Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
21 de agosto de 2014

TRT-1 - Agravo de Peticao AGVPET 7855020105010036 RJ (TRT-1)

Data de publicação: 15/10/2012

Ementa: AGRAVO DE PETIÇÃO. HOMOLOGAÇÃO DOS CÁLCULOS DE LIQUIDAÇÃO DO TÍTULO EXECUTIVO JUDICIAL. EVIDENTES ERROS DE DIGITAÇÃO NA CONTA DE ATUALIZAÇÃO DO CRÉDITO. RETIFICAÇÃO QUE SE IMPÕE. 1) Encontrando-se os cálculos elaborados pela contadoria do juízo a título de atualização do crédito exequendo com evidentes erros de digitação, impõe-se manter a r. decisão de piso, que determinou o retorno dos autos àquela seção especializada para as devidas retificações, consoante as impugnações apresentadas pelo autor exequente. 2) Agravo de petição da executada agravante ao qual se nega provimento.

TRF-2 - APELAÇÃO CIVEL AC 200451010109629 RJ 2004.51.01.010962-9 (TRF-2)

Data de publicação: 27/05/2010

Ementa: EXISTÊNCIA DE ERRO MATERIAL NO DISPOSITIVO DA SENTENÇA. EVIDENTE ERRO DE DIGITAÇÃO. CORREÇÃO ATRAVÉS DE APELO. POSSIBILIDADE. Conforme o entendimento firmado pelo Superior Tribunal de Justiça, ocorre erro material quando há mero equívoco relacionado à grafia ou a cálculos consignados nos autos (REsp 702073 – Rel.: Min. João Otávio de Noronha – DJ 03/08/2006). A correção de erro material pode ser feita a qualquer tempo e, claro, pode também ser pedida através de apelação, e aí solucionada. Portanto, imperativa a correção do erro material, único objetivo do apelo. Apelo provido.

TRF-2 - APELAÇÃO CIVEL AC 200451010105077 RJ 2004.51.01.010507-7 (TRF-2)

Data de publicação: 08/06/2007

Ementa: PROCESSUAL CIVIL. EMBARGOS À EXECUÇÃO. EXISTÊNCIA DE ERRO MATERIAL NA SENTENÇA EXEQÜENDA. JUROS MORATÓRIOS FIXADOS EM 6% AO MÊS. EVIDENTE ERRO DE DIGITAÇÃO. CORREÇÃO QUE NÃO OFENDE A COISA JULGADA. 1. De acordo com o entendimento firmado pelo Superior Tribunal de Justiça, ocorre erro material quando há mero equívoco relacionado à grafia, ou a cálculos consignados nos autos, e não o erro relativo aos elementos ou critérios de cálculo (REsp 702073 – Rel.: Min. João Otávio de Noronha – DJ 03/08/2006 – pg. 254). 2. A sentença exeqüenda fixou os juros de mora em 6% (seis por cento) ao mês. Contudo, trata-se de evidente erro de digitação, que constitui erro material. Com efeito, em ações contra a CEF, nas quais se pede indenização por danos materiais, havendo condenação, os juros moratórios são fixados à base de 6% (seis por cento) ao ano, ou no máximo de 12% (doze por cento) ao ano, conforme maciça jurisprudência dos Tribunais. No caso, o erro é tão evidente que os juros moratórios, segundo a memória de cálculos da própria exeqüente/apelada, correspondem a 580% (quinhentos e oitenta por cento), do valor principal, o que é inadmissível. 3. Outrossim, o Egrégio STJ já decidiu, por mais de uma vez, que o erro material pode ser corrigido a qualquer tempo, até mesmo de ofício, eis que quanto a isso não ocorre a coisa julgada (STJ, 3ª Turma; REsp 899994/BA - Rel. Min. Humberto Gomes de Barros - DJ 12.03.2007 - pg. 233) 4. Impõe-se, portanto, o provimento do apelo. Precedente deste Tribunal (AC 2000.51.03.002838-1 – Rel.: Desembargador Federal Carreira Alvim – DJU 21/01/2004 – pg. 47) 5. Apelação provida.

TRF-2 - APELAÇÃO CIVEL AC 364233 RJ 2004.51.01.010507-7 (TRF-2)

Data de publicação: 08/06/2007

Ementa: PROCESSUAL CIVIL. EMBARGOS À EXECUÇÃO. EXISTÊNCIA DE ERRO MATERIAL NA SENTENÇA EXEQÜENDA. JUROS MORATÓRIOS FIXADOS EM 6% AO MÊS. EVIDENTE ERRO DE DIGITAÇÃO. CORREÇÃO QUE NÃO OFENDE A COISA JULGADA. 1. De acordo com o entendimento firmado pelo Superior Tribunal de Justiça, ocorre erro material quando há mero equívoco relacionado à grafia, ou a cálculos consignados nos autos, e não o erro relativo aos elementos ou critérios de cálculo (REsp 702073 – Rel.: Min. João Otávio de Noronha – DJ 03/08/2006 – pg. 254). 2. A sentença exeqüenda fixou os juros de mora em 6% (seis por cento) ao mês. Contudo, trata-se de evidente erro de digitação, que constitui erro material. Com efeito, em ações contra a CEF, nas quais se pede indenização por danos materiais, havendo condenação, os juros moratórios são fixados à base de 6% (seis por cento) ao ano, ou no máximo de 12% (doze por cento) ao ano, conforme maciça jurisprudência dos Tribunais. No caso, o erro é tão evidente que os juros moratórios, segundo a memória de cálculos da própria exeqüente/apelada, correspondem a 580% (quinhentos e oitenta por cento), do valor principal, o que é inadmissível. 3. Outrossim, o Egrégio STJ já decidiu, por mais de uma vez, que o erro material pode ser corrigido a qualquer tempo, até mesmo de ofício, eis que quanto a isso não ocorre a coisa julgada (STJ, 3ª Turma; REsp 899994/BA - Rel. Min. Humberto Gomes de Barros - DJ 12.03.2007 - pg. 233) 4. Impõe-se, portanto, o provimento do apelo. Precedente deste Tribunal (AC 2000.51.03.002838-1 – Rel.: Desembargador Federal Carreira Alvim – DJU 21/01/2004 – pg. 47) 5. Apelação provida

TJ-RS - Recurso Cível 71000727123 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 14/09/2005

Ementa: CONSUMIDOR. OFERTA DE PRODUTO EM SITE DA INTERNET, CONSTANDO, EM FACE EVIDENTE ERRO DE DIGITAÇÃO, INUSITADO E INVEROSSÍMIL PREÇO CERCA DE DEZ VEZES INFERIOR AO NORMAL. A BOA-FÉ OBJETIVA É ELEMENTO NEGOCIAL QUE SE EXIGE DO CONSUMIDOR TANTO QUANTO DO FORNECEDOR. RECURSO PROVIDO, PARA JULGAR IMPROCEDENTE A AÇÃO. (Recurso Cível Nº 71000727123, Segunda Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Mylene Maria Michel, Julgado em 24/08/2005)

TJ-PR - Conflito de Jurisdição CJ 11119310 PR 1111931-0 (Acórdão) (TJ-PR)

Data de publicação: 05/11/2013

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. MANDADO DE SEGURANÇA.PROCESSO LICITATÓRIO. INABILITAÇÃO.INSERÇÃO ERRÔNEA DE NÚMERO TELEFÔNICO. ERRO MATERIAL. PRINCÍPIO DA RAZOABILIDADE. MANUTENÇÃO DA CANDIDATA NO CERTAME. Viola o princípio da razoabilidade a decisão administrativa que declara inabilitada candidata que informou número telefônico com evidente erro de digitação, quando não demonstrado prejuízo para o certame.RECURSO NÃO PROVIDO.SENTENÇA MANTIDA EM REEXAME NECESSÁRIO.

TJ-SC - Embargos de Declaração nos Embargos de Declaração em Embargos de Declaração em Apelação Cível ED 495138 SC 2010.049513-8 (TJ-SC)

Data de publicação: 07/02/2012

Ementa: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. DUPLA OPOSIÇÃO. ERRO MATERIAL. OCORRÊNCIA. EVIDENTE ERRO DE DIGITAÇÃO. RETIFICAÇÃO QUE SE IMPÕE. RECURSO DA AUTORA PROVIDO. OMISSÃO. NÃO OCORRÊNCIA. QUESTÃO NÃO VENTILADA PELA PARTE NO MOMENTO OPORTUNO E, QUE, DE TODO MODO, NÃO PROCEDE. ACLARATÓRIOS REJEITADOS.

TRT-1 - Embargos de Declaração ED 790002820095010019 RJ (TRT-1)

Data de publicação: 13/11/2012

Ementa: RECURSO ORDINÁRIO. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. ERRO DE DIGITAÇÃO CONFIGURADO. DECLARATÓRIOS ACOLHIDOS PARA DETERMINAR SUA RETIFICAÇÃO E COMPLETAR A ENTREGA DA PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. AUSÊNCIA DE EFEITO MODIFICATIVO AO V. ACÓRDÃO EMBARGADO. 1) Restando configurado evidente erro de digitação no v. acórdão embargado, cumpre retificá-lo, acolhendo-se os declaratórios opostos para prestar esclarecimentos, de modo a se completar a entrega da prestação jurisdicional, sem que tal providência importe em imprimir efeito modificativo ao v. julgado embargado. 2) Embargos de declaração opostos pelo Banco executado parcialmente acolhidos.

TRT-1 - Embargos de Declaração ED 1510008019915010011 RJ (TRT-1)

Data de publicação: 22/05/2012

Ementa: AGRAVO DE PETIÇÃO. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. ERRO DE DIGITAÇÃO CONFIGURADO. DECLARATÓRIOS ACOLHIDOS PARA DETERMINAR SUA RETIFICAÇÃO E COMPLETAR A ENTREGA DA PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. AUSÊNCIA DE EFEITO MODIFICATIVO AO V. ACÓRDÃO EMBARGADO. 1) Restando configurado evidente erro de digitação no v. acórdão embargado, cumpre retificá-lo, acolhendo-se os declaratórios opostos para prestar esclarecimentos, de modo a se completar a entrega da prestação jurisdicional, sem que tal providência importe em imprimir efeito modificativo ao v. julgado embargado. 2) Embargos de declaração opostos pelo Banco executado parcialmente acolhidos.

TJ-SP - Apelação APL 9163514982008826 SP 9163514-98.2008.8.26.0000 (TJ-SP)

Data de publicação: 28/10/2011

Ementa: 1. APELAÇÃO DO INSS - DESERÇÃO - PORTE DE REMESSA E RETORNO NÃO RECOLHIDO. CPC , art. 511 , caput, c/c a lei estadual nº 11.608 /03. 2. Pretensão de ACRÉSCIMO DE 25% DA APOSENTADORIA POR INVALIDEZ ACIDENTÁRIA. NECESSIDADE DE ASSISTÊNCIA PERMANENTE DE OUTRA PESSOA. majoração devida. Inteligência do art. 5º , § 3º , da Lei nº 6.367 /76.Termo inicial corrigido por evidente erro de digitação.Apelo do réu não conhecido, prejudicado o agravo retido e remessa necessária provida em parte.

1 2 3 4 5 246 247 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca