Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
20 de dezembro de 2014

TJ-PR - Apelação APL 11087531 PR 1108753-1 (Acórdão) (TJ-PR)

Data de publicação: 21/11/2014

Ementa: JHONNY DE FREITAS SANTOS, ao ser ouvido judicialmente (fls. 100) confirmou o recebimento do dinheiro e dois cheques referente à instalação efetuada pela empresa em que trabalhava, retendo o valor total de R$ 2.000,00 (dois mil reais) para si. Contudo, argumentou que em decorrência do desespero, por não ter recebido quatro meses de salário, decidiu reter esse valor como forma de pagamento. Sob o crivo do contraditório, a testemunha Adriana Silvero S. Rockembach (fls. 80) foi precisa em ratificar o que falou na delegacia, confirmando que efetuou o pagamento dos serviços prestados pela empresa Confidencial Alarmes LTDA., sendo pago através de cheques. Não se recorda de mais detalhes do fato. A vítima, Geovane Camargo da Fonseca, ao ser ouvida extrajudicialmente (fls. 07), disse ser sócio da empresa e que entrou em contato 3 com a cliente para cobrar o serviço prestado, essa informou que já havia realizado o pagamento ao funcionário JHONNY, dando uma parte em dinheiro e o restante em dois cheques, perfazendo um total de R$ 2.000,00 (dois mil reais). Entretanto, o valor pago não foi repassado. Destarte, o Juízo Sentenciante desclassificou o delito de apropriação indébita para o crime de exercício arbitrário das próprias razões, previsto no art. 345 do Código Penal, sob a argumentação "que a intenção do acusado era de ressarcir-se de valor a que teria direito". Assim, estabelece o artigo 345 do Código Penal, in verbis: Art. 345 - Fazer justiça pelas próprias mãos, para satisfazer pretensão, embora legítima, salvo quando a lei o permitir: Pena detenção de 15 (quinze) dias a 1 (um) mês, ou multa, além da pena correspondente à violência. Parágrafo único. Se não há emprego de violência, somente se procede mediante queixa. (Grifo nosso) Observa-se, o supramencionado artigo faz menção que para a sua configuração é necessário que a conduta do agente deva estar imbuída de pretensão legitima ou, ao menos, aparentemente legítima. In casu, essa pretensão não restou comprovada...

Encontrado em: ". Assim, estabelece o artigo 345 do Código Penal, in verbis: Art. 345 - Fazer justiça pelas próprias... mãos, para satisfazer pretensão, embora legítima, salvo quando a lei o permitir: Pena detenção de 15... SENTENCIANTE DESCLASSIFICOU A CONDUTA PARA O ART. 345 DO CÓDIGO PENAL - EXERCÍCIO ARBITRÁRIO DAS PRÓPRIAS...

TJ-MG - Apelação Cível AC 10707120231915001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 04/02/2013

Ementa: AÇÃO DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS - REQUISITOS PRESENTES - PRESENÇA DE INTERESSE DE AGIR - O interesse processual nasce diante da resistência que alguém oferece à satisfação da pretensão de outrem, porque este não pode fazer justiça pelas próprias mãos. Recurso Provido.

TJ-MG - Apelação Cível AC 10024112927447001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 03/06/2013

Ementa: AÇÃO DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS - REQUISITOS PRESENTES - PRESENÇA DE INTERESSE DE AGIR - O interesse processual nasce diante da resistência que alguém oferece à satisfação da pretensão de outrem, porque este não pode fazer justiça pelas próprias mãos. Recurso Provido.

TJ-MG - Apelação Cível AC 10701130069522001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 26/09/2013

Ementa: AÇÃO DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS - REQUISITOS PRESENTES - PRESENÇA DE INTERESSE DE AGIR - o interesse processual nasce diante da resistência que alguém oferece à satisfação da pretensão de outrem, porque este não pode fazer justiça pelas próprias mãos. Recurso Provido.

TJ-MG - Apelação Cível AC 10024122381155001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 03/06/2013

Ementa: AÇÃO DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS - REQUISITOS PRESENTES - PRESENÇA DE INTERESSE DE AGIR - o interesse processual nasce diante da resistência que alguém oferece à satisfação da pretensão de outrem, porque este não pode fazer justiça pelas próprias mãos. Recurso Provido.

TJ-MG - Apelação Cível AC 10707120293410001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 05/06/2013

Ementa: AÇÃO DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS - REQUISITOS PRESENTES - PRESENÇA DE INTERESSE DE AGIR - o interesse processual nasce diante da resistência que alguém oferece à satisfação da pretensão de outrem, porque este não pode fazer justiça pelas próprias mãos. Recurso Provido.

TJ-MG - Apelação Cível AC 10701120386621001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 20/09/2013

Ementa: AÇÃO DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS - REQUISITOS PRESENTES - PRESENÇA DE INTERESSE DE AGIR - o interesse processual nasce diante da resistência que alguém oferece à satisfação da pretensão de outrem, porque este não pode fazer justiça pelas próprias mãos. Recurso Provido.

TJ-MG - Apelação Cível AC 10145120188621001 MG (TJ-MG)

Data de publicação: 18/03/2013

Ementa: AÇÃO DE EXIBIÇÃO DE DOCUMENTOS - REQUISITOS PRESENTES - PRESENÇA DE INTERESSE DE AGIR - o interesse processual nasce diante da resistência que alguém oferece à satisfação da pretensão de outrem, porque este não pode fazer justiça pelas próprias mãos. Recurso Provido.

TJ-SP - Agravo de Instrumento AI 20253714420148260000 SP 2025371-44.2014.8.26.0000 (TJ-SP)

Data de publicação: 15/04/2014

Ementa: Contrato imobiliário Execução extrajudicial Prédio pronto, construção já ultimada, após a qual a unidade sub judice veio a ser compromissada à venda pelos agravados à recorrente Hipótese em que o artigo 63 da Lei de Condomínios e Incorporações não mais se aplica à relação jurídica pactuada, caindo esta no direito comum Sob pena, inclusive, de se perpetuar o direito de o antigo construtor fazer justiça pelas próprias mãos Agravo provido, para anular o leilão.

TJ-SP - Apelação APL 00261926520098260224 SP 0026192-65.2009.8.26.0224 (TJ-SP)

Data de publicação: 13/11/2014

Ementa: Apelação cível. Ação de indenização. Autor sofreu agressões iniciadas pelo réu. Desentendimento entre as partes. Repressão à justiça pelas próprias mãos, conforme prevê os artigos 1º , III , e 5º , XXXV , da CF e art. 345 do Código Penal . As provas dos autos são suficientes para comprovar a existência das agressões e a lesão sofrida pelo autor, que segundo testemunhas foram iniciadas pelo réu. Indenização. Valor arbitrado em R$5.000,00 é suficiente para reparação dos danos morais. Apelo desprovido.

1 2 3 4 5 999 1000 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca