jusbrasil.com.br
20 de Outubro de 2019
Comentário feito no documento:

Decisão inédita: tia adota sobrinha, que passa a ter legalmente duas mães

João Cirilo, Advogado
há 3 anos
Isso não existe. É no mínimo assombroso.

Totalmente sem sentido e sem lógica jurídica.

Estou ficando seriamente preocupado com essa judicatura sem peias, sem lei, sem bom senso.

Então a senhora queira ser mãe da sobrinhs, criou-a e a tratou como filha. Por seu turno a sobrinha sempre teve afeto pela tia, e o poder judiciário concede a elas o desejo, sem fundamento legal?

Duas coisas aprendi (ou confirmei): juiz pode inventar lei. Sentimento familiar de solidariedade e afeto, sentimento natural da maioria das espécies, inclusive a humana, precisa de um colorido especial, querido pelas partes para existir e é concedido por força de uma invenção?

Espero que a pauta da juíza esteja rigorosamente em ordem para as demandas que realmente precisam
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/comentarios/383453723#comment_383453723

3 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Felizmente o judiciário não está restrito por esta tacanha "lógica jurídica". continuar lendo

Prezados João Cirilo e Norberto, bom dia. Agradeço sua contribuição acrescentando um ponto de vista que certamente muitos compartilham. O assunto deve gerar muitos debates jurídicos em virtude da divergência de opiniões, confirmando, de fato, a complexidade do tema. Devemos nos preparar para as dantescas mudanças de pensamento ocorridas no tempo atual. continuar lendo

Concordo João Cirilo. Acho um tanto quanto desnecessário, no que tange ao acréscimo do sobrenome da tia, haja vista existir pai e mãe (biológicos) em que já há o sobrenome deles. Ao meu ver seria diferente se o pai ou a mãe não exercessem suas funções afetivas por exemplo, sendo juridicamente e moralmente uma medida razoável.

Entendo o ponto de vista dos demais, mas achei a conduta caprichosa demais. Parabéns à tia que, embora não seja a mãe, viveu ao lado dela de forma mais que digna como muitos filhos e filhas queriam que seus pais assim fossem. continuar lendo