Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
01 de novembro de 2014

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 1720002919995170006 172000-29.1999.5.17.0006 (TST)

Data de publicação: 22/10/2004

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO - DESPROVIMENTO - CONFISSÃO FICTA - PREPOSTO - JUNTADA POSTERIOR DA CARTA DE PREPOSIÇÃO - PROVA PERICIAL CONTRÁRIA À PRETENSÃO DA RECLAMANTE O acórdão regional entendeu que a juntada posterior da Carta de Preposição, além do fato de não ter sido deferido o depoimento pessoal e de haver laudo técnico contrário à pretensão da Reclamante, impede a configuração da confissão ficta. Não se prestam à divergência os arestos trazidos ao cotejo pela Reclamante.ESTABILIDADE ACIDENTÁRIA - REINTEGRAÇÃO - OJ Nº 230 DA SBDI-1/TSTA Orientação Jurisprudencial nº 230 da SBDI-1 desta Corte manifesta que, entre os requisitos da estabilidade acidentária, está a percepção de auxílio-doença acidentário. A percepção de simples auxílio-doença não confere direito à estabilidade acidentária. Em conseqüência, não há falar na reintegração da Reclamante.DANOS MORAISO Eg. Tribunal Regional, soberano no exame de fatos e provas, afirmou inexistir nexo causal entre a doença profissional e a conduta da Reclamada. Entendimento contrário demandaria o revolvimento de fatos e provas, o que é vedado em sede recursal extraordinária (Enunciado nº 126/TST).Agravo de Instrumento desprovido.

TRT-4 - Recurso Ordinário RO 00004509820135040761 RS 0000450-98.2013.5.04.0761 (TRT-4)

Data de publicação: 16/07/2014

Ementa: RECURSOS ORDINÁRIOS DAS PARTES - Matéria comumDANO MORAL. QUANTUM INDENIZATÓRIO. Demonstrando a prova produzida que o autor foi exposto à situação humilhante pelo empregador, com terceiros presenciando advertências dadas pelo superior hierárquico e comentários desabonadores proferidos por colegas de trabalho, mantém-se a condenação ao pagamento de indenização por dano moral. O valor da indenização deve ser minorado, adequando-o às circunstâncias vislumbradas no caso concreto. Nega-se provimento ao recurso do autor. Recurso do reclamado a que se dá parcial provimento.RECURSO ORDINÁRIO DO RECLAMANTE - Matéria remanescenteREVELIA E CONFISSÃO FICTA DO RECLAMADO. Regular a representação do reclamado, o qual compareceu às audiências e apresentou defesa, não havendo falar em revelia e confissão ficta em razão da juntada posterior da carta de preposição, sobremodo se inexistente impugnação em audiência quanto à condição de empregado do representante apresentado pelo réu como preposto.ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. AGENTES QUÍMICOS. Não constatada pela prova técnica pericial a exposição do reclamante a agentes insalubres químicos, conforme Anexo 13 da NR-15 da Portaria nº. 3.214/78, elididos pelo fornecimento e uso adequados de Equipamentos de Proteção Individual, circunstância não infirmada por outro meio de prova, não há falar em adicional de insalubridade. Negado provimento.HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS ASSISTENCIAIS. O deferimento de honorários de assistência judiciária está condicionado tão somente à comprovação do estado de miserabilidade do empregado, nos termos da Lei nº 1060 /50, sendo suficiente para a concessão do referido benefício a simples declaração de pobreza da parte. A fixação do percentual de 15% sobre o valor da condenação observa os parâmetros aplicados nesta Justiça Especializada, na forma do entendimento contido na Súmula 37 deste Tribunal Regional, estando contemplado, ainda, o disposto na OJ 348 da SDI-I do TST. Recurso provido no ponto....

TJ-DF - Apelacao Civel do Juizado Especial ACJ 20120111414013 DF 0141401-95.2012.8.07.0001 (TJ-DF)

Data de publicação: 22/07/2013

Ementa: JUIZADOS ESPECIAIS DA FAZENDA PÚBLICA. CAESB. COBRANÇA DE FATURA POR UTILIZAÇÃO DE ÁGUA DEPOIS DO CORTE DE FORNECIMENTO. PRELIMINARES. CARTA DE PREPOSIÇÃO JUNTADA APÓS A REALIZAÇÃO DA AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO. POSSIBILIDADE. REVELIA INEXISTENTE. CERCEAMENTO DE DEFESA. INOCORRÊNCIA. COMPROVADA A UTILIZAÇÃO DA ÁGUA DEPOIS DO CORTE PELA LEITURA DO HIDRÔMETRO. POSSIBILIDADE. 1 - COMPARECENDO O PREPOSTO À AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO, PERMITE-SE A JUNTADA POSTERIOR DA CARTA DE PREPOSIÇÃO, NÃO HAVENDO VEDAÇÃO LEGAL QUE IMPEÇA O PREPOSTO DE SOLICITAR PRAZO PARA POSTERIOR JUNTADA DO DOCUMENTO. DECISÃO QUE ENCONTRA AMPARO NOS PRINCÍPIOS DA SIMPLICIDADE, INFORMALIDADE E ECONOMIA PROCESSUAL QUE REGEM OS JUIZADOS ESPECIAIS E NÃO ATENTA CONTRA A GARANTIA CONSTITUCIONAL DA AMPLA DEFESA E DO CONTRADITÓRIO. 2 - O DESTINATÁRIO DA PROVA É O JUIZ, SENDO LIVRE PARA FORMAR O SEU LIVRE CONVENCIMENTO, CABENDO-LHE DETERMINAR AS PROVAS NECESSÁRIAS À INSTRUÇÃO DO PROCESSO, PODENDO INDEFERIR AS INÚTEIS OU MERAMENTE PROTELATÓRIAS, NOS TERMOS DOS ARTIGOS 130 E 131 DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL . ACRESÇA-SE QUE O AUTOR ALEGA PRETENDER PROVAR O CONSUMO DE ÁGUA COM PROVA TESTEMUNHAL, O QUE É IMPROVÁVEL. 3 - NÃO OBSTANTE TRATAR-SE DE NÍTIDA RELAÇÃO DE CONSUMO, NÃO ASSISTE RAZÃO À RECORRENTE. O CONSUMO FOI APURADO PELA DIFERENÇA ENTRE DUAS LEITURAS CONSECUTIVAS DO MESMO HIDRÔMETRO, CHEGANDO-SE AO CONSUMO FATURADO NO IMÓVEL. NA ÚLTIMA LEITURA ANTES DO CORTE, EM NOVEMBRO DE 2005 ERA DE 4222, E, DEPOIS DE RESTABELECIDO O FORNECIMENTO, EM OUTUBRO DE 2011 A LEITURA FOI DE 7691. CONSUMO DE ÁGUA PROVADO PELA CONCESSIONÁRIA DO SERVIÇO PÚBLICO, NÃO HÁ QUE SE FALAR EM INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA OU IMPOSSIBILIDADE DE PRODUÇÃO DE PROVA NEGATIVA PELA RECORRENTE. 4 - SENTENÇA MANTIDA. RECURSO CONHECIDO, PRELIMINARES AFASTADAS E NEGADO PROVIMENTO. CONDENO A RECORRENTE AO PAGAMENTO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS QUE FIXO EM 10% DO VALOR ATUALIZADO DA CAUSA.

TRT-1 - Recurso Ordinário RO 1460007120095010075 RJ (TRT-1)

Data de publicação: 25/01/2012

Ementa: CARTA DE PREPOSIÇÃO E PROCURAÇÃO. JUNTADA POSTERIOR. REVELIA NÃO CARACTERIZADA. Nos termos do artigo 844 da CLT , a revelia constitui consequência do não-comparecimento do réu à audiência, salientando que a reclamada compareceu a todas as audiências, acompanhada de advogado e preposto, munida de contestação escrita, não se podendo lhe atribuir a condição de revel pretendida pelo recorrente.

TJ-RJ - MANDADO DE SEGURANÇA MS 00022216320138199000 RJ 0002221-63.2013.8.19.9000 (TJ-RJ)

Data de publicação: 22/08/2014

Ementa: VOTO Mandado de segurança impetrado contra ato da Juíza do I Juizado Especial Cível da Comarca de Nova Iguaçu, que não recebeu recurso por intempestividade. Discussão sobre a existência de duas atas de audiência que, para análise do mandado de segurança, é periférica. Atas que, inobstante, existem, e a própria informação dos conciliadores admite que ambas foram lavradas. Se, por equívoco ou não, foram realizados dois atos, sendo que os respectivos termos deveriam estar nos autos. Tudo que ocorre no decorrer do processo deve estar nos autos, e a verificação de que houve um equívoco não autoriza qualquer pessoa, seja parte ou auxiliar do Juízo, a deixar de autuar ato regularmente praticado. Irregularidade no processamento que se verifica pela própria admissão de que foi realizada uma segunda audiência. Questão acerca da validade do segundo ato ou de suas consequências que não poderia ter sido decidida pelos conciliadores e ou serventuários envolvidos, devendo ser registrada regularmente nos autos para decisão pela MM. Juíza Titular do Juizado. Segunda ata que consigna que foram juntados documentos, incluindo carta de preposição, procuração e contrato social, o que agrava ainda mais a não juntada da segunda ata, pois tal procedimento implicou na ausência de juntada de tais documentos. Verificado que a parte ré - revel ou não - juntou atos constitutivos e procuração, tem-se por nulas as intimações posteriores das quais não constou o nome do patrono indicado pela ré, ora impetrante. Recurso inominado que, neste contexto, é tempestivo. Concessão da ordem para reconhecer a tempestividade do recurso inominado e determinar seu regular processamento. Vistos, etc. Pelas razões expendidas na ementa supra, VOTO por conhecer do mandado de segurança conceder a ordem para reconhecer a tempestividade do recurso inominado e determinar seu regular processamento. Sem custas ou honorários. Rio de Janeiro, 27 de junho de 2014 PAULO MELLO FEIJÓ Juiz de Direito - Relator PODER JUDICIÁRIO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª TURMA RECURSAL CÍVEL Processo nº 0002221-63.2013.8.19.9000 Impetrante: Nikon do Brasil Ltda. Impetrado: Juiz do I Juizado Especial Cível da Comarca de Nova Iguaçu Fls. 1 / 2...

TJ-DF - APELACAO CIVEL APC 20060110761963 DF (TJ-DF)

Data de publicação: 23/06/2008

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. PRELIMINAR. CERCEAMENTO DE DEFESA. DECISÃO PROFERIDA EM AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO. PRECLUSÃO. CARTA DE PREPOSIÇÃO. AUTORIZAÇÃO JUDICIAL PARA JUNTADA POSTERIOR. PENA DE CONFISSÃO AFASTADA. AJUIZAMENTO DE AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO. DEVEDOR JÁ FALECIDO. FATO DESCONHECIDO PELO BANCO CREDOR. GRATUIDADE DE JUSTIÇA. SOBRESTAMENTO DA CONDENAÇÃO. APELO IMPROVIDO. I - OPERA-SE A PRECLUSÃO QUANTO À ALEGAÇÃO DE CERCEAMENTO DE DEFESA SE PARTE NÃO INTERPÕE, NA PRÓPRIA AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO, O RECURSO DE AGRAVO RETIDO CONTRA O ATO DO JUIZ QUE, DISPENSANDO O DEPOIMENTO PESSOAL DO RÉU, ANTERIORMENTE DEFERIDO, PROFERE DESDE LOGO A SENTENÇA, CONFORME ESTABELECIDO NO ART. 523 , § 3º , DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL . II - O COMPARECIMENTO DO PREPOSTO À AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO SEM A RESPECTIVA CARTA DE PREPOSIÇÃO NÃO IMPORTA NA APLICAÇÃO DA PENA DE CONFISSÃO, SE O PRÓPRIO JULGADOR DISPENSA O DEPOIMENTO PESSOAL E FACULTA PRAZO PARA SUA APRESENTAÇÃO. ADEMAIS, TAL PENALIDADE NÃO INDUZ À PROCEDÊNCIA DO PEDIDO DE FORMA AUTOMÁTICA, POIS O JULGAMENTO DEPENDE, NECESSARIAMENTE, DOS DEMAIS ELEMENTOS COLIGIDOS AOS AUTOS. III - NÃO CONFIGURA DANO MORAL, APTO A AMPARAR PEDIDO DE INDENIZAÇÃO, O MERO AJUIZAMENTO DE AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO DE VEÍCULO EM DESFAVOR DE DEVEDOR JÁ FALECIDO, SE TAL CIRCUNSTÂNCIA ERA IGNORADA PELO BANCO CREDOR E AS PARCELAS ENCONTRAM-SE, DE FATO, EM ATRASO, DIANTE DA INOPERÂNCIA DO INVENTARIANTE. IV - CORRETA A SENTENÇA QUE CONDENA O AUTOR, BENEFICIÁRIO DA JUSTIÇA GRATUITA, AO PAGAMENTO DAS CUSTAS PROCESSUAIS E HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS, CONSIGNANDO QUE DEVERÃO SER OBSERVADOS OS DITAMES DO ART. 12 DA LEI Nº 1.060 /50, POIS TAL DISPOSITIVO NÃO ISENTA O BENEFICIÁRIO DA CONDENAÇÃO, MAS APENAS SUSPENDE A SUA EXIGIBILIDADE PELO PRAZO ALI PREVISTO. V - APELO IMPROVIDO

TJ-RJ - RECURSO INOMINADO RI 00041704920078190039 RJ 0004170-49.2007.8.19.0039 (TJ-RJ)

Data de publicação: 03/02/2010

Ementa: ato da audiência de conciliação os atos constitutivos. O Enunciado 8.12 da Consolidação dos Enunciados Jurídicos e Administrativos dos JECS e Turmas Recursais dispõe expressamente que: "Não é possível a regularização da representação (atos constitutivos e carta de preposição) após a audiência de conciliação, salvo na hipótese de acordo". Como não foi entabulado acordo na audiência de conciliação, impossível seria a juntada posterior dos atos constitutivos e carta de preposição, sendo acertada, como já disse, a decretação da revelia. No mérito, entendo que a sentença merece reforma, considerando que a revelia tem por efeitos a presunção relativa quanto à matéria fática alegada pelo autor, podendo o Juízo convencer-se do contrário. O STJ já se posicionou no sentido de que a definição de área local para fins de cobrança de tarifas a longa distância leva em conta aspectos técnicos, não estando necessariamente vinculados à divisão político-geográfica do município. Assim, os critérios utilizados para a definição de tais áreas formam o mérito administrativo, não podendo o poder judiciário se imiscuir em tais critérios em respeito ao princípio da separação dos poderes. Desta forma, reformulo entendimento próprio esposado em sentenças pretéritas, para adotar os fundamentos lançados no julgado da referida Corte Superior em sede de Recurso Especial nº 1.009.902 SC (2007/0280980-0): EMENTA PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. TELEFONIA. REGIÃO METROPOLITANA. TARIFA INTERURBANA COBRADA EM RELAÇÃO A LIGAÇÕES INTERMUNICIPAIS CONURBADAS. 1. Cuidam os autos de Ação Civil Pública, com pedido de antecipação de tutela, com vista à declaração de ilegalidade das tarifas diferenciadas nas ligações de telefonia fixa, entre terminais localizados em Municípios conurbados. 2. Firmou-se em ambas as Turmas que compõem a Primeira Seção do STJ o entendimento de que: a) a delimitação da chamada "área local", para fins de configuração do serviço de telefonia e cobrança da tarifa respectiva, leva em conta aspectos predominantemente técnicos, não necessariamente vinculados à divisão político-geográfica do município; b) previamente estipulados, esses critérios têm o efeito de propiciar aos eventuais interessados na prestação do serviço a análise da relação custo-benefício que determinará as bases do contrato de concessão; e c) não cabe ao Judiciário adentrar o mérito das normas e procedimentos regulatórios que inspiraram a configuração das "áreas locais". 3. Recursos Especiais providos." Isto posto, conheço do recurso e dou provimento ao mesmo para julgar improcedentes os pedidos autorais. Sem ônus sucumbenciais. Rio de Janeiro, 18 de dezembro de 2009 SUZANE VIANA MACEDO Juíza Relatora...

TRT-4 - Inteiro Teor. Recurso Ordinário: RO 4486420125040341 RS 0000448-64.2012.5.04.0341

Data de publicação: 29/04/2014

Decisão: posterior de carta de preposição da 2ª reclamada EPAVI com a inclusão da 1ª reclamada, ocorreu em razão... ". Na oportunidade, é juntada aos autos a  carta de preposição da fl. 111, em documento com timbre... que a carta de preposição à fl. 111 designou o Sr. João Silésio da Silva como representante apenas...

TRT-4 - Inteiro Teor. Recurso Ordinário: RO 4509820135040761 RS 0000450-98.2013.5.04.0761

Data de publicação: 16/07/2014

Decisão: defesa, não havendo falar em revelia e confissão ficta em razão da juntada posterior da carta... do reclamado em razão da juntada intempestiva da carta de preposição. Examino. De início, observo..., não vislumbro na juntada ulterior da carta de preposição elemento que conduza ao acolhimento...

TRT-2 - Inteiro Teor. 2041200604602000 SP (TRT-2)

Data de publicação: 21/09/2007

Decisão: . Todavia, o preposto da ré compareceu a audiência e requereu a juntada posterior da carta de preposição..., que confirmasse as assertivas da inicial. Em audiência foi deferida a juntada de contestação com documentos..., o que ocorreu às f.72. Ora, ainda que não seja usual conceder prazo para apresentar carta

1 2 3 4 5 59 60 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca