Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
06 de dezembro de 2016
Artigo 51 da Lei nº 8.078 de 11 de Setembro de 1990

Art. 51 do Código de Defesa do Consumidor - Lei 8078/90

CDC - Lei nº 8.078 de 11 de Setembro de 1990

Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências.

Art. 51. São nulas de pleno direito, entre outras, as cláusulas contratuais relativas ao fornecimento de produtos e serviços que:

I - impossibilitem, exonerem ou atenuem a responsabilidade do fornecedor por vícios de qualquer natureza dos produtos e serviços ou impliquem renúncia ou disposição de direitos. Nas relações de consumo entre o fornecedor e o consumidor pessoa jurídica, a indenização poderá ser limitada, em situações justificáveis;

II - subtraiam ao consumidor a opção de reembolso da quantia já paga, nos casos previstos neste código;

III - transfiram responsabilidades a terceiros;

IV - estabeleçam obrigações consideradas iníquas, abusivas, que coloquem o consumidor em desvantagem exagerada, ou sejam incompatíveis com a boa-fé ou a eqüidade;

V - (Vetado);

VI - estabeleçam inversão do ônus da prova em prejuízo do consumidor;

VII - determinem a utilização compulsória de arbitragem;

VIII - imponham representante para concluir ou realizar outro negócio jurídico pelo consumidor;

IX - deixem ao fornecedor a opção de concluir ou não o contrato, embora obrigando o consumidor;

X - permitam ao fornecedor, direta ou indiretamente, variação do preço de maneira unilateral;

XI - autorizem o fornecedor a cancelar o contrato unilateralmente, sem que igual direito seja conferido ao consumidor;

XII - obriguem o consumidor a ressarcir os custos de cobrança de sua obrigação, sem que igual direito lhe seja conferido contra o fornecedor;

XIII - autorizem o fornecedor a modificar unilateralmente o conteúdo ou a qualidade do contrato, após sua celebração;

XIV - infrinjam ou possibilitem a violação de normas ambientais;

XV - estejam em desacordo com o sistema de proteção ao consumidor;

XVI - possibilitem a renúncia do direito de indenização por benfeitorias necessárias.

§ 1º Presume-se exagerada, entre outros casos, a vantagem que:

I - ofende os princípios fundamentais do sistema jurídico a que pertence;

II - restringe direitos ou obrigações fundamentais inerentes à natureza do contrato, de tal modo a ameaçar seu objeto ou equilíbrio contratual;

III - se mostra excessivamente onerosa para o consumidor, considerando-se a natureza e conteúdo do contrato, o interesse das partes e outras circunstâncias peculiares ao caso.

§ 2° A nulidade de uma cláusula contratual abusiva não invalida o contrato, exceto quando de sua ausência, apesar dos esforços de integração, decorrer ônus excessivo a qualquer das partes.

§ 3° (Vetado).

§ 4° É facultado a qualquer consumidor ou entidade que o represente requerer ao Ministério Público que ajuíze a competente ação para ser declarada a nulidade de cláusula contratual que contrarie o disposto neste código ou de qualquer forma não assegure o justo equilíbrio entre direitos e obrigações das partes.

Andamento do Processo n. 0039522-03.2013.815.2001 - Apelação N° - 06/12/2016 do TJPB

da Lei 8078/90. - A moléstia em questão depende de tratamento especializado, inclusive com o sistema de “internação... DO TRATAMENTO DO SEGURADO. LIMITAÇÃO DE COBERTURA. VIOLAÇÃO AO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR. ABUSIVIDADE CARACTERIZADA... ou a rescisão unilateral do contrato, em qualquer hipótese, durante a oco...

Andamento do Processo n. 0001537-11.2012.8.10.0049 - Apelação Cível - 06/12/2016 do TJMA

o consumidor em desvantagem exagerada - art. 51, § 1º, do CDC) fique cabalmente demonstrada, o que não ocorreu na espécie. 3... de 2011, pois a Resolução CMN 3.954/2011 do Banco Central do Brasil vedou expressamente, no seu artigo 17, caput...Andamento do Processo n. 0001537-11.2012.8.10.0049 - Apelação Cível - 06/...

Andamento do Processo n. 0044504-16.2015.8.10.0001 - Procedimento de Conhecimento - 06/12/2016 do TJMA

(capaz de colocar o consumidor em desvantagem exagerada - art. 51, §1º, do CDC) fique cabalmente demonstrada, ante às... dos bancos em prejuízo dos consumidores, com fulcro nos artigos. 39, inciso V, e 51, inciso IV do CDC. Desta forma... de consumo e que a abusividade (capaz de colocar o consumidor em desvantagem exa...

Andamento do Processo n. 0051393-83.2015.8.10.0001 - Procedimento de Conhecimento - 06/12/2016 do TJMA

: "O Código de Defesa do Consumidor é aplicável aos bancos e às instituições financeiras".Assim, evidenciada a aplicação do CDC... de consumo e que a abusividade (capaz de colocar o consumidor em desvantagem exagerada - art. 51, §1º, do CDC) fique cabalmente... excessiva dos bancos em prejuízo dos consumidores, com ful...

Andamento do Processo n. 0000588-31.2015.8.10.0065 - Procedimento de Conhecimento - 06/12/2016 do TJMA

protetivas constantes no Código Consumerista. Prospera a pretensão. Conforme estipula o art. 2.º , do CDC , "consumidor... de um procedimento administrativo prévio. É o que se denota da interpretação do parágrafo 4º , do artigo 51 , do Código de Defesa... o ele entre as partes, impõe-se a regra contida no art. 14 , ca...

Andamento do Processo n. 0000598-75.2015.8.10.0065 - Procedimento de Conhecimento - 06/12/2016 do TJMA

protetivas constantes no Código Consumerista. Prospera a pretensão. Conforme estipula o art. 2.º , do CDC , "consumidor é... de um procedimento administrativo prévio. É o que se denota da interpretação do parágrafo 4º , do artigo 51 , do Código de Defesa... o ele entre as partes, impõe-se a regra contida no art. 14 , ...

Andamento do Processo n. 1097238-71.2015.8.26.0100 - Apelação - 06/12/2016 do TJSP

sujeita à autorização prévia da ANS (art. 35-E da Lei 9.656 /98). Sob tal encadeamento lógico, o consumidor... argumentativo, porquanto não prequestionada a matéria jurídica, ressalte-se que o art. 15 da Lei 9.656 /98 faculta... da Lei 9.656 /98, qualquer variação na contraprestação pecuniária para consumidor...

Andamento do Processo n. 1029489-37.2015.8.26.0100 - Apelação - 06/12/2016 do TJSP

RELATÓRIO MÉDICO – COMPROVAÇÃO DA NECESSIDADE – APLICAÇÃO DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR – EXEGESE DOS ARTIGOS 47 E 51... , § 1º , II , DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR – PRECEDENTES DA CÂMARA – SÚMULA 95 DO TJSP – DANOS MORAIS – COBERTURA JÁ... parcial provimento ao dos autores. V. U. - PLANO DE SAÚDE – CONTRATO ...

Andamento do Processo n. 1114663-48.2014.8.26.0100 - Apelação - 06/12/2016 do TJSP

JULGADA PARCIALMENTE PROCEDENTE - APLICAÇÃO DAS NORMAS INSERTAS NO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR (LEI 8.078 /90.... 51 , DO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR - MULTA CONTRATUAL - DEVOLUÇÃO - ADMISSIBILIDADE -ATRASO NA LIBERAÇÃO DA HIPOTECA...)- ADMISSIBILIDADE - PARTES QUE SE ENQUADRAM NAS DEFINIÇÕES DOS ARTIGOS 2º E...

Andamento do Processo n. 2131401-35.2016.8.26.0000 - Agravo de Instrumento - 06/12/2016 do TJSP

DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL ; ART. 13 , PARÁGRAFO ÚNICO , INCISO II , DA LEI 9.656 /98; ARTIGOS 2º , 6º , INCISO V E VI , INCISO III... , 47 E 51 , INCISOS IV , IX , XII , § 1º , INCISO II , 54, § 2º AO 4º DO CDC ; ARTIGOS 397 , PARÁGRAFO ÚNICO , 402 , 422... PARA MANTER O PLANO DE SAÚDE DO AGRAVADO. CONQUANTO O ART. 17 D...

×