Página 118 da Normal do Diário Oficial do Município de São Paulo (DOM-SP) de 7 de Julho de 2022

do ao relento, impedidas de voltarem ao seio familiar e, portanto, impedidas de terem mecanismos eficazes de recuperação. Não existe alternativa que não seja impedir a aglomeração dessas pessoas.

Ainda vale dizer que a manutenção das pessoas na Praça coloca em risco os transeuntes; as pessoas que visitariam a Praça; as pessoas que moram na região; os proprietários de imóveis que sofrem com a desvalorização do imóvel, justamente por conta daquela situação lamentável das pessoas expostas em condições subumanas.

Então, o projeto, na minha leitura, vai ao encontro não apenas do tratamento dessas pessoas que são usuárias de drogas, mas também da revitalização de um patrimônio histórico de São Paulo e a garantia do direito inalienável à propriedade de todos aqueles que têm algum imóvel no entorno da Praça Princesa Isabel.

Figura representando 3 páginas da internet, com a principal contendo o logo do Jusbrasil

Crie uma conta para visualizar informações de diários oficiais

Criar conta

Já tem conta? Entrar