Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
24 de Fevereiro de 2024

Qual a diferença entre Faturamento, Receita e Lucro?

Perguntas tais como: “Quanto você fatura ao mês?”, “Qual a média de suas receitas?” e “Quanto você obteve de lucro?”, não são respondidas com a mesma resposta.

Publicado por Daniela Lucena
há 3 anos

Na gestão financeira das empresas, seja pequena ou de grande porte, os conceitos de Faturamento, Receita e Lucro muitas vezes se confundem, porém esses termos possuem conceitos distintos que merecem atenção, pois perguntas tais como: “Quanto você fatura ao mês?”, “Qual a média de suas receitas?” e “Quanto você obteve de lucro?”, não são respondidas com a mesma resposta.

A previsão de valores que irão integrar o patrimônio de uma empresa é chamado de Faturamento, ou seja, Faturamento é a soma de todas as notas fiscais emitidas por serviços prestados ou produtos vendidos para terceiros. Ao relacionar o conceito de Faturamento com “fatura” fica mais simples de lembrar, pois engloba todos os valores brutos das notas fiscais.

Algumas polemicas existem em torno do termo “Faturamento” na cobrança de alguns tributos, pois empresas que são submetidas por exemplo ao pagamento de ICMS, há a integração do ICMS nas notas ficais, porém esse valor referente ao imposto não integra efetivamente o patrimônio da empresa.

Já a Receita, de um modo geral, é proveniente da atividade principal da empresa, ou seja, a Receita é obtida a cada dia (não conta os investimentos), sendo a soma de pagamentos já efetivados. Por exemplo, a venda de roupas por uma empresa, o valor da venda é Receita. A Receita pode ser dividida em Receita Bruta e Receita Líquida.

Para fins contábeis (que é o que nos interessa), a Receita Bruta é o Faturamento da empresa, sendo a soma de toda a Receita decorrente da atividade desempenhada pela empresa. Por outro lado, a Receita Líquida corresponde a Receita Bruta menos as despesas, em outras palavras enquadra-se como "despesas" as devoluções e vendas canceladas (anulação de valores registrados como receita bruta de vendas e serviços), descontos concedidos incondicionalmente e tributos destacados nas notas fiscais.

O Lucro, na contabilidade das empresas, é o resultado financeiro dado pela receita total menos os custos explícitos da empresa, pode-se considerar Lucro tudo o que sobra depois de pagar todas as contas relacionada à atividade desempenhada por uma empresa, em que mostra em números o retorno financeiro. Assim como a Receita, pode ser dividido como Lucro Bruto e Lucro Líquido. O Lucro Bruto é o resultado auferido sem os custos variáveis da empresa, que estão ligados à atividade principal, já o Lucro Líquido é o que sobra quando se retira todos os custos da empresa, variáveis ou fixos.

Embora aparentemente tenha semelhança entre Faturamento, Receita e Lucro, a diferenciação desses termos é essencial para o crescimento saudável de uma empresa, fazendo sempre necessário o auxílio de um profissional da área.

LinkedIn

Instagram

  • Publicações33
  • Seguidores35
Detalhes da publicação
  • Tipo do documentoArtigo
  • Visualizações1786
De onde vêm as informações do Jusbrasil?
Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/artigos/qual-a-diferenca-entre-faturamento-receita-e-lucro/1163176473

Informações relacionadas

Matheus Malta Valada, Estudante de Direito
Artigoshá 9 anos

Conceito de faturamento para PIS e Cofins e a maneira em que o ICMS não se enquadra a este conceito.

Fernanda Teixeira Koiffman, Bacharel em Direito
Artigoshá 2 anos

Critério material das contribuições ao PIS e COFINS, a base de cálculo eleita e os conceitos de faturamento e receita

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 5 meses

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - AGRAVO DE INSTRUMENTO: AI XXXXX-02.2023.8.19.0000 202300279961

Jefferson Luiz Maleski, Advogado
Artigoshá 3 anos

Da hipótese de incidência até a obrigação tributária

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 3 meses

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - AGRAVO DE INSTRUMENTO: XXXXX-32.2023.8.19.0000 2023002104434

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)