Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
24 de outubro de 2014

TJ-MG - Agravo de Instrumento Cv AI 10473130010217002 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 11/04/2014

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. NUNCIAÇÃO DE OBRA NOVA. FATO NOVO. INVASÃO DO TERRENO VIZINHO. AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO. LITIGÂNCIA MÁ-FÉ. Não restando comprovado o alegado fato novo, sobretudo a invasão e as irregularidades noticiadas, deve ser indeferido o pedido para o embargo da obra do vizinho. Não há o que se falar em litigância de má-fé quando não há dolo processual ou prejuízo à parte contrária.

TJ-RS - Apelação Cível AC 70058408998 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 23/04/2014

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE NUNCIAÇÃO DE OBRA NOVA. AUSÊNCIA DE PREJUÍZO OU DE INVASÃO NO TERRENO PERTENCENTE À AUTORA. SENTENÇA MANTIDA. Caso em que restou comprovado não ter havido prejuízo ou invasão da parte do terreno pertencente à autora, em nada afetando seu direito de propriedade, mister a manutenção da sentença que julgou improcedentes os pedidos de demolição da obra e indenização por danos materiais. APELO DESPROVIDO. (Apelação Cível Nº 70058408998, Décima Sétima Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Gelson Rolim Stocker, Julgado em 17/04/2014)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70056219835 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 15/10/2013

Ementa: ADMINISTRATIVO. POSTE E FIAÇÃO DE REDE ELÉTRICA. INVASÃO DE TERRENO PARTICULAR. RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA. DESLOCAMENTO MÍNIMO. LAPSO TEMPORAL SUFICIENTE. Constando dos autos prova suficiente quanto a estar situado o poste da rede elétrica, com a respectiva fiação, sobre terreno particular, resta óbvia a responsabilidade da concessionária, que não pode transferir custos a quem padece da indevida invasão. Mais que suficiente o lapso temporal fixado para remoção do poste, especialmente por se tratar de mínimo deslocamento lateral, sem qualquer obstáculo em seu caminho, não fosse haver requerimento administrativo de mais de ano. DANOS MORAIS. OCORRÊNCIA. REDUÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO. A recalcitrância em realizar a remoção do poste e fiação de rede elétrica do terreno de propriedade da autora autoriza a condenação da concessionária ao pagamento de indenização por danos morais, devendo-se apenas proceder à redução do quantum fixado na sentença, para adequá-lo às peculiaridades do caso concreto, observados os parâmetros estabelecidos por este órgão fracionário para situações similares. (Apelação Cível Nº 70056219835, Vigésima Primeira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Armínio José Abreu Lima da Rosa, Julgado em 09/10/2013)

TJ-RS - Apelação Cível AC 70052894722 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 21/02/2013

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. NUNCIAÇÃO DE OBRA NOVA. CONSTRUÇÃO. INVASÃO DE TERRENO. NÃO COMPROVAÇÃO. DANOS AFASTADOS. DA ILEGITIMIDADE ATIVA: A sentença recorrida afastou a preliminar suscitada pelo requerido, razão pela qual não conheço do recurso da parte autora, por falta de interesse. DA CONSTRUÇÃO IRREGULAR: Não comprova a parte autora a alegada invasão do lote de terreno de sua propriedade pela construção no lote vizinho, ônus que era seu, nos termos do art. 333 , I , do CPC . DOS DANOS MORAIS E MATERIAIS: Ausência de responsabilidade do requerido por eventuais prejuízos materiais suportados, quando estes não vieram comprovados nos autos. Ademais, inexiste prova segura nos autos a demonstrar qualquer dano à personalidade, ou de ordem econômica, não podendo, assim, se falar em indenização por danos extra patrimoniais. Danos afastados. SUCUMBÊNCIA: Mantida. PREQUESTIONAMENTO: O prequestionamento de normas constitucionais e infraconstitucionais fica atendido nas razões de decidir deste julgado, o que dispensa manifestação pontual acerca de cada artigo aventado. Tampouco se negou vigência aos dispositivos normativos que resolvem a lide. NEGARAM PROVIMENTO AO APELO. (Apelação Cível Nº 70052894722, Décima Nona Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Eduardo João Lima Costa, Julgado em 07/02/2013)

TJ-SP - Apelação APL 30010920720138260648 SP 3001092-07.2013.8.26.0648 (TJ-SP)

Data de publicação: 27/05/2014

Ementa: APELAÇÃO. DIREITO DE VIZINHANÇA. AÇÃO DE NUNCIAÇÃO DE OBRA NOVA. CONSTRUÇÃO DE MURO DIVISÓRIO COM SIGNIFICATIVA INVASÃO DO TERRENO DO AUTOR. CERCEAMENTO DE DEFESA NÃO OCORRIDO. APELO DO RÉU IMPROVIDO. As questões postas ao crivo do Magistrado foram bem elucidadas, prescindindo, de tal arte, da reclamada dilação probatória. Não ocorreu violação ao devido processo legal. Houve ampla defesa e contraditório plenos. APELAÇÃO. DIREITO DE VIZINHANÇA. AÇÃO DE NUNCIAÇÃO DE OBRA NOVA. CONSTRUÇÃO DE MURO DIVISÓRIO COM SIGNIFICATIVA INVASÃO DO TERRENO DO AUTOR. NEXO DE CAUSALIDADE. DEMONSTRAÇÃO. APELO DO RÉU IMPROVIDO. O acervo probatório coligido nos autos confirma as irregularidades na obra do réu, configurando, por isso, uso nocivo de sua propriedade. Logo, revelou-se legítima a pretensão do autor em ver paralisadas as obras de construção do muro, como também de demolição da porção já edificada. Eventual discussão sobre a correta delimitação da propriedade deverá ser tratada na via judicial adequada.

TJ-MG - Agravo de Instrumento Cv AI 10243140000056001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 30/05/2014

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO - IMISSÃO NA POSSE - INVASÃO DE TERRENO DOADO PELO MUNICÍPIO AO AGRAVADO - AGRAVANTE QUE ALEGA OCUPAR O LOTE CONTÍGUO - QUESTÃO COMPLEXA - AUSÊNCIA DE PROVAS A CORROBORAR A TESE RECURSAL - AGRAVO NÃO PROVIDO 1. Tendo em vista a complexidade da matéria tratada, bem como a ausência de provas a respaldar a tese recursal, no sentido de que estaria, o agravante, a ocupar o lote contíguo ao reivindicado pelo agravado, forçosa a manutenção da decisão atacada. 2. Recurso não provido.

TJ-SP - Apelação APL 00025492820068260404 SP 0002549-28.2006.8.26.0404 (TJ-SP)

Data de publicação: 18/04/2013

Ementa: "DIREITO DE VIZINHANÇA - INVASÃO DE TERRENO VIZINHO ? AUSÊNCIA DE PROVA - SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA RECURSO IMPROVIDO. Se o autor não fez prova boa e cabal do fato constitutivo de seu direito, a pretensão condenatória não pode comportar juízo de procedência. A dúvida ou insuficiência de prova quanto a fato constitutivo milita contra o autor da demanda (art. 333 , inciso I , Código Processo Civil )".

TJ-RS - Apelação Cível AC 70049312929 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 21/08/2012

Ementa: AÇÃO DEMARCATÓRIA. LAUDO PERICIAL QUE APONTA A INVASÃO DO TERRENO DO AUTOR EM RAZÃO DA CERCA COLOCADA PELO REQUERIDO. MAPA CARTOGRÁFICO (FL. 142) ACOSTADO AOS AUTOS QUE CONFIRMA O AVANÇO. REPERCUSSÃO ECONÔMICA: GRAU MÉDIO. APELAÇÃO IMPROVIDA. (Apelação Cível Nº 70049312929, Décima Sétima Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Elaine Harzheim Macedo, Julgado em 16/08/2012)

TJ-SP - Apelação APL 00269010820008260001 SP 0026901-08.2000.8.26.0001 (TJ-SP)

Data de publicação: 12/07/2013

Ementa: DIREITO DE VIZINHANÇA INDENIZAÇÃO POR INVASÃO DE TERRENO PROVA PERICIAL INCONCLUSIVA QUANTO À INVASÃO PLANTA DE LOTEAMENTO QUE NÃO CORRESPONDE À REALIDADE FÁTICA NÃO COMPROVAÇÃO DOS FATOS CONSTITUTIVOS DO DIREITO RECURSO IMPROVIDO. 1. Conforme atestou o perito, a perda de área do imóvel dos demandantes pode ter sido causada tanto pelo acréscimo de área por outros lotes, como ainda pela própria impossibilidade de a quadra acomodar todos os títulos de propriedade, sendo certo que a planta de loteamento fornecida pelo 3º Cartório de Registro de Imóveis e juntada aos autos pelos requerentes não corresponde à realidade fática nem traz as dimensões dos lotes originais. Logo, sendo a prova inconclusiva quanto à efetiva invasão do lote dos requerentes pelos requeridos e sopesando-se ainda que o desfalque de área não se deu em favor dos últimos, tem-se que os fatos constitutivos do direito não restaram comprovados. 2. Recurso improvido.

TJ-RS - Apelação Cível AC 70034281121 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 16/03/2011

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. RESPONSABILIDADE CIVIL. INVASÃO DE TERRENO PARA RETIRADA DO HIDÔMETRO. DANOS MORAIS CONFIGURADOS. 1. Hipótese em que restou comprovada a arbitrariedade da demandada, quando da retirada do hidrômetro do terreno do autor, uma vez que não houve qualquer notificação ao proprietário, tendo agido os seus funcionários com abusividade no exercício da função. Dever de indenizar o autor, por ter sido este vítima de prática irregular causada pela concessionária. 2. Valor da condenação fixado de acordo com as peculiaridades do caso concreto, bem como observados os princípios da...

1 2 3 4 5 983 984 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca