Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
25 de agosto de 2016
Carta Política Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Carta Política

Carta política

Carta constitucional.

Andamento do Processo n. 0005020-42.2014.5.15.0000 - RO - 12/05/2016 do TST

bem de ver, anódino o apelo feito pela recorrente ao art. 5º, II, da Carta Política. Ademais, como observado..., na mesma proporção em que ignore os aspectos aqui realçados. Esse é o mandamento, o escopo da nossa Magna Carta e que não pode ser..., estatuído no artigo 5º, II, da Magna Carta, para alforriar-se da conden...

Victor Manfredi

Victor Manfredi -

A diferença entre a sucessão de cônjuges e companheiros

do poder público, pois é esta a base do Estado (art. 226, caput, da Carta Política), independentemente de usa composição...

Da laicidade do Estado no direito constitucional brasileiro

É fato notório que o Estado brasileiro não adota vínculos oficiais com quaisquer religiões, inserindo-se, portanto, na classificação de Estado laico ou leigo, em função de expressa previsão contida

Elder Pereira

Elder Pereira -

O direito de defesa
O direito de defesa

Assim, naquela primeira tragédia humana, inaugurou-se o direito de defesa . Sêneca, três séculos antes de Cristo, já afirmava que ninguém pode ser julgado sem antes ser ouvido. Tod...

Renata Cezar

Renata Cezar -

Direitos sociais frente ao Princípio da Proibição do Retrocesso Social

Analisar a proteção dos direitos fundamentais no Brasil certamente deve ocorrer com base em uma análise sistemática do direito constitucional pátrio. Isso significa que a proteção dos direitos

Andamento do Processo n. 0000075-64.2010.5.06.0012 - ED - 05/08/2015 do TRT-6

PROC. Nº TRT - 0000075-64.2010.5.06.0012 (ED-ED) Órgão Julgador : 2ª Turma Relatora : Desembargadora Dione Nunes Furtado da Silva. Embargante : CLÁUDIA BEZERRA CAVALCANTI GALINDO. Embargada : CAIXA

Andamento do Processo n. 0001316-89.2013.5.06.0005 - Ro - 08/07/2015 do TRT-6

Processo Nº Trt 0001316-89.2013.5.06.0005(Ro) Órgão Julgador : 3ª Turma Redatora : Desembargadora Dione Nunes Furtado Da Sila Recorrente (S) : MORGANA MAIA DA SILVA Recorrido (A) : HIPERCARD BANCO

Resultados da busca Jusbrasil para "Carta Política"

Carta política

Carta constitucional.

Definição • Jb • 16/04/2009

STF - AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO AI 405628 DF (STF)

Data de publicação: 29/06/2011

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO – ALEGADA VIOLAÇÃO A PRECEITOS INSCRITOS NA CARTA POLÍTICA – REQUISITOS DE ADMISSIBILIDADE DO RECURSO ESPECIAL (STJ) – AUSÊNCIA DE OFENSA DIRETA À CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA – CONTENCIOSO DE MERA LEGALIDADE – RECURSO IMPROVIDO . - A jurisprudência do Supremo Tribunal Federal firmou entendimento no sentido de que a discussão em torno dos requisitos de admissibilidade do recurso especial, dirigido ao Superior Tribunal de Justiça, não viabiliza o acesso à via recursal extraordinária, por tratar-se de tema de caráter eminentemente infraconstitucional, exceto se o julgamento emanado dessa Alta Corte judiciária apoiar-se em premissas que conflitem, diretamente, com o que dispõe o art. 105 , III , da Carta Política . Precedentes.

STF - AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO AI 724253 RJ (STF)

Data de publicação: 07/05/2013

Ementa: EMENTA Agravo regimental no agravo de instrumento. ICMS. Sistemática de tributação antecipada. Ficção que pretende suprimir a figura do agente intermediador que agencia as vendas de forma não onerosa. Regime que estaria amparado pelo permissivo constante do art. 150 , § 7º , da Carta Política . Matéria não prequestionada na origem. Incidência da Súmula 282/STF. 1. A administração tributária pretende imputar às operadoras de telefonia o ICMS devido pela venda direta a consumidor realizada pela Caixa Econômica, por intermédio de agências lotéricas. Tal operação estaria supostamente amparada pelo permissivo constante do art. 150 , § 7º , da Constituição Federal . 2. No acórdão recorrido, concebeu-se que tal operação estaria desconforme com os balizamentos previstos na lei complementar que veicula as normas gerais. Aduziu-se que somente uma lei complementar poderia instituir a sistemática empregada pelo Fisco. 3. O recorrente afirma que o art. 150 , § 7º , da Constituição Federal legitima o recolhimento antecipado nos moldes do regime empreendido pela administração tributária. 4. A matéria constitucional não foi enfrentada pela Corte de revisão. Ao invés de opor embargos de declaração com a finalidade específica de prequestionar a matéria, o agravante quedou-se inerte. Deve incidir na espécie a súmula nº 282 do Supremo Tribunal Federal. 5. Agravo regimental não provido.

×