Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
25 de junho de 2016
Regime Celetista Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Regime Celetista

Regime de contratação trabalhista, regido pela CLT (DECRETO-LEI N.º 5.452, DE 1º DE MAIO DE 1943) Características: As demissões devem ser justificadas ou mediante indenização. Os servidores têm direito ao FGTS, aviso prévio, multas rescisórias, férias, décimo terceiro, vale-transporte e aposentadoria pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), que respeita um teto de R$ 3.416,54, entre outros. (mais)

Editar

caracteres restantes

Cancelar
Maxi Educa

Maxi Educa -

Você sabe quais são os regimes jurídicos funcionais?
Você sabe quais são os regimes jurídicos funcionais?

Você sabe quais são os regimes jurídicos funcionais? São quatro os regimes jurídicos funcionais, veja-se: Regime... Jurídico Único Este regime existiu até o advento da Emenda Const...

A Jornada de Trabalho à luz do arcabouço trabalhista brasileiro: Uma breve abordagem referenciada quanto ao regime celetista

A Jornada de Trabalho à luz do arcabouço trabalhista brasileiro: Uma breve abordagem referenciada quanto ao regime... celetista RESUMO A jornada de trabalho no Brasil alberga várias nuances, a depender do tipo de empregado. Consubstanciada.... O presente artigo pretende abordar sinteticamente a jornada de trabalho do e...

Andamento do Processo n. 0003817-08.2014.8.26.0576 - Recurso Inominado - 15/04/2016 do TJSP

Nº 0003817-08.2014.8.26.0576 - Processo Físico - Recurso Inominado - São José do Rio Preto - Recorrente: PREFEITURA DO MUNICIPIO DE SÃO JOSE DO RIO PRETO - Recorrido: Laides dos Santos - Magistrado

Si Gosch

Si Gosch -

Servidores Públicos

Resumo O artigo visa proporcionar um amplo conhecimento sobre os servidores públicos que por sua vez desempenham um papel muito importante para a administração pública, e os mesmos podem ingressar na

Leis que autorizam conselhos a contratarem pessoal sob regime da CLT são contestadas no STF

Para a PGR, normas contrariam dispositivo que determina adoção do regime jurídico estatutário para servidores. O procurador-geral da República propôs ADIn no STF questionando dispositivos de leis que

Alteração de regime de servidor de celetista para estatutário autoriza movimentação de conta do FGTS

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) julgou procedente mandado de segurança ajuizado com o objetivo de efetuar saques do saldo da conta vinculada do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço

Recibo - Aviso Prévio

Recibo R$... Recebi da firma..., estabelecida nesta praça à rua... N°..., a importância de R$..., correspondente a... (30 dias) de aviso prévio de que trata o art. 487 da Consolidação das Leis do

Professora municipal receberá FGTS entre edição e publicação de lei que criou regime estatutário

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho não conheceu de recurso de revista do município de Iguatu (CE) contra a condenação ao pagamento de FGTS a uma professora da rede pública de ensino no

É lícita a alteração da jornada semanal do empregado público para aquela prevista no edital do concurso?

No caso analisado pela 6ª Turma do TRT mineiro, um empregado da PRODEMGE (Companhia de Tecnologia de Informação do Estado de Minas Gerais) alegou ter sofrido alteração lesiva em seu contrato de

AGRAVO REGIMENTAL NO CONFLITO DE COMPETÊNCIA: AgRg no CC 132140 RN 2014/0006451-2

CONFLITO DE COMPETÊNCIA. AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. CONTRATAÇÃO MEDIANTE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO E POSTERIOR CONTRATAÇÃO EFETIVA NOS TERMOS DA LEI Nº 11.350, DE 2006. Competência da Justiça do Trabalho para decidir a respeito dos pedidos relativos ao período posterior à edição da lei municipal que adotou o reg...

Resultados da busca Jusbrasil para "Regime Celetista"

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 741020115220106 74-10.2011.5.22.0106 (TST)

Data de publicação: 15/05/2013

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. INSTITUIÇÃO DO REGIME ESTATUTÁRIO - EMPREGADO QUE PERMANECE SOB A ÉGIDE DO REGIME CELETISTA - COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. NÃO RECOLHIMENTO DA PARCELA DE FGTS - PRESCRIÇÃO TRINTENÁRIA. SAQUE DO FGTS. INEXISTÊNCIA DE DIREITO AO FGTS APÓS A TRANSFORMAÇÃO DO REGIME CELETISTA EM ESTATUTÁRIO - NÃO CONFIGURAÇÃO . Nega-se provimento a agravo de instrumento que visa liberar recurso despido dos pressupostos de cabimento. Agravo desprovido.

TST - AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA AIRR 741020115220106 74-10.2011.5.22.0106 (TST)

Data de publicação: 24/05/2013

Ementa: AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO DE REVISTA. INSTITUIÇÃO DO REGIME ESTATUTÁRIO - EMPREGADO QUE PERMANECE SOB A ÉGIDE DO REGIME CELETISTA - COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO. NÃO RECOLHIMENTO DA PARCELA DE FGTS - PRESCRIÇÃO TRINTENÁRIA. SAQUE DO FGTS. INEXISTÊNCIA DE DIREITO AO FGTS APÓS A TRANSFORMAÇÃO DO REGIME CELETISTA EM ESTATUTÁRIO - NÃO CONFIGURAÇÃO . Nega-se provimento a agravo de instrumento que visa liberar recurso despido dos pressupostos de cabimento. Agravo desprovido.

STF - AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO RE 384529 PR (STF)

Data de publicação: 20/09/2012

Ementa: EMENTA Agravo regimental no recurso extraordinário. Servidor público. Transformação do regime celetista em estatutário. Lei estadual nº 10.219/02. Concessão de licença prêmio relativa ao tempo do regime celetista. Ofensa a direito local. Ausência de repercussão geral do tema. Precedentes. 1. O recurso extraordinário não se presta ao reexame de matéria ínsita ao plano normativo local. Incidência da Súmula nº 280 do Supremo Tribunal Federal. 2. Esta Corte, no exame do RE nº 575.526/PR, concluiu pela ausência de repercussão geral do tema relativo à possibilidade de se deferir a servidor público cujo regime jurídico é alterado do celetista para o estatutário direito previsto no estatuto dos servidores públicos. 3. Agravo regimental não provido.

×