Página 364 do Diário de Justiça do Estado de Pernambuco (DJPE) de 18 de Janeiro de 2021

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

O Doutor Rodrigo Ramos Melgaço, Juiz de Direito, em Exercício Cumulativo na Vara Única da Comarca de Joaquim Nabuco, em virtude da lei etc.

FAZ SABER aos que o presente Edital virem ou dele notícias tiverem e a quem interessar possa, especialmente os advogados JULIANA ANDRADRE CAVALCANTI DE ALBUQUERQUE – OAB/PE Nº 21.747 e LITIO TADEU C. RODRIGUES DOS SANTOS – OAB/PE nº 18.075, que neste Juízo de Direito, situado à Avenida Manoel José da Costa Filho, s/n, Centro, Joaquim Nabuco /PE, telefone: (081) 3682.1914, tramita o processo nº 0000300-04.2009.8.17.0840. Assim, ficam os mesmos INTIMADOS da requisição de precatório eletrônico via sistema SERPRE, conforme fls. 111-119. E para que chegue ao conhecimento de todos, partes e terceiros, eu, Rosevânia Pedrosa Ferreira de Paula, o digitei e submeti à conferência e subscrição da Chefia de Secretaria. Joaquim Nabuco (PE), 15 de janeiro de 2021.

Por Ordem do MM. Juiz de Direito

Clebson Francisco da Silva

Chefe de Secretaria

EDITAL DE INTIMAÇÃO

Processo nº: 0000110-94.2016.8.17.0840

Classe: Interdição

Expediente nº: 2021.0931.000040

Partes:

Autor: Admilton Raimundo de Oliveira

Advogado: Marcos Antônio Inácio da Silva

Requerido: Ailton Raimundo de Oliveira

O Doutor Rodrigo Ramos Melgaço , Juiz de Direito da Comarca de Joaquim Nabuco, Estado de Pernambuco, em virtude da lei, etc...

FAZ SABER aos que o presente Edital virem ou dele notícias tiverem e a quem interessar possa, especialmente o advogado autor o Dr Marcos Antônio Inácio da Silva - OAB/PE 573-A – OAB/PB 4007, que neste Juízo de Direito, situado à Avenida Manoel Jose da Costa Filho, s/n, Centro, Joaquim Nabuco/PE, telefone 3682-1914, tramita os autos da Ação de Interdição - Processo nº 0000110-94.2016.8.17.0840 . Assim, fica o mesmo INTIMADO da sentença de 65/67, abaixo transcrita:

SENTENÇA COM FORÇA DE MANDADO/OFÍCIO

Vistos, etc.

Trata-se de ação de interdição proposta por Admilton Raimundo de Oliveira, objetivando a curatela de seu irmão, Ailton Raimundo de Oliveira.

Em decisão de fl. 20, foi indeferida a tutela de urgência requerida de curatela provisória.

Em audiência de interrogatório do interditando, à fl. 25, foi determinada a realização de trabalho pericial para apuração do grau de incapacidade do interditando, contudo, apesar de encaminhado ofício por diversas vezes, o Município de Joaquim Nabuco, através de sua pasta de saúde, quedou-se inerte até o presente momento.

Em parecer, pugnou o Ministério Público pela intimação da parte demandante para manifestar interesse, dando prosseguimento ao feito.

Devidamente intimada pessoalmente, quedou-se a parte demandante inerte (fl. 60)

À fl. 63, o Ministério Público se manifestou pela extinção do processo sem resolução de mérito por abandono da causa, uma vez que, apesar de diversos expediente deste juízo e intimada desde novembro de 2019, a parte autora não adotou nenhuma providência para dar prosseguimento à demanda.

É O RELATÓRIO. DECIDO.

Trata-se de ação de interdição onde não foi possível dar prosseguimento ao feito, não tendo a parte autora se manifestado nos autos, embora tenha sido devidamente intimada pessoalmente.

Cuido que, invocada a jurisdição o processo se desenvolve sob a direção do juiz, de forma que lhe assegure andamento rápido. A marcha do processo, entretanto, solicita a colaboração das partes. Tem assim, as partes, o ônus de contribuir para o desenvolvimento normal do procedimento, sujeitando-se às consequências da falta de sua efetiva colaboração. É a chamada inércia processual.

Sobremaneira grave é a contumácia da parte autora. Foi ela que invocou a prestação jurisdicional do Estado, sendo dela o dever de cumprir os comandos da lei e do juízo.

No caso presente dos autos, embora o juízo tenha empreendido esforços no intuito de impulsionar o feito, a parte autora em nada contribuiu, pois quedou-se inerte ao deixar de cumprir as diligências determinadas, no sentido de manifestar interesse no feito, posto que saiu intimada e não cumpriu a determinação nesse sentido.