Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
22 de outubro de 2014

Página 1 de 44.782 resultados

Legislação direta

Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1990
Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.

STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO HABEAS CORPUS AgRg no HC 286445 SP 2014/0003208-2 (STJ)

Data de publicação: 15/05/2014

Ementa: AGRAVO REGIMENTAL. HABEAS CORPUS. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE . MEDIDA SOCIOEDUCATIVA DE INTERNAÇÃO APLICADA. ATO INFRACIONAL ANÁLOGO AO CRIME PREVISTO NO ART. 33 DA LEI 11.343 /06. NÃO OCORRÊNCIA DAS HIPÓTESES DO ARTIGO 122 DO ALUDIDO ESTATUTO. FLAGRANTE ILEGALIDADE. OCORRÊNCIA. SÚMULA 492 DO STJ. RECURSO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. 1. A medida socioeducativa de internação somente pode ser imposta ao adolescente se não houver outra mais adequada e menos gravosa à sua liberdade, e caso o adolescente incida em quaisquer das hipóteses previstas no artigo 122 do Estatuto da Criança e do Adolescente . 2. O ato infracional análogo ao crime de tráfico de entorpecentes, a despeito da sua natureza hedionda, não dá ensejo, por si só, à aplicação da medida socioeducativa de internação, já que a conduta não pressupõe violência ou grave ameaça a pessoa. 3. Diante de reiterados julgados no tocante ao tema, esta Corte, recentemente, por meio do Enunciado Sumular n.º 492 sedimentou o seguinte entendimento: "O ato infracional análogo ao tráfico de drogas, por si só, não conduz obrigatoriamente à imposição de medida socioeducativa de internação do adolescente." 4. Agravo regimental a que se nega provimento.

STJ - HABEAS CORPUS HC 124938 BA 2008/0285564-3 (STJ)

Data de publicação: 08/11/2010

Ementa: HABEAS CORPUS. TRÁFICO DE ENTORPECENTES E VENDA OU FORNECIMENTO DESUBSTÂNCIAS TÓXICAS A CRIANÇAS OU ADOLESCENTES (ARTIGOS 33 DA LEI11.343/2006, E 243 DO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ).AUSÊNCIA DE LAUDO QUE COMPROVE A SUBSTÂNCIA ENTORPECENTE, OU AIDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO QUE CONTENHA COMPONENTE CAPAZ DE CAUSARDEPENDÊNCIA. IMPOSSIBILIDADE DE COMPROVAÇÃO DA MATERIALIDADE DOSDELITOS. 1. Conquanto existam precedentes que, na hipótese de inexistência deapreensão da droga ou dos produtos cujos componentes possam causardependência física ou psíquica, dispensam laudo para comprovar amaterialidade, respectivamente, dos delitos de tráfico deentorpecentes (artigo 33 da Lei 11.343 /2006) e venda ou fornecimentode substâncias tóxicas para crianças ou adolescentes (artigo 243 daLei 8.069/1990), a melhor compreensão é a que defende aindispensabilidade da perícia nos crimes em questão. 2. A constatação da aptidão da substância ou elemento contidos noproduto para produzir dependência, ou seja, para viciar alguém, só épossível mediante perícia, já que tal verificação depende deconhecimentos técnicos específicos. Doutrina. 3. O artigo 50 , § 1º , da Lei 11.343 /2006 não admite a prisão emflagrante e o recebimento da denúncia sem que seja demonstrada, aomenos em juízo inicial, a materialidade da conduta por meio de laudode constatação preliminar da substância entorpecente, que configuracondição de procedibilidade para a apuração do ilícito de tráfico.Precedentes.OFERTA DE BEBIDA ALCOÓLICA, MACONHA E COCAÍNA A ADOLESCENTES.ALEGAÇÃO DE DUPLA INCRIMINAÇÃO. PACIENTE DENUNCIADO PELA PRÁTICA DOSCRIMES DISPOSTOS NOS ARTIGOS 33 DA LEI 11.343 /2006, E 243 DA LEI8. 069 /1990. SUBSIDIARIEDADE DO ARTIGO 243 DO ECA .1. O delito de venda ou fornecimento de substâncias tóxicas paracrianças ou adolescentes é subsidiário, consoante previsão dopróprio tipo penal, no qual consta que a pena para o ilícito é de 02 (dois) a 04 (quatro) anos de detenção, se o fato não constituircrime mais grave.2...

Encontrado em: :FED LEI: 008069 ANO:1990 ART : 00081 ART : 00243 ART : 0244A ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE...: 008069 ANO:1990 ART : 00081 ART : 00243 ART : 0244A ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE OFERTA...-90 LEG:FED LEI: 008069 ANO:1990 ART : 00081 ART : 00243 ART : 0244A ESTATUTO DA CRIANÇA...

STJ - RECURSO ESPECIAL REsp 1182213 PR 2010/0035680-7 (STJ)

Data de publicação: 01/02/2011

Ementa: CRIMINAL. RECURSO ESPECIAL. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE .ATO INFRACIONAL EQUIPARADO AO CRIME DE TRÁFICO DE DROGAS. ARTIGO 33DA LEI 11.343 /06. REITERAÇÃO QUE NÃO SE CONFUNDE COM REINCIDÊNCIA.PRECEDENTES. RECURSO ESPECIAL PROVIDO. I. A jurisprudência desta Corte é assente no sentido de que areiteração prevista no art. 122 , II e III , da Lei 8.069 /90, nãosignifica reincidência, sendo que, para a sua caracterização, énecessária a prática de três atos anteriores, seja infração grave oumedida anteriormente imposta, regra essa que não se subsume àpresente hipótese. II. Precedentes desta Corte. III. Acórdão que deve se cassado, permitindo à paciente aguardar emliberdade assistida a prolação de nova decisão. IV. Recurso especial provido, nos termos do voto do relator.

Encontrado em: : 008069 ANO:1990 ART : 00122 INC:00002 INC:00003 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE LDR-06 LEG:FED LEI... INC:00003 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - MEDIDA... DE INTERNAÇÃO - CONCEITO DE REITERAÇÃO - DIFERENTE DE REINCIDÊNCIA STJ - ESTATUTO DA CRIANÇA...

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00538496220138190021 RJ 0053849-62.2013.8.19.0021 (TJ-RJ)

Data de publicação: 23/09/2014

Ementa: APELAÇÃO MINISTERIAL. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. ATOS INFRACIONAIS ANÁLOGOS AOS CRIMES DOS ARTIGOS 33 E 35, AMBOS DA LEI 11.343/06. Adolescente apreendido em flagrante em local conhecido como "boca de fumo", na companhia de imputável que confessa estarem ambos associados à facção criminosa atuante na localidade. A autoria em relação ao ato infracional análogo ao crime de associação para o tráfico de drogas é inconteste, eis que ressai da própria apreensão em flagrante do menor, bem como, pela confissão do maior. Apelado que não estuda, não exerce atividade laboratícia lícita e integra facção criminosa armada. Necessidade de maior proteção e acompanhamento da ressocialização do menor. A medida de liberdade assistida é a que se mostra adequada à realidade em que o adolescente está inserido. RECURSO CONHECIDO E PARCIALMENTE PROVIDO para aplicar ao menor Edilson Gabriel Correia Lima a medida socioeducativa de liberdade assistida, em razão da prática de ato infracional análogo ao crime de associação para o tráfico ilícito de entorpecentes.

TJ-RJ - HABEAS CORPUS HC 00495411220148190000 RJ 0049541-12.2014.8.19.0000 (TJ-RJ)

Data de publicação: 14/10/2014

Ementa: "HABEAS CORPUS. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. ATO INFRACIONAL ANÁLOGO AO DELITO DEFINIDO NO ARTIGO 33 DA LEI Nº 11.343/06. MEDIDA SOCIOEDUCATIVA PROVISÓRIA DE INTERNAÇÃO. CONSTRANGIMENTO ILEGAL. INOCORRÊNCIA. A decisão impugnada está satisfatoriamente fundamentada e foi proferida com obediência às exigências do Estatuto Menorista. Nenhuma ilegalidade se vislumbra na referida decisão, que propiciará a retirada da adolescente das ruas e do convívio com as drogas, bem como permitirá um estudo mais aprofundado do caso. ORDEM DENEGADA."

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00450251320128190066 RJ 0045025-13.2012.8.19.0066 (TJ-RJ)

Data de publicação: 08/10/2014

Ementa: EMENTA: ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. ATO INFRACIONAL DES-CRITO NO ARTIGO 33, CAPUT, DA LEI 11.343.06 (DELITO EQUIPARADO A HEDI-ONDO). 1º) A DEFESA NÃO CONTESTA (NEM PODERIA, POIS A PROVA É ROBUSTA) QUE O ADOLESCENTE PRATICOU O ATO INFRACIO-NAL DESCRITO NA REPRESENTAÇÃO MINISTE-RIAL. PORTANTO, REVELA-SE JURIDICAMENTE INADMISSÍVEL NÃO SE APLICAR A RES-PECTIVA MEDIDA SOCIOEDUCATIVA; 2º) EX-CETUADAS AS HIPÓTESES PREVISTAS NOS INCISOS II E III, DO ARTIGO 122, DA LEI 8.069/90, QUE COMPORTAM A INTERNAÇÃO, A SEMILIBERDADE É A ÚNICA MEDIDA SO-CIOEDUCATIVA ADEQUADA AO CASO CON-CRETO (MENOR QUE TRAFICA DROGA). DSESPROVIMENTO DO APELO DEFENSIVO.

TJ-RS - Apelação Cível AC 70058188467 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 22/07/2014

Ementa: APELAÇÕES CÍVEIS. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. ATOS INFRACIONAIS EQUIPARADO AOS CRIMES DE TRÁFICO DE DROGAS E ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO. ARTIGOS 33, "CAPUT" E 35, AMBOS DA LEI N.º 11.343/06. PRELIMINAR. Nulidade do feito por ausência de laudo da equipe interdisciplinar. Inocorrência. MÉRITO. Materialidade e autoria comprovadas. Medida socioeducativa de semiliberdade corretamente aplicada, não servindo a confissão do infrator para abrandá-la. PRELIMINAR REJEITADA. APELO DESPROVIDO. (Apelação Cível Nº 70058188467, Sétima Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Sandra Brisolara Medeiros, Julgado em 18/07/2014)

TJ-DF - Apelacao Criminal APR 20130130005783 DF 0000347-71.2013.8.07.0013 (TJ-DF)

Data de publicação: 05/02/2014

Ementa: ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - ATOS INFRACIONAIS ANÁLOGOS AOS CRIMES DOS ARTIGOS 33 , 35 , CAPUT, DA LEI 11.343 /06 - PROVAS CONTUNDENTES - SENTENÇA MANTIDA. I. OS ATOS INFRACIONAIS ANÁLOGOS AOS CRIMES DE TRÁFICO DE DROGAS E ASSOCIAÇÃO PARA O TRÁFICO SÃO DE NATUREZA GRAVE. II. IMPOSSÍVEL A APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO IN DUBIO PRO REO QUANDO HÁ PROVAS CONTUNDENTES DA PRÁTICA DO ATO INFRACIONAL. III. A SEMILIBERDADE PODE CUMPRIR EFETIVAMENTE O PAPEL SOCIOEDUCATIVO. O CONTEXTO PESSOAL FAMILIAR É FAVORÁVEL À MEDIDA. IV. APELO IMPROVIDO.

Encontrado em: , EXAME, GRAVIDADE, CONDUTA, REITERAÇÃO, ATO INFRACIONAL, DESFAVORECIMENTO, CONDIÇÃO PESSOAL, ADOLESCENTE

TJ-RJ - APELACAO APL 00087036220128190011 RJ 0008703-62.2012.8.19.0011 (TJ-RJ)

Data de publicação: 02/04/2013

Ementa: EMENTA - ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE . ATO INFRACIONAL ANÁLOGO AO DESCRITO NO ARTIGO 33 , DA LEI 11.343 /06. Menor apreendido tendo em seu poder certa quantidade de droga, descrita como 188,73 g de erva seca e prensada de coloração pardo-esverdeada, acondicionados em 71 invólucros plásticos fechados com grampo sobre retalho de papel branco com a inscrição "hidropônica 10 CVRL". Autoria e materialidade demonstradas. Palavra dos agentes da lei. Validade. Súmula 70 do TJ. Representado que se encontrava na casa onde o material foi encontrado há uma semana. Impossibilidade da alegação de desconhecimento da existência do entorpecente. Laudo e depoimento dos policiais que não permitem a absolvição. Medida de internação. Em se tratando de tráfico de drogas é reconhecida a ineficácia de aplicação de medida punitiva mais branda que a de internação para atingir as metas definidas no Estatuto da Criança e do Adolescente , mormente quando os próprios pais não conseguem mais ter o controle sobre o menor para retirá-lo do tráfico. Mais especificamente, no caso, temos que a FAI do adolescente demonstra claramente que a situação do representado amolda-se ao art. 122 , II , do ECA . Reiteração no cometimento de outras infrações graves. A internação se afigura a melhor opção à apelante. Recurso a que se nega provimento.

TJ-RS - Apelação Cível AC 70053099545 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 04/06/2013

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. DECISÃO POR ATO DA RELATORA (ART. 557 DO CPC ). ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE . DIREITO À SAÚDE. AVALIAÇÃO PSIQUIÁTRICA. USUÁRIO DE SUBSTÂNCIAS ENTORPECENTES. RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA DOS ENTES PÚBLICOS. OPERACIONALIDADE DAS GARANTIAS CONSTITUCIONAIS FUNDAMENTAIS. FATOR DE RELATIVIZAÇÃO DOS PRINCÍPIOS DA LEGALIDADE E DA RESERVA DO POSSÍVEL. INTELIGÊNCIA DOS ARTIGOS 227 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL E 11 , § 2º , DO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE . NECESSIDADE COMPROVADA NOS AUTOS. APELO DESPROVIDO. (Apelação Cível Nº 70053099545, Sétima Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Sandra Brisolara Medeiros, Julgado em 31/05/2013)

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca