Carregando...
JusBrasil - Jurisprudência
19 de abril de 2014

Página 1 de 8.007 resultados

STF - HABEAS CORPUS HC 111198 MG (STF)

Data de publicação: 20/06/2012

Ementa: HABEAS CORPUS. PACIENTE DENUNCIADO POR ROUBO (ART. 157 DO CP ). CONDENAÇÃO PELO DELITO DE TENTATIVA DE FURTO (CAPUT DO ART. 155 , COMBINADO COM O INCISO II DO ART. 14 DO CÓDIGO PENAL ). OBJETOS QUE NÃO SUPERAM O VALOR DE R$ 55,00 (CINQÜENTA E CINCO REAIS). PRÁTICA DE ATOS DE VIOLÊNCIA FÍSICA CONTRA PESSOA IDOSA. ALEGADA INCIDÊNCIA DO PRINCÍPIO DA INSIGNIFICÂNCIA PENAL. VÍTIMA LESIONADA. IMPROCEDÊNCIA DA ALEGAÇÃO. ORDEM DENEGADA. 1. A norma legal que descreve o delito e comina a respectiva pena atua por modo necessariamente binário, no sentido de que, se, por um lado, consubstancia o poder estatal de interferência na liberdade individual, também se traduz na garantia de que os eventuais arroubos legislativos de irrazoabilidade e desproporcionalidade se expõem a controle jurisdicional. Donde a política criminal-legislativa do Estado sempre comportar mediação judicial, inclusive quanto ao chamado “crime de bagatela” ou “postulado da insignificância penal” da conduta desse ou daquele agente. Com o que o tema da significância penal confirma que o “devido processo legal” a que se reporta a Constituição Federal no inciso LIII do art. 5º é de ser interpretado como um devido processo legal substantivo ou material. Não meramente formal. 2. A insignificância penal expressa um necessário juízo de razoabilidade e proporcionalidade de condutas que, embora formalmente encaixadas no molde legal-punitivo, substancialmente escapam desse encaixe. E escapam desse molde simplesmente formal, como exigência mesma da própria justiça material enquanto valor ou bem coletivo que a nossa Constituição Federal prestigia desde o seu principiológico preâmbulo. Justiça como valor, a se concretizar mediante uma certa dosagem de razoabilidade e proporcionalidade na concretização dos valores da liberdade, igualdade, segurança, bem-estar, desenvolvimento, etc. Com o que ela, justiça, somente se realiza na medida em que os outros valores positivos se realizem por um modo peculiarmente razoável...

Encontrado em: CF-1988 CF ANO-1988 ART- 00005 INC-00039 INC-00053 ART- 00098 INC-00001 CONSTITUIÇÃO FEDERAL CP...-1940 DEL- 002848 ANO-1940 ART- 00014 INC-00002 ART- 00155 "CAPUT" ART- 00157 CÓDIGO PENAL - VIDE EMENTA.

TJ-RS - Apelação Crime ACR 70056163546 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 20/02/2014

Ementa: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO. TENTATIVA DE FURTO (ART. 155 , CAPUT, C/C ART. 14 , II , AMBOS DO CP ). EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE EM FACE DA PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA. Apelação prejudicada. Punibilidade extinta. (Apelação Crime Nº 70056163546, Sétima Câmara Criminal, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Carlos Alberto Etcheverry, Julgado em 18/12/2013)

TJ-RS - Apelação Crime ACR 70054176979 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 18/07/2013

Ementa: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO. TENTATIVA DE FURTO (ART. 155 , CAPUT, C/C ART. 14 , II , AMBOS DO CP ). EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE EM FACE DA PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA. Apelação prejudicada. Punibilidade extinta. (Apelação Crime Nº 70054176979, Sétima Câmara Criminal, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Carlos Alberto Etcheverry, Julgado em 20/06/2013)

TJ-RS - Apelação Crime ACR 70051063790 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 30/01/2013

Ementa: CÓDIGO PENAL . ART. 155 , "CAPUT", C/C ART. 14 , INC. II , AMBOS DO CP . TENTATIVA DE FURTO. PRINCÍPIO DA INSIGNIFICÂNCIA (OU BAGATELA). NÃO INCIDÊNCIA. O objeto subtraído não pode ser considerado como de inexpressivo valor econômico, na medida em que foi avaliado em R$ 200,00, ultrapassando o valor admitido para aplicação do princípio da insignificância. PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE. Fixada no mínimo legal. AGRAVANTE. REINCIDÊNCIA. Réu que apresenta duas condenações anteriores, transitadas em julgado. Apesar do longo tempo decorrido, caracterizada a reincidência, pelo que certificado nos autos. APELO DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROVIDO. UNÂNIME. (Apelação Crime Nº 70051063790, Quinta Câmara Criminal, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Ivan Leomar Bruxel, Julgado em 12/12/2012)

TJ-RS - Apelação Crime ACR 70051829828 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 01/03/2013

Ementa: CÓDIGO PENAL . ART. 155 , "CAPUT", C/C ART. 14 , INC. II , AMBOS DO CP . TENTATIVA DE FURTO. PRINCÍPIO DA INSIGNIFICÂNCIA (OU BAGATELA). O reconhecimento da insignificância, ou da bagatela, exige que a conduta do agente não esteja revestida de significação social. Apesar do valor dos objetos somarem apenas R$ 53,79 o réu ostenta várias condenações por crimes a mesma natureza. PENA PRIVATIVA DE LIBERDADE. Fixada pouco acima do mínimo legal. Elevação justificada. AGRAVANTE. REINCIDÊNCIA. Existência de condenações anteriores, transitadas em julgado por delitos da mesma natureza. TENTATIVA. Observado o iter criminis, adequada a redução em um terço. REGIME DE CUMPRIMENTO DA PENA. A quantidade da pena, junto com a reincidência, autorizam o semi-aberto. SUBSTITUIÇÃO. Impossibilidade diante da reincidência. PENA DE MULTA. É cumulativa na espécie, e não pode ser dispensada. Eventual impossibilidade de pagamento da pena pecuniária e das custas processuais é matéria a ser ventilada junto ao Juízo das execuções. APELO DEFENSIVO IMPROVIDO. UNÂNIME. (Apelação Crime Nº 70051829828, Quinta Câmara Criminal, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Ivan Leomar Bruxel, Julgado em 30/01/2013)

TJ-RS - Apelação Crime ACR 70051721868 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 13/12/2012

Ementa: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO. TENTATIVA DE FURTO (ART. 155 , CAPUT, C/C ART. 14 , II , AMBOS DO CP ). EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE EM FACE DA PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA. Apelação prejudicada. Punibilidade extinta. (Apelação Crime Nº 70051721868, Sétima Câmara Criminal, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Carlos Alberto Etcheverry, Julgado em 29/11/2012)

TJ-RS - Apelação Crime ACR 70054326475 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 04/07/2013

Ementa: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO. TENTATIVA DE FURTO (ART. 155 , CAPUT, C/C ART. 14 , II , AMBOS DO CP ). EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE EM FACE DA PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA. Inequívocas a materialidade e a autoria do delito, diante da consistente palavra das testemunhas, bem como pela confissão do réu, que foi preso em flagrante, na posse da res furtiva. TENTATIVA. RECONHECIMENTO. O réu foi perseguido e detido logo após o crime, na posse da res furtiva, que foi totalmente devolvida à vítima. Não caracterizada a posse mansa e pacífica da res, correto o reconhecimento da tentativa. Operada na sentença a redução mínima de 1/3, no que vai mantida. PRIVILEGIADORA DO FURTO. NÃO APLICAÇÃO. Embora o réu seja primário, o valor da res não se ajusta ao conceito de pequeno valor, não se verificando a hipótese do § 2º do art. 155 do CP . APENAMENTO. Mantido. PRESCRIÇÃO. Transcorrido o lapso temporal da prescrição da pretensão punitiva, em face da pena fixada na sentença, é de ser decretada a extinção da punibilidade do réu, com fundamento no art. 107 , IV , c/c o art. 109 , VI , ambos do CP . PUNIBILIDADE EXTINTA. APELO MINISTERIAL DESPROVIDO. APELO DEFENSIVO PROVIDO EM PARTE. (Apelação Crime Nº 70054326475, Sétima Câmara Criminal, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Carlos Alberto Etcheverry, Julgado em 20/06/2013)

TJ-RS - Apelação Crime ACR 70043163203 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 08/03/2012

Ementa: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO. TENTATIVA DE FURTO (ART. 155 , CAPUT, C/C ART. 14 , II , AMBOS DO CP ). I- PRELIMINARES. PRELIMINAR DE NULIDADE DA INSTRUÇÃO. A nova redação do art. 212 , do CPP não retirou do juiz o direito de inquirir as testemunhas antes das partes, sendo incabível a decretação de nulidade do processo sob este fundamento, tanto mais quando se evidencia a ausência de prejuízo. PRELIMINAR DE NULIDADE DO AUTO DE AVALIAÇÃO. Auto de avaliação elaborado por policiais civis, ambos portadores de diploma de curso superior. Ausência de nulidade. Inexistindo prova de...

TJ-RS - Apelação Crime ACR 70052103744 RS (TJ-RS)

Data de publicação: 17/05/2013

Ementa: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO. TENTATIVA DE FURTO (ART. 155 , CAPUT, C/C ART. 14 , II , AMBOS DO CP ). EXTINÇÃO DA PUNIBILIDADE EM FACE DA PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA. Ocorrido o trânsito em julgado para a acusação, não há possibilidade de aumento de pena. Assim, transcorrido o lapso temporal da prescrição da pretensão punitiva, em face da pena fixada na sentença, é de ser declarada a extinção da punibilidade do réu, com fundamento no art. 107 , IV , c/c o art. 109 , VI , ambos do CP . PUNIBILIDADE EXTINTA. APELAÇÃO PREJUDICADA. (Apelação Crime Nº 70052103744, Sétima Câmara Criminal, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Carlos Alberto Etcheverry, Julgado em 18/04/2013)

TJ-SC - Apelação Criminal APR 20130372145 SC 2013.037214-5 (Acórdão) (TJ-SC)

Data de publicação: 15/07/2013

Ementa: APELAÇÃO CRIMINAL. CRIME CONTRA O PATRIMÔNIO. TENTATIVA DE FURTO SIMPLES (ART. 155 , CAPUT, C/C ART. 14 , II , AMBOS DO CP ). PRETENDIDA ABSOLVIÇÃO POR AUSÊNCIA DE PROVAS ACERCA DA AUTORIA DELITIVA. INACOLHIMENTO. MATERIALIDADE E AUTORIA DEVIDAMENTE DEMONSTRADAS. RECURSO DESPROVIDO. Em crimes de furto, via de regra praticados na penumbra da clandestinidade, a prova testemunhal, quando firme e coerente, serve de base à condenação, notadamente quando há conduta reiterada do agente, que já conta com condenação por delito de natureza patrimonial.

1 2 3 4 5 800 801 Próxima
Buscar em:
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais
  • Selecionar tribunais Todos os tribunais

ou

Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/busca