Página 86 do Tribunal Regional Eleitoral de Pará (TRE-PA) de 17 de Abril de 2024

mês passado

geral de 2022, a Sra. Kewin Katy foi honesta, atuando nos moldes da boa-fé, ao elucidar um provável empecilho futuro no processo de registro de sua candidatura, sendo este relativo ao fato de que já teve prestação de contas julgadas como rejeitadas no Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará, incidindo, portanto, em uma causa de inelegibilidade.

Mesmo ciente de tal situação, os dirigentes partidários do PL-Pa optaram por manter o nome da investigada em sua lista e lançá-la como competidora ao cargo de Deputada Federal nas Eleições Gerais daquele ano.

Ora, a própria candidata tinha conhecimento da sua situação de inelegibilidade, bem como o partido também o tinha.

Figura representando 3 páginas da internet, com a principal contendo o logo do Jusbrasil

Crie uma conta para visualizar informações de diários oficiais

Criar conta

Já tem conta? Entrar