Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
02 de setembro de 2014

TST - RECURSO DE REVISTA RR 14221420125110016 (TST)

Data de publicação: 14/03/2014

Ementa: RECURSO DE REVISTA . AUSÊNCIA DE RECOLHIMENTO DO FGTS . DANO MORAL. CONFIGURAÇÃO. A configuração do dano moral, segundo dispõe o art. 186 do Código Civil , pressupõe a existência de conduta ilícita do pretenso ofensor. Assim, a simples ausência de depósito do FGTS não autoriza o deferimento da indenização pretendida. Recurso de revista não conhecido.

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 944004020065020446 (TST)

Data de publicação: 01/08/2014

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. CERCEIO DE DEFESA. DIFERENÇAS DO FGTS. DANO MORAL. DESPACHO MANTIDO POR SEUS PRÓPRIOS FUNDAMENTOS. A despeito das razões expostas pela parte agravante, merece ser mantido o despacho que negou seguimento ao Recurso de Revista, pois subsistentes os seus fundamentos. Agravo de Instrumento conhecido e desprovido .

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 5525920115060010 552-59.2011.5.06.0010 (TST)

Data de publicação: 01/07/2013

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. PRESCRIÇÃO - FGTS. DANO MORAL. JUROS DE MORA. HONORÁRIOS DE ADVOGADO. Nega-se provimento a agravo de instrumento que visa liberar recurso despido dos pressupostos de cabimento. Agravo desprovido.

TRT-1 - Recurso Ordinário RO 00004115520115010341 RJ (TRT-1)

Data de publicação: 20/02/2014

Ementa: RECURSO ORDINÁRIO. CONTRATO NULO. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. AUSÊNCIA DE DEPÓSITOS DO FGTS. DANO MORAL. INEXISTÊNCIA. A ausência de depósitos do FGTS não gera danos de ordem moral, mas de natureza exclusivamente patrimonial.

TRT-1 - Recurso Ordinário RO 7462420115010002 RJ (TRT-1)

Data de publicação: 22/08/2013

Ementa: DEMORA NO LEVANTAMENTO DO FGTS. DANO MORAL. INEXISTÊNCIA. LESÃO DE ORDEM PATRIMONIAL. A impossibilidade de pronto levantamento dos depósitos do FGTS, por si só, sem outros elementos, não enseja dano moral e as lesões narradas pelo autor são de cunho patrimonial e não moral. Apelo provido para excluir da condenação a indenização por dano moral.

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 12001220075150145 1200-12.2007.5.15.0145 (TST)

Data de publicação: 28/09/2011

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. PRELIMINAR DE NULIDADE. NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. ACIDENTE DO TRABALHO. DANO MORAL E PATRIMONIAL. INDENIZAÇÃO FGTS. DANO MORAL. VALOR ARBITRADO. Não configurada violação direta e literal de preceito da lei federal ou da Constituição da República, nem divergência jurisprudencial hábil e específica, nos moldes das alíneas a e c do artigo 896 da CLT , inviável o trânsito da revista e, consequentemente, o provimento do agravo de instrumento. Agravo de instrumento conhecido e não provido.

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 12001220075150145 1200-12.2007.5.15.0145 (TST)

Data de publicação: 07/10/2011

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. PRELIMINAR DE NULIDADE. NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. ACIDENTE DO TRABALHO. DANO MORAL E PATRIMONIAL. INDENIZAÇÃO FGTS. DANO MORAL. VALOR ARBITRADO. Não configurada violação direta e literal de preceito da lei federal ou da Constituição da República, nem divergência jurisprudencial hábil e específica, nos moldes das alíneas a e c do artigo 896 da CLT , inviável o trânsito da revista e, consequentemente, o provimento do agravo de instrumento. Agravo de instrumento conhecido e não provido.

TRF-4 - APELAÇÃO CIVEL AC 50348617020134047000 PR 5034861-70.2013.404.7000 (TRF-4)

Data de publicação: 16/07/2014

Ementa: ADMINISTRATIVO. CIVIL. CEF. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO. INDEVIDO SAQUE NA CONTA DE FGTS. DANO MORAL PREJUÍZO NÃO CONFIGURADO. 1. Meros transtornos na rotina não são o bastante para dar ensejo à ocorrência de dano moral, o qual demanda, para sua configuração, a existência de fato dotado de gravidade capaz de gerar abalo profundo, no plano social, objetivo, externo, de modo a que se configurem situações de constrangimento, humilhação ou degradação e não apenas dissabor decorrente de intercorrências do cotidiano. 2. Considerando a impossibilidade de saque do FGTS pela autora, vez que não preenchia os requisitos autorizadores da Lei 8.036 /90, e que em nada repercutiu na negociação da autora para a aquisição do imóvel o fato de os valores do FGTS terem permanecido em outra conta que não a sua, durante o período de 22/03 a 14/08/2013, não se vislumbra prejuízo relevante experimentado pela autora. 3. Cabe à Autora provar os fatos veiculados na peça inicial.

TRT-1 - Recurso Ordinário RO 00015631620125010241 RJ (TRT-1)

Data de publicação: 15/04/2014

Ementa: ERRO NO PREENCHIMENTO DAS GUIAS DE SEGURO DESEMPREGO E FGTS. DANO MORAL CARACTERIZADO. A anotação equivocada da data de término do contrato de trabalho na CTPS do autor gerou dificuldades para este se habilitar ao saque do seguro desemprego e efetuasse o saque do FGTS e da multa de 40%. Restou indubitável que tal erro da ré gerou atraso para que o autor efetuasse os aludidos saques, que apenas foram realizados por meio de alvará e ofício emitidos pelo Juízo a quo, quase um ano após a homologação da rescisão contratual. Sendo assim, com a ressalva do meu entendimento acerca da matéria e, por economia processual, dou provimento ao apelo do autor com relação ao dano moral decorrente do inadimplemento da aludida obrigação de fazer da ré. Portanto, reformo a sentença de primeiro grau, para arbitrar o valor de R$ 5.000,00 a título de indenização por danos morais a ser paga ao autor. Apelo a que se dá parcial provimento. Relator : Des. Marcelo Antero de Carvalho Recorrente : Marcos Paulo Marins de Souza Recorrido : Drogaria PH de Icaraí LTDA 1. RELATÓRIO

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 23545920105060000 2354-59.2010.5.06.0000 (TST)

Data de publicação: 10/12/2010

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. PRESCRIÇÃO QUANTO ÀS DIFERENÇAS DE DEPÓSITO DO FGTS. DANO MORAL. DOENÇA OCUPACIONAL. APREENDEDORA DE ANIMAIS PORTADORA DE DOENÇA PARASITÁRIA. TRABALHO EM CONDIÇÃO INSALUBRE. Diante do óbice do art. 896 , § 4º , da CLT e da Súmula 333 /TST, quanto à prescrição das diferenças de depósito do FGTS, uma vez que a decisão regional está em consonância com a Súmula 362 /TST, e porque não demonstrada a violação dos dispositivos legais e constitucionais apontados com relação ao dano moral, não merece ser admitido o recurso de revista.

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca