Página 53 da Executivo Caderno 1 do Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOSP) de 5 de Janeiro de 2022

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

8 – TRUCO:

Será considerada a contagem de 2 x 0 (12x00, 12x00) para a partida não realizada por ausência de uma das equipes em todas as fases.

Em caso de empate, para efeito de classificação quando o sistema for de turno, a decisão será obtida pelo seguinte critério:

Em caso de empate, para efeito de classificação, quando o sistema for de turno, a decisão será obtida pelo seguinte critério:

Entre 2 (duas) equipes:

a) Será decidido pelo confronto direto entre ambas.

Entre 3 (três) ou mais equipes:

a) Entre 3 (três) ou mais equipes, a decisão primeira será pelo maior número de vitórias na Fase;

b) Persistindo o empate entre algumas dessas equipes, classificar–se–á aquela entre as empatadas que obtiver o maior saldo de partidas realizadas entre si na fase;

c) Persistindo o empate entre algumas dessas equipes, classificar–se–á aquela entre as empatadas que obtiver o maior saldo de pontos nas partidas realizadas entre si na fase;

d) Persistindo o empate entre algumas das equipes, classificar–se–á aquela entre as empatadas que obtiver o maior número de pontos em todas as partidas realizadas entre si na fase;

e) Persistindo ainda o empate entre algumas dessas equipes, a decisão será por sorteio.

9 – VOLEIBOL ADAPTADO:

Será considerada a contagem de 2 x 0 (15x00, 15x00) para a partida não realizada por ausência de uma das equipes em todas as fases.

Em caso de empate, para efeito de classificação quando o sistema for de turno, a decisão será obtida pelo seguinte critério:

Entre 2 (duas) equipes:

a) Será decidido pelo confronto direto entre ambas.

Entre 3 (três) ou mais equipes:

a) A decisão primeira será pelo maior número de vitórias na Fase;

b) Persistindo o empate entre algumas dessas equipes, classificar–se–á aquela entre as empatadas que obtiver o maior saldo de sets nas partidas disputadas entre si na fase;

c) Persistindo o empate entre algumas dessas equipes, classificar–se–á aquela entre as empatadas que obtiver o maior saldo de pontos nas partidas disputadas entre si na fase;

d) Persistindo o empate entre algumas das equipes, classificar–se–á aquela entre as empatadas que obtiver o maior saldo de sets average em todas as partidas realizadas na fase em que se deu o empate;

e) Persistindo o empate entre algumas dessas equipes, a decisão será por sorteio.

– Entende-se por saldo de sets average o resultado da divisão entre o total de sets ganhos e o total de sets perdidos pela equipe. Caso a equipe tenha 0 (zero) de sets perdidos, será usado o coeficiente 0,99 (zero virgula noventa e nove) para a divisão

10 – XADREZ:

Em caso de empate, para efeito de classificação, a decisão será obtida pelo seguinte critério:

– Sistema SCHURING”:

a) Confronto direto;

b) Maior número de vitórias;

c) Sonnenborn–Berger;

d) Sorteio.

– Sistema “SUÍÇO”:

a) Confronto direto;

b) Milésimos totais menos o pior resultado;

c) Milésimos totais;

d) Escore acumulado;

e) Sorteio.

Artigo 19 – A Classificação Final por modalidade será de 1º ao 8º lugar, sendo adotada a pontuação abaixo por modalidade, categoria e sexo:

1º Colocado 09 pontos

2º Colocado 07 pontos

3º Colocado 06 pontos

4º Colocado 05 pontos

5º Colocado 04 pontos

6º Colocado 03 pontos

7º Colocado 02 pontos

8º Colocado 01 ponto

Parágrafo Primeiro – Nas modalidades de Atletismo e Natação apurar–se–á a classificação final por sexo através da soma dos pontos de cada categoria;

Parágrafo Segundo – Nas modalidades de Bocha, Buraco, Dominó, Malha, Tênis, Tênis de Mesa, Truco e Voleibol Adaptado haverá disputa de 3º e 4º lugares. A Classificação de 5º à 8º lugares será obtida entre os últimos perdedores do 1º ao 4º colocados, conforme segue:

5º Colocado – será o perdedor do 1º Colocado.

