Página 8 da Industria e Comercio do Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul (DOERS) de 18 de Janeiro de 2022

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

no aluguel de imóveis – 6821-8/02; Gestão e administração da propriedade imobiliária – 6822-6/00; Serviços de operação e fornecimento de equipamentos para transporte e elevação de cargas e pessoas para uso em obras – 4399-1/04; Serviços especializados para construção não especificados anteriormente – 4399-1/99; Preparação de massa de concreto argamassa para construção – 2330-3/05; Aluguel de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes – 77322/01; Fabricação de estruturas pré-moldadas de concreto armado em série e sob encomenda – 2330-3/01; Outras obras de engenharia civil não especificadas anteriormente – 4299-5/99; Aluguel de imóveis próprios – 6810-2/02; - Outras sociedades de participação, exceto holdings – 6463-8/00; Holdings de instituições não financeiras – 6462-0/00; Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente – 8219-9/99; Fabricação de artigos de serralheria, exceto esquadrias – 2542-0/00; Comércio varejista de materiais de construção em geral – 4744-0/99; Comércio atacadista de materiais de construção em geral- 4679-6/99; Fabricação de outros artigos de carpintaria para construção – 1622-6/99; Serviços de confecção de armações metálicas para construção – 2599-3/01;Fabricação de esquadrias de metal – 2512-8/00; Comissaria de despachos – 5250-8/01.Parágrafo Segundo: A Sociedade poderá realizar todos os investimentos e realizar compra e venda de quaisquer bens que sejam necessários ou adequados para a consecução de seu objeto social. Parágrafo Terceiro: A Sociedade poderá realizar qualquer atividade comercial, industrial e imobiliária para a consecução de seu Objeto Social. Nesse âmbito, ela poderá executar também atividades acessórias, como, por exemplo, realizar negócios financeiros, assim como participar direta ou indiretamente de sociedades brasileiras ou estrangeiras com objeto social idêntico, semelhante ou conexo. ARTIGO 4º - Asociedade iniciou suas atividades em 13 (treze) de abril de 2012, e seu prazo de duração é por tempo indeterminado. CAPÍTULO II - DO CAPITAL SOCIAL, AÇÕES E ACIONISTAS ARTIGO 5º - O capital social é de R$2.011.440,00 (dois milhões, onze mil, quatrocentos e quarenta reais), dividido em 2.011.440 (dois milhões, onze mil, quatrocentos e quarenta) ações ordinárias nominativas de valor nominal igual a R$ 1,00 (um real). Parágrafo Único: A sociedade poderá adquirir suas próprias ações para permanecer em tesouraria ou para posterior alienação ou ainda para promover seu cancelamento. ARTIGO 6º - Cada ação ordinária nominativa dará direito ao seu titular a um voto nas Assembleias Gerais. ARTIGO 7º - O capital social poderá ser aumentado ou reduzido mediante alteração do estatuto social aprovado mediante Assembleia Geral Extraordinária. De acordo com as condições estabelecidas no art. 171 da Lei nº 6.404/76, os acionistas terão direito de preferência para a subscrição de ações da companhia, na proporção das ações possuídas, sendo o referido direito de preferência deverá ser exercido no prazo máximo de 30 (trinta) dias, contados da data de aprovação do aumento do capital social. Parágrafo Único: Deixando qualquer acionista de integralizar as ações subscritas de acordo com as condições fixadas no Boletim de Subscrição, o valor em atraso ficará sujeito a uma multa de 10% (dez por cento), acrescido de correção monetária pro rata die, calculada pela variação percentual acumulada do IGP-M (Índice Gerald e Preços do Mercado, apurado pela FGV – Fundação Getúlio Vargas), no período em que a obrigação se tornou devida até a data do efetivo pagamento das importâncias em atraso. CAPÍTULO III - DAASSEMBLEIAGERAL ARTIGO 8º - AAssembleia Geral é o órgão de deliberação da Companhia, com competência para decidir sobre todos os assuntos sociais, na conformidade dos poderes que lhe são conferidos por Lei, observando os que, pelo presente Estatuto ou por lei, forem reservados à competência