Página 13 da Empresarial do Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) de 22 de Outubro de 2021

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

CIMED REMÉDIOS S.A.

CNPJ/ME nº 16.619.378/0001-08 - NIRE 3530057101-1

Ata de Assembleia Geral Extraordinária Realizada no Dia 8 de Outubro de 2021 Data, Hora e Local : Aos 8 dias do mês de outubro do ano de dois mil e vinte e um, às 9h00 (nove) horas, na sede da CIMED Remédios S.A., com escritório na Avenida África, 685, Galpão nº 02, Box 1, Polo Empresarial do Tamboré, na Cidade de Santana de Parnaíba, Estado de São Paulo, CEP 06.543-306 (“Companhia” ou “Cimed Remédios”). Convocação e Presença: Dispensada a convocação, nos termos do artigo 124, parágrafo § 4º, da Lei 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada (“Lei das Sociedades por Ações”) em razão da presença dos acionistas representando 100% do capital social da Companhia. Composição da Mesa : Foi designado para presidir a reunião o Sr. João Adibe Zacharias Marques, que convidou para secretariá-lo a Sra. Camila Correa Monico Rodrigues. Ordem do Dia: Examinar e deliberar sobre: (i) a outorga de garantia fidejussória, na forma de fiança (“Fiança”), pela Companhia, em garantia das obrigações assumidas pela Cimed Indústria S.A. (“Emissora” ou “Cimed Indústria”), no âmbito de sua 1ª (primeira) emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única, da espécie quirografária, com garantia fidejussória, no valor total de até R$500.000.000,00 (quinhentos milhões de reais) (“Debêntures”), as quais serão objeto de distribuição pública com esforços restritos de distribuição, nos termos da Instrução da CVM nº4766, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada (“Instrução CVM 476” e “Emissão” ou “Oferta Restrita”, respectivamente); (ii) a autorização da Diretoria da Companhia, bem como quaisquer de seus representantes legais, a praticar todos e quaisquer atos necessários à implementação das deliberações dispostas no item “(i)” acima, inclusive a assinatura de quaisquer instrumentos e respectivos aditamentos necessários à implementação da Oferta Restrita e a outorga da Fiança; e (iii) a ratificação dos atos já praticados pela Diretoria da Companhia no âmbito da Emissão. Deliberações: Examinadas e debatidas as matérias constantes da Ordem do Dia, foi deliberado, por unanimidade de votos dos acionistas presentes, representantes de 100% (cem por cento) do capital social da Companhia e sem quaisquer restrições: (i) Aprovar , a prestação de fiança pela Companhia, de forma a garantir o fiel, pontual e integral pagamento da totalidade das obrigações pecuniárias, principais ou acessórias, presentes e/ou futuras, assumidas ou que venham a ser assumidas pela Emissora em razão da Emissão das Debêntures, conforme forem previstas na Escritura de Emissão, sem prejuízo das características abaixo indicadas, as quais poderão ser alteradas nos termos da Escritura de Emissão, incluindo, mas sem limitação, o Valor da Emissão e/ou o Valor Nominal Unitário (conforme abaixo definidos), acrescido da Remuneração (conforme abaixo definido), bem como todos e quaisquer valores devidos aos Debenturistas, a qualquer título, e todos os custos e despesas para fins da cobrança dos créditos oriundos das Debêntures e da excussão da fiança, incluindo Encargos Moratórios (conforme abaixo definido), penas convencionais, indenizações, honorários do Agente Fiduciário (conforme definido na Escritura de Emissão), assessores legais, depósitos, custas e taxas judiciárias, qualquer custo ou despesa comprovadamente incorrido pelo Agente Fiduciário, inclusive em decorrência de processos, procedimentos e/ou outras medidas judiciais ou extrajudiciais necessárias à salvaguarda dos direitos dos Debenturistas e prerrogativas decorrentes das Debêntures e/ou previstas na Escritura de Emissão e/ou dos demais documentos da Oferta Restrita, dentro dos limites da atuação do Agente Fiduciário, nos termos a serem previstos na Escritura de Emissão e da regulamentação aplicável (“Obrigações Garantidas”), obrigando-se como fiador e principal pagador, solidariamente responsável por todos os valores devidos pela Emissora em decorrência das Obrigações Garantidas (“Fiança”). As Debêntures contam com as seguintes principais características: (a) Número da Emissão : Esta será a 1ª (primeira) emissão de debêntures da Emissora; (b) Valor Total da Emissão: O valor total da Emissão será de até R$500.000.000,00 (quinhentos