concurseiro legal em Todos os Documentos

659 resultados
Ordenar Por

Concurseiro Legal

Material de estudo, Técnicas de planejamento, dicas motivacionais e Estratégias de aprovação. Tudo para garantir que seus esforços tragam resultados cada vez melhores.

Carnaval é no Bloco... de Notas?

Artigos02/02/2016Concurseiro Legal
E aí colegas concurseiros, tudo legal? Quanto mais a gente se aproxima do Carnaval, maior fica aquela angústia, aquela dúvida cruel. Folia ou Estudo?...Siga nossa página no Facebook e também no Instagram @concurseiro....Legal, acompanhe nossas dicas exclusivas.

Jovem que trabalhava roçando capim vai cursar medicina na UFC

Notícias31/03/2017Eduqc Concursos
Rafael se tornou um grande exemplo de força de vontade para a família Um jovem mostrou com própria vida uma trajetória de sucesso. Ele começou sua vida na roça e, mesmo com as dificuldades, conseguiu mudar o rumo do seu futuro, como mostra o Gente na TV, da TV Jangadeiro/SBT. Rafael Fernandes de Oliveira conta que, desde criança, ajudava seus pais no Sertão de Jaguaribara, tirando leite e roçando capim, mas sempre foi dedicado aos estudos. Com 18 anos e com coragem, ele está bem próximo de conquistar o que sempre quis. Ele saiu da roça e passou um uma das faculdades mais difíceis do Brasil. Agora, vai cursar medicina na UFC. Veja mas detalhes no vídeo abaixo https://www.youtube.com/embed/DCaGmX9s398 Fonte: Tribuna do Ceará O QualConcurso é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metodologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os "4 passos para aprovação em concursos".

Projeto prevê realização de concurso público para estagiários

Notícias04/04/2017Eduqc Concursos
A contratação de estagiários para a administração pública poderá passar a ser feita por meio de concurso público. É o que prevê projeto de lei da ex-senadora Marinor Brito (PSOL-PA). De acordo com o texto, o ingresso do estagiário na administração pública deverá ser feito com rigorosa obediência à ordem de classificação dos candidatos. O projeto ( PLS 17/2011 ) estabelece que a medida seja adotada pela administração pública direta, autarquias e fundações do Executivo, Legislativo e Judiciário, inclusive dos estados e municípios. Princípios constitucionais A intenção da autora é evitar a indicação pessoal nos processos de escolha de estagiários. Em sua justificativa, Marinor Brito ressaltou que a impessoalidade e a publicidade estão entre os princípios constitucionais que devem ser seguidos pela administração pública em todas as atividades, o que deve incluir a seleção de estagiários. O projeto foi aprovado na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) mas a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) recomendou o arquivamento. A matéria seguiu para a Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ), onde receberá decisão terminativa. Todas as propostas que tramitam no Senado Federal estão abertas à consulta pública por meio do portal e-Cidadania. Confira aqui . Fonte: Agência Senado Deixe sua opinião sobre o projeto nos comentários. O QualConcurso é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metodologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os "4 passos para aprovação em concursos".

Há idade máxima para prestar concurso?

Artigos30/04/2016Maxi Educa Concursos
Alguns editais têm colocado limite máximo de idade para ingresso em determinadas carreiras. Por via de consequência, muitos candidatos têm se sentido prejudicados e buscado socorro no Poder Judiciário. A título de exemplo, em 2013, o STF julgou ação em que o candidato pretendia ordem judicial para ingressar no cargo de agente da polícia civil do estado de Minas Gerais, após aprovação em concurso. Ocorre que o edital fixava como idade máxima 32 anos e o candidato à época do certame contava com 40 anos. O autor buscava a inconstitucionalidade da Lei Estadual nº 5.406/69 alegando que esta feria o art. 7º , XXX da Constituição que, por sua vez, proíbe a diferença de salários, de exercício de funções e de critérios de admissão por motivo de sexo, idade, cor ou estado civil. Embora o pleito, a princípio, tivesse fundamento jurídico, o Tribunal Supremo decidiu pela aplicação da Súmula 683, abaixo transcrita: “O limite de idade para a inscrição em concurso público só se legitima em face do art. 7º , XXX , da Constituição , quando possa ser justificado pela natureza das atribuições do cargo a ser preenchido.” Logo, o pedido do autor foi negado. Considerando a decisão aplicada a esse caso, bem como o texto da súmula 683, pode-se concluir que os editais podem estabelecer idade máxima para o ingresso em determinada carreira, porém, tal limitação deve ter como fundamento a incompatibilidade entre a idade e a natureza das funções a serem desenvolvidas. Se não houver uma motivação que justifique, a limitação será inconstitucional. Fonte: maxieduca