dos demais órgãos da Companhia. Parágrafo Primeiro: O quórum de deliberação para a tomada de decisões nas Assembleias Gerais será de maioria dos presentes, salvo os casos excepcionados na Lei. Parágrafo Segundo: Somente serão admitidos a votar na Assembleia Geral os titulares de ações ordinárias nominativas cujos nomes estejam inscritos no respectivo livro de registro até 2 (dois) dias antes da realização da Assembleia Geral. ARTIGO 9º - A Assembleia Geral se reunirá ordinariamente dentro dos quatro primeiros meses após o término do exercício social e, extraordinariamente sempre que os interesses sociais o exigirem, em desempenho das atribuições que lhe são conferidas por lei e por este Estatuto. ARTIGO 10º - A convocação para as Assembleias Gerais será feita pela iniciativa de um dos membros da Diretoria ou por qualquer pessoa que, de acordo com a lei, tenha tal competência. Parágrafo Primeiro: As convocações serão realizadas de acordo com as normas legais, com a indicação da ordem do dia, data, hora e local da Assembleia Geral. Parágrafo Segundo: Os acionistas poderão ser representados na Assembleia Geral por procurador, desde que seja outro acionista, membro da Diretoria ou advogado. ARTIGO 11º - As Assembleias Gerais serão presididas pelo Diretor Presidente ou seu substituto legal ou, na ausência de ambos, por qualquer outro acionista escolhido pela Assembleia Geral. O presidente da Assembleia Geral convidará um dos presentes para, como secretário, constituir a mesa. ARTIGO 12º - As Assembleias Gerais Extraordinárias serão tantas quantas forem necessárias ao bom andamento das operações sociais, devendo ser convocadas, instaladas e realizadas nos termos da lei. ARTIGO 13º - As deliberações serão tomadas por maioria de votos, dando cada ação ordinária nominativa o direito a um voto, salvo exceções previstas em lei. ARTIGO 14º - Compete à Assembleia Geral Ordinária: a) Tomar as contas dos administradores, examinar e discutir e votar as demonstrações financeiras; b) Deliberar sobre a destinação do resultado do exercício e a distribuição de dividendos; c) Eleger os administradores e os membros do Conselho Fiscal quando instalado, bem como fixar-lhes a respectiva remuneração. ARTIGO 15º - Compete exclusivamente à Assembleia Geral Extraordinária: a) Eleger e destituir os membros da Diretoria; b) Modificar o Estatuto Social; c) Aprovar a incorporação, fusão, cisão e a dissolução da Sociedade; d) Aprovar todas as demais matérias não previstas na competência específica da Assembleia Geral ordinária ou da Diretoria. ARTIGO 16º - As Assembleias Gerais poderão ser realizadas por teleconferência, com a presença dos participantes em locais distintos, conectados por sistema de comunicação, com áudio e vídeo. Parágrafo Primeiro: As assinaturas que se façam necessárias poderão ser feitas presencialmente ou por meio de assinatura eletrônica via certificado digital. Parágrafo Segundo: O Presidente da Assembleia deverá ter a possibilidade de verificar a identidade e habilitação dos participantes, de controlar o andamento da Assembleia e de verificar e comunicar os resultados das deliberações. Parágrafo Terceiro: O Secretário da Assembleia deverá estar apto a acompanhar apropriadamente os procedimentos da Assembleia e os participantes deverão estar aptos a participar das discussões e votar sobre os pontos da ordem do dia, assim como de analisar, obter e transmitir documentos. Parágrafo Quarto: Os acionistas ou seus procuradores deverão dispor de equipamentos e dos meios de conexão apropriados e necessários para participar da Assembleia por videoconferência, devendo estar disponíveis para se conectar com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário designado para início da Assembleia. Para fins de participação na Assembleia e validade de seus votos, somente serão considerados os votos colhidos aqueles que forem atestados pelo Presidente e participantes efetivos aqueles que participarem integralm ente da As s em bleia, do início ao fim dos trabalhos , ininterruptam ente, conform e venha a s er ates tado