Página 8293 da Caderno 3 - Entrância Intermediária do Diário de Justiça do Estado da Bahia (DJBA) de 14 de Maio de 2024

Diário de Justiça do Estado da Bahia
mês passado

se resumia às compras de mercado; QUE Osman costumava beber, em final de semana; QUE via ele bebendo aos finais de semana; QUE o mercado é perto da casa de Osman, mas não tão perto a ponto de vê-lo sair para beber; QUE conversava muito com Osman; QUE tem conhecimento que Osman tem um filho incapaz; QUE o filho de Osman quase todo dia ia tomar café, almoçar e jantar na casa dele; QUE do seu conhecimento ele era bem cuidado; QUE não chegava a frequentar o imóvel; QUE a relação comercial com Osman se estendeu até quando ele ficou impossibilitado de andar; QUE Osman estava plenamente em condições de praticar os atos da vida civil; QUE Osman era lúcido”. (DEPOIMENTO DA 3ª TESTEMUNHA DA PARTE RÉ, SR. ALEX LONGUINHO DANTAS).

“QUE conhecia Osman há uns 15 anos, mais ou menos; QUE tem conhecimento que Osman e Rizoneide conviviam e viviam juntos como marido e mulher; QUE quando Osman faleceu ele estava convivendo com Rizoneide; QUE não se recorda o ano que Osman faleceu; QUE na época em que Osman faleceu, tinha contato com ele até ele adoecer; QUE não se recorda quanto tempo antes de falecer Osman adoeceu; QUE não tem conhecimento de problema de saúde de Osman, mas sabe que ele fumava bastante; QUE Osman não tinha problemas sérios com bebida alcóolica; QUE Osman tinha uma vida normal de aposentado; QUE sabe que Osman foi internado somente quando adoeceu; QUE não se recorda quanto tempo tinha visto Osman antes dele falecer; QUE sempre via Osman; QUE tem conhecimento que Osman estava com sua capacidade mental normal; QUE procurava ao pessoal sobre ele e diziam que estava no hospital, mas estava normal; QUE via mais o filho Osvaldo visitando Osman; QUE o relacionamento de Osman com Osvaldo era normal; QUE considerava Osvaldo bom filho, pois Osman não falava nada dele; QUE não sabe informar se algum filho levava ele para o hospital, visitava, cuidava”. (DEPOIMENTO DA 4ª TESTEMUNHA DA PARTE RÉ, SR. WASHINGTON LUIZ FERREIRA)

“QUE prestou alguns serviços na casa de Osman; QUE prestou serviços uns seis meses antes de Osman falecer; QUE teve contato com Osman seis meses antes dele falecer, e ele não apresentava nenhum problema mental; QUE a última vez que esteve com ele foi seis meses antes dele falecer; QUE Osman fumava muito e tinha problema de cansaço; QUE ele bebia normal, como qualquer cidadão; QUE Osman bebia sozinho e andava normal; QUE não viu Osman fazendo uso de cilindro de oxigênio; QUE Osman nunca apresentou sintomas de distúrbio mental; QUE ele era muito normal; QUE era tão normal que quando ia fazer empreita com ele, ele achava caro e o depoente tinha que baixar o preço” (DEPOIMENTO DA 5ª TESTEMUNHA DA PARTE RÉ, SR. PERIVALDO BORGES SOBRAL).

Figura representando 3 páginas da internet, com a principal contendo o logo do Jusbrasil

Crie uma conta para visualizar informações de diários oficiais

Criar conta

Já tem conta? Entrar