Carregando...
JusBrasil - Tópicos
03 de maio de 2016
Crime de Falsificação de Documento Público Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Crime de Falsificação de Documento Público

Falsificação de documento público

Vide falsidade de documento público.

Crimes contra a Fé Pública: Falsificação de Documento Público, Falsificação de Documento Particular, Falsidade Ideológica e Falsidade de Atestado Médico

Crimes contra a Fé Pública: Falsificação de Documento Público, Falsificação de Documento Particular, Falsidade... de sua profissão para falsificar o documento. V – Documento Público por Equiparação Para os efeitos deste crime, são equiparados... antecedentes criminais. Crime de falsificação de documento público que não...

Direito Penal

) Habeas corpus. Falsificação de documento público. Condenação. 2. Conduta atípica. Falsificação grosseira. Revolvimento...) PENAL E PROCESSO PENAL. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. CRIME DE FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTO PÚBLICO... E USO DE DOCUMENTO FALSO. PROVAS PARA CONDENAÇÃO, EXISTÊNCIA DE DOLO E CONSU...

Andamento do Processo n. 0023434-47.2009.8.14.0097 - Ação Penal - Procedimento Ordinário - 05/04/2016 do TJPA

Processo n 0023434-47.2009.8.14.0097 - AÇÃO PENAL - PROCEDIMENTO ORDINÁRIO - FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTO PÚBLICO - DENU N CIADO : NAZARENO ALVES DOS SANTOS - Vítima: A.C. - O.E. - TERMO DE AUDIÊNCIA DE

Andamento do Processo n. 1419944-5 - Apelação Crime - 28/03/2016 do TJPR

0034 . Processo/Prot: 1419944-5 Apelação Crime . Protocolo: 2015/238668. Comarca: Congonhinhas. Vara: Juízo Único. Ação Originária: 0001093-98.2013.8.16.0073 Ação Penal. Apelante: Mikelanngelo

Andamento do Processo n. 1420-25.2000.8.06.0090/0 - 18/02/2016 do TJCE

16) 1420-25.2000.8.06.0090/0 - Nº Antigo: 2003011004338 - ART. 297 CPB- FALSIFICAÇÃO DOCUMENTO PÚBLICO REU.: JOSE PEREIRA NETO REU.: MARCOS AURELIO ALVES SILVA. “3. DECISÃO: 3.1 Diante do que foi

Andamento do Processo n. 2015.0001.008440-5 - Habeas Corpus - 28/10/2015 do TJPI

HABEAS CORPUS Nº 2015.0001.008440-5 (COCAL/ VARA ÚNICA) IMPETRANTE: LUIS FELIPE SOUSA MORAES PACIENTE: LETÍCIA DA SILVAARAÚJO ADVOGADO: LUIS FELIPE SOUSA MORAES RELATOR: DES. JOSÉ FRANCISCO DO

Recurso discute princípio da consunção em crime de descaminho com uso de documento falso

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nefi Cordeiro afetou à Terceira Seção o julgamento de um recurso repetitivo que definirá se incide o princípio da consunção quando a falsificação de

Deputado é indiciado por falsificação de documentos de castelo avaliado em R$ 40 milhões

O deputado estadual Leonardo Moreira (PSDB-MG), que recolocou à venda seu castelo por R$ 40 milhões, foi indiciado pela Polícia Federal (PF) em 2013 por falsificação de documentos da suntuosa

Resultados da busca JusBrasil para "Crime de Falsificação de Documento Público"

STF - AG.REG. NO INQUÉRITO Inq 2890 MG (STF)

Data de publicação: 07/10/2011

Ementa: EMENTA Inquérito policial. Crimes de falsificação de documento público. Agravo regimental interposto contra decisão que determinou a baixa dos autos à origem em razão de perda da prerrogativa de função por parte da investigada. Regimental não provido. 1. A simples convicção da indiciada, sem o aval do titular da ação penal, de que o Deputado Federal N. C. tenha praticado crimes relacionados aos fatos investigados não é apta a ensejar a permanência dos autos nesta Suprema Corte. 2. Agravo regimental não provido.

Encontrado em: 07-10-2011 PUBLIC 10-10-2011 EMENT VOL-02604-01 PP-00013 - 7/10/2011 - VIDE EMENTA. MIN. DIAS... TOFFOLI. MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. M. L. C.. PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL AgRg no AREsp 228004 SP 2012/0180026-1 (STJ)

Data de publicação: 30/04/2013

Ementa: AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. PENAL. CRIME DE FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTO PÚBLICO. PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA SUPERVENIENTE. MATÉRIA DE ORDEM PÚBLICA. LAPSO TEMPORAL OCORRENTE. DOSIMETRIA. FIXAÇÃO DA PENA-BASE ACIMA DO MÍNIMO LEGAL. MOTIVAÇÃO SUFICIENTE. FALTA DE PREQUESTIONAMENTO. AGRAVO REGIMENTAL DESPROVIDO. DECLARADA, DE OFÍCIO, A PRESCRIÇÃO DA PRETENSÃO PUNITIVA EM RELAÇÃO AO DELITO PREVISTO NO ART. 297 DO CÓDIGO PENAL . 1. Sobre a prescrição da pretensão punitiva, ainda que o tema não tenha sido abordado na decisão agravada, por se tratar de matéria de ordem pública, admite-se a sua análise na presente via. 2. Verifica-se a ocorrência do prazo prescricional quanto ao crime de falsificação de documento público, com base na pena redimensionada pela decisão ora agravada, uma vez que transcorreu lapso superior a 04 anos necessários para sua declaração. 3. O julgador deve, ao individualizar a pena, examinar com acuidade os elementos que dizem respeito ao fato, para aplicar, de forma justa e fundamentada, a reprimenda que seja necessária e suficiente para reprovação do crime. 4. No caso em apreço, a fixação da pena-base acima do mínimo legal foi suficientemente fundamentada, tendo sido declinados elementos que emprestaram à conduta da Ré especial reprovabilidade e que não se afiguram inerentes ao próprio tipo penal. 5. Não havendo apreciação do tema relativo à aplicação do instituto da consunção pelo acórdão recorrido, carece a matéria do indispensável prequestionamento viabilizador do recurso especial. 6. Decisão agravada que se mantém pelos seus próprios fundamentos. 7. Agravo regimental desprovido. Declarada, de ofício, a prescrição da pretensão punitiva em relação ao delito previsto no art. 297 do Código Penal .

STJ - HABEAS CORPUS HC 155885 MS 2009/0237986-8 (STJ)

Data de publicação: 11/10/2010

Ementa: HABEAS CORPUS. CRIME DE FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTO PÚBLICO. TESE DE CRIME IMPOSSÍVEL. FALSIFICAÇÃO GROSSEIRA. REEXAME DE PROVAS. SURSIS. IMPOSSIBILIDADE. ANÁLISE DOS REQUISITOS PARA A SUBSTITUIÇÃO DA PENA. REGIME PRISIONAL NÃO FIXADO NA SENTENÇA CONDENATÓRIA. 1. O Tribunal a quo analisou a tese de crime impossível com base em laudo pericial e prova testemunhal constante dos autos, concluindo que tais meios de provas foram suficientes para demonstrar a autoria e materialidade, caracterizando-se, assim, o crime de falsificação de documento público. Para se chegar a conclusão diversa seria imprescindível o reexame do conjunto fático-probatório dos autos, o que é vedado na estreita via do habeas corpus. 2. Somente quando não couber ou não for indicada a substituição é que se verificará o cabimento da suspensão condicional da pena. 3. Ordem denegada. Habeas corpus concedido de ofício, para, mantida a condenação da Paciente, determinar ao Juízo da 4.ª Vara Criminal de Campo Grande-MS que fixe o regime inicial de cumprimento da pena, bem como analise a possibilidade de substituição da pena privativa nos termos do art. 44 do Código Penal .

×

ou