Página 10 da Seção 1 do Diário Oficial da União (DOU) de 24 de Fevereiro de 1950

Diário Oficial da União
há 69 anos

Mais de quatro mil

amostras de minerais do País

foram reunidas, classificadas e catalogadas pelo Museu do Ministério da Agricultura. Integrando o setor de atividades da Divisão de Geologia e Mineralogia, o Museu de Minerais apresenta-se como realização de mane, sta im

portância, quer

pela sua amplitude, quer pela variedade dos produtos que figuram nos seus mostruários. Ocupa uni vasto salão do Departamento Nacional da Produaão Mineral, localizado na Avenida Pasteur n» 404, Praia Vermelha, nesta Capita/. Confiado à direção do geólogo Evaristo Pena Scorza, Chefe da Seção de Petrografia, sua organização modelar interessa aos técnicos, aos cientistas e ao público em geral.

Através de seus compartimentos, os minerais coletados em todo o Brasil Impressionam pelas suas caracteristicas dispares. As pedras preciosas, os

metais raros e estratégicos, os minerais pesados,

se apresentam na sua

complexidade, constituindo uni panorama de grande imponência. Citamos

ouro, cujas amostras vão além de cem especimens. A platina, o diamante, o berilo, o tungsténio, o quartzo, o ferro, se destacam sob ângulos diversos.

Uma grande quantidade de amostras se desdobra pelos escaninhos. Neste particular, a Seção de Petrografia dotou-se, a pouco e pouco, de

numerosos exemplares da mesma espécie, podendo, com esta circunstância, aPresentar interessantes grupos de minerais.

Mas, de acôrdo com a relação existente no Museu, outros minerais se patenteiam com a mesma importância, ocupando dezenas e dezenas de escaninhos. A maioria possui nomenclatura desconhecida de muitos, pois, encontrada no Pais, obtivera denominação de certo modo ocasional, às vèzes como corruptela dos nomes de seus descobridores.

Como se evidencia, o Museu de Minerais do Ministério da Agricultura constitui uni património precioso, não só pelo seu próprio valor, como também. pelo retrato qua dá de nosso parque mineralógico.

Aberto ao público, pode ser apreciado diariamente, tendo os interessados todos os esclarecimentos que desejarem na seda do Deuartamento Nacional da Produção Mineral, onde está localizado.

• • *

O Dr. Ellis Claugh,. especialista em ensino vocacional agrícola, do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, acha-se hospedado na Fazenda da I anema (Sorocaba, São Paulo), inspecionando os trabalhos

p

cio Centro de Estudos e Ensaios de Máquinas Agrícolas do Ministério da Agricultura, ali localizado, e que tem no seu quadro de professõres,

Tucker. técnico daquele Departamento americano..

No lamentável acidente ocorrido em Iguape, Estado de São Paulo,

1

no dia 30 de setembro último, em que o avião PP-B1, 3, comandado pelo pilõto Carol Heinz Eberious, chocou-se violentamente com urna tora de madeira submersa, do que resultou a capotagem da aeronave, Causando ferimentos graves e mortes entre passageiros e tripulantes, o Diretor de

Aeronáutica Civil julgou de justiça "realçar o corajoso procedimento da tripulação da aeronave mencionada, constituída pelo Comandante Carol Heinz Ebtricus, co-pilôto Eduardo Augusto Drolhe da Costa, co-piledo IP extra Adolfo Silveira Pouman, e o rádio-operador José Dias Couto, que

apesar de feridos todos, portaram-se à altura da situação, socorrendo, na medida de suas fôrças, os passageiros". Destacou ainda o engenheiro César

Grilo "a ação resoluta, destemerosa e abnegada do radiotelegrafista. José Dias do Couto que, embora também sèriamente ferido, conseguiu, com esforço individual, salvar muitos companheiros de viagem, alguns dos quais foram por êle libertados das destroços do avião".

Ao louvar os tripulantes do avião PP-BLB pela coragem e perfeita noção de dever que demonstraram, especialmente o radiotelegrafista José Dias do Couto, recomendou que, na baixa das cartas dos mecânicos Paulo César de Niemeyer e Paulo Neuselinan que pereceram no desastre, se declare: "Vitimado no cumprimento do dever",

• • •

Departamento Meteorológico da Organização de Aviação Civil Inter-3.

Conferência,

nacional, que iniciou a 14 do corrente, em Paris, a sua

tratará de estabelecer os encadeamentos que faltam na rade mundial de estações meteorológicas encarregadas de informar as condições atmosféricas das altas camadas.

Quase todos os dados das altas camadas se obtém mediante globos rádio-sondas providos de aparelho especial de rádio que durante a ascenção transmitem automaticamente informações meteorológicas.

Na Europa e na América do Norte as redes atuais de estações rádiosó

sonda bastam para o serviço mas em •algumas regiões do mundo há

duas ou três dessas estações ao serviço de continentes inteiros.

Meteorológico da CACI também examinará os co-Departamento.

nhecimentos que até agora se tem das condições físicas das altas camadas atmosféricas por onde transitam aos aeronaves a jato. O emprégo dessas aeronaves que voam a grandes velocidades exige que se tenham conhecimentos mais extensos possíveis acêrca das rajadas.

física da alta atmosfera contribuirá indubitavelmente O estudo da

possibilidades de prognosticar em que condições se enpara melhorar as

centrarão rajadas para as diversas alturas de vôo.

Conferência

Outra das questões de que . se ocupará a 3•a é a conso-

de instruções para os serviços, meteorológicos que requer a navelidação

a que

aérea internacional a fim de produzir normas internacionais

gação

de atender os serviços meteorológicos dos 56 países membros da terão

OACI. O Departamento tratará, outrossim, de coordenar os diversos sistemas de rádio-difusão *meteorológica aeronáutica para lograr a maior utilização possível do reduzido número de freqüências de que se dispõe para

êsse objetivo e examinará as conseqüéncias que trará a substituição gradual

rádio-telefonia nas comunicações aero-terrestres da rádio-telegrafia peia

clas-•

mensagens meteorológicas. Tratará também de

para o intercâmbio de

as aeronaves com

sificar os diversos tipos de formação de gêlo que afetam

idéia de facilitar, seu prognóstico, assim como sua natureza provável e a

identidade.

que se informe a

A Conferência também estudará a possibilidade de

que se encontram as nuvens e as condições de visibilidade que altura a

prevaleçam nas imediações dos aeródromos em vez de dar êsses dados

respeito de pontos que distem quilômetros do centro do aeroporto corno se faz atualmente.

• • •

O

Presidente da República autorizou a se ausentarem do Pais, integrando uma delegação de bola ao cesto representativa das Fôrças Armadas Brasileiras que, a convite do Conselho Nacional de Cultura Física da. República do Paraguai, disputará jogos com equipes militares das suas Fórças Armadas e outras entidades civis, os seguintes oficiais da F.A.B.: Capitão-aviador Exrom Pires e primeiros Tenentes-aviadores Marcos

de

Almeida de Magalhães Andrade, Hélio Celso Cardoso Louzada, Amauri da Rocha Santos e Paulo Ribeiro, e .

2.° Tenente-meteorologista José Simões Henriques.

• * •

Foi nomeado, por decreto do Presidente da República, para exercer as funções de Diretor do Curso de Oficiais Mecânicos o Tenente-Coronelaviador Alcides Moutinho Noiva.

• • •

A Diretoria de Intendência já se encontra instalada no edifício-sede do Ministério da Aeronáutica, à Avenida Marechal Câmara n.° 233, esquina da Avenida Churchill.

Essa Diretoria passou a ocupar o 6.° pavimento.

• • •

Por necessidade do serviço foi exonerado das funções de

Comandante

do Dastaeamento de Base Aérea de Curitiba, o Major-aviador Artur Carlos Peralta.

$ • •

A Diretoria de Aeronáutica Civil acaba de homologar os aeroportos de Araçatuba (São Paulo), Corumbá (Mato Grosso), e Uberaba (Minas Gerais), -todos aptos para aviões C-46, e de Tocantinópolis (Goiás), praticável de

junho a dezembro, para aviões C-47.

SECRETARIAS DE ESTADO

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

E NEGe)CIOS INTERIORES

LICENÇA ESPECIAL

DEPARTAMENTO

DE ADMINISTRAÇÃO

Proc. n.° 3.466-50 — Por despacho de 13-2-50, foi concedida licença Divisão do Pessoal

especial de acôrdo com a Lei número 283, de 24-5-48 a João José Al -Seção Pessoal Militar

ves, ccupante do cargo da classe I. da carreira de Oficial Administrativo EXPEDIENTE DO DIRETOR

do Q. P. dêste ministério.

Apostila e cálculos:

EXPEDIENTE DO DaRETOR

DA D. M. .

Proc. 5.131-42 — Na Provisão do

2.° sargento reformado cia Policia Mi-FÉRIAS

litar do Distrito Federal, Francisco

da Veiga Pimenta foi lavrada apos-.DA-DM-SAM-1-50 — Célia Moreira tila, declarando caber ao mesmo,

aumentos de vencimentos concedidos

Guimarães Auxiliar de Escritório repelo Decreto-lei n.° 8.512, de 1945 e

ferência 21, de 6 a 25-3-50 para 14 Lei n.° 438. de 1948. art. 24, letra b.

de fevereiro a 5-3-50.

Mensais Cr$ 1.440,00 e Cr$ 17.280,00

anuais.

EXPEDIENTE DO DIRETOR

, DA E. V. B.