6 º Colocado – será o perdedor do 2º Colocado.

7 º Colocado – será o perdedor do 3º Colocado.

8 º Colocado – será o perdedor do 4º Colocado.

X – SISTEMA DE DISPUTA:

Artigo 20 – Nos Jogos Regionais da Melhor Idade – JOMI, nas etapas Regionais a disputa das modalidades de Bocha, Malha e Voleibol Adaptado será de acordo com o número de inscritos e os municípios serão sorteados.

Parágrafo Primeiro – Quanto à forma de disputa, se o número de inscritos for igual ou menor a 16 equipes segue critérios do Artigo 21 deste regulamento e o Artigo 10 do Regulamento de Sistema de Disputa da Cel.

A partir de 17 (dezessete) equipes a competição será no sistema de eliminatória simples;

Parágrafo Segundo – Nas modalidades de Atletismo e Natação a classificação será pelos menores tempos obtidos nas provas;

Parágrafo Terceiro – Nas modalidades de Damas e Xadrez o sistema de disputa será o seguinte:

a) Sistema Schuring: quando o número de municípios participantes for até 8 (oito) jogadores;

b) Sistema "SUÍÇO": quando o número de municípios participantes for superior a 8 (oito). Serão realizadas 5 (cinco) rodadas quando o número de municípios for de 9 (nove) a 12 (doze); 6 (seis) rodadas com 13 (treze) e 14 (quatorze) e em 7 (sete) rodadas quando o número de municípios for acima de 14 (quatorze).

Parágrafo Quarto – Na modalidade de Coreografia a classificação será obtida pela maior soma de notas atribuídas pelo Júri;

Parágrafo Quinto – Na modalidade de Dança de Salão a disputa obedecerá ao seguinte critério, por categoria:

Fase classificatória:

a) De acordo com o número de participantes, os casais serão distribuídos em baterias de no máximo 6 (seis) casais.

b) No caso de 6 (seis) casais, ou número inferior, será realizada Bateria Única definindo a classificação final.

b) No caso de 7 (sete) até 12 (doze) casais serão realizadas duas baterias, quando serão apuradas as classificações finais.

c) A partir de 13 (treze) casais serão realizadas as baterias que forem necessárias, classificando–se para a fase final os 8 (oito) casais que obtiverem maior soma de notas.

Fase Final:

a) Apresentar–se–ão os 8 (oito) casais melhores classificados da fase anterior, que dançarão novamente os respectivos ritmos, mas com músicas diferentes do aquecimento e da fase classificatória, em duas baterias de 04 (quatro) casais cada, obtendo–se a classificação final do 1º ao 8º lugar aqueles que pontuarem a maior soma das notas do júri.

Parágrafo Sexto – Na modalidade de Tênis a disputa será no sistema de eliminatória simples.

Artigo 21 – Nos Jogos Regionais da Melhor Idade – JOMI - com exceção das modalidades de Atletismo, Coreografia, Damas, Dança de Salão, Natação e Xadrez, o sistema de disputa será o seguinte:

a) 2 (duas) equipes: melhor de três partidas, sendo campeã a equipe que obtiver duas vitórias. Nas modalidades em que a regra permitir o empate, será vencedora a equipe que obtiver primeiro duas vitórias ou uma vitória e dois empates. Após a terceira partida, caso continuem empatadas na soma de pontos ganhos, adotar–se–á o critério de desempate da modalidade.

b) De 3 (três) a 5 (cinco) equipes será realizado turno;

c) De 6 (seis) a 8 (oito) equipes serão realizadas as seguintes fases;

Fase Classificatória: Dividida em 2 (dois) grupos (A, B). Classificam–se os 2 (dois) primeiros colocados de cada grupo para disputa de 1o a 4o.

Fase Final: Os 2 (dois) primeiros de cada grupo disputarão de 1o a 4o lugares da seguinte maneira:

Jogo 1 – 1o do grupo A x 2o do grupo B

Jogo 2 – 1o do grupo B x 2o do grupo A

Jogo 3 – Perdedor do jogo 1 x perdedor do jogo 2 (3o)

Jogo 4 – Vencedor do jogo 1 x vencedor do jogo 2 (1o)

O 5º colocado será o 3o colocado do grupo do campeão na fase classificatória;

O 6º será o 3o colocado do grupo em que não esteja o campeão;

O 7 º será o 4o colocado do grupo do campeão;

O 8 º será o 4 º colocado do grupo onde não esteja o campeão.

d) De 9 (nove) a 11 (onze) equipes serão realizadas as seguintes fases:

Fase Classificatória: Dividida em 3 (três) grupos (A, B, C), classificando–se os 2 (dois) primeiros colocados de cada grupo. Fase Final: Os primeiros de cada grupo serão divididos em uma chave de eliminatória simples assim discriminados por ordem na chave:

Posição 1 – 1o do grupo A

Posição 2 – 2o do grupo B

Posição 3 – 2o do grupo C

Posição 4 – 2o do grupo A

Posição 5 – 1o do grupo C

Posição 6 – 1o do grupo B

e) 12 a 16 equipes – Serão realizadas as seguintes fases: Fase Classificatória: Dividida em 4 (quatro) grupos (A, B, C, D) por sorteio.

Classificam–se os 2 (dois) primeiros colocados de cada grupo.

Fase Final: Os dois primeiros de cada grupo serão divididos em uma chave de eliminatória simples assim discriminados por ordem na chave:

Posição 1 – 1o do grupo A

Posição 2 – 2o do grupo B

Posição 3 – 2o do grupo C

Posição 4 – 1o do grupo D

Posição 5 – 1o do grupo C

Posição 6 – 2o do grupo A

Posição 7 – 2o do grupo D

Posição 8 – 1o do grupo B

f) 17 equipes – Serão realizadas as seguintes fases:

Fase Classificatória: Dividida em 5 (cinco) grupos (A, B, C, D, E). Passam para a fase seguinte os 2 (dois) primeiros colocados de cada grupo.

Fase Final: Os dois primeiros de cada grupo serão divididos em uma chave de eliminatória simples assim discriminados por ordem na chave:

Posição 1 – 1º do grupo A

Posição 2 – 2º do grupo B

Posição 3 – 2º do grupo C

Posição 4 – 1o do grupo E

Posição 5 – 1o do grupo D

Posição 6 – 1o do grupo C

Posição 7 – 2o do grupo A

Posição 8 – 2o do grupo E

Posição 9 – 2o do grupo D

Posição 10 – 1o do grupo B

g) 18 a 23 equipes – Serão realizadas as seguintes fases: Fase Classificatória: Dividida em 6 (seis) grupos (A, B, C, D, E, F). Passam para a fase seguinte os 2 (dois) primeiros colocados de cada grupo.

Fase Final: Os dois primeiros de cada grupo serão divididos em uma chave de eliminatória simples assim discriminados por ordem na chave:

Posição 1 – 1º do grupo A

Posição 2 – 2º do grupo B

Posição 3 – 2º do grupo C

Posição 4 – 1º do grupo E

Posição 5 – 2º do grupo F

Posição 6 – 1º do grupo D

Posição 7 – 1º do grupo C

Posição 8 – 2º do grupo A

Posição 9 – 1º do grupo F

Posição 10 – 2º do grupo E

Posição 11 – 2º do grupo D

Posição 12 – 1º do grupo B

h) 24 a 32 equipes – Serão realizadas as seguintes fases: Fase Classificatória: Dividida em 8 (oito) grupos (A, B, C, D, E, F, G, H). Passam para a fase seguinte os 2 (dois) primeiros colocados de cada grupo.

