Página 5 da Caderno 4 - Editais do Diário de Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul (DJMS) de 31 de Outubro de 2017

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

7ª Vara Cível de Campo Grande

Edital de citação, prazo de 30 dias.

Doutor (a) Gabriela Müller Junqueira, MM (a). Juiz (a) de Direito da 7ª Vara Cível, da Comarca de Campo Grande, Estado de Mato Grosso do Sul, na forma da lei, etc...

Faz saber a todos os que o presente virem ou dele conhecimento tiverem, que perante este Juízo e respectivo Cartório se processam os autos da Ação de Usucapião, feito nº 0049642-46.2011.8.12.0001, que Marlene Santos Gueiros Oliveira, move em face de Sociedade Imobiliária Vera Cruz Ltda, pelo presente, procede-se a CITAÇÃO nos termos do Art. 231, inciso IV, c/c o Art. 259, I, ambos do Código de Processo Civil, do (s) confinante (s) José Cabral de Almeida , CPF 298.353.481-20, RG

217.862 - SSP/MS, nascido em 09/04/1944, Casado, Brasileiro, natural de Presidente Bernardes-SP, Vigilante, pai Luiz Coelho de Almeida, mãe Maria Soares de Cabral de Almeida e Ana Fernandes de Almeida , brasileira, do lar, RG nº 218076 – SSP/

MS e CPF nº 436.528.751-68, por todo o conteúdo do pedido, em sua forma transcrita sucintamente, a saber: “A autora alega que possui a posse mansa, pacífica e ininterrupta há mais de 23 (vinte e três) anos de um lote de terreno denominado sob

o nº 18 (dezoito) da quadra 14 (quatorze) da Vila Marly, imóvel localizado no bairro Vila Novo Horizonte em Campo Grande-MS, matriculado sob o nº 96.755, Livro 2 da 1ª Circunscrição, que se encontra em nome da Sociedade Imobiliária Vera Cruz

Ltda, motivo pelo qual pleiteia a usucapião”. E para em 15 dias, contados da do término do prazo editalício, qual seja após 30 (trinta) dias da publicação do edital, querendo, apresente resposta aos termos constante da inicial. ADVERTÊNCIAS: Se o réu não contestar a ação, presumir-se-ão verdadeiras as alegações de fato formuladas pelo autor (art. 344 do NCPC), bem como de que será nomeado curado especial em caso de revelia. E para que chegue ao conhecimento do (s) réu (s) e demais partes

interessadas, e ninguém alegue ignorância, foi determinada a lavratura do presente que será publicado na forma da Lei. Dado e passado nesta cidade e Comarca de Campo Grande (MS). Aos 29 de agosto de 2017. Eu, _________ Thais Maria Peixoto, Analista Judiciário, digitei.

Gabriela Müller Junqueira

Juíza de Direito

Edital de citação, prazo de 30 dias.

O (a) Doutor (a) Gabriela Müller Junqueira, MM (a). Juiz (a) de Direito da 7ª Vara Cível, da Comarca de Campo Grande,

Estado de Mato Grosso do Sul, na forma da lei, etc...

Faz saber a todos os que o presente virem ou dele conhecimento tiverem, que perante este Juízo e respectivo Cartório se processam os autos da Ação de Usucapião, feito nº 0035413-47.2012.8.12.0001, que Mario Augusto Leles de Queiroz e outro, move em face de Otacilio Ferreira da Cunha e outro, pelo presente, procede-se a CITAÇÃO nos termos do Art. 231, inciso IV, c/c o Art. 259, I, ambos do Código de Processo Civil, do (s) requerido (s) Otacilio Ferreira da Cunha, Jordina Andrade da

