TODOS OS CONTEÚDOS
Escolha o conteúdo mais relevante para o que você busca navegando em nossos resultados.
Mais de 10.000 resultados
Ordenar Por
Avatar do resultado
Pessoa (Física/Jurídica)

TRF-1 - REMESSA EX OFFICIO EM MANDADO DE SEGURANÇA (REOMS) REOMS 00079052220134013400 (TRF-1)

JurisprudênciaData de publicação: 27/07/2015

CERTIFICADOS EXPEDIDOS PELO CENTRO EDUCACIONAL CARIOCA. EPEC/AVM. INVALIDADE SUSCITADA. PRESUNÇÃO DE VALIDADE. MATRÍCULA EM GRADUAÇÃO. POSSIBILIDADE. DEVER DE FISCALIZAÇÃO DO PODER PÚBLICO. SENTENÇA MANTIDA. 1. Nos termos do disposto no art. 44, II, da Lei 9.394/96, os cursos de graduação em nível superior são abertos a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente e tenham sido classificados em processo seletivo, de modo que legítima a conduta da instituição de ensino superior em recusar a matrícula do aluno que não tenha concluído o ensino médio. 2. No caso, o impetrante ingressou, regularmente, na União Pioneira de Integração Social - UPIS no Curso de Sistemas da Informação e, no primeiro semestre de 2013, quando já matriculado para o 3º período do curso foi notificado de que sua matrícula seria suspensa em razão de recomendação do Ministério Público Federal. 3. A referida recomendação noticia a invalidade dos certificados de conclusão dos alunos que tenham cursado o ensino médio presencialmente no Distrito Federal no Instituto Latino-Americano de Línguas - ILAL/DF, com intermediação da Empresa de Pesquisa, Ensino e Cultura - EPEC/RJ, do Centro Educacional Futura - FUTURA/RJ ou da União Nacional de Instrução - UNl/RJ. 4. A jurisprudência desta Corte já firmou entendimento de que conclusão acerca da existência de irregularidades no funcionamento de instituição de ensino, adotada pelo Ministério Público Federal em procedimento administrativo próprio, no qual, inclusive, expedida recomendação a diversos centros educacionais, não invalida os certificados de conclusão do ensino médio até então emitidos aos alunos. Precedentes. 5. Remessa oficial a que se nega provimento.

TJ-RJ - AGRAVO DE INSTRUMENTO AI 00647980420198190000 (TJ-RJ)

JurisprudênciaData de publicação: 18/02/2020

RECORRENTE QUE COMPROVOU A CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO, NA MODALIDADE À DISTÂNCIA, EM 20/06/2008 NO CENTRO EDUCACIONAL CARIOCA¿EPEC-AVM. UNIDADE DESCREDENCIADA. APRESENTAÇÃO DO HISTÓRICO ESCOLAR E DO CERTIFICADO DE CONCLUSÃO E A PUBLICAÇÃO DO SEU NOME NO DOERJ, O QUE COMPROVA SUA APTIDÃO PARA INGRESSAR NO ENSINO SUPERIOR. PROVIMENTO DO RECURSO.

TJ-RJ - AGRAVO DE INSTRUMENTO AI 00647980420198190000 (TJ-RJ)

JurisprudênciaData de publicação: 18/02/2020

RECORRENTE QUE COMPROVOU A CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO, NA MODALIDADE À DISTÂNCIA, EM 20/06/2008 NO CENTRO EDUCACIONAL CARIOCA¿EPEC-AVM. UNIDADE DESCREDENCIADA. APRESENTAÇÃO DO HISTÓRICO ESCOLAR E DO CERTIFICADO DE CONCLUSÃO E A PUBLICAÇÃO DO SEU NOME NO DOERJ, O QUE COMPROVA SUA APTIDÃO PARA INGRESSAR NO ENSINO SUPERIOR. PROVIMENTO DO RECURSO.

TJ-RJ - MANDADO DE SEGURANÇA MS 00062874720188190000 RIO DE JANEIRO TRIBUNAL DE JUSTICA (TJ-RJ)

JurisprudênciaData de publicação: 19/04/2018

Equívoco no CNPJ da instituição educacional na publicação do Diário Oficial que impede a validação do aludido documento. Impetrante que demonstrou a conclusão do Ensino Médio, na modalidade à distância, em 14 de fevereiro de 2008, no Centro Educacional Carioca - EPC-AVM, cujas atividades educacionais foram posteriormente encerradas. Parecer n.º 102/2009, do Conselho Estadual de Educação deste estado, que considerou válida toda publicação feita no Diário Oficial até o dia 16 de setembro de 2009, sob o CNPJ n.º 05.040.790/0001-52, relacionada à conclusão de cursos pelos alunos na aludida instituição. Alegação da autoridade coatora acerca da ocorrência de fraude na emissão de certificados escolares que não abrange o período em que foi expedido o do impetrante. Comprovado o direito líquido e certo, impõe-se a confirmação da decisão liminar. Ordem concedida.

TJ-RJ - MANDADO DE SEGURANÇA MS 00458998920188190000 (TJ-RJ)

JurisprudênciaData de publicação: 14/05/2019

SUCESSÃO PELO CENTRO CARIOCA DE ENSINO SUPERIOR LTDA. CONCLUSÃO DO CURSO ANTES DO DESCREDENCIAMENTO DO EPEC/AVM. PUBLICAÇÃO DO NOME DO IMPETRANTE NO DOERJ CONFIRMANDO A CONCLUSÃO DO CURSO. HISTÓRICO ESCOLAR QUE DEVERÁ SER REQUERIDO JUNTO A INSTITUIÇÃO FISCALIZADORA. CONCESSÃO PARCIAL DA SEGURANÇA. 1. Trata-se de Mandado de Segurança no qual alega o impetrante que, em 22/04/2008, recebeu a titulação da conclusão do ensino médio, através do Centro Educacional Carioca. Narra que a referida instituição de ensino foi autorizada a ministrar o ensino fundamental e médio, à distância, na modalidade Jovens e Adultos. Relata que, recentemente, se inscreveu para um concurso público junto ao Ministério da Marinha e que, dentre outras exigências, lhe foi solicitada a exibição do Histórico Escolar e que, para sua surpresa, tal documento não acompanhou o Certificado emitido pela instituição de ensino. Por fim, informa que o local se encontra com as atividades encerradas. Requer que a autoridade coatora dê validade ao Certificado emitido, permitindo a realização da prova do concurso; 2. O impetrante demonstrou que concluiu o Ensino Médio, na modalidade à distância, em 21 de dezembro de 2007, no Centro Educacional Carioca - EPC-AVM e, no dia 16/04/2008, o Centro Carioca de Ensino Superior Ltda publicou a relação nominal dos alunos aprovados no ensino médio EPEC-AVM, estando o impetrante na listagem publicada; 3. Releva observar que, de acordo com as informações prestadas pela autoridade coatora, a EPEC-AVM obteve autorização de funcionamento para o Ensino Fundamental e Ensino Médio, na modalidade à distância, através o Parecer CEE nº 104/2003, tendo a referida autorização expirado em dezembro de 2008, por ausência de recredenciamento.

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00061312220108190006 (TJ-RJ)

JurisprudênciaData de publicação: 04/09/2019

Certificado de conclusão do ensino médio e histórico escolar não entregues pela entidade educacional. Pleito que visa à condenação da ré no sentido de entregar os documentos requeridos e ao pagamento de indenização por danos morais. Sentença que julgou parcialmente procedente o pedido, condenando a parte ré a pagar a quantia de R$10.000,00 (dez mil reais) a título de danos morais. Apelo de ambas as partes. Empresa ré que argui sua ilegitimidade passiva ad causam e no mérito, a total ausência de responsabilidade pelos fatos narrados na inicial, pleiteando o afastamento da condenação em danos morais. Recurso adesivo que pugna unicamente pela majoração do quantum indenizatório ao patamar de 100 (cem) salários mínimos. Pretensões que não merecem prosperar. Incidência do Código de Defesa do Consumidor . Ilegitimidade passiva que merece ser rejeitada. Entidade educacional que vinculou seu nome ao da empresa Centro Educacional Carioca, devendo responder pelos prejuízos causados pela falha na prestação do serviço por aquela, considerando-se o fato de que atuava como agenciadora educacional. Dever de indenizar. Quantum indenizatório que não merece reparos. Observância dos critérios da razoabilidade e da proporcionalidade. Manutenção da sentença. Apelos improvidos, vencido o Eminente Relator.

