Página 7 do Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais (AL-MG) de 3 de Março de 2018

estar restrito ao plano de ensino, e assim não tem liberdade de ensinar o que quiser, ainda mais em se tratando de agente público, que deve respeitar a neutralidade. O agente público não pode ser financiado com recursos dos nossos impostos para implementar ideologias político-partidárias. Queremos que os nossos alunos tenham acesso a todos os pensadores, queremos que os nossos alunos tenham acesso a todas as ideologias, para que sejam cidadãos completos e não cidadãos direcionados, robôs, não um militante construído nos bancos de sala de aula, para, posteriormente, aparelhar os partidos políticos e os sindicatos. Não! Queremos formar pensadores, cidadãos completos, para transformar o Brasil.

Não podemos mais permitir que a revolução cultural gramscista seja implementada à luz do dia, às claras, e pagas com recursos do contribuinte, em Minas Gerais. Os impostos da nossa gente não podem ser usados para financiar aparelhamento de partido político e de sindicato. Queremos que Minas Gerais tenha alunos livres, alunos que tenham acesso a todo tipo de conhecimento. Não podemos aceitar mais que os nossos alunos sejam amordaçados, não podemos aceitar mais que professores que não rezam na cartilha do Sind-UTE sejam amordaçados. Queremos que os professores possam ensinar de maneira ampla e democrática.

Acima de tudo, não podemos mais compactuar com dinheiro dos impostos financiando professor que abusa de audiência cativa para doutrinar. Isso não pode acontecer num Estado Democrático de Direito, isso não pode acontecer em nenhuma democracia séria no Brasil e no mundo. Isso tem de acabar! O projeto Escola sem Partido é relevante, precisa ser votado nas comissões, precisa ser pautado na Comissão de Educação, precisa vir a Plenário e ser aprovado. Nós precisamos de alunos com consciência crítica e ampla, e não alunos doutrinados pela esquerda, que leem a cartilha do comunismo, não alunos que estão à mercê de sindicatos, professores e doutrinadores que não têm compromisso com a ética e a seriedade do ensino, mas com ideologias político-partidárias. Isso não pode acontecer, isso tem de acabar. É urgente a aprovação do projeto Escola sem Partido em Minas Gerais. Escola sem partido já! Muito obrigado, presidente.

Figura representando 3 páginas da internet, com a principal contendo o logo do Jusbrasil

Crie uma conta para visualizar informações de diários oficiais

Criar conta

Já tem conta? Entrar