Carregando...
JusBrasil - Tópicos
03 de março de 2015
Jornada de Trabalho Suplementar Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Jornada de Trabalho Suplementar Editar

Cancelar
Adicione uma descrição a este tópico. Editar

caracteres restantes

Cancelar
Ainda não há documentos separados para este tópico.

Resultados da busca JusBrasil para "Jornada de Trabalho Suplementar"

TRT-16 - 1402200400116002 MA 01402-2004-001-16-00-2 (TRT-16)

Data de publicação: 31/08/2007

Ementa: RECURSO ORDINÁRIO. JORNADA DE TRABALHO SUPLEMENTAR. INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA. O ônus da prova da jornada de trabalho alegada é da pARTe que reclama, pois esta representa fato constitutivo do DIREITO às horas extras, nos termos do ART. 818 da CLT e ART. 333 , I , do CPC . No entanto, a reclamada ao afirmar que o reclamante era detentor de cargo de gestão, trouxe para si a obrigação de comprovar tal alegação, nos termos do inciso II , do ART. 333 , do CPC , não o fazendo, veraz a jornada excepcional.HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. NÃO DEFERIMENTO. Na Justiça do Trabalho os honorários de advogado não de decorrem simplesmente da sucumbência, devendo a pARTe estar assistida pelo sindicato de sua categoria profissional e comprovar, na forma da lei, a sua hipossuficiência econômica, nos termos da Súmula 219.Recurso ordinário conhecido e provido parcialmente.

TRF-4 - APELAÇÃO CIVEL AC 8418 RS 1999.71.00.008418-9 (TRF-4)

Data de publicação: 06/02/2008

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. JORNADA DE TRABALHO SUPLEMENTAR SUPERIOR A 10 HORAS DIÁRIAS. COMPENSAÇÃO. IMPOSSIBILIDADE. ART. 59 , § 2º DA CLT . O mecanismo de compensação de horários, que substitui o pagamento de acréscimo de salário relativamente às horas suplementares, tem de fundar-se em acordo ou convenção coletiva de trabalho, bem como atentar para o disposto no art. 59 , § 2º da CLT , não podendo ser excedido o limite legal de dez horas diárias de trabalho.

Encontrado em: DE SERVIÇO, HOSPITAL.JORNADA DE TRABALHO, DOZE HORAS. COMPENSAÇÃO, TRINTA E SEIS HORAS.COMPENSAÇÃO,... SUJEIÇÃO, LIMITE MÁXIMO, DEZ HORAS, DIA.NECESSIDADE, ACORDO COLETIVO DE TRABALHO, OU, CONVENÇÃO COLETIVA... DE TRABALHO.ILEGALIDADE, ACORDO, SINDICATO, COM, EMPREGADOR. APELAÇÃO CIVEL AC 8418 RS 1999.71.00.008418-9 (TRF-4) JOÃO PEDRO GEBRAN NETO...

TRT-5 - RECURSO ORDINARIO RECORD 1216009020085050018 BA 0121600-90.2008.5.05.0018 (TRT-5)

Data de publicação: 24/01/2011

Ementa: HORAS EXTRAS. REGISTROS INVARIÁVEIS. ÔNUS DA PROVA. A invariabilidade com que eram feitas as anotações da jornada do reclamante nas folhas de ponto torna impossível a sua aceitação como prova do horário de trabalho do obreiro. Nesse contexto, passa para a Reclamada o encargo de provar a ausência da jornada de trabalho suplementar declinada pelo Autor que, entretanto, dele não se desonerou. Para o caso, não há como afastar a aplicação da Súmula nº 338, III, do Tribunal Superior do Trabalho.

TJ-SP - Apelação APL 994093913708 SP (TJ-SP)

Data de publicação: 26/08/2010

Ementa: REPETIÇÃO DE INDÉBITO -Servidora pública municipal -Contribuição para custeio do regime previdenciário - Descontos sobre a jornada de trabalho suplementar - Lei Municipal nº 8.353 /2002, que não exclui a incidência da contribuição sobre o valor correspondente à hora suplementar -Sentença mantida - Recurso não provido.

TST - RECURSO DE REVISTA RR 7538391020015095555 753839-10.2001.5.09.5555 (TST)

Data de publicação: 26/10/2007

Ementa: RECURSO DE REVISTA - DIFERENÇAS DE FGTS - ÔNUS DA PROVA. A decisão regional, que atribuiu ao reclamado o ônus de comprovação em relação aos recolhimentos do FGTS, está em consonância com a jurisprudência desta Corte, consubstanciada na Orientação Jurisprudencial nº 301 da Subseção I Especializada em Dissídios Individuais.Recurso de revista não conhecido.HORAS EXTRAORDINÁRIAS - IMPRESTABILIDADE DA PROVA TESTEMUNHAL.A decisão recorrida respaldou-se exclusivamente na prova oral produzida para reconhecer a prestação de jornada de trabalho suplementar. Dessa forma, evidencia-se que apenas nova avaliação do conjunto probatório possibilitaria dissentir do entendimento vertido no acórdão regional, procedimento vedado na instância recursal extraordinária, a teor da Súmula nº 126 do TST.Recurso de revista não conhecido.

TST - RECURSO DE REVISTA RR 5653000162002521 5653000-16.2002.5.21.0900 (TST)

Data de publicação: 30/03/2007

Ementa: RECURSO DE REVISTA.LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ (violação do artigo 5º , LV , da Constituição Federal ). O intento da recorrente em invocar a ausência de amparo legal das horas extras deferidas (artigo 5º , II , da Constituição Federal ), não foi realmente deduzir pretensão contrária a texto expresso na lei (artigo 7º , XVI , da Constituição Federal ), senão ilidir a valoração atribuída pelo Colegiado às provas produzidas nos autos que, no seu entender, não comprovaram a efetiva jornada de trabalho suplementar. Tal conduta nada mais caracteriza que o exercício do direito ao contraditório e à ampla defesa. Pela exclusão da multa de 1% por litigância de má-fé. Recurso de revista conhecido e provido.LIMITAÇÃO DA EXECUÇÃO. SUPERVENIÊNCIA DE REGIME ESTATUTÁRIO EM SUBSTITUIÇÃO AO CELETISTA. De acordo com a Orientação Jurisprudencial nº 138 da SBDI-1 desta Corte -Compete à Justiça do Trabalho julgar pedidos de direitos e vantagens previstos na legislação trabalhista referente a período anterior à Lei nº 8.112 /90, mesmo que a ação tenha sido ajuizada após a edição da referida lei. A superveniência de regime estatutário em substituição ao celetista, mesmo após a sentença, limita a execução ao período celetista. (1ª parte - ex-OJ nº 138 da SDI-1 - inserida em 27.11.98; 2ª parte - ex-OJ nº 249 - inserida em 13.03.02)-. Recurso de revista conhecido e provido.

TRF-3 - APELAÇÃO CÍVEL AC 30932 SP 94.03.030932-6 (TRF-3)

Data de publicação: 11/10/2007

Ementa: EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL - TRABALHISMO - JORNADA SUPLEMENTAR DE EMPREGADA EM AGOSTO DE 1988 - REGRA ESPECIAL DO ART. 374 , CLT , A EXIGIR CONVENÇÃO OU ACORDO COLETIVO, A AFASTAR A NORMA GERAL DO ART. 59 , DO MESMO ESTATUTO - IMPROCEDÊNCIA AOS EMBARGOS 1 - Alvo de merecidos cuidados protetivos especiais a jornada de trabalho da mulher, por um lastro cultural discriminador e assim criticável, desde o Estatuo Obreiro, em linha histórica, até à Lei Maior vigente, são consagrados preceitos de tutela a respeito. 2 - O comando do art. 374, ancorador da r. sentença lavrada em 1993, a se reportar a fato de agosto de 1988, o art. 374 , CLT , veio de ser revogado em 1989, então a estabelecer a jornada suplementar da mulher se submetia a convenção ou acordo coletivo de trabalho, para sua ocorrência, sendo que o inciso XIII , do art. 7º , da CF , autoriza a realização de jornada de trabalho suplementar desde que a observar "o acordo ou convenção coletiva de trabalho". 3 - O festejado Eduardo Gabriel Saad ( CLT comentada, LTR, edição 36), em análise percuciente sobre aquele ditame da CLT , reconhece deixou em aberto o constituinte sobre o acordo a tanto ser de natureza individual ou coletiva, pois não o adjetivou tal legislador. 4 - A Constituição de 1967 , no inciso VI, de seu art. 165 , ao fixar o direto social da máxima duração diária de trabalho, explicitava "salvo casos especialmente previstos". 5 - No embate inerente ao tempo da autuação fiscal em questão, entre o art. 59 , CLT , autorizador do excedimento regulado da jornada trabalhista, e o então vigente art. 374, do mesmo Estatuto, a somente o permitir para a jornada da mulher mediante avença coletiva, acertada se revelou a r. sentença, pois a incidir a norma especial, assim inadmitindo-se como suficiente (ainda que assim o fosse) a concordância tão-só da trabalhadora, de molde a se afastar a regra geral do retratado art. 59 : ademais, ficou o pólo apelante de providenciar acordo atual, assim se denotando seu ilícito 6 - De rigor a improcedência ao pedido patronal em mandamus. 7 - Improvimento à apelação....

Encontrado em: Vistos e relatados estes autos em que são partes as acima indicadas, decide a Turma Suplementar... EMENTA TURMA SUPLEMENTAR DA SEGUNDA SEÇÃO APELAÇÃO CÍVEL AC 30932 SP 94.03.030932-6 (TRF-3) JUIZ CONVOCADO SILVA NETO

TRF-3 - APELAÇÃO CÍVEL 171321 AC 30932 SP 94.03.030932-6 (TRF-3)

Data de publicação: 19/10/2007

Ementa: EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL - TRABALHISMO - JORNADA SUPLEMENTAR DE EMPREGADA EM AGOSTO DE 1988 - REGRA ESPECIAL DO ART. 374 , CLT , A EXIGIR CONVENÇÃO OU ACORDO COLETIVO, A AFASTAR A NORMA GERAL DO ART. 59 , DO MESMO ESTATUTO - IMPROCEDÊNCIA AOS EMBARGOS 1 - Alvo de merecidos cuidados protetivos especiais a jornada de trabalho da mulher, por um lastro cultural discriminador e assim criticável, desde o Estatuo Obreiro, em linha histórica, até à Lei Maior vigente, são consagrados preceitos de tutela a respeito. 2 - O comando do art. 374, ancorador da r. sentença lavrada em 1993, a se reportar a fato de agosto de 1988, o art. 374 , CLT , veio de ser revogado em 1989, então a estabelecer a jornada suplementar da mulher se submetia a convenção ou acordo coletivo de trabalho, para sua ocorrência, sendo que o inciso XIII , do art. 7º , da CF , autoriza a realização de jornada de trabalho suplementar desde que a observar "o acordo ou convenção coletiva de trabalho". 3 - O festejado Eduardo Gabriel Saad ( CLT comentada, LTR, edição 36), em análise percuciente sobre aquele ditame da CLT , reconhece deixou em aberto o constituinte sobre o acordo a tanto ser de natureza individual ou coletiva, pois não o adjetivou tal legislador. 4 - A Constituição de 1967 , no inciso VI, de seu art. 165 , ao fixar o direto social da máxima duração diária de trabalho, explicitava "salvo casos especialmente previstos". 5 - No embate inerente ao tempo da autuação fiscal em questão, entre o art. 59 , CLT , autorizador do excedimento regulado da jornada trabalhista, e o então vigente art. 374, do mesmo Estatuto, a somente o permitir para a jornada da mulher mediante avença coletiva, acertada se revelou a r. sentença, pois a incidir a norma especial, assim inadmitindo-se como suficiente (ainda que assim o fosse) a concordância tão-só da trabalhadora, de molde a se afastar a regra geral do retratado art. 59 : ademais, ficou o pólo apelante de providenciar acordo atual, assim se denotando seu ilícito 6 - De rigor a improcedência ao pedido patronal em mandamus. 7 - Improvimento à apelação....

Encontrado em: Vistos e relatados estes autos em que são partes as acima indicadas, decide a Turma Suplementar

TRF-1 - RECURSO ORDINARIO TRABALHISTA RO 32891 DF 93.01.32891-7 (TRF-1)

Data de publicação: 02/10/1995

Ementa: TRABALHISTA - RETIFICAÇÃO DE REENQUADRAMENTO - PRESCRIÇÃO - CONTAGEM DO PRAZO - CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO , ART. 468 - ALCANCE - JORNADA DE TRABALHO SUPLEMENTAR- PROVA - BOLETINS DIARIOS DE TRAFEGO ADMISSIBILIDADE. 1- Inexistindo possibilidade de impugnação do efeito sem a mesma providencia em relação ao ato violador do direito, este, não aquele, marca o inicio do prazo de prescrição. 2- O art. 468 , da Consolidação das Leis do Trabalho , deve ser interpretado em face do art. 11 do mesmo diploma legal. 3- Boletins Diarios de Trafego, desde que contenham dados que lhe sejam pertinentes, servem como prova de jornada de trabalho suplementar. ( Consolidação das Leis do Trabalho , art. 74 , parag. 2. e 3.). 4- Recurso Ordinario, Recurso Adesivo e Remessa Oficial denegados. 5- Sentença confirmada.

Encontrado em: 00002 PAR: 00003 ART : 00004 CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO VEJA : RE 73958 STF RECURSO ORDINARIO... TRABALHISTA RO 32891 DF 93.01.32891-7 (TRF-1) JUIZ CATÃO ALVES

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA RECURSO DE REVISTA AIRR e RR 1748700232002509 1748700-23.2002.5.09.0900 (TST)

Data de publicação: 29/09/2006

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. MUNICÍPIO DE CURITIBA. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA. A divergência apta a ensejar o recurso de revista deve ser atual, não se considerando como tal a ultrapassada por súmula, ou superada por iterativa e notória jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho.In casu, aplica-se à Súmula nº 331, inciso IV, do TST a inviabilizar o prosseguimento do recurso de revista. Agravo de instrumento não provido.RECURSO DE REVISTA DO RECLAMADO. COMPANHIA AUXILIAR DE VIAÇÃO E OBRAS - CAVO. 1. HORAS EXTRAS. ÔNUS DA PROVA.A condenação ao pagamento de horas extras decorreu dolivre convencimento motivado à luz das provas produzidas nos autos (art. 131 , do CPC ) e não pela adoção da teoria do ônus da prova, restando incólume, pois, o disposto no artigo 818 , da CLT e 333 , I , do CPC . Recurso de revista não conhecido. 2. HORAS EXTRAS. INTERVALO INTRAJORNADA. EFEITOS.Segundo o § 4º do artigo 71 da CLT , a não-concessão do intervalo intrajornada acarreta o pagamento do período correspondente, acrescido de no mínimo 50% (cinqüenta por cento), não havendo se falar em pagamento apenas do acréscimo. Inteligência da Orientação Jurisprudencial nº 307 da SDI-1 do TST. Recurso de revista não conhecido. 3. HORAS EXTRAS. ALÉM DA OITIVA E INTERVALO INTRAJORNADA. CUMULAÇÃO.A hora extra decorrente da não fruição do intervalo intrajornada, prevista no § 4º do artigo 71 da CLT , não se coaduna com a natureza jurídica da jornada de trabalho suplementar, vez que esta, representa a contraprestação devida pelo trabalho excedente da jornada legal ou contratualmente exigível, enquanto aquela, visa indenizar o trabalhador pela ausência de fruição do intervalo que a lei lhe assegura, razão pela qual não há se falar embis in idem. Recurso de revista conhecido e não provido.

ou

Fale agora com um Advogado

Oi, está procurando um advogado ou correspondente jurídico? Podemos te conectar com Advogados em qualquer cidade do Brasil.

Escolha uma cidade da lista
Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/1525629/jornada-de-trabalho-suplementar