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00517760320158190004 (TJ-RJ)

JurisprudênciaData de publicação: 22/10/2020

Autor, que foi vítima de um acidente de consumo, em decorrência da fraude praticada pela empresa Centro Educacional Carioca, durante o período em que a transferência de responsabilidade, pela apelante, ainda não havia sido homologada pela Comissão Especial de Educação à Distância, razão por que a ré deve ser responsabilizada, solidariamente, com a empresa fraudadora, por força do Parágrafo único, do artigo 7º, da legislação consumerista. Condenação da recorrente ao pagamento de indenização a título de perdas e danos, no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais), que deve ser afastada, sob pena de incorrer em bis in idem, vez que a ré já foi condenada a devolver o preço pago pelo autor, referente aos serviços educacionais, atualizado monetariamente. Quantum compensatório dos danos morais causados à autora, arbitrado pelo Juízo a quo em R$ 3.000,00 (três mil reais), que deve ser mantido, haja vista que a expectativa frustrada do autor em receber o diploma de conclusão do ensino médio certamente causou-lhe efetivo abalo psíquico, restando configurando, in casu, o dano moral in re ipsa. Recurso a que se dá parcial provimento.

Encontrado em: VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 22/10/2020 - 22/10/2020 AUTOR: AVM EDUCACIONAL LTDA.

TJ-RJ - APELAÇÃO APL 00061312220108190006 (TJ-RJ)

JurisprudênciaData de publicação: 04/09/2019

Certificado de conclusão do ensino médio e histórico escolar não entregues pela entidade educacional. Pleito que visa à condenação da ré no sentido de entregar os documentos requeridos e ao pagamento de indenização por danos morais. Sentença que julgou parcialmente procedente o pedido, condenando a parte ré a pagar a quantia de R$10.000,00 (dez mil reais) a título de danos morais. Apelo de ambas as partes. Empresa ré que argui sua ilegitimidade passiva ad causam e no mérito, a total ausência de responsabilidade pelos fatos narrados na inicial, pleiteando o afastamento da condenação em danos morais. Recurso adesivo que pugna unicamente pela majoração do quantum indenizatório ao patamar de 100 (cem) salários mínimos. Pretensões que não merecem prosperar. Incidência do Código de Defesa do Consumidor . Ilegitimidade passiva que merece ser rejeitada. Entidade educacional que vinculou seu nome ao da empresa Centro Educacional Carioca, devendo responder pelos prejuízos causados pela falha na prestação do serviço por aquela, considerando-se o fato de que atuava como agenciadora educacional. Dever de indenizar. Quantum indenizatório que não merece reparos. Observância dos critérios da razoabilidade e da proporcionalidade. Manutenção da sentença. Apelos improvidos, vencido o Eminente Relator.

TJ-RJ - Inteiro Teor. AGRAVO DE INSTRUMENTO: AI 647980420198190000

JurisprudênciaData de publicação: 18/02/2020

EDUCACIONAL CARIOCA–EPEC-AVM. Educacional Carioca. Educacional Carioca - EPC-AVM e, no dia 16/04/2008, o Centro Carioca de Ensino Superior Ltda publicou...

TJ-RJ - Inteiro Teor. AGRAVO DE INSTRUMENTO: AI 647980420198190000

JurisprudênciaData de publicação: 18/02/2020

EDUCACIONAL CARIOCA–EPEC-AVM. Educacional Carioca. Educacional Carioca - EPC-AVM e, no dia 16/04/2008, o Centro Carioca de Ensino Superior Ltda publicou...

Conteúdo exclusivo para assinantes

Acesse www.jusbrasil.com.br/pro e assine agora mesmo