Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
4 de Março de 2024

A obrigação de provar das empresas nos processos envolvendo consumidores

Publicado por NDM Advogados
há 6 anos

Diariamente vemos consumidores entrando com ações judiciais contra empresas e solicitando a chamada “inversão do ônus da prova”. Mas, na prática, o que isso significa?

A prova é um elemento do processo utilizado para confirmar a verdade dos fatos afirmados pela parte, além de ter a função de convencer o juiz de que os pedidos são justos.

O ônus da prova consiste no dever atribuído à parte de atestar suas alegações, de forma que o autor (quem processa) deve comprovar os fatos que constituem o seu direito. Do outro lado, o réu (quem é processado) deve demonstrar a existência de fatos impeditivos, extintivos ou modificativos do direito do autor.

Todavia, essa regra processual tem uma exceção estabelecida no Código de Defesa do Consumidor, que é a inversão do ônus da prova, como um dos instrumentos de facilitação da defesa dos interesses do cliente que seja hipossuficiente na relação de consumo.

Com isso, o consumidor que procura o Poder Judiciário e está impossibilitado de produzir as comprovações necessárias para confirmar o seu direito, pode solicitar que a outra parte, fornecedora de produtos/serviços, tenha a obrigação de apresentar todas as provas necessárias para a conclusão do processo, incluindo documentos, gravações, áudios e contratos que a empresa tiver posse.

Assim, o cliente que estiver em manifesta desvantagem, seja técnica ou econômica, se livra da obrigação processual de produzir as provas e a repassa para a empresa processada, que muito provavelmente será prejudicada caso não tenha condições de atestar a sua inocência ou o cumprimento de suas obrigações.

A partir disso, fica clara a importância do empreendedor ter ações preventivas para garantir proteção ao seu negócio e evitar prejuízos inesperados. Como melhores práticas, sugerimos:

  • Tenha contratos e documentos claros, com informações precisas e verdadeiras, de forma que qualquer pessoa tenha a capacidade de compreender o que está sendo oferecido e quais obrigações estão sendo assumidas (Clique aqui caso queira acessar ao nosso ebook com 07 cláusulas importantes para os contratos de sua empresa);
  • Assegure-se que o cliente que contrata com a sua empresa é quem ele declara ser, solicitando cópia de documentos oficiais e assinatura pessoal ou por certificado digital, a fim de evitar fraudes;
  • Digitalize os documentos físicos e arquive todos os contratos firmados com o consumidor, inclusive recibos de entrega, aditivos, termos de alterações de condições ou rescisões;
  • Arquive também todas as ligações telefônicas, áudios, mensagens eletrônicas e protocolos de comunicações feitas com o usuário final.

Com a adoção dessas medidas, será mais fácil demonstrar que a pessoa jurídica está atuando de forma legal e em respeito ao Código de Defesa do Consumidor. De toda forma, caso sua empresa seja acionada judicialmente, procure um advogado especializado para elaborar sua defesa e diminuir os danos financeiros e eventuais prejuízos à imagem do negócio.

Por Natália Martins Nunes

Fonte: http://ndmadvogados.com.br/a-obrigacao-de-provar-das-empresas-nos-processos-envolvendo-consumidores/

  • Sobre o autorEscritório de Advocacia especializado em Startups e Empresas Inovadoras
  • Publicações485
  • Seguidores384
Detalhes da publicação
  • Tipo do documentoArtigo
  • Visualizações3347
De onde vêm as informações do Jusbrasil?
Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/artigos/a-obrigacao-de-provar-das-empresas-nos-processos-envolvendo-consumidores/505310555

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento-Cv: AI XXXXX-37.2020.8.13.0000 MG

Joy Wildes Roriz da Costa, Advogado
Modeloshá 5 anos

Embargos Declaratórios com efeito modificativo

Joviano Cardoso de Paula Júnior, Advogado
Artigoshá 6 anos

Provas no Direito do Consumidor

Advocacia e Concursos Jurídicos, Procurador e Advogado Público
Modeloshá 2 anos

{Modelo} Manifestação em embargos de declaração

Modelo de petição de recurso de Embargos de Declaração no JEC

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Já perdi três processos contra empresas, alguns até com gravações e provas que o juiz nem se deu ao trabalho de ler. Imagina se a lei fosse diferente. continuar lendo