Fase Final: Os dois primeiros de cada grupo serão divididos em uma chave de eliminatória simples assim discriminados por ordem na chave:

Posição 1 – 1º do grupo A

Posição 2 – 2º do grupo C

Posição 3 – 2º do grupo G

Posição 4 – 1º do grupo H

Posição 5 – 1º do grupo E

Posição 6 – 2º do grupo F

Posição 7 – 2º do grupo B

Posição 8 – 1º do grupo D

Posição 9 – 1º do grupo C

Posição 10 – 2º do grupo A

Posição 11 – 2º do grupo H

Posição 12 – 1º do grupo G

Posição 13 – 1º do grupo F

Posição 14 – 2º do grupo D

Posição 15 – 2º do grupo E

Posição 16 – 1º do grupo B

i) 33 a 35 equipes – Serão realizadas as seguintes fases: Fase Classificatória: Dividida em 11 (onze) grupos (A, B, C, D, E, F, G, H, I, J, L). Passa para a fase seguinte o primeiro colocado de cada grupo.

Fase Final: Os classificados serão divididos em uma chave de eliminatória simples assim discriminados por ordem na chave:

Posição 1 – 1º do grupo A

Posição 2 – 1º do grupo L

Posição 3 – 1º do grupo I

Posição 4 – 1º do grupo G

Posição 5 – 1º do grupo D

Posição 6 – 1º do grupo C

Posição 7 – 1º do grupo E

Posição 8 – 1º do grupo F

Posição 9 – 1º do grupo H

Posição 10 – 1º do grupo J

Posição 11 – 1º do grupo B

j) 36 a 47 equipes – Serão realizadas as seguintes fases: Fase Classificatória: Dividida em 12 (doze) grupos (A, B, C, D, E, F, G, H, I, J, L, M). Passa para a fase seguinte o primeiro colocado de cada grupo.

Fase Final: Os classificados serão divididos em uma chave de eliminatória simples assim discriminados por ordem na chave:

Posição 1 – 1º do grupo A

Posição 2 – 1º do grupo M

Posição 3 – 1º do grupo J

Posição 4 – 1º do grupo H

Posição 5 – 1º do grupo F

Posição 6 – 1º do grupo D

Posição 7 – 1º do grupo C

Posição 8 – 1º do grupo E

Posição 9 – 1º do grupo G

Posição10 – 1º do grupo I

Posição 11 – 1º do grupo L

Posição 12 – 1º do grupo B

k) 48 a 64 equipes – Serão realizadas as seguintes fases: Fase Classificatória: Divididos em 16 (dezesseis) grupos (A, B, C, D, E, F, G, H, I, J, L, M, N, O, P, Q). Passa para a fase seguinte o primeiro colocado de cada grupo.

Fase Final: Os classificados serão divididos em uma chave de eliminatória simples assim discriminados por ordem na chave:

Posição 1 – 1º do grupo A

Posição 2 – 1º do grupo Q

Posição 3 – 1º do grupo O

Posição 4 – 1º do grupo M

Posição 5 – 1º do grupo J

Posição 6 – 1º do grupo H

Posição 7 – 1º do grupo F

Posição 8 – 1º do grupo D

Posição 9 – 1º do grupo C

Posição 10 – 1º do grupo E

Posição 11 – 1º do grupo G

Posição 12 – 1º do grupo I

Posição 13 – 1º do grupo L

Posição 14 – 1º do grupo N

Posição 15 – 1º do grupo P

Posição 16 – 1º do grupo B

l) Acima de 64 equipes – O critério fica a cargo e responsabilidade da Comissão Técnica.

Parágrafo Primeiro – Quando o número de equipes for igual ou superior a 6 (seis) haverá disputa de 3º lugar.

Parágrafo Segundo – A classificação de 5º a 8º lugares será obtida entre os últimos perdedores do 1º ao 4º colocados conforme segue:

5º colocado – será o perdedor do 1º colocado

6º colocado – será o perdedor do 2º colocado

7º colocado – será o perdedor do 3º colocado

8º colocado – será o perdedor do 4º colocado

XI – DA COMPOSIÇÃO DA DELEGAÇAO

Artigo 22 – A delegação de cada município para as etapas do JOMI será composta por:

a) 1 Chefe

b) 1 Médico ou enfermeiro

c) 3 Motoristas

d) 5 Monitores – no máximo, de acordo com as modalidades inscritas: Bocha, Buraco, Dança de Salão, Damas, Dominó, Coreografia, Malha, Truco e Xadrez;

e) 4 Técnicos – no máximo, de acordo com as modalidades inscritas: Atletismo, Natação, Tênis, Tênis de Mesa e Voleibol;

Parágrafo Primeiro – O número máximo de atletas que comporão a Delegação será:

– Atletismo 2 femininos e 2 masculinos;

– Bocha 3 participantes;

– Buraco 1 dupla por sexo;

– Coreografia 8 no mínimo e no máximo 12 participantes;

– Damas 1 feminino e 1 masculino;

– Dança de Salão 1 casal por categoria;

– Dominó 1 dupla por sexo;

– Malha 3 participantes;

– Natação 2 femininos e 2 masculinos por categoria e prova;

– Tênis Individual 1 feminino e 1 masculino;

– Tênis Dupla 2 femininos e 2 masculinos;

– Tênis de Mesa 1 feminino e 1 masculino;

– Truco 1 dupla;

– Voleibol Adaptado 6 no mínimo e no máximo 12 participantes, por categoria e sexo; – Xadrez 1 feminino e 1 masculino.

Parágrafo Segundo – O Chefe da Delegação representa o Município para todos os efeitos legais no decorrer do evento.

Parágrafo Terceiro – A delegação de cada município para o JOMI – Final Estadual – será composta de acordo com o número de atletas classificados por modalidade:

a) 1 Chefe da Delegação;

b) 2 Motorista (s) – máximo – de acordo com o número de classificados;

c) 1 Monitor – para cada 03 (três) modalidades classificadas; d) 4 Técnicos – 01 (um) para Atletismo e Natação, 01 (um) para Tênis de Mesa e 02 (dois) para Voleibol Adaptado;

XII – TRANSPORTES – ALIMENTAÇÃO – HOSPEDAGEM

Artigo 23 – O Município–sede deverá providenciar junto aos órgãos competentes e disponibilizar alimentação e alojamento em bom estado e o local deverá oferecer boas condições de higiene e conforto para acomodar os Atletas e Dirigentes das delegações.

Parágrafo Primeiro – As representações Municipais e/ou entidades que fizerem a opção por não alojar nos locais disponibilizados pelo município sede deverão comunicar o fato, através de oficio encaminhado diretamente à Diretoria de Esporte e Lazer da respectiva região, com cópia para o Chefe do Comitê Dirigente, isentando, a partir daí, de qualquer responsabilidade os Comitês Dirigente e Organizador, sendo sua participação no evento de inteira responsabilidade de seus dirigentes;

Parágrafo Segundo – Cada participante deverá trazer roupa de cama e banho;

Parágrafo Terceiro – As representações municipais serão responsáveis pela boa conservação dos alojamentos que lhes forem reservados, obrigando–se a acatar as orientações disciplinares e a indenizar o Comitê Organizador pelas avarias verificadas no material colocado a sua disposição;

Parágrafo Quarto – As representações municipais deverão levar colchões em número condizente com os componentes da delegação;

Parágrafo Quinto – O Chefe da Delegação comunicará ao Comitê Organizador, com 24 (vinte e quatro) horas de antecedência, o dia e a hora em que a delegação deixará o Município– sede, para fim de vistoria nos respectivos alojamentos.

Parágrafo Sexto – É proibida a permanência de pessoas não constantes nas Relações Nominais nos alojamentos e hospedagens, assim como o consumo de alimentação sem autorização do Chefe do Comitê Dirigente.

Artigo 24 – O transporte intermunicipal será de responsabilidade do município participante, bem como o transporte interno durante a competição.

XIII – ARBITRAGEM

Artigo 25 – A arbitragem será de responsabilidade da Secretaria de Esportes. Os árbitros deverão estar, obrigatoriamente, cadastrados, no Sistema Integrado de Cadastro da CEL.

XIV – DA JUSTIÇA DESPORTIVA

Artigo 26 – Os atletas, técnicos e dirigentes expulsos ou desqualificados pelo árbitro, de acordo com a regra da modalidade, estarão automaticamente suspensos por uma partida na modalidade, independente das punições que lhes poderão ser impostas pela Comissão Disciplinar Especial.

Parágrafo único – Independente de publicação em Boletim Oficial, a responsabilidade de controle de suspensões aplicadas é do município participante.

Artigo 27 – O prazo para os Municípios interporem representações será de 3 (três) horas após o término do jogo ou competição, desde que acompanhadas de provas. Após esse prazo, o resultado estará automaticamente homologado, não cabendo mais representações.

Parágrafo Único – Nas modalidades de Atletismo e Natação será considerado o horário do término das competições do dia.

Artigo 28 – A Justiça Desportiva será exercida pela Comissão Disciplinar Especial designada pela CEL, adotando–se o Código de Justiça Desportiva da Coordenadoria de Esporte e Lazer.

Parágrafo Único – Nos termos do Artigo 217, § 1º, da Constituição Federal, para se recorrer ao Poder Judiciário será necessário esgotarem–se todas as vias da Justiça Desportiva, citado no Parágrafo Único do Artigo 1o do Código de Justiça Desportiva da CEL.

Artigo 29 – O prazo para apresentação de recurso às decisões da Comissão Disciplinar Especial será de acordo com o Artigo 32 do Código de Justiça Desportiva da CEL.

XV – DOS UNIFORMES E PUBLICIDADE

Artigo 30 – É obrigatória a impressão dos nomes dos Municípios nas camisas utilizadas pelos atletas em todos os jogos do evento, exceto nas modalidades de Coreografia, Dança de Salão e Natação.

Parágrafo Único – Não será permitido o uso de pincéis, canetas, fitas adesivas e outros para este fim.

Artigo 31 – Será permitida a inscrição dos nomes ou logomarcas de patrocinadores, sendo vedado patrocínio que se relacione com propaganda política, fumo ou produtos incompatíveis com a prática desportiva.

Parágrafo único – A publicidade de qualquer gênero só poderá ser realizada mediante autorização expressa da SESP – CEL, cabendo a esta lugar de destaque em todas as inserções, com exceção da constante dos uniformes de jogos e competições dos municípios participantes.

Artigo 32 – Aos técnicos fica proibido o uso de chinelo e sandália quando estiverem dirigindo ou representando suas equipes. O calção ou bermuda somente poderão ser utilizados se fizerem parte do uniforme, desde que normatizado pela respectiva Federação ou por este Regulamento.

Artigo 33 – Os responsáveis pela execução do certame impedirão a participação em jogos ou competições das equipes que se apresentarem uniformizadas em desacordo com as normas estabelecidas.

XVI – DO CERIMONIAL E DA PREMIAÇÃO

Artigo 34 – No Cerimonial de Abertura dos Jogos da Melhor Idade – JOMI – nas Fases Regionais e Fase Final Estadual todas as delegações municipais devidamente uniformizadas deverão, obrigatoriamente, participar com o número de atletas estabelecido pelo Comitê Dirigente.

Artigo 35 – A SESP oferecerá medalhas aos atletas e técnicos das equipes Campeãs, Vice–Campeãs e Terceiro colocadas de cada modalidade coletiva e sexo, conforme Relação Nominal das mesmas;

Parágrafo Primeiro – Nas modalidades individuais, a SESP conferirá medalhas aos atletas Campeões, Vice–Campeões e Terceiro colocados de cada modalidade, sexo e prova;

Parágrafo Segundo – Todos os atletas participantes dos Jogos da Melhor Idade – JOMI - nas etapas Regionais e na Final Estadual receberão medalhas distintas de participação.

