Página 25 do Ministério Público do Estado do Mato Grosso do Sul (MP-MS) de 10 de Janeiro de 2018

Por que esse conteúdo está aqui?
O Jusbrasil não cria, edita ou altera o conteúdo exibido. Replicamos somente informações que foram veiculadas pelos órgãos oficiais.Toda informação aqui divulgada é pública e pode ser encontrada, também, nos sites que publicam originalmente esses diários.

GUSTAVO HENRIQUE BERTOCCO DE SOUZA

Promotor de Justiça Substituto

ANEXO I – GABARITO DEFINITIVO






















10 


11 


12 


13 


14 


15 


16 


17 


18 


19 


20 


21 


22 


23 


24 


25 


26 


27 


28 


29 


30 


31 


32 


33 


34 


35 


36 


37 


38 


39 


40 


ANEXO II – RESULTADO FINAL

NOME DO (A) CANDIDATO (A) PONTUAÇÃO CLASSIFICAÇÃO

Luana Diel Zortéa 55 1º

Caroline Gesser da Silva 52 2º

Stella Hanami Yano Nascimento 51 3º

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

RATIFICAÇÃO DE INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO.

Processo PGJ/10/4454/2017.

Amparo legal: Artigo 25, I, da Lei nº 8.666/93.

Ordenador de Despesa: Alexandre Magno Benites Lacerda, Promotor de Justiça e Chefe de Gabinete do Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul.

Credor: TECHBIZ FORENSE DIGITAL S.A.

Valor: R$ 364.636,66, nos termos das NEs nº 2017NE006621, 2017NE006622 E 2017NE006623 de 26.12.2017.

Objeto: Equipamentos portáteis TX1 Forense Imager (hardware e software) e estações de investigação forense FRED DX DUAL RAID.

Justificativa: A empresa Techbiz Forense Digital Ltda. é a única autorizada no Brasil para fornecer os equipamentos e estações de investigação forense pretendidos, assim como o correspondente suporte técnico remoto.

Ratifica: Nilza Gomes da Silva, Procuradora-Geral Adjunta de Justiça Administrativa.

Campo Grande-MS, 26 de dezembro de 2017.

RATIFICAÇÃO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO

Processo PGJ/10/2338/2017.

Amparo legal: Inc. X, art. 24, da Lei nº 8.666/93.

Ordenadora de Despesa: Nilza Gomes da Silva, Procuradora-Geral Adjunta de Justiça Administrativa do

Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul.

Valor mensal: R$ 1.700,00.

Objeto: Locação de imóvel situado na Rua Stefan Dudas, nº 565, Bairro Imperial, Angélica-MS, para abrigar a Promotoria de Justiça da Comarca de Angélica-MS.

Justificativa: Após ampla pesquisa na cidade de Angélica-MS, bem como perante a Procuradoria-Geral do Estado, restou como a melhor alternativa para a instalação da Promotoria de Justiça da comarca de Angélica-MS,

considerando que o valor da locação está dentro do preço médio praticado no mercado, o imóvel localizado na Rua Stefan Dudas, nº 565, Bairro Imperial, Angélica-MS.

Ratifica: Paulo Cezar dos Passos, Procurador-Geral de Justiça.

Campo Grande-MS, 08.01.2018.