Página 137 da Seção 3 do Diário Oficial da União (DOU) de 29 de Março de 2021

Diário Oficial da União
há 3 meses
Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

Ineditoriais

BANCORBRÁS EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A.

CNPJ 00.717.967/0001-99

3_INED_29_001

3_INED_29_002

3_INED_29_003

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO - EXERCÍCIO DE 2020

A Bancorbrás Empreendimentos e Participações S.A. - BEP, empresa de capital autorizado e fechado, adota as melhores práticas de Governança Corporativa, divulgando e disponibilizando as principais informações gerenciais aos Conselheiros de Administração e Fiscal, dirigentes e principais gestores.

O exercício de 2020 foi marcado fortemente pela disseminação da pandemia mundial da SARS-CoV-2 (COVID-19) causando, entre outros, grandes colapsos econômicos, sanitários, financeiros e sociais. As medidas de isolamento social atingiram oferta e demanda por bens e serviços dos setores da economia em intensidades diferentes, sensibilizando a renda das famílias, postergando investimentos em projetos pessoais e empresariais. Em virtude do cenário apresentado e pautada em seus valores, a BEP adotou medidas protetivas, zelando pela saúde, bem-estar e segurança dos seus colaboradores.

Diante do panorama de pandemia instaurado ao final de março/20, medidas de revisão orçamentária para contenção e otimização de custos foram adotadas pela administração, promovendo equilibrar risco e liquidez, ao passo em que foram avaliadas oportunidades de crescimento, após o período de retração, como reflexo da necessidade de encontrar soluções de inovação para as Empresas Bancorbrás.

Ademais, a empresa instituiu o Home Office temporário como regime de trabalho preferencial para todos os colaboradores e repensou projetos e ações que deveriam ser priorizados, receber investimentos e / ou paralisados. Para além disso, adotou iniciativas como redução da jornada de trabalho com a respectiva redução salarial, suspensão temporária de contratos de trabalho, antecipação de férias, apoiadas em legislações governamentais. Apesar da adoção de todas essas medidas, a empresa manteve a inte gridade de suas atividades operacionais e prosseguiu atuante no cumprimento de sua missão institucional.

Em harmonia com o contido no Planejamento Estratégico Trienal das Empresas Bancorbrás (2019/2021) e diante das inúmeras transformações, seja por meio de inovações tecnológicas, novos entrantes, diversificação na oferta de produtos e serviços e/ou incertezas políticas, principalmente econômicas advindas da pandemia, fato é que a velocidade dessas mudanças, cada vez mais complexas e variadas, contribui para que as organizações passem por vários ciclos evolutivos, impondo-as a promoverem diversas iniciativas visando a melhoria contínua de seus processos e negócios.

Em sintonia com este panorama e impulsionada pelo cenário da transformação digital e necessidade de inovação, a organização continuou envidando esforços e investimentos com objetivo de maior competitividade perante ao mercado, orientando as ações a serem executadas em três grandes pilares para geração de valor ao cliente, quais sejam: racionalizar a estrutura de custos, criar novas fontes de receitas e aumentar a velocidade da adoção de tecnologia direcionada a uma só Bancorbrás Digital.

Marco significativo disso foi a terceira temporada do Programa de Transformação e Aceleração - Acelera Bancorbrás, que oportunizou o desenvolvimento de projetos e soluções voltados a adequações estruturais e tecnológicas, além de iniciativas específicas no âmbito da gestão estratégica, automação e redesenho de processos, atendimento virtual aos clientes, gestão de custos e investimentos, gestão de desempenho, desenvolvimento do capital intelectual, gestão de projetos e processos, estruturação da área de inovação, criação e execução de ciclos inovativos para desenvolvimento e investimento em novas ideias e negócios, disponibilização de canais de vendas online e adequações das Empresas Bancorbrás as legislações vigentes.

Ainda, em paralelo a todo esse movimento de transformação e de pandemia, a BEP manteve seu compromisso com a responsabilidade socioambiental, mediante apoio às ações da Associação Bancorbrás de Responsabilidade Social, (Instituto Bancorbrás), que beneficiou aproximadamente 45 mil pessoas por intermédio de seus programas sociais voltados para o desenvolvimento sustentável. Vale destacar o expressivo esforço na adaptação desses projetos para o ambiente virtual.

Certo de estarmos vivendo um dos períodos mais desafiadores de nossa jornada empresarial, onde o contexto de pandemia nos levou a refletir sobre nossos propósitos, todas as nossas ações e decisões foram pautadas no protagonismo, serenidade, resiliência e agilidade para oportunizarmos a otimização dos resultados econômicos e financeiros, considerando sobremaneira os aspectos éticos, humanos e sanitários que o cenário exigia, no sentido de superarmos os obstáculos e avançarmos em direção ao novo normal.

Diante do cenário apresentado, a Empresa, com a contribuição de suas subsidiárias integrais (equivalência patrimonial), obteve um Resultado Líquido do Exercício de R$ 2,6 milhões.

Brasília (DF), 31 de janeiro de 2021.

Alfredo Leopoldo Albano Alfredo Leopoldo Albano Junior

Diretor-Presidente Diretor-Geral de Planejamento e Desenvolvimento

BALANÇO PATRIMONIAL

R$(1) R$(1)

31/12/2020 31/12/2019

31/12/2020 31/12/2019

ATIVO 288.345.022 295.890.139

CIRCULANTE 18.440.460 27.770.039

PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 288.345.022 295.890.139

Caixa e equivalentes de caixa 15.645.985 19.692.697

Caixa e bancos 144.899 66.271

Aplicações financeiras (nota 04)15.501.086 19.626.426

Direitos realizáveis 2.794.475 8.077.342

CIRCULANTE 15.397.701 20.330.673

Adiantamentos a colaboradores 269.645 351.594

Fornecedores 417.889 651.174

Adiantamentos a fornecedores 64.195 308.521

Impostos a recuperar (nota 05)1.934.302 1.457.065

Obrigações trabalhistas (nota 10)1.895.699 1.748.899

Devedores por ações - 1.230.906

Obrigações sociais e tributárias (nota 11)1.161.007 1.594.527

Almoxarifado 63.841 49.410

Dividendos 9.494.090 12.723.161

Juros sobre capital próprio a receber - 4.250.000

Participação nos lucros e resultados 1.385.641 2.504.174

Despesas antecipadas (nota 06) 462.492 429.846

NÃO CIRCULANTE 269.904.562 268.120.100 Outras obrigações 1.043.375 1.108.738

Realizável a longo prazo 16.325.567 7.756.184

Títulos e valores mobiliários (nota 04)9.633.025 1.175.683

Partes relacionadas (nota 19 b)3.302.021 1.804.267

EXIGÍVEL A LONGO PRAZO 933.403 386.512

Quotas de consórcio (nota 07)2.747.487 4.123.471

Depósitos judiciais 638.484 622.113 Provisões para passivos contingentes (nota 12 a) 251.628 224.329

Adiantamento a terceiros 4.550 30.650

Partes relacionadas (nota 19 b) 681.775 162.183

Investimentos 229.006.884 234.810.773

Participações societárias (nota 08)220.714.932 227.015.071

Propriedade para investimento (nota 09)7.033.340 7.033.340

Outros investimentos 1.258.612 762.362

PATRIMÔNIO LÍQUIDO (nota 13)272.013.918 275.172.954

Imobilizado (nota 09) 24.315.446 24.873.318

Capital social (nota 13 a)170.000.000 120.000.000

Intangível 256.665 679.825

(-) Ações em tesouraria (10.790.317) (6.223.242)

Software 140.928 567.848

Reservas de lucros 112.804.235 161.396.196

Marcas e patentes 115.737 111.977

(As notas explicativas da administração integram as demonstrações contábeis)

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO

R$(1)

2020 2019

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA (nota 14)27.685.806 42.396.480

RECEITAS/DESPESAS OPERACIONAIS (24.277.347) (23.075.771)

Honorários da diretoria (2.558.971) (2.619.148)

Honorários conselho de administração e fiscal (1.207.710) (1.255.506)

Pessoal (12.392.084) (13.981.679)

Encargos sociais (5.501.527) (6.332.914)

Benefícios (4.462.341) (4.550.078)

Comunicação (1.078.172) (1.307.608)

Aluguéis (1.684.796) (2.291.981)

Serviços de terceiros (7.307.416) (6.866.101)

Gerais (689.881) (1.160.701)

Impostos, taxas e contribuições (227.713) (885.412)

Depreciações e amortizações (1.408.362) (2.277.469)

Reversões/provisões para contingências (27.300) 140.620

Resultado de participação em subsidiárias (nota 08)13.794.636 18.800.949

Outras receitas operacionais (nota 15)6.898.706 7.406.474

Outras despesas operacionais (nota 16) (6.424.416) (5.895.217)

RESULTADO ANTES DOS EFEITOS FINANCEIROS 3.408.459 19.320.709

Receitas financeiras (nota 17) 604.891 6.071.766

Despesas financeiras (1.886) (33.639)

RESULTADO ANTES DOS TRIBUTOS SOBRE O

LUCRO E PARTICIPAÇÕES 4.011.464 25.358.836

Contribuição social (nota 18)- (333.152)

Imposto de renda (nota 18)- (1.056.007)

PARTICIPAÇÕES NO LUCRO (1.385.641) (2.331.216)

LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO 2.625.823 21.638.461

QUANTIDADE DE AÇÕES 1.957.450 1.957.450

LUCRO LÍQUIDO POR AÇÃO (nota 13) 1,34 11,05

(As notas explicativas da administração integram as demonstrações contábeis)


DEMONS 

TRAÇà

O DAS MU 

TAÇÕES DO P 

ATRIMÔNIO LÍQUIDO 
        
R$(1) 
      
RESERV 

AS DE LUCROS 
          

DESCRIÇÃO 

CAPITAL
SOCIAL 

(-) AÇÕES EM
TESOURARIA 

LEGAL 

CONTINGÊNCIA 

INVESTIMENTO 

OUTRAS
RESERVAS
DE LUCROS 

LUCROS
ACUMULADOS 

RESULTADOS
ABRANGENTES 

TOTAL 

Saldos em 31 de dezembro de 2018 

120.000.000 

(1.687.303) 

15.224.895 

15.000.000 

56.775.376 

61.270.904 

- 

- 

266.583.872 

Dividendos não procurados
Ações em tesouraria 
            
3.195.896 
  
3.195.896 

Compra de ações
Venda de ações
Bonificação de ações em tesouraria
Doação de ações em tesouraria
Reversão de reserva
LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO
Proposta da Administração de Destinação do Lucro:
Transferência para reservas:
Reserva legal
Reserva para contingência
Reserva para aumento de capital
Dividendos a distribuir (R$ 3,39 por ação ON 3,73 por ação PN)
Saldos em 31 de dezembro de 2019
Dividendos não procurados
Ações em tesouraria 

120.000.000 

(11.722.361)
2.271.375
1.926.686
2.988.361
(6.223.242) 

1.081.923
16.306.818 

(15.000.000)
9.000.000
9.000.000 

56.775.376 

18.043.098
79.314.002 

(1.926.686)
(2.988.361)
15.000.000
21.638.461
(1.081.923)
(9.000.000)
(18.043.098)
(6.794.289)
- 3.287.117 

- 

(11.722.361)
2.271.375
-21.638.461
(6.794.289)
275.172.954
3.287.117 

Compra de ações
Venda de ações
Reversão de reserva
LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO
Proposta da Administração de Destinação do Lucro:
Transferência para reservas:
Reserva legal
Reserva para aumento de capital
Outras reservas
Dividendos a distribuir (R$ 2,25 por ação ON 2,47 por ação PN) 

50.000.000 

(4.871.650)
304.575 

131.291 
  
(15.100.000) 

(50.000.000)
16.376.748 

15.100.000
2.625.823
(131.291)
(16.376.748)
(4.504.901) 
  
(4.871.650)
304.575
-2.625.823
(4.504.901) 

Saldos em 31 de dezembro de 2020 

170.000.000 

(10.790.317) 

16.438.109 

9.000.000 

41.675.376 

45.690.750 

- 

- 

272.013.918 

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

MÉTODO INDIRETO

R$(1)

Fluxo de caixa das atividades operacionais 31/12/2020 31/12/2019

Lucro Líquido do Exercício 2.625.823 21.638.461

Ajustes para reconciliar o lucro líquido ao fluxo de caixa das

atividades operacionais:

- Depreciações e amortizações 1.408.362 2.277.469

- Provisões para contingências 27.300 (140.620)

- Baixa de investimentos - 6.857

- Baixa de bens do imobilizado 701 237.115

- Resultado de participação em controladas (13.794.636) (18.800.949)

Resultado ajustado (9.732.450) 5.218.333

Redução (aumento) dos ativos operacionais (3.286.517) (4.429.215)

Impostos a recuperar (477.237) 1.175.352

Depósitos e cauções (16.371) 1.500

Outros ativos (2.792.909) (5.606.067)

Aumento (redução) dos passivos operacionais (1.184.310) (6.801.964)

Fornecedores (233.285) 148.927

Participação nos lucros resultados (1.118.533) (1.039.828)

Partes relacionadas 519.592 135.160

Outros passivos (352.084) (6.046.223)

