comunicacao em Todos os Documentos

Mais de 10.000 resultados
Ordenar Por

Comunicação

É um campo de conhecimento acadêmico que estuda os processos de comunicação humana. Entre as subdisciplinas da comunicação, incluem-se a teoria da informação, comunicação intrapessoal, comunicação interpessoal, marketing, publicidade, propaganda, relações públicas, análise do discurso, telecomunicações e Jornalismo. Também se entende a comunicação como o intercâmbio de informação entre sujeitos ou objetos.

Comunicação

Artigos15/04/2021Cintia Belini
Habilidade Soft Skills Muitos dos nossos conflitos são resultados de uma comunicação com ruídos!...Comunicação é uma das habilidades mais famosas quando se fala em Soft Skills....E sempre tente tirar disso alguma ação prática para melhorar sua comunicação. #comunicação #cnv #negociação #mediação #advocaciaextrajudicial #colaborativa #adovgada #advogadaprofessora #matogrosso

STF - SEGUNDO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO AgR-segundo RE 638360 RJ RIO DE JANEIRO (STF)

JurisprudênciaData de publicação: 28/05/2020

EMENTA Agravos regimentais em recursos extraordinários. Recursos submetidos ao regime do CPC /73. Agravo regimental interposto por Infoglobo Comunicações Ltda. e outros. Intempestividade. Agravo regimental interposto por Globo Comunicação e Participações S/A e outros. Direito Constitucional. Liberdade de imprensa. Divulgação de conversas gravadas obtidas por meio de interceptação telefônica. Suposta colisão entre a garantia da liberdade de expressão e comunicação e o direito à inviolabilidade da intimidade e da vida privada. Utilização de informações sigilosas obtidas por meios ilícitos. Impossibilidade. 1. Infoglobo Comunicações Ltda. não observou o prazo cinco dias previsto no art. 317 do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal quando da interposição de seu agravo. 2. Possibilidade de empresa jornalística publicar conversas telefônicas interceptadas e gravadas clandestinamente por terceiros, as quais foram mantidas entre o agravado e outras pessoas, a cujo conteúdo a empresa teve acesso. 3. A liberdade de informação jornalística se justifica em razão do direito dos indivíduos a uma informação correta e imparcial, ao direito de ser informado, desempenhando a referida garantia uma função social ímpar, motivo pelo qual deve ser exercitada de forma livre e desembaraçada. 4. Muito embora nossa Magna Carta traga garantias assecuratórias da liberdade de informação jornalística, ela elenca também as balizas ao exercício dessa liberdade, no § 1º do art. 220, que enumera as normas prescritas no próprio texto constitucional , no art. 5º , incisos IV , V , X , XIII e XIV (livre manifestação do pensamento e vedação ao anonimato;, direito de resposta; possibilidade de indenização por dano à imagem; respeito à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem das pessoas; livre exercício de trabalho, ofício ou profissão; direito de acesso à informação e garantia de sigilo da fonte quando necessário ao exercício profissional). 5. Consignou-se, no acórdão recorrido, que a informação em questão, objeto do pedido de impedimento de divulgação, foi obtida mediante a prática de ilícito penal, por interceptação telefônica sem autorização dos interlocutores, em flagrante desrespeito ao direito à intimidade e ao sigilo das comunicações telefônicas. Ve-se, portanto, que não se trata de hipótese habitual de confronto entre liberdade de informação e direitos da personalidade. 6. O controle judicial perpetrado na origem não constituiu censura prévia à informação, mas apenas garantiu que fosse assegurado o sigilo das comunicações telefônicas, uma vez verificada ofensa à liberdade de comunicação alheia. Assim, o cerne da questão posta nos autos não está concentrado na proibição de divulgação das informações e na liberdade de imprensa, bem como na inviolabilidade à intimidade, mas sim na ilicitude perpetrada quando da obtenção do produto objeto da notícia. 7. A liberdade de informação jornalística não legitima a utilização de informações sigilosas obtidas por meios ilícitos. 8. Agravo regimental interposto por Infoglobo Comunicações Ltda. do qual não se conhece. 9 Agravo regimental interposto por Globo Comunicação e Participações S/A ao qual se nega provimento. ( RE 638360 AgR-segundo, Relator (a): Min. DIAS TOFFOLI, Segunda Turma, julgado em 27/04/2020, ACÓRDÃO ELETRÔNICO DJe-131 DIVULG 27-05-2020 PUBLIC 28-05-2020)

Encontrado em: A Turma, por maioria, não conheceu do agravo regimental interposto por Infoglobo Comunicações Ltda, por intempestivo, e negou provimento ao agravo regimental interposto por Globo Comunicação e Participações...(S) GLOBO COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÕES S/A E OUTRO(A/S). RECTE.(S) S/A O ESTADO DE SÃO PAULO SEGUNDO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO AgR-segundo RE 638360 RJ RIO DE JANEIRO (STF) Min. DIAS TOFFOLI

STF - RECURSO ORDINÁRIO EM HABEAS CORPUS RHC 127250 RS 8622016-43.2015.1.00.0000 (STF)

JurisprudênciaData de publicação: 27/04/2021

SIGILO – COMUNICAÇÕES TELEFÔNICAS – AFASTAMENTO – FUNDAMENTAÇÃO. Atende o figurino legal decisão que, ante relatório de verificação fiscal, considerados indícios de autoria, implica afastamento do sigilo de comunicações telefônicas, ausentes outros meios de investigação – artigos 2º e 5º da Lei nº 9.296/1996. INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA – SUBSIDIARIEDADE. A subsidiariedade da interceptação telefônica há de ser observada considerada a existência de outro meio de obtenção de prova, menos gravoso, passível de esclarecer os mesmos fatos, não cabendo, ante a necessidade de identificar envolvidos em grupo criminoso, concluir pela violação do disposto no artigo 2º, inciso II, da Lei nº 9.296/1996. INTERCEPTAÇÃO TELEFÔNICA – MOTIVAÇÃO – REFERÊNCIA – VALIDADE. A utilização da motivação por referência não é ilegal.

Comunicação interna.

Artigos28/12/2020Rafaela Santos
Como está a comunicação interna da sua empresa? Sabe que a ausência ou ineficiência dela pode ensejar em ações judicias que poderiam ser evitadas, se ela tivesse sido feita corretamente.

STJ - AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL AgInt no REsp 1885238 MG 2020/0179563-5 (STJ)

JurisprudênciaData de publicação: 18/12/2020

TRIBUTÁRIO E PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL. ENUNCIADO ADMINISTRATIVO N. 3/STJ. ICMS. SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO. LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS. ATIVIDADE-MEIO. NÃO INCIDÊNCIA. AGRAVO INTERNO NÃO PROVIDO. 1. Mais de uma vez esta Corte Superior analisou o serviço de locação de equipamentos vinculada ao serviço de comunicação entendendo que diz respeito a serviço conexo ao de comunicação, não se confundindo com a atividade-fim. 2. Ainda que alguns desses serviços conexos sejam essenciais à prestação do serviço de comunicação, consoante alega o agravante, os mesmos configuram atividade-meio, não constituindo, efetivamente, serviços de comunicação, e não sendo passível de tributação pelo ICMS. Precedentes. 3. Agravo interno não provido.

Comunicação não violenta e o divórcio

Artigos12/03/2021Claudia Arantes Sales Vargas
A comunicação faz parte da natureza humana, é o meio pelo qual transmitimos nossas ideias, desejos e necessidades, sendo uma ferramenta que nos possibilita relacionar entre si....É por isso que nós recorremos à comunicação não violenta....Vivendo a comunicação não violenta . Rio de Janeiro: Sextante, 2019.

Como melhorar a comunicação na sua empresa?

Artigos10/05/2021JANAINA ALVES PEREIRA
Crie canais de comunicação entre colaboradores e empresa. 5. Certifique-se de que os colaboradores tem o entendimento total do funcionamento da empresa. 6. Implante a política do feedback. 7.

Comunicação e atos de fala

Artigos16/02/2021Dafné Neri
Karl Bühler (1933, 1934 apud MEDINA, 2007) apresentou o seu modelo de comunicação, que viria a ser chamado de modelo tradicional da comunicação, apontando três elementos constitutivos: ( i ) o falante/...Como apontado pelo autor base deste trabalho, numa comunicação as três funções estão presentes, mas uma sobrepõe as demais de acordo com o uso....Esse é o caso da comunicação legislativa por meio de leis que se apresenta em forma de imperativos (MEDINA, 2007, p. 11).

Comunicação, privacidade e soberania

Artigos12/05/2021Leonardo Michel Rocha Stoppa
“instalar aparelho ou estação sem observância das normas aplicáveis, reproduzir comunicação interceptada ou captada, violar o sigilo da comunicação radioelétrica, expedir sinais ou notícias falsas em prejuízo...Durante o Estado Novo a comunicação deveria ser voltada aos interesses nacionais e a concessão para a exploração de serviços de comunicação eram exclusividade de brasileiros natos, conforme Decreto no...“instalar aparelho ou estação sem observância das normas aplicáveis, reproduzir comunicação interceptada ou captada, violar o sigilo da comunicação radioelétrica, expedir sinais ou notícias falsas em prejuízo

Reveja sua comunicação com seu cliente/paciente!

Artigos13/04/2021Ana Carolina Nunes de Alencar
A boa comunicação é o norte de qualquer interação entre nós. Falar bem, ser compreendido (a) e esclarecer o tema é fundamental, seja nas relações pessoais ou profissionais....⠀ Nas interações entre clientes e advogados e entre os próprios advogados nem sempre a comunicação é perfeita....⠀ Sem adentrar nos aspectos médico-jurídicos e a conduta ética de ambas profissões é preciso alertar os profissionais quanto à sua efetiva comunicação.
Conteúdo exclusivo para assinantes

Acesse www.jusbrasil.com.br/pro e assine agora mesmo