Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
02 de setembro de 2015

TJ-MG - 104810302036910011 MG 1.0481.03.020369-1/001(1) (TJ-MG)

Data de publicação: 05/09/2008

Ementa: ADMINISTRATIVO - INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS - PUNIÇÃO DE MILITAR - DETENÇÃO E TRANSFERÊNCIA - INFRAÇÃO AO REGULAMENTO DISCIPLINAR DA POLÍCIA MILITAR - LEGALIDADE DOS ATOS ADMINISTRATIVOS - DEVER DE REPARAÇÃO NÃO CONFIGURADO. O regime jurídico estatutário que rege a relação entre servidor e Administração permite que a última altere unilateralmente as condições de prestação do serviço. Dentre estas prerrogativas existe expressa previsão legal que possibilita a transferência dos servidores, por questões de disciplina, ou caso o administrador entenda ser oportuno e conveniente fazê-lo. A atuação administrativa dentro da legalidade e discricionariedade na sua gestão não deve gerar dever de indenizar, mormente quando não fica demonstrado o liame entre a atuação pública e eventuais danos à saúde do servidor, que podem muito bem advir de fatores diversos à atuação do Poder Público.

TJ-SP - Apelação APL 9133811302005826 SP 9133811-30.2005.8.26.0000 (TJ-SP)

Data de publicação: 24/03/2011

Ementa: OBRIGAÇÃO DE NAO FAZER - Pleito proposto contra Policial Militar -Suscitada incompatibilidade do cargo para a atividade de instrutor de condutores em estabelecimento de ensino privado -Aventada infração ao regulamento disciplinar da Polícia Militar (LC 893 /2001) e artigo 37 "caput" da Constituição Federal - Competência reservada às Câmaras de Direito Público deste Tribunal (Prov. 63/2004) - Remessa determinada ? Apelo não conhecido.

TJ-AL - Habeas Corpus HC 05003089420138020000 AL 0500308-94.2013.8.02.0000 (TJ-AL)

Data de publicação: 26/03/2014

Ementa: HABEAS CORPUS. MILITAR. SANÇÃO DISCIPLINAR DE PRISÃO. ART. 12 DO REGULAMENTO DISCIPLINAR DA POLÍCIA MILITAR DE ALAGOAS. INEXISTÊNCIA DE SINDICÂNCIA PARA A APURAÇÃO DA INFRAÇÃO DISCIPLINAR. OFENSA AOS PRINCÍPIOS DO CONTRADITÓRIO E DA AMPLA DEFESA. AUSÊNCIA DE DEMONSTRAÇÃO DA NECESSIDADE DE PROVIDÊNCIA IMEDIATA. MANIFESTA ILEGALIDADE DA SEGREGAÇÃO. 01 – Tendo em vista que o paciente cumpriu apenas 48 (quarenta e oito) horas da punição total de 72 (setenta e duas) horas do acautelamento imposto, tendo sido liberado por decisão em regime de plantão exarada pela Presidência deste Sodalício, tem-se que não está prejudicada a ação constitucional, ante a possibilidade de o paciente ainda ter que se recolher, pelo prazo das 24 (vinte e quatro) horas restantes, caso a ordem seja denegada, uma vez que não se exauriu, por completo, o lapso temporal da prisão. 02 - Em sendo verificado o cometimento de falta disciplinar pelo militar, deveria ter dado ciência ao Comandante Geral da Corporação de todos os fatos, cabendo a este a instauração do competente procedimento administrativo disciplinar para a apuração da infração relatada, apto a justificar a aplicação da medida sancionatória, a fim de se garantir a ampla defesa e o contraditório do transgressor. 03 De acordo com o disposto no art. 12 do Regulamento Disciplinar da Polícia Militar de Alagoas - RDPM/AL, a aplicação da sanção para a preservação da disciplina e do decoro da Corporação nele insculpida, exige "pronta intervenção" da "autoridade policial militar" que presenciar ou tomar conhecimento do fato. HABEAS CORPUS CONHECIDO. ORDEM CONCEDIDA. DECISÃO UNÂNIME.

TJ-DF - Apelação Cí­vel APL 1114255320068070001 DF 0111425-53.2006.807.0001 (TJ-DF)

Data de publicação: 05/10/2009

Ementa: DIREITO CONSTITUCIONAL, ADMINISTRATIVO, PENAL E PROCESSUAL MILITAR. INFRAÇÃO DISCIPLINAR. PRISÃO E EXPULSÃO DA CORPORAÇÃO. REGULAMENTO DISCIPLINAR DO EXÉRCITO BRASILEIRO. POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS. APLICABILIDADE. INCOSTITUCIONALIDADE. AUSÊNCIA. PRECEDENTES DESTA CORTE E DO STF. PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO. INOBSERVÂNCIA DO DEVIDO PROCESSO LEGAL. REGULARIDADE. MAU COMPORTAMENTO E INDISCIPLINA. CAUSA. DOENÇA PSICOLÓGICA. AUSÊNCIA DE PROVAS. APELO PROVIDO. 1. CONFORME PRECEDENTES DESTA CORTE, BEM COMO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, NÃO HÁ NENHUMA INCONSTITUCIONALIDADE NA APLICAÇÃO DO REGULAMENTO DISCIPLINAR DO EXÉRCITO BRASILEIRO À POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS, AINDA QUE DECORRENTE DE DECRETO (DECRETO N. 90.608 /84). 2. DEVE SER DECLARADO NULO O ATO DE EXPULSÃO DO INTEGRANTE DE CORPORAÇÃO MILITAR, SE O CONSELHO DE DISCIPLINA INSTAURADO COM ESSE OBJETIVO ESTÁ ALICERÇADO EM BASE EIVADA DE NULIDADE, CONSUBSTANCIADA EM HISTÓRICO DE TRANSGRESSÕES DISCIPLINARES PELAS QUAIS FORAM IMPOSTAS PUNIÇÕES SEM PRÉVIO PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO QUE OBSERVASSE O DEVIDO PROCESSO LEGAL, A OPORTUNIDADE DE AMPLA DEFESA E DE EXERCÍCIO DO CONTRADITÓRIO.

Encontrado em: - 61 "> 0000FF"> ART- 142 PAR-2 CÓDIGO PENAL MILITAR /1969 FED DEL- 1001 /1969 "> 0000FF"> ART- 311

TJ-DF - APELAÇÃO CÍVEL AC 4877198 DF (TJ-DF)

Data de publicação: 21/10/1998

Ementa: ADMINISTRATIVO. PRAÇA NÃO ESTÁVEL. LICENCIAMENTO A BEM DA DISCIPLINA. TEORIA DOS MOTIVOS DETERMINANTES. ANULAÇÃO DO ATO ADMINISTRATIVO. I- A MODERNA DOUTRINA ADMINISTRATIVISTA, AMPARADA PELO PRINCÍPIO DA LEGALIDADE INSCULPIDO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL , ACONSELHA A MOTIVAÇÃO DOS ATOS ADMINISTRATIVOS, PRINCIPALMENTE DISCRICIONÁRIOS, DE ORDEM A PERMITIR A VERIFICAÇÃO DE SUA LEGITIMIDADE. II- ALINHAVADOS PELA ADMINISTRAÇÃO AS CIRCUNSTÂNCIAS FÁTICAS E O FUNDAMENTO LEGAL QUE IMPULSIONARAM A PRÁTICA DO ATO, A LEGITIMIDADE DESTE DEPENDERÁ, INEXORAVELMENTE, DA PLAUSIBILIDADE DA MOTIVAÇÃO, DE ACORDO COM A TEORIA DOS MOTIVOS DETERMINANTES. III- ASSIM, CONSTANDO DOS AUTOS DO PROCESSO DE LICENCIAMENTO EX OFFICIO A BEM DA DISCIPLINA IMPOSTO A PRAÇA SEM ESTABILIDADE, QUE O ATO FOI MOTIVADO PELO COMETIMENTO, POR AQUELE, DE INFRAÇÃO AO REGULAMENTO DISCIPLINAR DA POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL, AO PODER JUDICIÁRIO É PERMITIDA A ANÁLISE DO MÉRITO ADMINISTRATIVO. IV- ESTANDO, OS FATOS INSERTOS NA MOTIVAÇÃO DO ATO, APARTADOS DE DÚVIDAS PELAS PROVAS PRODUZIDAS NO DECORRER DO PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO E DA INSTRUÇÃO DO PROCESSO JUDICIAL, PATENTE A LEGALIDADE DO LICENCIAMENTO DE OFÍCIO, COM REPOUSO NO ART. 109 DA LEI Nº 7289 /84.