Parágrafo Terceiro – Durante o Cerimonial de Premiação os atletas, técnicos e autoridades deverão estar devidamente uniformizados / trajados, caso contrário estarão impedidos de participar.

Artigo 36 – Aos Campeões, Vice–Campeões e Terceiros colocados de cada modalidade, categoria e sexo serão conferidos troféus de posse definitiva.

Artigo 37 – Aos Municípios Campeão, Vice–Campeão e 3º Colocado na Classificação Geral dos Jogos da Melhor Idade – JOMI - nas Fases Regionais e Final Estadual - serão conferidos troféus de posse definitiva.

Artigo 38 – Caso ocorra empate na classificação final por modalidade, a soma dos pontos das classificações será dividida entre as empatadas.

Artigo 39 – Caso ocorra empate na classificação geral, será considerado para desempate:

a) o maior número de primeiros lugares;

b) persistindo ainda o empate, o maior número de segundos lugares e assim sucessivamente;

c) Caso, mesmo assim, não se obtenha o desempate, será realizado sorteio entre as empatadas.

B – REGULAMENTO TÉCNICO

XVII – DA MODALIDADE DE ATLETISMO

Artigo 40 – Os atletas iniciarão a prova na posição “em pé” e poderão correr ou andar e, após a largada, ocupar qualquer uma das raias.

Artigo 41 – O atleta deverá iniciar a corrida ou caminhada após o tiro de largada. Caso ele se precipite, saindo antes do tiro, a arbitragem interromperá a prova e anunciará uma nova largada, sendo permitida apenas uma saída falsa. A partir da segunda saída falsa por qualquer participante implicará na desqualificação dos envolvidos.

Artigo 42 – As provas serão as seguintes:

Categoria A: Masculino: 2.000 mts Feminino: 1.500 mts Categoria B: Masculino: 1.500 mts Feminino: 1.200 mts Categoria C: Masculino: 1.200 mts Feminino: 1.000 mts Categoria D: Masculino: 1.000 mts Feminino: 800 mts Categoria E: Masculino: 800 mts Feminino: 600 mts Categoria F: Masculino: 600 mts Feminino: 600 mts Categoria G: Masculino: 600 mts Feminino: 600 mts

Artigo 43 – O atleta que não completar a prova será considerado desistente.

Artigo 44 – As provas de atletismo serão realizadas em séries distintas por categoria e sexo.

Parágrafo único – As séries serão divididas de acordo com o número de participantes e cada atleta somente poderá participar na sua respectiva categoria.

Artigo 45 – Será feita a cronometragem dos participantes e a classificação final será por tempo.

Artigo 46 – Os dirigentes e torcidas permanecerão na área externa do local de realização das provas.

XVIII – BOCHA

Artigo 47 – A competição de Bocha será disputada por equipes masculinas ou mistas, constituídas por 1 (uma) dupla, que deverá estar presente e identificados seus jogadores no início da partida.

Parágrafo Único – A dupla terá direito a um reserva.

Artigo 48 – A competição de Bocha será realizada no estilo Rafa, obedecendo às regras oficiais da Federação Paulista de Bocha e Bolão, com as exceções previstas neste Regulamento.

Artigo 49 – As bolas serão contadas com 2, 4, 6 e 8 pontos, cada bola valendo 2 pontos.

Artigo 50 – Os jogos serão disputados por duplas, considerando–se vencedora a que primeiro obtiver 18 (dezoito) pontos, em partida única.

Artigo 51 – A dupla que ganhar o sorteio escolherá as bolas, arremessará o bolim e jogará a ponto primeiro.

Artigo 52 – As bolas que iniciarem a partida não poderão ser substituídas, a não ser que se quebrem durante o jogo.

Artigo 53 – O árbitro de ponto só autorizará o levantamento de bolas após a confirmação dos pontos pela equipe perdedora da jogada.