Carregando...
JusBrasil - Tópicos
23 de outubro de 2014
Coisa Julgada

Coisa Julgada Editar

Cancelar
Coisa julgada

1) A coisa julgada é instituto protegido pela Constituição, que, ao lado dos institutos do direito adquirido e do ato jurídico perfeito, previstos como direitos fundamentais do ordenamento jurídico brasileiro, consagra os princípios constitucionais da segurança e da certeza jurídicas. Importa ressaltar, inclusive, que disposta entre os direitos fundamentais do Estado de Direito, a coisa julgada constitui cláusula pétrea, não podendo ser abolida por Emenda Constitucional. 2) A coisa julgada é uma exigência de ordem social, política, prática, por ser imperioso dar solução à situação de incerteza, devendo prevalecer uma delas, a fim de que haja certeza nas relações jurídicas. A coisa julgada cobre os defeitos dos atos processuais. Nas causas da jurisdição da Justiça do Trabalho, somente podem ser opostas, com suspensão do feito, as exceções de suspeição ou incompetência. As demais exceções serão alegadas como matéria de defesa. Das decisões sobre exceções de suspeição e incompetência, salvo quanto a estas, se terminativas do feito, não caberá recurso, podendo, no entanto, as partes alegá-las novamente no recurso que couber da decisão final (artigo 799 da CLT). Os limites objetivos da coisa julgada residem nas questões abrangidas por ela. Estão no dispositivo da sentença. E a coisa julgada se estende às questões resolvidas implicitamente. Os limites subjetivos da coisa julgada são as partes no processo. Dizem respeito às pessoas vinculadas à coisa julgada material, que resultou da solução da lide entre as partes. Não atingem a esfera jurídica de terceiro, isto é, não há benefício a terceiros, mas pode haver prejuízo a estes.

Princípio da Fungibilidade e Coisa Julgada Progressiva: análise crítica da jurisprudência do STF e do STJ

Princípio da Fungibilidade e Coisa Julgada Progressiva: análise crítica da jurisprudência do STF e do STJ Por primeiro..., balizada pela aceitação ou não da teoria da “coisa julgada progressiva” [18] . Aliás, a esse respeito, cumpre tecer... considerações acerca de como se situa, atualmente, a teoria da “coisa julgada ...

Coisa julgada e segurança jurídica: flexibilização e eficácia executiva da sentença

Coisa julgada e segurança jurídica: flexibilização e eficácia executiva da sentença Por Mariana Rusche Wierzchowski r... O estudo propõe soluções para situações envolvendo coisa julgada e segurança jurídica, bem como analisa os limites... do legislador ao definir o perfil dogmático da coisa julgada e do judiciário ao p...

Da extensão dos efeitos da decisão em sede de ação coletiva proposta por associação de servidores públicos

PROFISSIONAL. 2. EXTENSÃO DOS EFEITOS DA COISA JULGADA EM AÇÃO COLETIVA E LEGITIMIDADE PARA EXECUÇÃO. 3. INTERRUPÇÃO DA PRESCRIÇÃO... e suas respectivas autorizações (grifo nosso). 2. Dessa forma, a coisa julgada oriunda da ação coletiva de conhecimento.... EXTENSÃO DOS EFEITOS DA COISA JULGADA EM AÇÃO COLETIVA E LEGI...

Proposta de melhoria da coisa julgada e questão prejudicial no novo CPC

Proposta de melhoria da coisa julgada e questão prejudicial no novo CPC *Artigo produzido coletivamente pelos membros... do Centro de Estudos Avançados de Processo (Ceapro), por meio de seu subgrupo de “sentença e coisa julgada”, a respeito... de opiniões, foi uma discussão que é tão antiga quanto a moderna ciência pro...

A possibilidade de coisa julgada material no indeferimento liminar do mandado de segurança

A possibilidade de coisa julgada material no indeferimento liminar do mandado de segurança 1. Introdução Em primeiro...  – se a sentença houver decidido o mérito, operando-se os efeitos da coisa julgada material. Não se trata, porém, de uma inovação... pretensão veiculada, resolvendo o mérito e, caso não haja apelação ...

A coisa julgada progressiva e o termo inicial do prazo para a propositura da ação rescisória

A coisa julgada progressiva e o termo inicial do prazo para a propositura da ação rescisória 1. Introdução O Código... em 2 (dois) anos, contados do tra? Nsito em julgado da decisa? O”. Portanto, a partir da análise do instituto da coisa... julgada e da jurisprudência dos Tribunais Superiores, pretende-se discorrer sob...

D

Decisões -

STJ decidirá se é possível incluir em liquidação expurgos inflacionários não discutidos no processo (Notícias STJ)

os expurgos relativos aos planos econômicos subsequentes, a título de correção monetária do débito. Coisa julgada... do próprio STJ segundo a qual não constitui ofensa à coisa julgada nem à preclusão a inclusão de expurgos inflacionários... de conhecimento. No recurso ao STJ, a ... insiste na ofensa à coisa julgada, a...

Resultados da busca JusBrasil para "Coisa Julgada"

STF - RECURSO EXTRAORDINÁRIO RE 666589 DF (STF)

Data de publicação: 02/06/2014

Ementa: COISA JULGADA – ENVERGADURA. A coisa julgada possui envergadura constitucional. COISA JULGADA – PRONUNCIAMENTO JUDICIAL – CAPÍTULOS AUTÔNOMOS. Os capítulos autônomos do pronunciamento judicial precluem no que não atacados por meio de recurso, surgindo, ante o fenômeno, o termo inicial do biênio decadencial para a propositura da rescisória.

Encontrado em: AUTÔNOMOS DA SENTENÇA, APLICABILIDADE) AP 470 QO (TP). (COISA JULGADA, FORMAÇÃO PROGRESSIVA) AR 903 (TP...). (EFEITO TRASLATIVO, OFENSA, COISA JULGADA) AC 112 (TP). (TEORIA DOS CAPÍTULOS AUTÔNOMOS DA SENTENÇA..., COISA JULGADA. EXISTÊNCIA, JURISPRUDÊNCIA FIRMADA, SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (STF), ADMISSÃO, TESE...

STF - AG.REG. NA RECLAMAÇÃO Rcl 13214 RJ (STF)

Data de publicação: 11/11/2013

Ementa: RECLAMAÇÃO – COISA JULGADA. A reclamação não faz as vezes de rescisória – Verbete nº 734 da Súmula do Supremo: “Não cabe reclamação quando já houver transitado em julgado o ato judicial que se alega tenha desrespeitado decisão do Supremo Tribunal Federal”.

STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL AgRg no AREsp 175579 PR 2012/0096253-0 (STJ)

Data de publicação: 26/09/2013

Ementa: PROCESSO CIVIL. AÇÃO CAUTELAR. COISA JULGADA. A existência da coisa julgada na ação cautelar divide a doutrina; ainda que admitida, a sentença que defere a tutela cautelar não se projeta como coisa julgada além dos efeitos que visou, no caso, os de viabilizar a obtenção de certidão. Agravo regimental desprovido.

ou

×

Fale agora com um Advogado

Oi. O JusBrasil pode te conectar com Advogados em qualquer cidade caso precise de alguma orientação ou correspondência jurídica.

Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/292730/coisa-julgada