milhões de reais), na Data de Emissão, conforme definido abaixo (“Valor da Emissão”), observada a possibilidade de distribuição parcial. O Valor Total da Emissão final será objeto de aditamento à Escritura de Emissão, sem a necessidade de nova aprovação societária pela Emissora, pela Companhia ou aprovação pelos Debenturistas reunidos em uma Assembleia Geral de Debenturistas, caso não ocorra a subscrição e integralização da totalidade das Debêntures, em momento anterior à primeira Data de Integralização; (c) Número de Séries : A Emissão será realizada em série única; (d) Data de Emissão : Para todos os fins e efeitos legais, a data de emissão das Debêntures será aquela constante na Escritura de Emissão (“Data de Emissão”); (e) Data de Início da Rentabilidade: Para todos os fins e efeitos legais, a data de início da rentabilidade será a primeira data de integralização das Debêntures (“Data de Início da Rentabilidade”); (f) Quantidade de Debêntures : Serão emitidas até 500.000 (quinhentas mil) Debêntures, desde que observado o Montante Mínimo. Serão canceladas as Debêntures que eventualmente não forem subscritas e integralizadas na forma a ser prevista na Escritura de Emissão, sem a necessidade de nova aprovação societária pela Emissora ou pela Companhia ou aprovação pelos Debenturistas reunidos em uma Assembleia Geral de Debenturistas; (g) Valor Nominal Unitário : O valor nominal unitário das Debêntures será de R$1.000,00 (mil reais) na Data de Emissão (“Valor Nominal Unitário”); (h) Destinação dos Recursos : Os recursos líquidos obtidos pela Emissora por meio da Emissão serão destinados para: (i) até R$300.000.000,00 (trezentos milhões de reais): usos corporativos gerais da Emissora, incluindo o resgate antecipado total das notas promissórias emitidas pela Emissora no âmbito da 2ª (segunda) emissão de notas promissórias comerciais da Emissora, no valor de R$200.000.000,00 (duzentos milhões de reais) na respectiva data de emissão; e (ii) os valores acima de R$300.000.000,00 (trezentos milhões de reais): liquidação de dívidas bancárias; (i) Forma, Tipo e Comprovação de Titularidade : As Debêntures serão emitidas sob a forma nominativa e escritural, sem emissão de cautelas ou certificados, e, para todos os fins e efeitos de direito, a titularidade das Debêntures será comprovada pelo extrato da conta de depósito das Debêntures emitido pelo Escriturador e, adicionalmente, com relação às Debêntures que estiverem custodiadas eletronicamente na B3, conforme o caso, será reconhecido como comprovante de titularidade das Debêntures o extrato expedido pela B3, em nome de cada Debenturista; (j) Conversibilidade : As Debêntures serão simples, ou seja, não conversíveis em ações de emissão da Emissora; (k) Espécie : As Debêntures serão da espécie quirografária, nos termos do artigo 58, caput, da Lei das Sociedades por Acoes; (l) Garantia: de forma a garantir o fiel, integral e pontual cumprimento de todas as Obrigações Garantidas, obrigando-se como fiadores e principais pagadores, solidariamente responsáveis por todos os valores devidos pela Emissora em decorrência das obrigações Garantidas, constituem garantia fidejussória em favor dos Debenturistas, representados pelo Agente Fiduciário: (i) o Sr. João Adibe Zacharias Marques, brasileiro, casado sob o regime de separação total de bens, empresário, portador da cédula de identidade RG nº 14.600.581-8 SSP/SP, inscrito no CPF sob o nº 129.633.008-75 (“Sr. João Adibe”); (ii) a Sra. Karla Marques Felmanas , brasileira, casada sob o regime de separação total de bens, empresária, portadora da cédula de identidade RG nº 14.600.582-X SSP/SP, inscrita no CPF sob o nº 128.260.488-05 (“Sra. Karla Marques Felmanas”, e, em conjunto com o Sr. João Adibe, os “Fiadores Pessoas Físicas”); e (iii) a Companhia (e, em conjunto com os Fiadores Pessoas Físicas, os “Fiadores”), respondendo, de maneira irrevogável e irretratável, cada um, como devedores solidários e principais pagadores, pelo cumprimento de todas as Obrigações Garantidas assumidas pela Emissora, até sua plena liquidação. O valor da Fiança da Companhia cobre 100% (cem por cento) do valor das Obrigações Garantidas, observado que fiança prestada pela Sra. Karla Marques Felmanas é limitada a 35% (trinta e cinco por cento) das Obrigações Garantidas enquanto que a fiança prestada pelo Sr. João Adibe é limitada a 65% (sessenta e cinco por cento) das Obrigações Garantidas, não havendo solidariedade entre os Fiadores Pessoas Físicas e/ou com a Companhia. Os Fiadores expressamente renunciam a todo e qualquer benefício de ordem, direitos e faculdades de exoneração de qualquer natureza, inclusive os previstos nos artigos 301, 333, parágrafo único, 364, 366, 368, 371, 821, 824, 827, 830, 834, 835, 837, 838 e 839 do Código Civil e artigos 130, 131 e 794 da Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015, conforme alterada; (m) Prazo e Data de Vencimento : Observado o que for disposto na Escritura de Emissão, as Debêntures terão prazo de vencimento de 56 (cinquenta e seis) meses contados da Data de Emissão, vencendo-se, em 25 de junho de 2026 (“Data de Vencimento das Debêntures”), ressalvadas as hipóteses de vencimento antecipado das obrigações decorrentes das Debêntures em decorrência de um Evento de Inadimplemento (conforme definido abaixo), Resgate Antecipado Facultativo Total (conforme definido abaixo), Oferta de Resgate Antecipado (conforme definido abaixo) ou Aquisição Facultativa (conforme definida abaixo) das Debêntures; (n) Atualização Monetária das Debêntures : O Valor Nominal Unitário das Debêntures não será atualizado monetariamente; (o) Remuneração das Debêntures : Sobre o Valor Nominal Unitário ou sobre o saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures incidirão juros remuneratórios correspondentes à variação acumulada de 100% (cem por cento) das taxas médias diárias do DI – Depósito Interfinanceiro de um dia, “over extra-grupo”, expressas na forma percentual ao ano, base 252 (duzentos e cinquenta e dois) Dias Úteis, calculadas e divulgadas diariamente pela B3 (“Taxa DI”), acrescida de spread (sobretaxa) de 2,00% (dois inteiros por cento) ao ano, base em 252 (duzentos e cinquenta e dois) Dias Úteis (“Remuneração”). A Remuneração será calculada de forma exponencial e cumulativa pro rata temporis por Dias Úteis decorridos, incidentes sobre o Valor Nominal Unitário das Debêntures (ou sobre o saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures), desde a Data de Início da Rentabilidade, ou Data de Pagamento da Remuneração (conforme forem definidos na Escritura de Emissão) imediatamente anterior (inclusive) até a data de pagamento da Remuneração em questão, data de declaração de vencimento antecipado em decorrência de um Evento de Inadimplemento ou na data de um eventual resgate antecipado, o que ocorrer primeiro (em todos os casos, exclusive), de acordo com fórmula a ser prevista na Escritura de Emissão; (p) Pagamento da Remuneração : Sem prejuízo dos pagamentos em decorrência de eventual vencimento antecipado das obrigações decorrentes das Debêntures, de Aquisição Facultativa, de amortização extraordinária, de Oferta de Resgate Antecipado ou de Resgate Antecipado Facultativo Total, nos termos previstos na Escritura de Emissão, a Remuneração das Debêntures será paga semestralmente, sendo o primeiro pagamento em 25 de dezembro de 2023 e os demais pagamentos serão devidos sempre no dia 25 (vinte e cinco) dos meses de dezembro e junho de cada ano, até a Data de Vencimento das Debêntures (“Data de Pagamento da Remuneração”); (q) Amortização do Saldo do Valor Nominal Unitário: Sem prejuízo dos pagamentos decorrentes de eventual vencimento antecipado das obrigações decorrentes das Debêntures, de Aquisição Facultativa, de amortização extraordinária, de Oferta de Resgate Antecipado ou de Resgate Antecipado Facultativo Total, nos conforme forem previstos na Escritura de Emissão e na legislação aplicável, o saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures será amortizado em 6 (seis) parcelas semestrais e consecutivas, sendo que a primeira parcela será devida no dia 25 de dezembro de 2023, e as demais parcelas serão devidas em cada uma das respectivas datas de amortização das Debêntures, de acordo com as datas indicadas na Escritura de Emissão (cada uma, uma “Data de Amortização das Debêntures”), conforme percentuais previstos na Escritura de Emissão; (r) Regime de Colocação : As Debêntures serão objeto de distribuição pública, com esforços restritos de distribuição, nos termos da Instrução CVM 476, sob regime misto de colocação, sendo: (i) sob o regime de garantia firme de colocação para 350.000 (trezentas e cinquenta mil) Debêntures, representando o montante de R$ 350.000.000,00 (trezentos e cinquenta milhões de reais) (“Montante Mínimo”), observada a proporção a ser indicada no Contrato de Distribuição, abaixo definido (“Garantia Firme”); e (ii)

Fazendas Reunidas Pilon S/A. Agrostahl S.A. Indústria e Comércio sob o regime de melhores esforços de colocação para até 150.000 (cento e cinquenta mil) Debêntures, representando o montante de até R$ 150.000.000,00 (cento e cinquenta milhões de reais) (“Melhores Esforços”), com a intermediação de instituições financeiras integrantes do sistema de distribuição de valores mobiliários (“Coordenadores”), de forma individual e não solidária, de acordo com os termos previstos no “Contrato de Coordenação, Colocação e Distribuição Pública com Esforços Restritos, sob Regime de Garantia Firme de Colocação, da 1ª (Primeira) Emissão de Debêntures Simples, Não Conversíveis em Ações, em Série Única, da Espécie Quirografária, com Garantia Fidejussória, Para Distribuição Pública, com Esforços Restritos de Distribuição, da Cimed Indústria S.A.”, a ser celebrado entre a Emissora, Coordenadores e Intervenientes Garantidores (“Contrato de Distribuição”); (s) Plano de Distribuição: O plano de distribuição pública das Debêntures seguirá o procedimento descrito na Instrução CVM4766, conforme previsto no Contrato de Distribuição. Para tanto (i) somente será permitida a procura, pelos Coordenadores, de, no máximo, 75 (setenta e cinco) investidores profissionais; e (ii) as Debêntures somente poderão ser subscritas ou adquiridas por, no máximo, 50 (cinquenta) investidores profissionais, nos termos da Instrução CVM 476; (t) Distribuição Parcial: Será admitida a distribuição parcial das Debêntures desde que haja colocação de um montante mínimo de 350.000 (trezentas e cinquenta mil) Debêntures, no valor mínimo total de R$350.000.000,00 (trezentos e cinquenta milhões de reais) (“Montante Mínimo”), sendo que as Debêntures que não forem colocadas no âmbito da Oferta Restrita serão canceladas pela Emissora (“Distribuição Parcial”); (u) Coleta de Intenções de Investimento : Será adotado o procedimento de coleta de intenções de investimento dos potenciais investidores nas Debêntures, organizado pelos Coordenadores, sem lotes mínimos ou máximos, observado o disposto no artigo 3º da Instrução CVM 476, para a definição da quantidade de Debêntures, observada a colocação do Montante Mínimo (“Procedimento de Bookbuilding”); (v) Preço de Subscrição e Forma de Integralização : As Debêntures serão subscritas e integralizadas à vista, em moeda corrente nacional, no ato da subscrição, pelo seu Valor Nominal Unitário, de acordo com as normas de liquidação aplicáveis à B3. Caso qualquer Debênture venha a ser integralizada em data diversa e posterior à Data de Início da Rentabilidade, a integralização deverá considerar o Valor Nominal Unitário das Debêntures, acrescido da Remuneração, calculados pro rata temporis desde a Data de Início da Rentabilidade até a data de sua efetiva integralização; (w) Resgate Antecipado Facultativo Total : A Emissora poderá, a seu exclusivo critério a partir de 26 de dezembro de 2023, inclusive, realizar o resgate antecipado facultativo total das Debêntures (“Resgate Antecipado Facultativo Total”). Por ocasião do Resgate Antecipado Facultativo Total, o valor devido pela Emissora será equivalente ao (a) Valor Nominal Unitário das Debêntures ou saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures, conforme aplicável, a serem resgatadas, acrescido (b) da Remuneração, calculado pro rata temporis desde a Data de Início da Rentabilidade, ou da data do pagamento da Remuneração imediatamente anterior, conforme o caso, até a data do efetivo Resgate Antecipado Facultativo Total, incidente sobre o Valor Nominal Unitário, ou saldo do Valor Nominal Unitário, conforme o caso e demais encargos devidos e não pagos até a data do Resgate Antecipado Facultativo Total, e (c) acrescido de prêmio, conforme indicado na Escritura de Emissão e fórmula ali prevista, incidente sobre os montantes previstos nos itens (a) e (b) acima (“Valor do Resgate Antecipado Facultativo Total”); (x) Amortização Extraordinária : A Emissora poderá, a seu exclusivo critério, a partir de 26 de dezembro de 2023, inclusive, realizar a amortização extraordinária facultativa das Debêntures (“Amortização Extraordinária”). Por ocasião da Amortização Extraordinária Parcial, o valor devido pela Emissora será equivalente a (a) parcela do Valor Nominal Unitário ou do saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures a serem amortizadas, acrescido (b) da Remuneração das Debêntures, de forma proporcional, calculado pro rata temporis desde a Data de Início da Rentabilidade, ou da data do pagamento da Remuneração imediatamente anterior, conforme o caso, até a data da efetiva Amortização Extraordinária, incidente sobre a parcela do Valor Nominal Unitário ou do saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures a ser amortizada e demais encargos devidos e não pagos até a data de Amortização Extraordinária das Debêntures e (c) acrescido de prêmio, conforme indicado na Escritura de Emissão e fórmula ali prevista, incidente sobre os montantes previstos nos itens (a) e (b) acima; (y) Oferta de Resgate Antecipado : A Emissora poderá realizar, a qualquer momento e a seu exclusivo critério, oferta de resgate antecipado da totalidade das Debêntures, endereçada a todos os Debenturistas, assegurada a todos os Debenturistas igualdade de condições para aceitar o resgate antecipado das Debêntures por eles detidas (“Oferta de Resgate Antecipado”). A Emissora realizará a Oferta de Resgate Antecipado por meio de comunicação individual enviada aos Debenturistas, com cópia ao Agente Fiduciário, ou publicação de Aviso aos Debenturistas (“Comunicação de Oferta de Resgate Antecipado”) com, no mínimo, 4 (quatro) Dias Úteis de antecedência da Oferta de Resgate Antecipado, sendo que na referida comunicação deverá constar: (a) o valor do prêmio da Oferta de Resgate Antecipado, caso existente, que não poderá ser negativo; (b) forma de manifestação, à Emissora, pelo Debenturista que aceitar a Oferta de Resgate Antecipado; (c) a data efetiva para o resgate das Debêntures e pagamento aos Debenturistas, que deverá ser um Dia Útil; e (d) demais informações necessárias para tomada de decisão e operacionalização pelos Debenturistas; (z) Aquisição Facultativa : A Emissora poderá, a qualquer tempo, a seu exclusivo critério, adquirir Debêntures, observado o disposto no artigo , da Lei das Sociedades por Acoes e o disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários nº 620, de 17 de março de 2010 (“Instrução CVM 620”) e ainda, condicionado ao aceite do Debenturista vendedor, devendo tal fato constar do relatório da administração e das demonstrações financeiras da Emissora (“Aquisição Facultativa”); (aa) Vencimento Antecipado : Observado o que for disposto na Escritura de Emissão, o Agente Fiduciário deverá considerar antecipadamente vencidas todas as obrigações constantes da Escritura de Emissão e exigir o imediato pagamento pela Emissora do Valor Nominal Unitário ou saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures, acrescidos da Remuneração, calculados pro rata temporis, desde a Data de Início da Rentabilidade ou a Data de Pagamento da Remuneração das Debêntures imediatamente anterior (inclusive), conforme o caso, até a data do seu efetivo pagamento (exclusive), além dos demais encargos devidos nos termos da Escritura de Emissão, nas hipóteses a serem previstas na Escritura de Emissão (cada um, um “Evento de Inadimplemento”), cujos cenários, exceções, prazos de cura e indicadores de valores de limite (threshold), entre outros aspectos específicos à Emissão, nos termos da Escritura de Emissão, independentemente de aviso ou notificação, judicial ou extrajudicial, respeitados os respectivos prazos de cura, caso aplicável, na ocorrência de qualquer das hipóteses descritas na Escritura de Emissão; (bb) Local de Pagamento : Os pagamentos a que fizerem jus as Debêntures serão efetuados pela Emissora utilizando-se, conforme o caso: (a) os procedimentos adotados pela B3, para as Debêntures custodiadas eletronicamente na B3; ou (b) os procedimentos adotados pelo Banco Liquidante e Escriturador, para as Debêntures que eventualmente não estejam custodiadas eletronicamente na B3; (cc) Prorrogação dos Prazos : Considerar-se-ão automaticamente prorrogados os prazos referentes ao pagamento de qualquer obrigação prevista na Escritura de Emissão, até o primeiro Dia Útil subsequente, se o seu vencimento coincidir com dia em que não exista expediente bancário na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, sem qualquer acréscimo aos valores a serem pagos, ressalvados os casos cujos pagamentos devam ser realizados através da B3, hipótese em que referida prorrogação de prazo somente ocorrerá caso a Data de Pagamento da Remuneração coincida com feriado declarado nacional, sábado ou domingo; (dd) Encargos Moratórios : Sem prejuízo da Remuneração das Debêntures, ocorrendo impontualidade no pagamento pela Emissora ou pelos Fiadores de qualquer quantia devida aos Debenturistas, os débitos em atraso vencidos e não pagos pela Emissora ou pelos Fiadores, ficarão sujeitos a, independentemente de aviso, notificação ou interpelação judicial ou extrajudicial (i) multa moratória convencional, irredutível e não compensatória de 2,00% (dois inteiros por cento); e (ii) juros moratórios à razão de 1,00% (um inteiro por cento) ao mês, calculados desde a data do inadimplemento (inclusive) até a data do efetivo pagamento (exclusive); ambos calculados sobre o montante devido e não pago (“Encargos Moratórios”); (ee) Agente Fiduciário : A Emissora constituirá e nomeará a Pentágono S.A. Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, instituição financeira, com filial na Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2954, Conjunto 101, Jardim Paulistano, Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, CEP 01451-001, inscrita no CNPJ/ME sob o nº 17.343.682/0003-08, como Agente Fiduciário, para representar a comunhão dos interesses dos titulares das Debêntures; (ff) Banco Liquidante e Escriturador : A instituição prestadora dos serviços de banco liquidante e Escriturador é o Banco Bradesco S.A., instituição financeira com sede na Cidade de Osasco, Estado de São Paulo, no Núcleo Cidade de Deus, s/nº, Vila Yara, inscrita no CNPJ/ME sob o nº 60.746.948/0001-12; (gg) Assunção da Dívida : As partes da Escritura de Emissão obrigam-se a não ceder ou dispor, de qualquer modo, de seus direitos e/ou obrigações decorrentes da Escritura de Emissão, exceto pela possibilidade de cessão da posição contratual entre a Cimed Remédios e a Cimed Indústria, de forma a haver a assunção das obrigações decorrentes da Escritura de Emissão pela Cimed Remédios, passando esta a figurar como devedora, e a assunção das obrigações decorrentes da fiança previstas na Escritura de Emissão pela Cimed Indústria, passando esta última a figurar como fiadora, possibilidade esta que deverá observar os requisitos previstos na Escritura de Emissão; e (hh) Demais Características: As demais características das Debêntures serão descritas na Escritura de Emissão. (ii) Autorizar (a) a Companhia, por meio de seus administradores e/ou procuradores legalmente constituídos, a celebrar, nos termos do Estatuto Social da Companhia, todos e quaisquer instrumentos necessários para formalizar o disposto no item (i) acima, incluindo, sem limitação, procurações, documentos e declarações para registro dos documentos em cartórios, juntas comerciais e demais órgãos oficiais que se façam necessários; (b) os administradores e os procuradores da Companhia, desde já, a praticar, em conjunto, na forma do Estatuto Social da Companhia, todos e quaisquer atos necessários à formalização dos documentos mencionados no item (i) acima, inclusive a assinatura da Escritura de Emissão, na qualidade de fiadora, e celebrar quaisquer outros instrumentos e respectivos aditamentos necessários à implementação da Oferta Restrita, da Emissão da Fiança ora aprovada. (iii) Ratificar (a) todos os atos praticados pelos administradores e procuradores da Companhia anteriormente a esta assembleia de acionistas; e (b) a validade e eficácia de todos os documentos já assinados pela Companhia em relação aos documentos acima referidos. Encerramento e Assinaturas : Ao final, o Sr. Presidente deixou a palavra livre a quem dela quisesse fazer uso, e como mais nada tivesse a tratar, o Sr. Presidente deu por encerrados os trabalhos e suspendeu a sessão para que a presente ata fosse lavrada no livro próprio, a qual, depois de lida e achada conforme, foi assinada por todos os presentes. Acionistas Presentes: (i) Karla Marques Felmanas e (ii) João Adibe Zacharias Marques. Declaramos que a presente é cópia fiel da ata que se acha lavrada em livro próprio. São Paulo, 8 de outubro de 2021. Mesa : João Adibe Zacharias Marques - Presidente da Mesa e Camila Correa Monico Rodrigues - Secretária. Acionistas Presentes : Karla Marques Felmanas - Acionista e João Adibe Zacharias Marques -Acionista. JUCESP nº 505.207/21-7 em 18.10.2021. Gisela Simiema Ceschin - Secretária Geral.

