Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
25 de novembro de 2014

TRT-2 - RECURSO ORDINÁRIO RO 00005064020135020001 SP 00005064020135020001 A28 (TRT-2)

Data de publicação: 15/09/2014

Ementa: JORNADA ORDINÁRIA DE SEIS HORAS. EXTRAPOLAÇÃO HABITUAL DA JORNADA. SUPRESSÃO DO INTERVALO DE UMA HORA PARA REFEIÇÃO E DESCANSO. HORA EXTRA CORRESPONDENTE AO INTERVALO DEVIDA. SÚMULA 437, IV, DO TST. O enunciado do item IV da Súmula 437, do E. TST, estabelece que a concessão de apenas 15 minutos para o trabalhador que excede habitualmente a jornada de 6 horas, como in casu, gera o direito a uma hora extraordinária por dia trabalhado. A autora extrapolava diariamente a jornada de 6 horas de trabalho e, por isso, faz jus à hora extra em razão da não concessão do intervalo de 1 (uma) para refeição e descanso.

Encontrado em: ATEND RELAC LTDA. RECURSO ORDINÁRIO RO 00005064020135020001 SP 00005064020135020001 A28 (TRT-2) VALDIR FLORINDO

TRT-10 - Recurso Ordinário RO 1364201101910008 DF 01364-2011-019-10-00-8 RO (TRT-10)

Data de publicação: 14/12/2012

Ementa: BANCÁRIO. HORAS EXTRAS. As atividades desenvolvidas pelo reclamante, embora envolvam responsabilidade própria da função, não denunciam o exercício de papel de representatividade do empregador e não se confunde com a fidúcia diferenciada que caracteriza o cargo de confiança. E exatamente por não desempenhar função de confiança é que fica obstado o enquadramento do reclamante no regime excepcional do art. 224 , § 2o , da CLT . O autor sujeita-se à jornada ordinária de seis horas. 1.

Encontrado em: Goncalves. Recorrido: Os Mesmos Recurso Ordinário RO 1364201101910008 DF 01364-2011-019-10-00-8 RO (TRT-10) Desembargadora Elke Doris Just 

TRT-3 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA RO 00177200902303000 0017700-96.2009.5.03.0023 (TRT-3)

Data de publicação: 29/07/2009

Ementa: BANCÁRIO. ANALISTA DE SISTEMAS. DIREITO À JORNADA ORDINÁRIA DE SEIS HORAS. A autora, exercendo a função de analista de sistemas, não detinha poderes que a fizessem coroar de hierarquia mais elevada, diferenciando-a dos colegas que exerciam atividade correlata, tampouco lhe foram confiados poderes de mando, gestão ou chefia que a pudessem fazer enquadrar na exceção do art. 224, parágrafo 2o., da CLT. A bancária não desempenhava qualquer cargo de direção, gerência, fiscalização, chefia ou equivalente, e nem cargo de confiança na estrutura do banco réu. Escorreita a r. sentença ao enquadrar a recorrida na regra geral prevista no art. 224, "caput", da CLT (jornada de 06 horas diárias). Na condição de bancária, exercendo atividades eminentemente técnicas, faz jus a reclamante à jornada diferenciada, devendo ser quitadas, como extras, as 7a. e 8a. horas trabalhadas, como se determinou em 1o. Grau. Saliente-se que a gratificação de função remunera apenas o trabalho de maior responsabilidade, o que tem essência inteiramente diversa do labor extraordinário, objeto de condenação. Ambas as matérias não se confundem, não podendo pretender o reclamado, sob argumento de que pagou gratificação de função, não cumprir sua obrigação legal de remunerar a mão-de-obra oferecida em sobrejornada. Não basta o simples recebimento de gratificação superior a 1/3 do salário base ou mesmo a nomenclatura do cargo, sendo necessário verificar se as tarefas desempenhadas de fato condizem com o cargo de confiança bancária em sentido estrito, conforme entendimento sedimentado na Súmula 102, I, do TST. E como se viu, as funções da autora consistiam apenas no desenvolvimento de sistemas operacionais e correspondente atividade de suporte, função meramente técnica, destituída de poderes de mando e de representação.

Encontrado em: ORDINARIO TRABALHISTA RO 00177200902303000 0017700-96.2009.5.03.0023 (TRT-3) Deoclecia Amorelli Dias

TRT-4 - Recurso Ordinário RO 00006560420135040021 RS 0000656-04.2013.5.04.0021 (TRT-4)

Data de publicação: 26/06/2014

Ementa: CONTAX S.A. BANCO DE HORAS. JORNADA DE SEIS HORAS. No período em que a autora estava sujeita à jornada ordinária de seis horas, é inválida a compensação pelo sistema de banco de horas, em virtude da previsão expressa, pelas normas coletivas, de que essa modalidade de compensação não se aplica aos trabalhadores de teleatendimento, com jornada de até 180 horas mensais.

Encontrado em: intrajornada, quando cumprida jornada igual ou superior a 7 horas e desde que a pausa fruída tenha sido...por unanimidade, DAR PARCIAL PROVIMENTO AO RECURSO ORDINÁRIO DA AUTORA para a) declarar inválido... o regime de compensação pelo sistema de banco de horas, quanto ao período imprescrito até janeiro...

TRT-2 - RECURSO ORDINÁRIO RO 3360520115020 SP 00003360520115020465 A28 (TRT-2)

Data de publicação: 01/07/2013

Ementa: Intervalo. Jornada ordinária de seis horas diárias. O trabalho além desse limite diário, ainda que habitual, não dá direito ao intervalo de descanso de uma hora, mas apenas ao pagamento do tempo excedente como horas extras ( CLT , 59).

Encontrado em: ORDINÁRIO RO 3360520115020 SP 00003360520115020465 A28 (TRT-2) RAFAEL EDSON PUGLIESE RIBEIRO

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 953418020075050022 95341-80.2007.5.05.0022 (TST)

Data de publicação: 17/08/2012

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA - HORAS EXTRAORDINÁRIAS - CARTÕES DE PONTO - SÚMULA Nº 338 DO TST. Consta do acórdão regional que, conforme os próprios controles de ponto acostados, o reclamante estava sujeito à jornada ordinária de seis horas , e não de oito horas como afirmado na contestação . Também das premissas fixadas pelo Tribunal Regional nota-se que, aplicada a presunção de veracidade da jornada inicial, esta não foi elidida por prova em contrário, uma vez que a empresa não apresentou controles de jornada a contento. Incidência da Súmula nº 338, I e II, do TST . Assim, desconstituir as assertivas do julgador a quo nos remete, obrigatoriamente, ao vedado revolvimento dos fatos e das provas, a teor da Súmula nº 126 do TST . Agravo de instrumento desprovido .

TRT-20 - 1019200292020002 SE 01019-2002-920-20-00-2 (TRT-20)

Data de publicação: 13/09/2002

Ementa: TRABALHO EM TURNOS ININTERRUPTOS DE REVEZAMENTO - ACORDO COLETIVO DE PRORROGAÇÃO DE JORNADA NÃO VIGENTE - SUBMISSÃO À JORNADA ORDINÁRIA DE SEIS HORAS. Verificando-se que o empregado recorrente ingressou na empresa recorrida quando não mais vigente o acordo coletivo que prorrogava em uma hora a jornada ordinária de seis horas, instituída para os turnos ininterruptos de revezamento (art. 7º , inciso XIV , da Constituição Federal ), faz jus à hora extraordinária que a ultrapassou, com os reflexos legais.

TRT-20 - Recurso Ordinário RECORD 256797 SE 2567/97 (TRT-20)

Data de publicação: 26/02/1998

Ementa: CONCESSÃO DE INTERVALO INTRAJORNADA DE UMA HORA - JORNADA ORDINÁRIA DE SEIS HORAS - INEXISTÊNCIA DE AFRONTA AO ART. 71 , § 4º , DA CLT . Possuindo a reclamante/recorrente jornada ordinária de seis horas, a teor do art. 224 da CLT , não faz jus ao intervalo de uma hora previsto no art. 71 da CLT , para a hipótese de jornada superior a seis horas, inexistindo no caso sub judice afronta ao art. 71 , § 4º , da CLT , máxime quando houve o recebimento em outro processo de duas horas extraordinárias por dia. Outrossim, não demonstrou a empregada não usufruir do intervalo de quinze minutos previsto no § 1º , do art. 224 , da CLT , o que autoriza a manutenção do comando sentencial.

Encontrado em: Libório da Silveira Recurso Ordinário RECORD 256797 SE 2567/97 (TRT-20)

TRT-6 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA RO 65100792009506 PE 0065100-79.2009.5.06.0005 (TRT-6)

Data de publicação: 06/07/2010

Ementa: PLANO DE CARGOS COMISSIONADOS DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - TRATAMENTO REMUNERATÓRIO DIFERENCIADO EM RAZÃO DA JORNADA DE TRABALHO (SEIS OU OITO HORAS) - SOLUÇÃO GENERALIZADA - IMPOSSIBILIDADE. O bancário que exerce atribuições técnicas, por força de disposição legal, tem direito à jornada ordinária de seis horas. Logo, evidenciada essa situação, limita-se o poder regulamentador a essa norma de ordem cogente, e a empresa não pode estabelecer jornada de oito horas nem, por tal argumento, faixas salariais diferenciadas. No entanto, tratando-se de titular de cargo ou função de confiança, sob pena de ofensa ao princípio constitucional da isonomia, é possível a fixação de remuneração proporcional à quantidade de horas trabalhadas. Dessa forma, a solução quanto à legalidade da redução salarial decorrente do retorno à jornada de seis horas, impõe a apreciação de cada caso em concreto, pois dependerá da natureza da função exercida pelo empregado. No caso em apreciação, constata-se ocorrê...

Encontrado em: . RECORRIDO: Alessandra Christina Mesquita Silva de Oliveira RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA RO 65100792009506

TRT-6 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA RO 164100252009506 PE 0164100-25.2009.5.06.0014 (TRT-6)

Data de publicação: 22/09/2010

Ementa: PLANO DE CARGOS COMISSIONADOS - REMUNERAÇÃO DIFERENCIADA EM RAZÃO DA JORNADA DE SEIS OU OITO HORAS - VALIDADE CONDICIONADA À NATUREZA DA FUNÇÃO. O bancário que exerce atribuições técnicas, por força de disposição legal, tem direito à jornada ordinária de seis horas. Logo, evidenciada essa situação, limita-se o poder regulamentador a essa norma de ordem cogente, e a empresa não pode estabelecer oito horas de trabalho nem, por tal argumento, faixas salariais diferenciadas. No entanto, tratando-se de titular de cargo ou função de confiança, sob pena de ofensa ao princípio constitucional da isonomia, é possível a fixação de remuneração proporcional à quantidade de horas trabalhadas. Dessa forma, a solução quanto à legalidade da redução salarial, decorrente do retorno à jornada de seis horas, impõe a apreciação de cada caso em concreto, pois dependerá da natureza da função exercida pelo empregado. No caso em apreciação, constata-se ocorrência de função técnica, o que autoriza o aco...

Encontrado em: , por unanimidade, dar provimento ao recurso ordinário, para, julgando procedente a reclamação... de Paula Machado Nascentes. RECORRIDO: Caixa Econômica Federal RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA RO

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca