Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
25 de maio de 2016
Dano Moral Presumido (in re ipsa) Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Dano Moral Presumido (in re ipsa)

Adicione uma descrição a este tópico. Editar

caracteres restantes

Cancelar
Andamento do Processo n. 1003883-45.2015.8.26.0637 - Processo Digital - 20/05/2016 do TJSP

DE TÍTULO ADIMPLIDO - DANO MORAL IN RE IPSA – SENTENÇA MANTIDA – RECURSO DESPROVIDO. (Para eventual interposição...

Andamento do Processo n. 1044918-25.2014.8.26.0053 - Processo Digital - Recurso Inominado - 17/05/2016 do TJSP

- DANOS MORAIS – OCORRÊNCIA – INEXIGIBILIDADE DO DÉBITO RECONHECIDA PELA PRÓPRIA FAZENDA ESTADUAL - DANO IN RE IPSA... – A MERA EXISTÊNCIA DO PROTESTO INDEVIDO BASTA PARA A CONFIGURAÇÃO DE DANOS MORAIS - INDENIZAÇÃO DEVIDA – ARBITRAMENTO...

Andamento do Processo n. 1003134-28.2015.8.26.0152 - Processo Digital - 17/05/2016 do TJSP

- INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA - CONDUTA CULPOSA CONFIGURADA - DANO MORAL PRESUMIDO - SENTENÇA MANTIDA. (Para eventual...

Andamento do Processo n. 1001301-80.2015.8.26.0505 - Processo Digital - 11/05/2016 do TJSP

PAGADORES - DANO MORAL PRESUMIDO – QUANTUM INDENIZATÓRIO BEM ARBITRADO – AÇÃO PROCEDENTE - RECURSO IMPROVIDO. (Para eventual... DA INEXIGIBILIDADE DE DÉBITO CUMULADA COM INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS – INCONTROVERSO EQUÍVOCO DA LAVRA DE PREPOSTO...

Andamento do Processo n. 00018886020168140201 - 10/05/2016 do TJPA

do serviço dispensa a comprovação de efetivo prejuízo, uma vez que o dano moral nesses casos opera-se in re ipsa.... IMPOSSIBILIDADE DE CORTE POR DÉBITOS PRETÉRITOS. SUSPENSÃO ILEGAL DO FORNECIMENTO. DANO IN RE IPSA. AGRAVO REGIMENTAL DESPROVIDO. 1... DE ENERGIA ELÉTRICA E DECLARATÓRIA DE INEXISTENCIA DE DÉBITO C/C IN...

Andamento do Processo n. 1009663-43.2015.8.26.0482 - Processo Digital - 10/05/2016 do TJSP

DO DÉBITO BEM DECLARADO – NEGATIVAÇÃO INDEVIDA DO NOME NO CADASTRO DE INADIMPLENTES - DANO MORAL PRESUMIDO E DEVIDO...

Andamento do Processo n. 1008684-82.2015.8.26.0320 - Processo Digital - 06/05/2016 do TJSP

DEVEDOR FISCAL - DANO MORAL IN RE IPSA - CABIMENTO - RESPONSABILIDADE OBJETIVA DO MUNICÍPIO TEORIA DO RISCO... DE OUTRO HOMONIMO – BLOQUEIO ON LINE – EQUÍVOCO QUANTO À IDENTIFICAÇÃO DO REAL DEVEDOR FISCAL – DANO MORAL IN RE IPSA...

Wander Barbosa

Wander Barbosa -

Ausência de Dano Moral In Re Ipsa pela Mera Inclusão de valor indevido na fatura de cartão de crédito

Assim como o saque indevido, também o simples recebimento de fatura de cartão de crédito na qual incluída cobrança indevida não constitui ofensa a direito da personalidade (honra, imagem,

Resultados da busca Jusbrasil para "Dano Moral Presumido (in re ipsa)"

TJ-SP - Apelação APL 506318220098260114 SP 0050631-82.2009.8.26.0114 (TJ-SP)

Data de publicação: 18/01/2013

Ementa: *RESPONSABILIDADE CIVIL Dano moral Protesto indevido de duplicata Prejuízo que se presume (in re ipsa) Indenização devida Quantum indenizatório mantido. I O protesto indevido de título de crédito constitui ato que enseja a indenização por danos morais. II Desnecessidade da prova do efetivo prejuízo, o qual se presume (in re ipsa). III O valor da indenização observou os limites da razoabilidade e ponderação.Recursos não providos. *

TJ-SC - Apelação Cível AC 166742 SC 2011.016674-2 (TJ-SC)

Data de publicação: 18/10/2011

Ementa: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO CUMULADA COM INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL. INSCRIÇÃO DO NOME DO AUTOR EM ÓRGÃO RESTRITIVO DE CRÉDITO (SPC) POR EMPRESA CONCESSIONÁRIA DE SERVIÇO DE TELEFONIA MÓVEL. ATO ILÍCITO CARACTERIZADO. DANO MORAL IN RE IPSA. ABALO MORAL PRESUMIDO. DEVER DE INDENIZAR INARREDÁVEL. QUANTUM COMPENSATÓRIO ADEQUADO. JUROS DE MORA A CONTAR DO ARBITRAMENTO DO DANO MORAL. RECURSO CONHECIDO E PARCIALMENTE PROVIDO. A indevida restrição cadastral provoca dano moral in re ipsa, vale dizer, independemente da produção de outras provas e da comprovação do prejuízo, diante da potencialidade ofensiva que seus reflexos causam ao exercício pleno do direito de crédito. O quantum indenitário arbitrado deve traduzir-se em montante que, por um lado, sirva de lenitivo ao dano moral sofrido, sem importar em enriquecimento sem causa do ofendido; e, por outro lado, represente advertência ao ofensor e à sociedade de que não se aceita a conduta assumida, ou a lesão dela proveniente. Os juros moratórios, em sede de dano moral, consoante entendimento do Grupo de Câmaras de Direito Público desta Corte, incidem a partir do arbitramento.

TJ-SC - Apelação Cível AC 589775 SC 2011.058977-5 (TJ-SC)

Data de publicação: 28/11/2011

Ementa: AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. INSCRIÇÃO DO NOME DO AUTOR EM ÓRGÃO RESTRITIVO DE CRÉDITO (SERASA) POR EMPRESA CONCESSIONÁRIA DE SERVIÇO DE TELEFONIA MÓVEL. ATO ILÍCITO CARACTERIZADO. DANO MORAL IN RE IPSA. ABALO MORAL PRESUMIDO. DEVER DE INDENIZAR INARREDÁVEL. QUANTUM COMPENSATÓRIO FIXADO EM VALOR EXCESSIVO. MINORAÇÃO. JUROS DE MORA A CONTAR DO ARBITRAMENTO DO DANO MORAL. RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. A indevida restrição cadastral provoca dano moral in re ipsa, vale dizer, independemente da produção de outras provas e da comprovação do prejuízo, diante da potencialidade ofensiva que seus reflexos causam ao exercício pleno do direito de crédito. O quantum indenitário arbitrado deve traduzir-se em montante que, por um lado, sirva de lenitivo ao dano moral sofrido, sem importar em enriquecimento sem causa do ofendido; e, por outro lado, represente advertência ao ofensor e à sociedade de que não se aceita a conduta assumida, ou a lesão dela proveniente. Os juros moratórios, em sede de dano moral, consoante entendimento do Grupo de Câmaras de Direito Público desta Corte, incidem a partir do arbitramento.

×