Caixa líquido aplicado nas atividades operacionais (14.203.277) (6.012.846) Fluxo de caixa das atividades de investimento

Aquisições em investimentos (496.250) -

Aquisições em imobilizado (424.270) (1.341.016)

Aquisições em intangível (3.760) (16.150)

Lucros e dividendos recebidos 20.094.775 33.516.891

Caixa líquido proveniente das atividades de investimento 19.170.495 32.159.725 Fluxo de caixa das atividades de financiamento

Dividendos pagos (4.446.855) (5.248.438)

Ações em tesouraria (4.567.075) (4.535.939)

Caixa líquido aplicado nas atividades de financiamento (9.013.930) (9.784.377) AUMENTO/(REDUÇÃO) LÍQUIDO DE CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA (4.046.712) 16.362.502 CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA NO INÍCIO DO PERÍODO 19.692.697 3.330.194 CAIXA E EQUIVALENTE DE CAIXA NO FIM DO PERÍODO 15.645.985 19.692.697

(As notas explicativas da administraç

NOTAS EXPLICATIVAS DA ADMINISTRAÇÃO ÀS

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31/12/2020

NOTA 01 - CONTEXTO OPERACIONAL

A BANCORBRÁS EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES S.A , sociedade anônima de capital fechado, com sede em Brasília-DF, iniciou suas atividades operacionais em 27 de julho de 1983, tem como objetos sociais a prestação de serviços, apoiar e organizar as atividades das Empresas Bancorbrás nos negócios já realizados e na abertura de novos negócios, administrar os interesses de seus acionistas, controlar as atividades de suas afiliadas e participar de outras sociedades.

NOTA 02 - APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

As demonstrações contábeis foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, abrangendo a legislação societária, os pronunciamentos emitidos pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis e as normas emitidas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

A elaboração de demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil requer que a Administração use de julgamento na determinação e registro de estimativas contábeis. Ativos e passivos significativos sujeitos a estimativas incluem o valor residual ão integram as demonstrações contábeis)

do ativo imobilizado e do ativo intangível e a provisão para contingências. A liquidação dessas estimativas poderá resultar em valores diferentes dos provisionados, devido a imprecisões inerentes ao processo de sua determinação. A Companhia revisa as estimativas e premissas pelo menos anualmente.

Em conformidade com a Resolução n.º 1.184, de 15/09/2009, do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), informamos que a conclusão da elaboração das demonstrações contábeis, relativas ao exercício encerrado em 31/12/2020, foi autorizada pela Diretoria em 29/01/2021.

Base de mensuração

A mensuração das demonstrações contábeis foi preparada com base no custo histórico, com exceção dos ativos financeiros disponíveis para venda, os quais são mensurados pelo valor justo.

Moeda funcional

Nas demonstrações contábeis os itens foram mensurados utilizando a moeda do ambiente econômico primário no qual a Companhia atua. As demonstrações contábeis estão apresentadas em Real (R$), que é a moeda funcional e de apresentação da Companhia.

NOTA 03 - PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS

Dentre as principais diretrizes adotadas para a preparação das demonstrações contábeis, ressaltam-se:

(As notas explicativas da administração integram as demonstrações contábeis)

a) O regime contábil é o da competência de exercícios.

b) Caixa e equivalentes de caixa

Caixa e equivalentes de caixa incluem o caixa, os depósitos bancários, outros investimentos de curto prazo de alta liquidez, que são prontamente conversíveis em um montante conhecido de taxa e que estão sujeitos a um insignificante risco de mudança de valor.

c) Ativos e passivos circulantes e não circulantes

A classificação dos ativos e passivos circulantes e não circulantes obedece aos artigos 179 e 180 da Lei nº 6.404/76. Os direitos são demonstrados pelos valores de realização, incluídos os rendimentos e as variações monetárias incorridos ou deduzidos das correspondentes rendas a apropriar, quando aplicáveis. As obrigações são demonstradas por valores conhecidos ou calculáveis, incluídos os encargos e as variações monetárias incorridos ou deduzidos das correspondentes despesas a apropriar, quando aplicáveis.

d) Investimentos

As participações acionárias nas subsidiárias foram avaliadas pelo método da equivalência patrimonial, conforme art. 248 da Lei 6.404/76. Os demais investimentos são avaliados pelo método de custo.

e) Imobilizado

Itens do imobilizado são mensurados pelo custo histórico de aquisição, deduzido de depreciação acumulada e perdas de redução ao valor recuperável (impairment) acumuladas, quando aplicável.