Fundação Butantan

CNPJ: 52.310.885/0001-29 - NIRE: 3.53.0036406-6 CNPJ 61.189.445/0001-56

CNPJ/MF 45.493.772/0001-40

HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO

Edital de Convocação

Assembleia Geral Extraordinária - Convocação

Ficam convocados os Senhores Acionistas a se reunirem em AGO, Despacho da Superintendência de 19.10.2021. Edital nº 024/2021.

São convocados os Senhores Acionistas a se reunirem em Assembleia

Processo nº 001/0708/001.698/2021. Modalidade: Ato Convocatório. Tipo: a se realizarem no dia 26.11.2021, às 15:30 horas , na sede social

Geral Extraordinária a ser realizada em 03.11.2021, às 09hs, em 1ª

Técnica e Preço. Objeto da Seleção: Contratação de empresa situada na Fazenda Santa Maria - Bairro São Francisco, em Cerconvocação, no Hotel Cordialle, Localizado na Rua Sotero de Souza, nº

especializada para elaboração de projeto executivo multidisciplinar para

quilho - Estado de São Paulo a fim de deliberar sobre a seguinte or- 500, Centro - São Roque/SP, CEP 18130-200 a fim de deliberarem sobre

Biotério de Herpetologia – Prédio 1032. HOMOLOGO, o presente

dem do dia: Ordinária :- a) Distribuição de Lucros aos Acionistas. b) as seguintes ordens do dia: A) Pedido de demissão coletiva dos Diretores;

processo de contratação mediante Ato Convocatório, com fundamento B) Alteração do Estatuto Social para alterar a mudança da estrutura de

Outros assuntos de interesse social. Aviso: Acham-se a disposição

no artigo 6º, I, c do Regulamento de Compras e Contratações da cargos de diretoria para três (3) Diretores; C) Eleição da Nova Diretoria para

dos Senhores Acionistas, na sede social da Cia., os documentos a

Fundação Butantan, e ADJUDICO, o objeto da licitação em favor da

os próximos três anos; D) Alteração do § 4º do Artigo 5º do Estatuto Social;

empresa TESSLER EMOURA ENGENHARIA LTDA, inscrita no CNPJ nº que se refere o Art. 133 da Lei n.º 6.404/76. Cerquilho, 19.10.2021.

E) Consolidação do Estatuto Social.

01.414.055/0001-00, perfazendo o valor total de R$ 2.871.218,00.

José Pilon - Diretor Presidente.