Cunha e dos confinantes Aparecido Ferreira da Silva e Dual Miguel Patroni Duenha , por todo o conteúdo do pedido, em

sua forma transcrita sucintamente, a saber: “O autor alega possuir há mais de 20 (vinte) anos o imóvel objeto da ação, mansa e pacificamente, sem interrupção, nem oposição e não tendo o título de domínio, quer obtê-lo, motivo pelo qual ingressou com esta ação”. Descrição do imóvel: localizado na Rua Rio Dourado, nº 66, Bairro São Jorge da Lagoa, definido pelo lote nº 30 da quadra 06, Matrícula 78.983, da 2ª Circunscrição de Registro de Imóveis de Campo Grande-MS. E para em 15 dias, contados da do término do prazo editalício, qual seja após 30 (trinta) dias da publicação do edital, querendo, apresente resposta aos

termos constante da inicial. ADVERTÊNCIAS: Se o réu não contestar a ação, presumir-se-ão verdadeiras as alegações de

fato formuladas pelo autor (art. 344 do NCPC), bem como de que será nomeado curado especial em caso de revelia. E para

que chegue ao conhecimento do (s) réu (s) e demais partes interessadas, e ninguém alegue ignorância, foi determinada a

lavratura do presente que será publicado na forma da Lei. Dado e passado nesta cidade e Comarca de Campo Grande (MS). Aos 18 de outubro de 2017. Eu, _________ Thais Maria Peixoto, Analista Judiciário, digitei.

Gabriela Müller Junqueira

Juíza de Direito

Edital de citação, prazo: 20 dias

O (a) Dr (a) Gabriela Müller Junqueira, MM (a). Juiz de Direito da 7ª Vara Cível da Comarca de Campo Grande, Estado de

Mato Grosso do Sul, na forma da Lei, etc...

Faz saber a Tarcisio Ferreira Rodrigues, CPF 035.620.801-07, o (a) qual se encontra em local incerto e não sabido que,

neste Juízo de Direito, situado na Rua da Paz, 14, 3º Andar, Bloco 1, Centro, Campo Grande/MS, tramitam os autos da

Ação de Procedimento Comum, feito nº 0062531-32.2011.8.12.0001, promovida por Welton Barroso, em face de Tarcisio

Ferreira Rodrigues e outro. Assim, procede-se a CITAÇÃO de Tarcisio Ferreira Rodrigues , acima qualificado, para tomar

conhecimento dos termos da petição inicial, que em síntese dispõe da seguinte forma: “No dia 02 de Outubro de 2009 por

volta das 21:30h o requerente trafegava de motocicleta pela Rua Antônio Leite de Campos no Bairro Santo Antônio, na altura da casa de nº 489, quando foi surpreendido por uma camionete conduzida pelo primeiro requerido que entrou na contramão

de direção e por esse motivo causou danos estéticos e materiais ao autor, motivo pelo qual ele ingressou com a presente

ação”. O prazo para responder a ação, querendo, é 15 (quinze) dias , contados nos termos do art. 335 do CPC. INTIMA-SE,

ainda , para comparecer à audiência designada neste Juízo, acompanhado de advogado ou defensor público (art. 334, § 9º do NCPC), no dia 30/11/2017, às 14:50 h . Advertência: O não comparecimento injustificado do réu à audiência de conciliação é considerado ato atentatório à dignidade da justiça e será sancionado com multa de até dois por cento da vantagem econômica pretendida ou do valor da causa (art. 334, § 8º do NCPC). Adverte-se ainda, que se o réu não contestar a ação, presumir-se-ão como verdadeiras as alegações de fato formuladas pelo autor (art. 344 do NCPC), e que em caso de revelia, será nomeado

curador especial. E, para que chegue ao conhecimento de partes e interessados, e ninguém alegue ignorância, foi determinada a lavratura do presente que será publicado na forma da Lei. Eu, ________ Thais Maria Peixoto, Analista Judiciário, o digitei.

Eu _______, Veronica Aparecida Ferreira Pereira dos Santos, Chefe de Cartório, o conferi. Campo Grande (MS), aos 18 de

outubro de 2017.

Gabriela Müller Junqueira

Juíza de Direito