Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
14 de Junho de 2024

"Escola Sem Partido" para trabalhadores sem direitos

Publicado por Felipe Vasconcellos
há 8 anos

Escola Sem Partido para trabalhadores sem direitos

O projeto de lei PLS n.º 193/2016 que tramita no Senado, de iniciativa do autodenominado “Movimento Escola Sem Partido”, pretende implementar uma doutrina única nas escolas e impedir qualquer tipo de questionamento.

Aproveita-se de um sentimento legítimo da população que nega os partidos hegemônicos para destruir a educação básica por meio da imposição de um programa único que desconsidere os avanços da sociedade no âmbito da diversidade de gênero, das liberdades democráticas e dos direitos humanos.

O fato é que esses setores não se conformam com a tomada de consciência da juventude, que saiu às ruas em 2013 contra o aumento da tarifa de transporte público e que sai às ruas hoje e ocupa escolas para lutar por uma educação pública, democrática e de qualidade.

Eles querem jovens obedientes, que não questionem e que aceitem tudo o quanto for imposto a eles. Mais que isso, eles querem trabalhadores calados, que não conheçam e não lutem por seus direitos. Afinal, eles querem acabar com os direitos.

E eles sabem que a educação, quando fomenta a crítica e a reflexão, é uma arma perigosa contra os privilégios, sejam eles de políticos ou dos grandes empresários.

Com o golpe parlamentar, e com os projetos que pretendem destruir a legislação trabalhista no Brasil, com a ampliação irrestrita da terceirização, redução da idade mínima para o trabalho, possibilidade de redução salarial e de jornada de forma permanente, além do corte de orçamento da justiça do trabalho, que agora está prestes a fechar, o movimento escola sem partido surge no momento oportuno.

Não é contra uma pretensa “doutrinação” que eles se insurgem, é contra os estudantes e trabalhadores terem consciência de seus direitos.

O "Escola Sem Partido" é ideal para um mundo de trabalhadores sem direitos, combatê-lo, portanto, é tarefa urgente para todos aqueles que defendem a democracia e o pensamento crítico, mas jamais o pensamento único.

O Senado Federal está com consulta pública para saber sua opinião a respeito, acesse e vote contra o AI-5 da educação!

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=125666


*O presente artigo foi publicado na Edição de 22-28/07/2016 do Jornal Visão Oeste.

Felipe Gomes da Silva Vasconcellos, advogado de entidades sindicais, Mestre em Direito do Trabalho pela USP.

Maximiliano Nagl Garcez, advogado e consultor de entidades sindicais e diretor para Assuntos Legislativos da Associação Latino-Americana de Advogados Laboralistas - ALAL

  • Publicações7
  • Seguidores27
Detalhes da publicação
  • Tipo do documentoArtigo
  • Visualizações143
De onde vêm as informações do Jusbrasil?
Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/artigos/escola-sem-partido-para-trabalhadores-sem-direitos/364850412

Informações relacionadas

Justificando
Notíciashá 6 anos

Presidente do TRT-RJ autoriza privatização da Eletrobras e atropela decisões liminares

Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal Regional Federal da 5ª Região TRF-5 - APELAÇÃO CÍVEL: Ap XXXXX-80.2021.4.05.8400

Instrumento de Procuração - TRT09 - Ação Valor da Execução / Cálculo / Atualização - Ap - de Copel Distribuicao contra Sind Trab IND Energia Hidro Termo Eletrica Font ALT C P

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)
Lucas Salmazo
7 anos atrás

Concordo plenamente!

Em que pese as vezes não concordarmos com a ideologia de alguém, necessário lutar pela liberdade de manifestação de pensamento, uma vez que o debate de idéias é saudável, é da essência do ser humano.

A aprovação de leis como essa só geram retrocesso!

Enfim um texto lúcido sobre o tema! continuar lendo

Ótima colocação Felipe, creio que esse é o verdadeiro AI-5 da educação.
Infelizmente estou nesta geração que visualiza o Brasil indo de mal a pior e está cada vez mais omissa. E o mais trágico (não sei ainda se será para o Governo ou para mim), decidi ser educadora e combater essa imposição arcaica e ilegítima. continuar lendo

Felipe Vasconcellos
7 anos atrás

Obrigado. Ótima escolha ser educadora. Estamos juntos. continuar lendo