PORTARIAS

Seção de Cadastro

Proc. ri.° 4.420-50 — (Portaria nú-EXPEDIENTE DO DIRETOR DA

mero 2, de 24-1-50) e 0 Diretor da DIVISAO

Escola Venceslau Braz, usando da

III

atribuição que lhe confere o item

SALÁFIO FAMÍLIA

do art. 242 do Estatuto das Funcionários PúblicaS Civis da União, resol-Proc. ri.° 39.162-49 — Por despacho

ve aplicar a Luis Gonçalves, Inspetor de 14-2-50: foi homologada a concesde Alunos interino classe E, do Q.P. são de salário família a Édson da

J. N. I., matricula n.° 586.930, do M.

Silva ccupante da função de Sera pena de suspensão. por 3 dias, a vente extranumerário diarista da T.

ser cumprida no periodo de 24 a 26 N. D. da Procuradoria da República

do corrente, por falta grave, de adm.-no Rio Grande do Norte, relativa a

do com o art. 234 do mesmo Estatuseu dependente Arquidemia nascido

to, e, por conveniência do serviço, em 19-6-4,8.

converter a referida penalidade em Proc. n.° 36.595-43 — Por despacho

multa, na conformidade do a 2.° do

de 13-2-50, foi homologado o salácitado art. 234, visto como, transgrerio familia, concedido em 1943, a Zadiu ordena superiores, faltando ao

carias Pereira do Lago, então ocupanserviço, sem autorização conforme te do cargo da classe D da carreira de

Reconsta do processo 12-50, 'desta

Guarda de Presídio do Q. S. dèste

partição,

Miniaterio, relativo a seus dependen-_Caxambu, em 24 de janeiro de 1950.

tes Jorge, eorgina, Antônio e Ro-Pimenta, Dl-— Adantestor de Moura

berto nascidos em 16-9-30, 16-9-31,

4

12-6-34 e 17-11-37 respectivamente. retor.

DEPARTAMENTO

DE ADMINISTRAÇÃO

Divisão do Pessoal

Seção Pessoal Militar

EXPEDIENTE DO DIRETOR

Apostila e cálculos:

Proc. 5.131-42 — Na Provisão do 2.° sargento reformado cia Policia Militar do Distrito Federal, Francisco da Veiga Pimenta foi lavrada apostila, declarando caber ao mesmo, aumentos de vencimentos concedidos pelo Decreto-lei n.° 8.512, de 1945 e Lei n.° 438. de 1948. art. 24, letra b. Mensais Cr$ 1.440,00 e Cr$ 17.280,00 anuais.

Seção de Cadastro

EXPEDIENTE DO DIRETOR DA

DIVISAO

SALÁFIO FAMÍLIA

Proc. ri.° 39.162-49 — Por despacho de 14-2-50: foi homologada a concessão de salário família a Édson da Silva ccupante da função de Servente extranumerário diarista da T. N. D. da Procuradoria da República no Rio Grande do Norte, relativa a seu dependente Arquidemia nascido em 19-6-4,8.

Proc. n.° 36.595-43 — Por despacho de 13-2-50, foi homologado o salário familia, concedido em 1943, a Zacarias Pereira do Lago, então ocupante do cargo da classe D da carreira de Guarda de Presídio do Q. S. dèste Miniaterio, relativo a seus dependentes Jorge, eorgina, Antônio e Roberto nascidos em 16-9-30, 16-9-31, 12-6-34 e 17-11-37 respectivamente.

LICENÇA ESPECIAL

Proc. n.° 3.466-50 — Por despacho de 13-2-50, foi concedida licença especial de acôrdo com a Lei número 283, de 24-5-48 a João José Alves, ccupante do cargo da classe I. da carreira de Oficial Administrativo do Q. P. dêste ministério.

EXPEDIENTE DO DaRETOR

DA D. M. .

FÉRIAS

.DA-DM-SAM-1-50 — Célia Moreira Guimarães Auxiliar de Escritório referência 21, de 6 a 25-3-50 para 14 de fevereiro a 5-3-50.

EXPEDIENTE DO DIRETOR

, DA E. V. B.

PORTARIAS

Proc. ri.° 4.420-50 — (Portaria número 2, de 24-1-50) e 0 Diretor da Escola Venceslau Braz, usando da

III

atribuição que lhe confere o item

do art. 242 do Estatuto das Funcionários PúblicaS Civis da União, resolve aplicar a Luis Gonçalves, Inspetor de Alunos interino classe E, do Q.P.

J. N. I., matricula n.° 586.930, do M.

a pena de suspensão. por 3 dias, a ser cumprida no periodo de 24 a 26 do corrente, por falta grave, de adm.-do com o art. 234 do mesmo Estatuto, e, por conveniência do serviço, converter a referida penalidade em multa, na conformidade do a 2.° do citado art. 234, visto como, transgrediu ordena superiores, faltando ao serviço, sem autorização conforme

Reconsta do processo 12-50, 'desta

partição,

_Caxambu, em 24 de janeiro de 1950.

Pimenta, Dl-— Adantestor de Moura

4

retor.