Página 22 da Empresarial do Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) de 12 de Agosto de 2021

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

Mercurio Participações

e Investimentos S.A.

CNPJ/ME nº 21.042.857/0001-44 – NIRE 35.300.470.281

Ata da Assembleia Geral Extraordinária realizada em 30/07/2021 1. Data, Hora e Local : Aos 30/07/2021, às 10:30 horas, realizada na sede social da Companhia, localizada na Rua Olimpíadas, nº 205, 14º andar, conjunto 142/143, sala L, São Paulo-SP. 2. Convocação e Presença : Dispensada a convocação em virtude da presença das acionistas representando a totalidade do capital social da Companhia, nos termos do artigo 124, parágrafo 4º, da Lei 6.404 de 15/12/1976, conforme alterada (“Lei das Sociedades por Ações”), conforme assinaturas constantes do livro de Presença de Acionistas. 3. Mesa : Carlo Alberto Bottarelli – Presidente, e Ricardo Penachio Xavier de Sá – Secretário. 4. Ordem do Dia : Deliberar sobre (i) aconstituiçãoo, pela Companhia, de garantias reais, que consistirão nas Garantias Reais (conforme abaixo definido) compartilhadas no âmbito (i.a.) da 5ª emissão para colocação privada de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única, da espécie com garantia real, com garantia adicional fidejussória, da TPI – Triunfo Participações e Investimentos S.A. (CNPJ/ME nº 03.014.553/0001-91) (“TPI”), no valor total de R$ 26.000.000,00 (“Emissão TPI” e “Debêntures TPI”, respectivamente); e (i.b.) da 2ª emissão para colocação privada de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única, da espécie com garantia real, com garantia adicional fidejussória, da BR Vias Holding TBR S.A. (CNPJ/ME 09.347.081/0001-75) (“BRVIAS” e, em conjunto com a TPI, as “Emissoras”), no valor total de R$ 89.000.000,00 (“Emissão BRVIAS” e, em conjunto com a Emissão TPI, “Emissões”) (“Debêntures BRVIAS” e, em conjunto com as Debêntures TPI, “Debêntures”), em favor da titular das Debêntures (“Debenturista”), em garantia do fiel, integral e pontual cumprimento de todas as obrigações principais e acessórias assumidas ou que venham a ser assumidas pelas Emissoras, pela Companhia, pela Juno Participações e Investimentos S.A., inscrita no CNPJ/ME sob o nº 18.252.69100011-86 (“Juno”) e/ou pela Dable Participações Ltda. inscrita no CNPJ/ME sob o nº 14.264.549/0001-06 (“Dable”), relativas às Debêntures e demais obrigações assumidas no âmbito das Emissões (“Obrigações Garantidas”); (ii) a autorização à Diretoria da Companhia e/ou aos seus procuradores a praticar todo e qualquer ato necessário à negociação, celebração, estruturação, operacionalização e formalização das Garantias Reais e das Emissões, e adotar todos e quaisquer atos necessários à implementação e formalização das deliberações tomadas nesta Assembleia, incluindo a celebração do Contrato de Garantia TPI (conforme abaixo definido), das escrituras das Emissões e dos demais contratos, declarações, requerimentos, formulários e outros instrumentos necessários e/ou convenientes para aconstituiçãoo e formalização das Garantias Reais e das Emissões; e (iii) a ratificação de todos os atos já praticados pela Diretoria da Companhia e/ou seus procuradores relacionados às deliberações “(i)” e “(ii)” acima. 5. Deliberações : Instalada a Assembleia Geral Extraordinária e discutidas as matérias, as acionistas da Companhia, representando a totalidade do capital social, resolveram, autorizando expressamente, de forma irrevogável e irretratável, o seguinte: 5.1. a concessão e outorga, pela Companhia, em garantia ao cumprimento das Obrigações Garantidas (“Garantias Reais”): (i) de alienação fiduciária, sob condição suspensiva, da totalidade das ações de emissão da Juno Participações e Investimentos, inscrita no CNPJ/ME sob o nº 18.252.691/001-86 (“Juno”) de titularidade da Companhia (“Ações Alienadas Fiduciariamente”), nos termos do “Contrato de Alienação Fiduciária de Ações e Cessão Fiduciária Sob Condição Suspensiva em Garantia e Outras Avenças”, a ser celebrado entre a TPI, a Companhia, a Debenturista e o Agente Fiduciário (“Contrato de Garantia TPI”); (ii) quaisquer ações, valores mobiliários e demais direitos emitidos a partir da data de assinatura do Contrato de Garantia TPI, representativos do capital social da Juno e de propriedade da Companhia, incluindo, mas não se limitando a, novas emissões de ações, desdobramentos, grupamentos ou bonificações de ações, os quais integrarão as Ações Alienadas Fiduciariamente, bem como todas as ações, valores mobiliários e demais direitos que porventura, a partir desta data, venham a substituir as Ações Alienadas Fiduciariamente, em razão do cancelamento destas, incorporação, fusão, cisão ou qualquer outra forma de reorganização societária envolvendo a Juno; e (iii) de cessão fiduciária, sob condição suspensiva, (a) de todos e quaisquer direitos creditórios decorrentes da participação societária que a Companhia detém no capital social da Juno, bem como de qualquer distribuição de capital feita e efetivamente paga pela Juno à Companhia, nos termos a serem descritos no Contrato de Garantia TPI, que sejam ou venham a ser depositados e mantidos, no futuro, na Conta Vinculada da TPI (conforme a ser definida no Contrato de Garantia TPI), bem como quaisquer rendimentos relacionados a tais valores; e (b) todos os direitos creditórios detidos pela Companhia contra a QI Sociedade de Crédito Direto S.A., inscrita no CNPJ/ME sob o nº 32.402.502/0001-35 (“Banco Depositário”) em relação à titularidade sobre a Conta Vinculada da TPI, bem como os rendimentos relacionados a tais valores. 5.2. a autorização à Diretoria da Companhia e/ou aos seus procuradores a praticar todo e qualquer ato necessário à negociação, celebração, estruturação, operacionalização e formalização das Garantias Reais e das Emissões, e adotar todos e quaisquer atos necessários à implementação e formalização das deliberações tomadas nesta Assembleia, incluindo a celebração do Contrato de Garantia TPI, das escrituras das Emissões e dos demais contratos, declarações, requerimentos, formulários e outros instrumentos necessários e/ou convenientes para a constituição e formalização das Garantias Reais e das Emissões; 5.3. Por fim, ficam ratificados todos os atos já praticados pelos administradores com relação às deliberações acima, bem como ficam os administradores da Companhia e/ou procuradores autorizados a tomar todas as providências que se fizerem necessárias à efetivação das deliberações ora aprovadas, nos termos da legislação vigente. 6. Encerramento: Nada mais havendo a ser tratado e inexistindo qualquer outra manifestação, foi encerrada a presente reunião, da qual se lavrou a presente ata na forma de sumário. São Paulo, 30/07/2021. Mesa : Carlo Alberto Bottarelli – Presidente, e Ricardo Penachio Xavier de Sá – Secretário. Acionistas : TPI – Triunfo Participações e Investimentos S.A. (p. Carlo Alberto Bottarelli) e Carlo Alberto Bottarelli. JUCESP – Certifico o registro sob o nº 378.305/21-9 em 05/08/2021. Gisela Simiema Ceschin – Secretária Geral.

SINQIA S.A.

Companhia Aberta

CNPJ nº 04.065.791/0001-99 - NIRE 35.300.190.785

REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Data, hora e local: Em 05/03/2020, às 12:00h, na sede da Sinqia S.A. (“ Companhia ”), na Rua Bela Cintra, 755, 7º andar, bairro Consolação, CEP 01415-003, São Paulo/SP. Presença: Totalidade dos membros, observado que os Srs. Antonio Luciano de Camargo Filho e Bernardo Francisco Pereira Gomes participaram presencialmente, e os Srs. Claudio Almeida Prado, Edson Marqueto Rigonatti, João Carlos Bolonha, Roberto Dagnoni e Rodrigo Heilberg participaram por conferência telefônica, conforme previsto no Artigo 13 do Estatuto Social. Mesa: Presidente: Rodrigo Heilberg; Secretário: José Eduardo Martins Leoni. Deliberações: Foram deliberadas, por unanimidade dos votos, as seguintes matérias: 1. Aprovação, nos termos do Artigo 12, alínea g do Estatuto Social, da outorga de 279.850 opções de compra de ações, distribuídas a 207 beneficiários, conforme arquivado na sede da Companhia, no âmbito do 2º Plano de Outorga de Opção de Compra ou Subscrição de Ações (“ 2º Plano de Opções ”) aprovado na AGE realizada em 27/04/2018. Cada Opção conferirá ao beneficiário o direito de adquirir 1 ação ordinária de emissão da Companhia, com prazo de carência de 1 ano e prazo mínimo de exercício, contado a partir do término do prazo de carência, de 1 ano para cada lote de 25,0% das opções, ao preço de exercício (“ Preço ”) de R$ 25,12, a ser corrigido monetariamente de acordo com a variação positiva do IPCA, conforme determinado no item 7.1 do 2º Plano de Opções, permitido um desconto de até 50,0% do Preço, a critério do Conselho de Administração, vinculado ao atingimento de metas individuais de cada beneficiário no exercício de 2020; e 2. Autorizar a Diretoria a praticar todos os atos necessários para implementar e dar efeito à deliberação acima. Encerramento: Nada mais havendo a ser tratado. São Paulo, 05/03/2020. Confere com a original Lavrada em livro próprio. Rodrigo Heilberg - Presidente; José Eduardo Martins Leoni - Secretário. JUCESP nº 137.258/20-3 em 13/03/2020. Gisela Simiema Ceschin - Secretária Geral.

CONSTRUTORA TENDA S.A.

Companhia Aberta

CNPJ/ME nº 71.476.527/0001-35 - NIRE 35.300.348.206

Edital de Convocação da Assembleia Geral Extraordinária

a ser realizada em 20 de agosto de 2021

Ficam os senhores acionistas da Construtora Tenda S.A. (“Companhia”) convocados a se reunirem em Assembleia Geral Extraordinária (“Assembleia”) a ser realizada em segunda convocação no dia 20 de agosto de 2021, às 14:00 horas, de modo exclusivamente digital , por meio da plataforma eletrônica “Zoom”, conforme prerrogativa prevista no artigo 124, § 2-A, da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976 (“Lei das Sociedades por Ações”) e disciplinada na Instrução CVM nº 481, de 17 de dezembro de 2009 (“Instrução CVM 481”), conforme alterada pela Instrução CVM nº 622, de 17 de abril de 2020, devendo ser considerada como realizada na sede da Companhia, nos termos do artigo 4º, § 3º, da Instrução CVM 481, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: (i) Reforma do estatuto social: a) Deliberar sobre a modificação do parágrafo 2º do artigo 8º do Estatuto Social da Companhia, de modo a adequá-lo à melhor dinâmica operacional para as assembleias gerais da Companhia; b) Deliberar sobre a modificação da alínea t do artigo 21 do Estatuto Social da Companhia, de modo a dar maior clareza na interpretação da cláusula, facilitando interações com agentes externos, especialmente instituições financeiras; c) Deliberar sobre a modificação do artigo 23 do Estatuto Social da Companhia e seu parágrafo único, para adequar a dinâmica das reuniões da diretoria a um modelo mais eficiente, com participação de diretores cujas atribuições de fato guardem pertinência com a ordem do dia, podendo ser presencial ou virtual; d) Deliberar sobre a modificação da alínea c, do parágrafo primeiro do artigo 31 do Estatuto Social da Companhia, para deixar explícito que o rol de órgãos citados no dispositivo é exemplificativo; e) Deliberar sobre a modificação do caput do artigo 33 do Estatuto Social da Companhia, de modo a determinar que as reuniões dos Comitês Consultivos poderão ser presenciais ou virtuais; f) De modo a permitir a participação de membros externos no Comitê de Auditoria, determinando as condições para tanto, deliberar sobre: (i) a modificação artigo 34 do Estatuto Social da Companhia, em seus parágrafos segundo, terceiro e quarto, e (ii) a inclusão do parágrafo quinto; g) Deliberar sobre a modificação do artigo 36 do Estatuto Social da Companhia, caput e parágrafo segundo, bem como sobre a inclusão dos parágrafos terceiro, quarto, quinto e sexto ao artigo 36, de modo a permitir a participação de membros externos no Comitê de Pessoas, determinando as condições para tanto; h) Deliberar sobre a modificação do artigo 38 do Estatuto Social da Companhia, de modo a determinar que o Conselho Fiscal passará a ter funcionamento permanente; i) Deliberar sobre a modificação do artigo 40 do Estatuto Social da Companhia, de modo a determinar que as reuniões do Conselho Fiscal poderão ser presenciais ou virtuais. (ii) Deliberar sobre a consolidação do Estatuto Social da Companhia, caso aprovadas as alterações propostas no item i, acima, subitens a a i da Ordem do Dia da Assembleia Geral. 1. Documentos à Disposição dos Acionistas : Encontra-se à disposição dos acionistas, na sede da Companhia e nas páginas na internet da Companhia (ri.tenda.com); da CVM (www.cvm.gov.br); e da B3 (www.b3.com.br) toda documentação pertinente às matérias que serão deliberadas na Assembleia ora convocada. 2. Legitimação e Representação: Nos termos do artigo 5º, § 3º, da Instrução CVM 481, os acionistas que pretenderem participar da Assembleia digital deverão enviar correio eletrônico para o e-mail ri@tenda.com até 2 (dois) dias antes da Assembleia (i.e. até o dia 18 de agosto de 2021), solicitando suas credenciais de acesso ao sistema eletrônico de participação e votação à distância e enviando os seguintes documentos: (i) extrato atualizado da conta de depósito das ações escriturais fornecido pela instituição financeira depositária emitido, no máximo, 2 (dois) dias úteis antes da Assembleia; e (ii) no caso de pessoa física, documento oficial, com foto, que comprove sua identidade; ou no caso de pessoa jurídica, estatuto social/contrato social e os demais documentos societários que comprovem a sua representação legal. Para os fundos de investimento, é necessária a apresentação do último regulamento consolidado, estatuto social/contrato social do administrador ou gestor do fundo e os demais documentos societários que comprovem os poderes de representação. Na hipótese de representação por procuração, a via original do instrumento de mandato devidamente formalizado e assinado pelo acionista outorgante (outorgado há menos de um ano, nos termos do art. 126, § 1º da Lei das Sociedades por Acoes e das decisões do colegiado da CVM), conforme instruções constantes da Proposta da Administração referente à Assembleia ora convocada. A Companhia ressalta que, de maneira estritamente excepcional, aceitará que os referidos documentos sejam apresentados sem reconhecimento de firma ou cópia autenticada, ficando cada acionista responsável pela veracidade e integridade dos documentos apresentados. Os acionistas participantes da Custódia Fungível de Ações Nominativas da B3 S.A. - Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”) que desejarem participar da Assembleia deverão apresentar extrato atualizado de sua posição acionária fornecido pelo órgão competente datado de até 02 (dois) dias úteis antes da data prevista para a realização da Assembleia. A Companhia adotará o sistema de votação à distância nos termos da Instrução CVM 481, permitindo que seus acionistas participem da Assembleia ora convocada à distância, por meio do preenchimento e envio de boletins de voto à distância por meio de seus respectivos agentes de custódia, por meio da instituição financeira depositária responsável pelo serviço de ações escriturais da Companhia ou diretamente à Companhia, conforme orientações constantes do Formulário de Referência da Companhia, da Proposta da Administração relativa à Assembleia ora convocada, bem como do próprio Boletim de Voto à Distância disponibilizado nesta data. São Paulo, 11 de agosto de 2021. Claudio José Carvalho de Andrade -Presidente do Conselho de Administração.

EVAG Participações Ltda.

CNPJ nº 07.691.674/0001-29 - NIRE nº 35.220.153.956

Ata da Reunião de Sócios

Em 01/02/2021, às 10:00 horas, na Av. Brigadeiro Faria Lima, 2601, 10º Andar - Cj. 101, São Paulo/SP, os abaixo assinados e adiante nomeados e qualificados, Eduardo Vidigal Andrade Gonçalves, RG nº 18.632.636-1 - SSP/SP e CPF/MF nº XXX.611.098-XX; e Vidigon Participações Ltda., CNPJ/MF nº 07.691.706/0001-96 e JUCESP/NIRE 35.220.153.964, neste ato representada, por seu Diretor, Luís Vidigal Andrade Gonçalves, RG nº 27.995.907-2 - SSP/SP e CPF/MF nº XXX.611.078-XX, sendo dispensada a convocação prévia e o aviso aos mesmos, de acordo com o artigo 1.072, § 2º da Lei 10.406/02 e os §§ 4ºs do Artigo 124 da Lei 6.404/76. Mesa: Presidente - Eduardo Vidigal Andrade Gonçalves; Secretário - Luís Vidigal Andrade Gonçalves. Deliberações : “Aprovadas por unanimidade”: (i) O montante apurado pela Sociedade a título de Lucro Líquido, Reserva de Lucros e Lucros Acumulados, no montante total de R$ 8.365.553,96 deve ser compensado com os prejuízos acumulados até 31/01/2021, conforme balancete devidamente levantado e datado de 31/01/2021, no montante de R$ 9.516.111,94, restando um saldo de prejuízos acumulados no montante de R$ 1.150.557,98. (ii) A redução do capital social da Sociedade dos atuais R$ 4.063.156,00 para R$506.746,00, uma redução, portanto de R$ 3.556.410,00, realizada mediante a redução do valor nominal das quotas de R$ 1,00 para R$ 0,12 por quota, para: (a) de acordo com o artigo1.0822, inciso I doCódigo Civill, absorver o remanescente dos prejuízos acumulados até 31/01/2021, conforme balancete levantado e aprovado no item (i) acima, no montante de R$1.150.557,98; e (b) em virtude da existência de capital excessivo, proceder, nos termos do fulcro no artigo1.0822, inciso II, doCódigo Civill a redução de R$ 2.405.852,02, restituindo o valor da respectiva redução exclusivamente ao sócio Eduardo Vidigal Andrade Gonçalves em moeda corrente nacional, sem observância da proporção da participação detida pelos sócios na Sociedade, em moeda corrente nacional, em data a ser informada pela Sociedade, oportunamente aos Sócios, a ser fixada após o término do prazo previsto no artigo1.0844 doCódigo Civill. (iii) A publicação da presente ata, em forma sumária. Os sócios consignam que transcorrido o prazo de 90 dias, para oposição de credores, contados da data da publicação do extrato da presente ata, proceder-se-á o registro da presente ata na JUCESP, bem como da alteração do Contrato Social da Sociedade para refletir o quanto deliberado nesta ata, que também é assinado pelos Sócios nesta data. São Paulo, 01/02/2021. Mesa: Eduardo Vidigal Andrade Gonçalves - Presidente; Luís Vidigal Andrade Gonçalves - Secretário. Sócios: Eduardo Vidigal Andrade Gonçalves; Vidigon Participações Ltda.

SINQIA S.A.

Companhia Aberta

CNPJ nº 04.065.791/0001-99 - NIRE 35.300.190.785

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Data, horário e local: Em 20/12/2019, às 11:00h, na sede da Sinqia S.A. (“Companhia”). Mesa: Presidente: Antonio Luciano de Camargo Filho;

Secretária: Hellen Cristina Fernandes Petri. Presença: Acionistas representando 22.130.052 ações ordinárias ou 31,4% do capital social com direito a voto, conforme Livro de Registro de Presença de Acionistas. Convocação: O edital de 1ª convocação foi publicado no “Valor Econômico”, nos dias 06, 07 e 10/12/2019 (páginas E3, B6 e E3), sendo dispensada a publicação no órgão oficial da União ou do Estado, conforme faculta o § 1º do Artigo 19 da Lei 13.043/14. Ordem do dia: 1. Examinar, discutir e aprovar os instrumentos particulares de Protocolo e Justificação de Incorporação da (a) Controlpart Consultoria e Participações Ltda. e (b) ConsultBrasil Tecnologia e Negócios Ltda. (“ Sociedades ”) pela Companhia; 2. Ratificar a contratação da Vera Cruz Investimentos Ltda., como empresa especializada responsável pela elaboração dos Laudos de Avaliação das Sociedades; 3. Examinar e aprovar os Laudos de Avaliação das Sociedades; 4. Aprovar a incorporação das Sociedades pela Companhia, na forma do Artigo 227 da Lei 6.404/76 (“LSA”), sendo que tal transação não resultará em aumento do capital social da Companhia; e 5. Autorizar a Diretoria a praticar todos os atos necessários para implementar e dar efeito à incorporação das Sociedades. Leitura dos documentos, recebimento de votos e lavratura da ata: O Presidente da mesa propôs: (i) a dispensa da leitura dos documentos relacionados às matérias a serem deliberadas, uma vez que foram previamente disponibilizados, sendo de inteiro conhecimento dos acionistas, nos termos do Artigo 134 da LSA; (ii) que as declarações de votos, protestos e dissidências apresentadas sejam numeradas, recebidas e autenticadas pela mesa e fiquem arquivadas na sede da Companhia, nos termos do Artigo 130, § 1º, da LSA; e (iii) a lavratura da presente ata na forma de sumário e sua publicação com a omissão das assinaturas, nos termos do Artigo 130, §§ 1º e 2º, da LSA. A proposta de encaminhamento do Presidente da mesa foi aprovada pela unanimidade dos acionistas presentes. Deliberações: O Presidente submeteu os assuntos da ordem do dia à discussão e deliberação por parte dos acionistas presentes, que: 1. Aprovaram, por unanimidade de votos e sem ressalvas, o Protocolo e Justificação de Incorporação celebrado, em 05/12/2019, entre a administração da Companhia e a administração da Controlpart Consultoria e Participações Ltda. , sociedade empresária limitada, inscrita no CNPJ nº 01.442.872/0001-72, com seus atos constitutivos devidamente registrados na Junta Comercial do Estado de São Paulo sob o NIRE 35.225.669.306 e sede na Rua Bela Cintra, 755, 8º andar, bairro Consolação, CEP 01415-003, São Paulo/SP, bem como o Protocolo e Justificação de Incorporação celebrado, em 05/12/2019, entre a administração da Companhia e a administração da ConsultBrasil Tecnologia e Negócios Ltda., sociedade empresária limitada, inscrita no CNPJ nº 20.281.929/0001-43, com seus atos constitutivos devidamente registrados na Junta Comercial do Estado de Minas Gerais sob o NIRE 3121126770-3 e sede na Avenida Raja Gabaglia, 1.400, 6º andar, bairro Gutierrez, CEP 30441-194, Belo Horizonte/MG, na forma do Anexo I a presente ata, os quais estabelecem os termos e as condições da incorporação das Sociedades pela Companhia (“Protocolo”). Nos termos dos Protocolos, as Sociedades são integralmente detida pela Companhia, e, portanto, a incorporação não prevê relações de substituição de participações societárias, não se fazendo necessária a elaboração do laudo de avaliação previsto no artigo 264 da Lei 6.404/76, conforme entendimento do Colegiado da CVM consubstanciado na decisão proferida no Processo CVM nº 19957.011351/2017-21. 2. Aprovaram, por unanimidade de votos e sem ressalvas, a ratificação da contratação da Vera Cruz Investimentos Ltda., sociedade limitada, com sede na Avenida das Nações Unidas, 12.901, Torre Norte, 12º andar, sala 12-104, CEP 04578-910, São Paulo/SP inscrita no CNPJ sob nº 17.160.120/0001-59 (“Avaliadora”), como empresa especializada responsável pela elaboração dos laudos de avaliação do patrimônio líquido contábil das Sociedades, com data-base de 31/10/2019. 3. Aprovaram, por unanimidade de votos e sem ressalvas, os Laudos de Avaliação do patrimônio líquido contábil das Sociedades, com data-base de 31/10/2019, elaborado pela Avaliadora, que instrui os respectivos Protocolos, na forma do Anexo II a presente ata. 4. Aprovaram, por unanimidade de votos e sem ressalvas, a incorporação da Controlpart e da ConsultBrasil pela Companhia, eficaz na data de aceitação da operação em reunião de sócios das Sociedades, sendo que tal aceitação deverá ocorrer em até 90 dias a partir desta data, nos termos do Artigo 227 da LSA e de acordo com os termos e as condições constantes dos Protocolos. Em consequência das deliberações acima, a Companhia sucederá legalmente as Sociedades em todos os seus direitos e obrigações, a título universal, para todos os fins e efeitos, sem solução de continuidade. Ainda, nos termos dos Protocolos, não haverá aumento do capital social da Companhia ou alteração do número de ações de sua emissão, sendo que incorporação não dará direito de recesso aos acionistas da Companhia. 5. Aprovaram, por unanimidade de votos e sem ressalvas, a autorização à Diretoria para praticar todos os atos necessários à conclusão da incorporação das Sociedades, incluindo, sem limitação, o arquivamento e a publicação dos atos societários da incorporação, a averbação, a comunicação ou o registro dos atos da incorporação perante Juntas Comerciais, órgãos públicos ou terceiros, ou qualquer outra providência necessária para dar cumprimento à deliberação de incorporação da Controlpart e da ConsultBrasil ora aprovada. Encerramento: Nada mais havendo a ser tratado. A presente é cópia fiel da original lavrada em livro próprio. São Paulo, 20/12/2019. Antonio Luciano de Camargo Filho - Presidente; Hellen Cristina Fernandes Petri - Secretária. JUCESP nº 30.703/20-7 em 10/01/2020. Gisela Simiema Ceschin - Secretária Geral.

SINQIA S.A.

Companhia Aberta

o

CNPJ n 04.065.791/0001-99 - NIRE 35.300.190.785

REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Data, hora e local: Em 28/04/2020, às 13:00h, na sede da Sinqia S.A. (“ Companhia ”), na Rua Bela Cintra, 755, 7º andar, bairro Consolação, CEP 01415-003, São Paulo/SP. Presença: Totalidade dos membros, os Srs. Antonio Luciano de Camargo Filho, Bernardo Francisco Pereira Gomes, Claudio Almeida Prado, Edson Marqueto Rigonatti, João Carlos Bolonha, Roberto Dagnoni e Rodrigo Heilberg, por conferência telefônica, conforme previsto no Artigo 13 do Estatuto Social da Companhia. Mesa: Presidente: Rodrigo Heilberg; Secretária: Hellen Cristina Fernandes Petri. Deliberação: Foi deliberada, por unanimidade dos votos proferidos, com abstenção dos Srs. Antonio Luciano de Camargo Filho e Bernardo Francisco Pereira Gomes, a seguinte matéria: 1. Reeleição da Diretoria, que permanecerá composta por: (i) como Diretor Presidente o Sr. Bernardo Francisco Pereira Gomes , brasileiro, casado, empresário,

o o

RG n 13.131.570 SSP/SP e do CPF/MF n XXX.914.268-XX; (ii) como Diretor Vice-Presidente o Sr. Antonio Luciano de Camargo Filho ,

o o

brasileiro, casado, empresário, RG n 4.429.442 SSP/SP e do CPF/MF n XXX.171.578-XX; (iii) como Diretor sem designação específica o Sr. Paulo

o

de Tarso Pescatori Dutra , brasileiro, casado, empresário, RG n

o

12.149.349 SSP/SP e do CPF/MF n XXX.416.908-XX; e (iv) como Diretor Financeiro e de Relações com Investidores o Sr. Thiago Almeida Ribeiro

o

da Rocha , brasileiro, casado, administrador, RG n 44.080.095-X SSP/

o

SP e do CPF/MF n XXX.017.648-XX, todos domiciliados na Rua Bela Cintra, 755, 7º andar, CEP 01415-003, São Paulo/SP. Os diretores ora reeleitos, para mandato de 1 ano, serão investidos em seus cargos, conforme aplicável, mediante assinatura do Termo de Posse, lavrados em livro próprio e arquivados na sede da Companhia, oportunidade em que farão a declaração de desimpedimento prevista em lei. Os diretores reeleitos permanecerão nos respectivos cargos até a próxima Assembleia Geral Ordinária que examinará as contas do exercício social findo em 31/12/2020 ou até que sejam destituídos pelo Conselho de Administração. Encerramento. Nada mais havendo a ser tratado. São Paulo, 28/04/2020. Confere com a original Lavrada em livro próprio. Rodrigo Heilberg -Presidente; Hellen Cristina Fernandes Petri - Secretária. JUCESP nº 197.661/20-8 em 10/06/2020. Gisela Simiema Ceschin - Secretária Geral.