PEC visa regulamentar carreira de notário de cartórios

Notícias29/03/2017Eduqc Concursos
Nova função que demanda um concurso público. A Câmara dos Deputados analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 255/16, do deputado Roberto de Lucena (PV-SP), para incluir no texto constitucional a regulamentação das funções notariais e de registro como funções essenciais à Justiça. A proposta define essas atividades como essenciais para conferir autenticidade, publicidade, segurança e eficácia dos negócios jurídicos. Além disso, dispõe que o ofício de notários e registradores será exercido em caráter privado por delegação do poder público. O texto também exige concurso público para o ingresso na carreira de notarial e de registro. Segundo o autor, a falta de regulamentação tem resultado em interpretações divergentes sobre o limite da competência dos serviços notariais, bem como o provimento de seus cargos. “ A PEC tornará as decisões do Conselho Nacional de Justiça mais condizentes com a realidade e contribuirá para diminuir o número de processos encaminhado ao Supremo Tribunal Federal”, justificou. Tramitação A proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) quanto à admissibilidade. Caso seja aprovada, será examinada por uma comissão especial criada especialmente para essa finalidade. Em seguida, será votada em dois turnos pelo Plenário. ÍNTEGRA DA PROPOSTA: PEC-255/2016 Fonte: BlogCorreioBraziliense O QualConcurso é seu aliado na hora de estudar. Com ele, você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui para conhecer a nossa metodologia e baixar GRATUITAMENTE o e-book com os"4 passos para aprovação em concursos".

Concurso CLDF: Fundação Carlos Chagas é confirmada como banca organizadora

Notícias28/06/2017Eduqc Concursos
Entenda o estilo da FCC e tenha mais chances de aprovação A notícia acabou de sair do forno: a Fundação Carlos Chagas é confirmada como banca organizadora da Câmara Legislativa do Distrito Federal. É a primeira vez que a FCC organiza e aplica um concurso público para o órgão do Legislativo. Após a publicação no Diário da CLDF, a FCC terá quinze dias para elaborar e publicar o edital com todos os detalhes de um dos concursos mais esperados por concurseiros de todo o país. https://www.youtube.com/embed/HY1iFnwkDmM Tudo que você precisa saber sobre o estilo da Fundação Carlos Chagas A FCC é uma das bancas mais tradicionais no segmento de concursos públicos, realizando concursos nos âmbitos federais, estaduais e municipais. O candidato que está esperando o edital da CLDF para se inscrever deve estar preparado para encontrar uma prova essencialmente objetiva, ou seja, direta ao ponto. Todos os itens que constam do edital são cobrados e os enunciados das questões é prático e objetivo. https://www.youtube.com/embed/grAOedR8mss Em especial, o candidato deve ficar atento à prova de Língua Portuguesa e de Direito, pois costumam exigir um grau de análise mais profundo, além de um conhecimento específico das leis. Outra característica que aparece com frequência nas provas organizadas pela FCC é a famosa pegadinha de assinar a questão incorreta, em vez da correta. Muitos candidatos desatentos deslizam nesta hora e acabam não se classificando. A dica para quem vai prestar o concurso da CLDF é decorar as leis e treinar a escrita para apresentar uma redação excelente. Utilizar simulados de provas organizadas pela FCC também são essenciais para se acostumar com o estilo desta banca. https://www.youtube.com/embed/UfuIYMReYTk Conheça a Máquina da Aprovação para concursos legislativos. Com ela você consegue organizar o seu tempo de estudo pelas disciplinas que mais precisa se aplicar e ainda testa seus conhecimentos, constantemente, por meio dos Simulados oferecidos pela plataforma. Quer saber mais? Clique aqui e saiba como funciona.

3 livros gratuitos que todo concurseiro deveria ler

Artigos11/05/2019Renan Antunes
O livro é cheio de conselhos valiosíssimos para todo concurseiro. 2 - "Seja foda em Concursos Públicos: como se tornar um concursado em pouco tempo."

Concurso público: entenda o prazo de validade e como ele pode afetar a sua vida!

Artigos06/05/2016Maxi Educa Concursos
Entender o prazo de validade é bastante importante, diria até que, para o concurseiro, é fundamental! É durante esse prazo que o candidato tem direito a ser nomeado.

Receita Federal: oferta de 400 vagas. 2º e 3º graus

Notícias27/10/2016Audio Legis
O concurso para a Receita Federal está programado para ser realizado já no próximo ano. Isso porque o governo já incluiu no seu orçamento de 2017 a abertura de concurso para 400 vagas no órgão, para cargos dos níveis médio e superior. Como os concursos da Receita Federal costumam atrair um grande número de inscritos, os interessados precisam iniciar a preparação o quanto antes. De acordo com o encaminhamento do governo, o concurso será tanto para a área fiscal, nos cargos de auditor-fiscal e analista-tributário (ambos de nível superior), quanto para a área de apoio, nos cargos de assistente técnico-administrativo (apenas nível médio) e analista técnico-administrativo (nivel superior). O quantitativo de vagas por cargo não foi informado, mas possivelmente a maior parte deverá ser para a área administrativa, nas funções de assistente e analista. Apesar de a agenda política ser a de controle dos gastos públicos, com a tentativa do governo em aprovar no Congresso Nacional a PEC 241, o concurso para a Receita Federal foi incluído no orçamento. O órgão é considerado estratégico para aumentar as receitas da União. A grave carência de pessoal é reconhecida pela Receita, que este ano chegou a enviar pedido de concurso ao Ministério da Fazenda, ao qual é subordinada, para 9 mil vagas. Com o objetivo de facilitar a sua autorização, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, remeteu a solicitação ao Ministério do Planejamento contendo apenas o quantitativo necessário ao atendimento das demandas mais urgentes, totalizando 2.495 vagas. Na ocasião, foram solicitadas 400 vagas de auditor, 600 para analista-tributário, 787 para assistente técnico-administrativo e 60 de analista técnico-administrativo. Embora o quantitativo estabelecido no orçamento de 2017 seja inferior ao que foi solicitado, isso representou uma vitória do ministro Henrique Meirelles, homem forte da política econômica do país, que, pelo que se vê, conseguiu a liberação das vagas para recompor os quadros da Receita. Além disso, vale destacar que durante o prazo de validade do concurso, outras vagas poderão surgir. Conheça algumas leis em áudio que podem lhe auxiliar em sua preparação!

Direito Tributário: saiba diferenciar responsabilidade por substituição de responsabilidade por transferência

Artigos09/05/2016Profª Francys Balsan
Entender as diferenças entre responsabilidade por substituição e responsabilidade por transferência é tarefa que costuma "dar nó" na cabeça do estudioso. Pensando nisso, elaborei um pequeno artigo que o auxiliará a compreender, de uma vez por todas, a matéria! A responsabilidade por substituição se dá antes da ocorrência do fato gerador, ou seja, a lei atribui a condição de responsável tributário a terceira pessoa mesmo antes de ter se materializado o fato capaz de gerar a obrigação tributária. Dessa forma, quando a obrigação nasce, o responsável já ocupa seu pólo passivo, de sorte que em nenhum momento recai sobre o contribuinte o dever de pagar o tributo. Exemplo clássico de responsabilidade por substituição é o caso da fonte pagadora. O trabalhador é quem aufere renda, portanto, é contribuinte do Imposto de Renda, mas a fonte pagadora é quem deve reter e recolher o valor relativo a esse tributo aos cofres públicos. Logo, é responsável tributária por substituição. Nesta modalidade de responsabilidade não há mudança subjetiva, uma vez que desde o início o substituto (responsável) ocupa o pólo passivo da obrigação tributária. A responsabilidade por transferência ocorre quando a obrigação tributária surge com um sujeito passivo e, depois , devido a um evento descrito na lei, outra pessoa passa a ocupar o pólo passivo. Verifica-se, então, que há uma mudança subjetiva, visto que a responsabilidade é transferida do contribuinte para o responsável tributário. Exemplo mais comum é o caso da sucessão causa mortis. Quando da realização do fato gerador, temos a pessoa que o realizou (contribuinte) no pólo passivo da obrigação. Posteriormente, com sua morte, o pólo passivo passará a ser ocupado pelo espólio (responsável). Gostou desse artigo? Acompanhe-nos também no facebook e instagram: Prof. Francys Balsan
Conteúdo exclusivo para assinantes

Acesse www.jusbrasil.com.br/pro e assine agora mesmo