TJ-SP - Apelação : APL 9133811302005826

Data de publicação: 24/03/2011

Decisão: de instrutor de condutores em estabelecimento de ensino privado -Aventada infração ao regulamento disciplinar da Polícia Militar (LC 893/2001) e artigo 37 "caput" da Constituição Federal - Competência reservada às Câmaras de Direito Público deste Tribunal (Prov. 63/2004) - Remessa determinada — Apelo não conhecido. Vistos, relatados e discutidos estes autos de APELAÇÃO CÍVEL nº 9133811-30.2005.8.26.0000, da Comarca de DOIS CÓRREGOS, sendo apelante CENTRO DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES MODELO S/C LTDA e apelado JOÃO AUGUSTO NOGUEIRA. ACORDAM, em Décima Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, por votação unânime, não conhecer do apelo e ordenar sua redistribuição à Seção de Direito Público. 1. Trata-se de apelação interposta contra a r. sentença de fls. 91/94, que julgou imprpced/nte ação de obrigação de não fazer promovida pelo recorrente Recorre o vencido repisand^os mesmos TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADO DE SÃO PAULO 10 Câmara - Direito Privado argumentos expendidos na inicial, ou seja, de que o cargo de Policial Militar ocupado atualmente pelo recorrido é incompatível com a atividade exercida de instrutor de auto-escola em centro de formação particular de condutores, na medida em que afronta regulamento disciplinar da própria corporação, invocando para tanto, ofensa ao disposto no artigo 8 , IX , da Lei Complementar 893 /2001, artigo 13 , item 26, além do artigo 37 , "caput" da Constituição Federal , que trata do princípio da moralidade (fls. 101/104). Recurso regularmente processado, com oferecimento de contrarrazões às fls. 108/110. 2. Do exame da inicial e das razões recursais verifica-se que a questão aqui debatida se foca em suposta infração disciplinar administrativa praticada por policial militar na ativa que não se compatibilizaria com o exercício de atividade de instrutor junto a estabelecimento particular de ensino de centro de formação de condutores (auto-escola). Ocorre, contudo, que a temática aqui em discussão envolve matéria afeta ao Direito Público, nos termos do provimento 63/2004, anexo I, capítulo 1, Seção de Direito Público, item I. / y Exemplifica esse entendimento o seguinte julgado: "Mandado de Segurança - Policial mMtar -atividades extracorporativas - necessidade de prova dhjfrejuízoà atividade - ato de demissão anulado por ilegalidade -sentença TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADO DE SÃO PAULO 10 Câmara - Direito Privado confirmada - Nega-se provimento ao recurso do Estado de São Paulo"'(TJ/SP - l Câmara de Direito Público - Apelação nº 411.672 5/6-00 - Relator Desembargador Venício Salles). Desse fato decorre o inevitável reconhecimento da incompetência desta Câmara e Seção de Direito Privado para conhecer do apelo e a conseqüente ordem de remessa dos autos a uma das E. Câmaras que compõem a Seção de Direito Público desta Corte, nos termos do Provimento 07/2007, da Corregedoria Geral dajustiça. 3. Ante o exposto, não se conhece do recurso, determinando-se a remessa dos autos para redistribuição à Seção de Direito Público desta Corte. Presidiu o julgamento, com voto, o Desembargador João Carlos Saletti e dele participou o Desembargador Coelho Mendes (revisor).... - Pleito proposto contra Policial Militar -Suscitada incompatibilidade do cargo para a atividade

TJ-SP - Apelação : APL 994040492524

Data de publicação: 07/04/2010

Decisão: e procedimento investigatório para apurar suposta infração ao Regulamento Disciplinar da Polícia Militar... DO INTERIOR SETE - REGIÃO DE SOROCABA Voto n° 207 Competência - Policial Militar -Procedimento Disciplinar... disciplinares militares é da Justiça Militar Estadual, em conformidade com o artigo 125, §§ 4 e 5...

TJ-SP - Apelação : APL 990101349400

Data de publicação: 26/08/2010

Decisão: ou registro anual, o que caracteriza infração ao Regulamento Disciplinar da Polícia Militar. Por fim, insurge... o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar do Estado de São Paulo, diante do exposto mesmo não está... anual. A Policia Militar deve aferir se o autor infringiu o Regulamento Disciplinar da Policia Militar...

TJ-DF - Apelação Cí­vel : APL 371298920088070001

Data de publicação: 19/03/2012

Decisão: PELO COMETIMENTO, POR AQUELE, DE INFRAÇÃO AO REGULAMENTO DISCIPLINAR DA POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO... DE INFRAÇÃO. NOTA FISCAL INIDONEA PARA COMPROVAR E ACOMPANHAR O TRÂNSITO DE MERCADORIAS. FALSIDADE... administrativo consubstanciado na lavratura de auto de infração pela emissão de nota fiscal inidônea...

TJ-DF - Apelação Cí­vel : APL 264823520088070001

Data de publicação: 07/05/2012

Decisão: MOTIVADO PELO COMETIMENTO, POR AQUELE, DE INFRAÇÃO AO REGULAMENTO DISCIPLINAR DA POLÍCIA MILITAR... a legalmente prevista para a infração praticada e não se mostra, ante as circunstâncias do caso concreto... administrativo disciplinar anterior. Ademais, assevera que não houve prejuízo ao erário, pois sempre...

1 2 3 4 5 182 183 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi, está procurando um advogado ou correspondente jurídico? Podemos te conectar com Advogados em qualquer cidade do Brasil.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca