Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
19 de setembro de 2014

Página 1 de 1.277 resultados

STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO AgRg no Ag 721307 RJ 2005/0190129-0 (STJ)

Data de publicação: 12/03/2007

Ementa: CIVIL. DANO MORAL. NOTÍCIA INVERÍDICA VEICULADA PELA IMPRENSA. A notícia inverídica veiculada pela imprensa acarreta dano moral, cuja indenização deve ser proporcional ao gravame. Hipótese em que o respectivo arbitramento observou essa regra à vista dos fatos reconhecidos pelo tribunal a quo, segundo o qual a notícia, sobre ser inverídica, “teve cunho pejorativo” (fl. 50). Agravo regimental não provido.

STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO AgRg no Ag 721307 RJ 2005/0190129-0 (STJ)

Data de publicação: 12/03/2007

Ementa: CIVIL. DANO MORAL. NOTÍCIA INVERÍDICA VEICULADA PELA IMPRENSA. A notícia inverídica veiculada pela imprensa acarreta dano moral, cuja indenização deve ser proporcional ao gravame. Hipótese em que o respectivo arbitramento observou essa regra à vista dos fatos reconhecidos pelo tribunal a quo, segundo o qual a notícia, sobre ser inverídica, “teve cunho pejorativo” (fl. 50). Agravo regimental não provido.

TJ-ES - Apelacao Civel AC 35030028555 ES 35030028555 (TJ-ES)

Data de publicação: 03/09/2007

Ementa: AÇAO DE PROCEDIMENTO ORDINÁRIO. INDENIZAÇAO. REEXAME DAS PROVAS. DESCUMPRIMENTO CONTRATUAL. ATO ILÍCITO EXTRACONTRATUAL. NOTÍCIA DESABONADORA VEICULADA EM REVISTA DE PUBLICAÇAO NACIONAL. DANO MATERIAL NAO DEMONSTRADO. DANOS MORAIS. CARACTERIZADO. QUANTIFICAÇAO. STJ. APELO DO PRIMEIRO RECORRENTE PARCIALMENTE PROVIDO. APELO DO SEGUNDO RECORRENTE DESPROVIDO. 1. Não foge do Tribunal o reexame comedido das provas produzidas, podendo o mesmo fazer novo juízo de valor decisório com base nas provas carreadas aos autos (art. 131 c/c 515 , do CPC ). 2. O dano material deve vir substancialmente provado nos autos, sem o quê não pode ser concedia a indenização pela aludida perda. Quanto aos danos morais decorrente de relação estritamente empresarial, não transcende da pessoa da sociedade, devendo esta (empresa) ser indenizada e ao seu sócio é incabível a indenização tanto patrimonial quanto extrapatrimonial. 3. Notícia inverídica veiculada pela imprensa acarreta dano moral, cuja indenização deve ser proporcional ao gravame. Precedentes. 4. Apelos conhecidos com parcial provimento do recurso de J. C. Rodrigues e Filhos Ltda.

TJ-ES - Apelação Civel AC 35030028555 ES 035030028555 (TJ-ES)

Data de publicação: 03/09/2007

Ementa: APELAÇAO CÍVEL Nº 035030028555APELANTES:J. C. Rodrigues e Filhos Ltda e João Carlos Rodrigues Neto.APELADO: Shell do Brasil S/A.RELATOR: Desembargador Arnaldo Santos Souza AÇAO DE PROCEDIMENTO ORDINÁRIO. INDENIZAÇAO. REEXAME DAS PROVAS. DESCUMPRIMENTO CONTRATUAL. ATO ILÍCITO EXTRACONTRATUAL. NOTÍCIA DESABONADORA VEICULADA EM REVISTA DE PUBLICAÇAO NACIONAL. DANO MATERIAL NAO DEMONSTRADO. DANOS MORAIS. CARACTERIZADO. QUANTIFICAÇAO. STJ. APELO DO PRIMEIRO RECORRENTE PARCIALMENTE PROVIDO. APELO DO SEGUNDO RECORRENTE DESPROVIDO. 1. Não foge do Tribunal o reexame comedido das provas produzidas, podendo o mesmo fazer novo juízo de valor decisório com base nas provas carreadas aos autos (art. 131 c/c 515 , do CPC ). 2. O dano material deve vir substancialmente provado nos autos, sem o quê não pode ser concedia a indenização pela aludida perda. Quanto aos danos morais decorrente de relação estritamente empresarial, não transcende da pessoa da sociedade, devendo esta (empresa) ser indenizada e ao seu sócio é incabível a indenização tanto patrimonial quanto extrapatrimonial. 3. Notícia inverídica veiculada pela imprensa acarreta dano moral, cuja indenização deve ser proporcional ao gravame. Precedentes. 4. Apelos conhecidos com parcial provimento do recurso deJ. C. Rodrigues e Filhos Ltda.

TJ-RJ - RECURSO INOMINADO RI 00090972520118190037 RJ 0009097-25.2011.8.19.0037 (TJ-RJ)

Data de publicação: 21/05/2013

Ementa: Processo No 0009097-25.2011.8.19.0037 Recorrente: AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DE DIREITOS ANIMAIS-ANDA Recorrido: LUIZ FERNANDO BONIN FREITAS VOTO Em 21 de julho de 2011vários veículos de informação divulgaram a notícia de que em 25/06/2011 com fotos de fls. 87 a 89, um cavalo se encontrava agonizando durante 2 horas após atropelamento no bairro Alto das Braunes, em Nova Friburgo fls. 26, 27, 38, 95 a 101, 145 a 147. Um veterinário pago pelos moradores sacrificou o animal. Garantias de liberdade de manifestação de pensamento e de liberdade de expressão, art. 5º, incisos IV, IX e XIV, e 220 e seguintes da Lei Magna, nesse sentido a ADPF 130 do STF que reconheceu a inconstitucionalidade da Lei de Imprensa - Lei 5.250/67. O direito à liberdade da manifestação do pensamento e de comunicação, previsto no art. 220, caput, da CRFB/88, deve ser exercitado com coragem e responsabilidade, punindo-se eventuais excessos a fim de não serem violadas a honra e a imagem de qualquer pessoa. Se, por um lado, não se admite a censura ou qualquer espécie de restrição aos órgãos de comunicação, com o escopo de proteger um dos direitos mais caros à nação, qual seja, o da liberdade de expressão, por outro lado, deve-se coibir o abuso e eventuais desvios praticados com o intuito não de informar, mas de ofender e difamar, preservando-se, enfim, os direitos fundamentais à honra e à dignidade da pessoa humana Art. 5º, incisos V e X, da CF/88. O autor é veterinário e agente público responsável pela Coordenadoria do Bem Estar Animal de Nova Friburgo - COOBEA. Ajuizou demanda indenizatória em face da Ré ANDA, em razão de notícia veiculada no site da Ré de fl. 28 que teria lhe imputado desídia e negligência, resultando em maus tratos aos animais, no exercício de função pública. Segundo o autor, a notícia tinha um viés político, teria sido publicada em razão de denúncia feita pela ex-ocupante do mesmo cargo, sem que a imprensa tivesse o cuidado de averiguar a veracidade do que estava sendo veiculado...

Encontrado em: Quarta Turma Recursal 21/05/2013 13:13 - 21/5/2013 RECORRENTE: Agência de Notícias de Direitos

TJ-SC - Apelação Cível AC 291056 SC 2006.029105-6 (TJ-SC)

Data de publicação: 31/08/2010

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS AJUIZADA EM FACE DE EMPRESA JORNALÍSTICA E EDITOR CHEFE DIANTE DA PUBLICAÇÃO DE NOTÍCIA INVERÍDICA EM JORNAL DE CIRCULAÇÃO LOCAL. RECURSO DOS REQUERIDOS ¿ NÃO RECEPÇÃO DA DA LEI DE IMPRENSA PELA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 - IMPOSSIBILIDADE DO RECONHECIMENTO DA PRELIMINAR DE DECADÊNCIA PREVISTA NO REFERIDO DIPLOMA LEGAL ¿ INOCORRÊNCIA, TAMBÉM, DE PRESCRIÇÃO. PRELIMINAR DE ILEGITIMIDADE PASSIVA AD CAUSAM DO EDITOR CHEFE RECONHECIDA ¿ INEXISTÊNCIA DE CONDUTA CULPOSA IMPUTÁVEL AO EDITOR CHEFE ¿ ENGANO NA VEICULAÇÃO DO NOME DO AUTOR COMO CRIMINOSO ¿ SIMILITUDE DOS NOMES (DÁRCIO E DARCILO) ¿ IMPOSSIBILIDADE DE PLENO E ABSOLUTO CONTROLE HUMANO - RESPONSABILIDADE OBJETIVA E EXCLUSIVA DA EMPRESA JORNALÍSTICA, QUE DEVE RESPONDER PELOS RISCOS DA ATIVIDADE EXERCIDA ¿ INTELIGÊNCIA DO ART. 931 DO CÓDIGO CIVIL DE 2002. MÉRITO: NOME DO AUTOR VINCULADO À PRÁTICA DE CRIME ¿ NOTÍCIA QUE OBJETIVAVA INFORMAR A PRÁTICA DE FATO CRIMINOSO PELO IRMÃO DO AUTOR - SEMELHANÇA ENTRE OS NOMES QUE NÃO AFASTA A SITUAÇÃO VEXATÓRIA OFENSIVA À HONRA DA VÍTIMA ¿ RETRATAÇÃO VEICULADA NA EDIÇÃO SEGUINTE DO JORNAL - CIRCUNSTÂNCIAS INSUFICIENTES PARA ISENÇÃO DA RESPONSABILIDADE CIVIL - BOA-FÉ ÚTIL À FIXAÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO EM VALOR COMEDIDO ¿ DEVER DE INDENIZAR MANTIDO - PEDIDO DE REDUÇÃO DA INDENIZAÇÃO INCABÍVEL ¿ RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO, UNICAMENTE PARA EXCLUIR DO PÓLO PASSIVO O EDITOR CHEFE. RECURSO DO AUTOR - PLEITO PELA MAJORAÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO E PELA REALIZAÇÃO DE RETRATAÇÃO POR ESCRITO ¿ RETRATAÇÃO JÁ REALIZADA ATRAVÉS DE ERRATA NA EDIÇÃO SUBSEQUENTE ¿ BOA-FÉ DEMONSTRADA PELA EMPRESA JORNALÍSTICA AO PRONTAMENTE APONTAR NA EDIÇÃO SEGUINTE DO JORNAL O EQUÍVOCO COMETIDO ¿ EMPRESA JORNALÍSTICA DE PEQUENO PORTE ¿ GRAU DE CULPABILIDADE REDUZIDO EM RELAÇÃO AO EQUÍVOCO, DIANTE DA SEMELHANÇA ENTRE O NOME DO AUTOR E O DE SEU IRMÃO - MANUTENÇÃO DA INDENIZAÇÃO EM R$ 4.000,00 (QUATRO MIL REAIS) ¿ PRESTÍGIO AO JUÍZO SENTENCIANTE ¿ RECURSO DESPROVIDO. "Linear é a doutrina ao determinar que a reparação dos danos morais têm duas finalidades: indenizar pecuniariamente o ofendido, alcançando-lhe a oportunidade de obter meios de amenizar a dor experimentada em função da agressão moral, em um misto de compensação e satisfação e punir o causador do dano moral, inibindo novos episódios lesivos, nefastos ao convívio social" (TJSC, Apelação Cível , rel. Des. Carlos Prudêncio)....

STJ - Inteiro Teor. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO AgRg no Ag 721307 RJ 2005/0190129-0 (STJ)

Data de publicação: 12/03/2007

Decisão: INVERÍDIDA VEICULADA PELA IMPRENSA. A notícia inverídica veiculada pela imprensa acarreta dano moral... CRISTINA EUFRAIM DE JESUS ADVOGADO : CELMA CREMONEZ DA SILVA EMENTA CIVIL. DANO MORAL. NOTÍCIA... essa regra à vista dos fatos reconhecidos pelo tribunal a quo , segundo o qual a notícia, sobre ser...

TJ-SP - Apelação APL 91104686320098260000 SP 9110468-63.2009.8.26.0000 (TJ-SP)

Data de publicação: 31/07/2013

Ementa: RESPONSABILIDADE CIVIL. DIREITO à INFORMAÇÃO. LIBERDADE DE IMPRENSA. NOTÍCIA VEICULADA EM JORNAL DE CIRCULAÇÃO LOCAL. MATÉRIA QUE NOTICIA A PRÁTICA DE ACUPUNTURISMO NA REGIÃO POR PROFISSIONAL INABILITADO. INFORMAÇÃO INVERÍDICA. NEGLIGÊNCIA DO MEIO DE COMUNICAÇÃO AO EXIBIR NOTÍCIA DE INTERESSE PÚBLICO SEM A NECESSÁRIA CAUTELA. LIMITAÇÕES AO DIREITO DE INFORMAR. VIOLAÇÃO DE DIREITO DA PERSONALIDADE. HONRA OFENDIDA. DANO MORAL CARACTERIZADO. PUBLICAÇÃO DA SENTENÇA COMO FORMA DE RETRATAÇÃO. DESCABIMENTO. DETERMINAÇÃO CONTIDA NA LEI DE IMPRENSA , NÃO RECEPCIONADA PELA CF DE 88. DESCABIMENTO. RECURSO PROVIDO EM PARTE.

TRE-MS - RECURSO ELEITORAL RE 39908 MS (TRE-MS)

Data de publicação: 28/02/2013

Ementa: RECURSO ELEITORAL. REPRESENTAÇÃO. PLEITO MUNICIPAL. PEDIDO DE DIREITO DE RESPOSTA. PUBLICIDADE VEICULADA PELA IMPRENSA. NOTÍCIAS ACERCA DE FATOS PÚBLICOS, ENVOLVENDO O OFENDIDO. NÃO CARACTERIZAÇÃO DE OFENSAS A ENSEJAR O EXERCÍCIO DE RESPOSTA. SENTENÇA QUE INDEFERIU O PEDIDO. MANUTENÇÃO. IMPROVIMENTO. Conquanto o pleito eleitoral tenha findado, é possível, relativamente à imprensa escrita e à programação normal no rádio e na televisão, a veiculação de direito de resposta, por afirmação caluniosa, difamatória, injuriosa ou inverídica (art. 58 da Lei n.º 9.504 /97), já que o custo da veiculação da resposta será suportado pelo responsável da afirmação que gerou referido exercício, diferentemente do que ocorre com o programa eleitoral gratuito. Inocorrência, pois, da prejudicialidade do pedido, persistindo o interesse de agir em defesa da honra.O direito de resposta deve ser concedido quando existir desvirtuamento da discussão política e do interesse público e, da simples crítica do comportamento político, passa-se a agredir a pessoa (física ou jurídica) por meio de afirmações caluniosas, injuriosas, difamatórias ou sabidamente inverídicas (art. 58 da Lei n.º 9.504 /97).Entrementes, não há direito de resposta se a reportagem tida por ofensiva se limita a narrar matéria de cunho informativo, os quais não excedem o limite do direito de informar, não se verificando circunstâncias ou acontecimentos aptos a denegrir a imagem da parte, de forma a ensejar o direito de resposta.Se a matéria manteve-se nos estritos limites do conteúdo informativo, pois noticia acontecimentos do período eleitoral, de interesse da população em geral, em perfeita consonância com o direito de informar, corolário do direito constitucional da liberdade de imprensa, julga improcedente o pedido de direito de resposta por lhe faltar conteúdo injurioso, difamatório, calunioso ou inverídico.

TJ-SP - Apelação APL 3283420018260344 SP 0000328-34.2001.8.26.0344 (TJ-SP)

Data de publicação: 28/09/2012

Ementa: INDENIZAÇÃO DE DANOS MORAIS ? ALTERCAÇÃO ENTRE O AUTOR E REPÓRTERES DA RÉ - MATÉRIA VEICULADA PELO ÓRGÃO DE IMPRENSA AFIRMANDO QUE O REQUERENTE RESPONDEU A PROCESSOS CRIMINAIS ? AÇÃO INDENIZATÓRIA AJUIZADA PELOS JORNALISTAS ? IMPROCEDÊNCIA DO PEDIDO - AUTOR QUE CELEBROU TRANSAÇÃO PENAL ? FORÇAS IGUAIS E OPOSTAS ANULANDO-SE RECIPROCAMENTE ? IMPROCEDÊNCIA ? SUPOSTA CAMPANHA DIFAMATÓRIA EMPREENDIDA PELA RÉ ? VEICULAÇÃO DE NOTÍCIAS INVERÍDICAS ACERCA DOS PROCESSOS CRIMINAIS ? FOLHAS DE ANTECEDENTES QUE CONFIRMAM A VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES - MATÉRIA DE INTERESSE PÚBLICO ? "ANIMUS NARRANDI" ? EXERCÍCIO REGULAR DE DIREITO ? ATO LÍCITO ( CC , ART. 188 , INCISO I )- DANO MORAL NÃO CONFIGURADO ? PRECEDENTES JURISPRUDENCIAIS - SENTENÇA MANTIDA - RECURSO DESPROVIDO

1 2 3 4 5 127 128 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

×
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca