇÃO. MANDADO DE SEGURANÇA. DESOBEDIÊNCIA AOS TERMOS DO EDITAL. DESCLASSIFICAÇÃO. SENTENÇA. DETERMINAÇÃO DE NOVA OPORTUNIDADE. DOCUMENTO NOVO. DECLARAÇÃO DE INIDONEIDADE SUPERVENIENTE. EFEITOS. MANDAMUS PREJUDICADO. RECURSO CONHECIDO E PROVIDO. I. A sociedade empresária, na origem, impetrou mandado de segurança em desfavor da NOVACAP, assim como da vencedora do certame licitatório, visando a ser reintegrada ao processo de licitação, uma vez que, embora não tenha observado as disposições do edital, seu erro possuiria natureza sanável, de forma que não poderia ser excluída do certame. II. O Juízo de piso, acolhendo a referida tese, prolatou sentença, determinando a reintegração da impetrante ao processo de licitação. Todavia, após o julgamento da demanda, a ganhadora do certame licitatório colacionou aos autos documento novo, relacionado à declaração de inidoneidade da impetrante pelo Poder Público Distrital. III. A declaração superveniente da inidoneidade afeta, então, a impetrante, pois, embora esta detivesse, inicialmente, as condições para participar no certame licitatório, bem como ser eventualmente declarada vencedora, tal qualidade não subsiste na atual conjuntura. Assim, ainda que lograsse êxito neste mandando de segurança, a impetrante não poderia contratar com a Administração Pública. IV. Frisa-se que não se trata, portanto, de dar efeitos ex tunc à declaração de inidoneidade, mas, sim, de dar efeitos ex nunc atingindo a um processo licitatório ainda não perfectibilizado. Ademais, defender que a Administração Pública poderia estabelecer acordo comercial com a impetrante é sustentar que os órgãos públicos poderiam agir na ilegalidade, coadunando com as práticas ilícitas cometidas pela sociedade empresária inidônea, ao estabelecê-la como sua parceira comercial, o que, certamente, não é possível perante o ordenamento jurídico vigente. V. Reexame necessário e apelação, conhecidos e providos, a fim de reformar a sentença atacada, denegando...

TJ-DF - Apelacao Civel APC 20130111307889 DF 0007308-13.2013.8.07.0018 (TJ-DF)

Data de publicação: 30/01/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL EM MANDADO DE SEGURANÇA. APROVAÇÃO DE CANDIDATA EM 1º LUGAR NO CONCURSO PÚBLICO. DIREITO À NOMEAÇÃO E POSSE. OBSERVÂNCIA DO NUMERO DE VAGAS DO EDITAL. FLAGRANTES ILEGALIDADES. DEMONSTRAÇÃO. DESOBEDIÊNCIA AOS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS DA LEGALIDADE, IMPESSOALIDADE, MORALIDADE, PUBLICIDADE, EFICIÊNCIA E INTERESSE PÚBLICO. NOMEAÇÃO DE "EMPREGADOS COMISSIONADOS" COM VÍNCULO PRECÁRIO COM O PODER PÚBLICO EM AFRONTA AOS TERMOS DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA - TAC - FIRMADOS COM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO E DECISÃO DO TST. EVIDENCIADA BURLA À REGRA CONSTITUCIONAL DO CONCURSO PÚBLICO. ART. 37 , II , DA CF/88 . PRETERIÇÃO. RECONHECIMENTO DE DIREITO SUBJETIVO À NOMEAÇÃO. REQUISITOS CONFIGURADOS. NECESSIDADE DE DECISÃO MERITÓRIA. "ERROR IN PROCEDENDO". SENTENÇA CASSADA. REGRA DO ART. 515 § 3º DO CPC . TEORIA DA CAUSA MADURA. NÍTIDA VIOLAÇÃO A DIREITO LÍQUIDO E CERTO. DESATENDIMENTO ÀS REGRAS DO EDITAL. AFRONTA À BOA-FÉ E AO PRINCÍPIO DA CONFIANÇA. ORIENTAÇÃO DO STF. QUESTÃO DECIDIDA EM SEDE DE RECURSOS REPETITIVOS. RECURSO EXTRAORDINÁRIO Nº 598.099 DA RELATORIA DO MINISTRO GILMAR MENDES. PRINCÍPIO DO CONCURSO PÚBLICO. CONFERÊNCIA DE MAIOR FORÇA NORMATIVA E EFETIVIDADE. PRECEDENTES DAS CORTES SUPERIORES E TJDFT. 1.CONFIGURADA A ILEGALIDADE POR MEIO DE PROVA PRÉ-CONSTITUÍDA, SEM QUE HAJA NECESSIDADE DE POSTERIOR DILAÇÃO PROBATÓRIA, IMPORTA SEJA CASSADA A SENTENÇA COMBATIDA E, COM FULCRO NA PREVISÃO DO ART. 515 § 3º , DO CPC , DIANTE DA CAUSA MADURA PARA APRECIAÇÃO, À LUZ DO ACERVO PROBATÓRIO APRESENTADO, HÁBIL PARA VERIFICAÇÃO DO DIREITO LÍQUIDO E CERTO SUSTENTADO, ADENTRAR AO EXAME MERITÓRIO. 2.PARA FINS DE MANDADO DE SEGURANÇA, O DIREITO LÍQUIDO E CERTO É AQUELE QUE APRESENTA EXTENSÃO DELIMITADA E PRONTO PARA SER EXERCIDO NO MOMENTO DA IMPETRAÇÃO, OU SEJA, DEVE SER PASSÍVEL DE COMPROVAÇÃO DE PLANO. 3.NOS TERMOS DO ENTENDIMENTO JURISPRUDENCIAL SUFRAGADO PELOS TRIBUNAIS SUPERIORES, A ADMINISTRAÇÃO NÃO PODE IGNORAR A EXISTÊNCIA DE CANDIDATO APROVADO EM CONCURSO...

STJ - Ag 980885 (STJ)

Data de publicação: 10/06/2010

Decisão: , APESAR DE APROVADOS NA 1ª ETAPA. DESOBEDIÊNCIA AOS TERMOS DO EDITAL. O Edital é a lei do concurso..., critério este não previsto no edital. PRELIMINARES REJEITADAS. SEGURANÇA CONCEDIDA."(fl. 112) Alega... passiva cai por terra à simples leitura dos Editais de convocação acostados aos autos, todos da lavra...

TJ-DF - Agravo de Instrumento : AG 17736520108070000

Data de publicação: 07/05/2010

Decisão: a desobediência aos termos do edital, e nem quebra ao princípio da isonomia, no se que se refere a proporção.... Conforme bem salientado na r. decisão agravada, “não vislumbro a desobediência aos termos do edital... final do concurso.’ Nesses termos, observo que o mencionado edital foi alterado pelo de nº 07 - DP...

TRF-3 - Inteiro Teor. APELAÇÃO CÍVEL: AMS 123453020144036000 MS 0012345-30.2014.4.03.6000

Data de publicação: 01/02/2016

Decisão: aos termos do edital, pois, em vez de histórico escolar, " a candidata apresentou outro documento... POR ATESTADO EMITIDO PELA INSTITUIÇÃO DE ENSINO OFICIAL. INEXISTÊNCIA DE VIOLAÇÃO AO EDITAL. APELAÇÃO..., com todas as informações exigidas pelo edital, para efeito de atribuição de pontos em prova de títulos em concurso...

STJ - EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL EDcl no AgRg no REsp 1285589 CE 2011/0239774-5 (STJ)

Data de publicação: 01/07/2013

Ementa: dos autos, há disposição expressa de que a capacidade física dos candidatos seria aferida por profissionais graduados em Educação Física, sendo que, na prática, 17 dos 27 membros da Comissão avaliadora não apresentavam a qualificação exigida no itemdo Edital 10/2002, regulador do Concurso Público para Inspetores da Polícia Civil do Ceará, conforme expressamente reconhecido no acórdão recorrido. 5. É assente na jurisprudência pátria que o Edital é a lei interna do concurso, e como tal deve ser rigorosamente observado tanto pelos candidatos, como pela Administração; é bem verdade que os candidatos não podem se furtar às disposições contidas no Edital, mas tal afirmação, igualmente, deve ser aplicada à Administração, lhe competindo a execução de todas as etapas do Concurso Público com fiel observância dos ditames previamente estipulados no instrumento convocatório. 6. A questão está adstrita à desobediência dos termos anteriormente fixados no Edital; cuida-se, estritamente, de violação à forma, ao procedimento: não se discute a capacidade técnica daqueles que realizaram os exames de aptidão física dos candidatos, mas a concretização do teste em evidente desacordo do com as regras editalícias. 7. Verificada a infringência à formalidade imposta pela própria Administração em flagrante desatenção às disposições expressas no Edital, de rigor, a intervenção judicial para se restabelecer a observância aos princípios da legalidade e da vinculação ao Edital. 8. Embargos de Declaração providos, com a atribuição de efeitos infringentes, para dar provimento ao Recurso Especial, proclamando-se a ocorrência de dissídio jurisprudencial notório, apesar da parca alegação recursal no sentido da divergência pretoriana, a fim de restabelecer a sentença de mérito em todos os seus termos, com o reconhecimento do direito dos recorrentes à nomeação e posse nos cargos para os quais concorreram e foram aprovados, observando-se a ordem de classificação....

Encontrado em: em todos os seus termos, com o reconhecimento do direito dos recorrentes à nomeação e posse nos cargos para... os quais concorreram e foram aprovados, observando-se a ordem de classificação, nos termos do voto do Sr

TJ-DF - Habeas Corpus HBC 20150020223238 (TJ-DF)

Data de publicação: 21/09/2015

Ementa: PROCESSO PENAL. HABEAS CORPUS. FURTO QUALIFICADO, DESOBEDIÊNCIA E AMEAÇA. CITAÇÃO POR EDITAL. PRODUÇÃO ANTECIPADA DE PROVAS. REQUISITOS DO ART. 366 , DO CPP , PREENCHIDOS. 1. A decisão que determina a produção antecipada de provas, no caso de réu citado por edital, não pode ser fundamentada apenas no decurso do tempo, nos termos da Súmula nº 455, do STJ. 2. Justifica-se, porém, a medida acautelatória, se desde os fatos denunciados já decorreram mais de quatro anos, havendo risco concreto de que as testemunhas venham a se esquecer dos detalhes do crime ou até de que não sejam mais localizadas. 3. Ordem denegada.

TJ-AL - Reexame Necessário REEX 07259277320128020001 AL 0725927-73.2012.8.02.0001 (TJ-AL)

Data de publicação: 06/11/2015

Ementa: CONSTITUCIONAL. ADMINISTRATIVO. REEXAME NECESSÁRIO. MANDADO DE SEGURANÇA. PRELIMINAR DE INCOMPETÊNCIA ABSOLUTA. REJEITADA. MÉRITO. DESOBEDIÊNCIA À REGRA DO EDITAL, QUE PREVIA A CONVOCAÇÃO VIA DIÁRIO OFICIAL. UTILIZAÇÃO DE MEIO DIVERSO DO PREVISTO. VIOLAÇÃO A DIREITO LÍQUIDO E CERTO DA CANDIDATA. ATO DECLARADO NULO. MANUTENÇÃO DA SENTENÇA. 01 – Quando há apenas a delegação para a realização do concurso - prática esta que, aliás, é muito comum em se tratando de seleções públicas -, não há que se falar em incompetência da Justiça Estadual, ou mesmo em necessidade de seu deslocamento para a Justiça Federal, razão pela qual deve ser rejeitada tal questão preliminar, como bem ressaltou o Magistrado de primeiro grau. 02 – O edital é o instrumento através do qual a Administração, seja em quaisquer de suas esferas, leva ao conhecimento público a abertura do certame e, concomitantemente, estipula os termos em que será realizado, convocando os interessados para inscrição e efetiva participação e também operando efeitos vinculantes tanto para a própria Administração como para os participantes. 03 – No item 11.3 do edital há a expressa indicação de que "a convocação dos candidatos classificados será feita por publicação no Diário Oficial do Estado, informando o período, horário e local onde deverá comparecer para a devida contratação, munido da documentação constante no Item 10 deste Edital e da documentação comprobatória dos pré-requisitos, tornando sem efeito a classificação do candidato que não se apresentar no prazo estabelecido". 04 - Agindo ao arrepio dessa regra, a administração pública violou os princípios da publicidade e da confiança, bem como incorreu em comportamento ilícito, passível de reparação pela via do Mandado de Segurança. REMESSA ADMITIDA. SENTENÇA CONFIRMADA. DECISÃO UNÂNIME.

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

×